Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



o judoka um heroi brasileiro

Segunda-feira, 28.05.12
Judoka7monteirofilho.jpg

O Judoka





Editora EBALPublicaçãoFormato de publicação formato americanoQte. de edições 52Data das edições Abril de 1969 - Julho de 1973Personagens Mestre Judoca (1 ao 6)Carlos, Minamoto (7 a 52)Equipe criativaArte Frank McLaughlin, Pedro Anísio, Mário Lima e Eduardo Baron, Juarez Odilon, Cláudio de Almeida, Floriano Hermeto de Almeida Filho (que assinava FHAF), Francisco Sampaio, Fernando Ikoma e Alberto Silva.Projecto Banda Desenhada  · 

                                                                                                                                                 
                                                                            

O Judoka foi o nome uma revista em quadrinhos da Editora EBAL publicada entre 1969 e 1973, incialmente a revista era estrelada pelo Mestre Judoca, personagem da Charlton Comics (atualmente pertencente a DC Comics), porém a revista original do Mestre Judoka da Charlton Comics foi cancelada nos EUA no sexto volume, a solução sugerida por Adolfo Aizen foi a criação de uma nova série de história em quadrinhos criada por Pedro Anísio e Eduardo Baron.Semelhante ao que aconteceu no Reino Unido, quando a editora Fawcett Comics cancelou o Capitão Marvel, a editora britânica L. Miller & Sons,Ltd pediu ao quadrinista Mick Anglo que criasse o Marvelman (depois renomeado como Miracleman)

 

                                                    O Judoka Brasileiro


A origem do Judoka é similar a do Mestre Judoca da Charlton, Carlos da Silva é um jovem que salva um senhor de ser atropelado por um caminhão, logo descobre que esse homem é o mestre em judô Minamoto, que em agradecimento decide lhe ensinar as técnicas do judô, Carlos se torna o Judoka, com o tempo Lúcia, namorada do herói também passou a treinar Judô e lutar a seu lado.

Em maio de 1970, o Judoka e sua namorada Lúcia aparecem na edição especial da Epopéia, intitulada "Chamada Geral", a revista comemorátiva dos 25 anos da EBAL apresenta um crossover entre vários personagens publicados pela EBAL desde sua fundação, essa foi a única vez que Eugênio Colonnese desenhou esses personagens.

Em 1973, O Judoka ganhou uma adaptação cinematográfica estrelada por Pedro Aguinaga (Carlos) e Elizângela (Lúcia).

O nome Judoka foi usado em no título Dragão do Kung Fu (que traziam a frase O Judoka Apresenta O Dragão do Kung-Fu em formatinho)[8], revista que trazia histórias das revista Richard Dragon, Kung Fu Fighter! da DC Comics.

Apesar disso, a personagem nunca mais teve histórias publicadas pela editora.

Após perdar a licença das histórias de Shang Chi, O Mestre do Kung Fu da Marvel Comics (que passaram a ser publicadas pela Bloch Editores), a EBAL usou a mesma estratégia usada com o Judoka, criou Kung Fu, uma personagem inspirado nas feições do ator David Carradine (estrela da série Kung Fu e que serviu de modelo para as feições de Shang Chi, depois mudadas para as feições do ator chines Bruce Lee) e roupas similares as de Shang Chi.

Assim como o Judoka, após o término da revista homônima, Kung Fu não teve mais histórias publicadas.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:46

o judoka um heroi brasileiro

Segunda-feira, 28.05.12
Judoka7monteirofilho.jpg

O Judoka





Editora EBALPublicaçãoFormato de publicação formato americanoQte. de edições 52Data das edições Abril de 1969 - Julho de 1973Personagens Mestre Judoca (1 ao 6)Carlos, Minamoto (7 a 52)Equipe criativaArte Frank McLaughlin, Pedro Anísio, Mário Lima e Eduardo Baron, Juarez Odilon, Cláudio de Almeida, Floriano Hermeto de Almeida Filho (que assinava FHAF), Francisco Sampaio, Fernando Ikoma e Alberto Silva.Projecto Banda Desenhada  · 

                                                                                                                                                 
                                                                            

O Judoka foi o nome uma revista em quadrinhos da Editora EBAL publicada entre 1969 e 1973, incialmente a revista era estrelada pelo Mestre Judoca, personagem da Charlton Comics (atualmente pertencente a DC Comics), porém a revista original do Mestre Judoka da Charlton Comics foi cancelada nos EUA no sexto volume, a solução sugerida por Adolfo Aizen foi a criação de uma nova série de história em quadrinhos criada por Pedro Anísio e Eduardo Baron.Semelhante ao que aconteceu no Reino Unido, quando a editora Fawcett Comics cancelou o Capitão Marvel, a editora britânica L. Miller & Sons,Ltd pediu ao quadrinista Mick Anglo que criasse o Marvelman (depois renomeado como Miracleman)

 

                                                    O Judoka Brasileiro


A origem do Judoka é similar a do Mestre Judoca da Charlton, Carlos da Silva é um jovem que salva um senhor de ser atropelado por um caminhão, logo descobre que esse homem é o mestre em judô Minamoto, que em agradecimento decide lhe ensinar as técnicas do judô, Carlos se torna o Judoka, com o tempo Lúcia, namorada do herói também passou a treinar Judô e lutar a seu lado.

Em maio de 1970, o Judoka e sua namorada Lúcia aparecem na edição especial da Epopéia, intitulada "Chamada Geral", a revista comemorátiva dos 25 anos da EBAL apresenta um crossover entre vários personagens publicados pela EBAL desde sua fundação, essa foi a única vez que Eugênio Colonnese desenhou esses personagens.

Em 1973, O Judoka ganhou uma adaptação cinematográfica estrelada por Pedro Aguinaga (Carlos) e Elizângela (Lúcia).

O nome Judoka foi usado em no título Dragão do Kung Fu (que traziam a frase O Judoka Apresenta O Dragão do Kung-Fu em formatinho)[8], revista que trazia histórias das revista Richard Dragon, Kung Fu Fighter! da DC Comics.

Apesar disso, a personagem nunca mais teve histórias publicadas pela editora.

Após perdar a licença das histórias de Shang Chi, O Mestre do Kung Fu da Marvel Comics (que passaram a ser publicadas pela Bloch Editores), a EBAL usou a mesma estratégia usada com o Judoka, criou Kung Fu, uma personagem inspirado nas feições do ator David Carradine (estrela da série Kung Fu e que serviu de modelo para as feições de Shang Chi, depois mudadas para as feições do ator chines Bruce Lee) e roupas similares as de Shang Chi.

Assim como o Judoka, após o término da revista homônima, Kung Fu não teve mais histórias publicadas.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:46

VELTA

Segunda-feira, 28.05.12







 Ano de criação: 1973.
Nome verdadeiro: Kátia Maria Farias Lins.
Idade atual: Quase 18 anos.
Base de Operações: Belo Horizonte, MG.
Cabelos: Louros.
Olhos: Azuis.
Pele: Branca.
Altura: 2,20 m
Profissão: Detetive Particular

Poderes especiais: Dispara raios bio-energéticos sob forma luminosa, coerente, elétrica ou explosiva, por qualquer parte do corpo. Tem regeneração celular acelerada e alta imunidade às doenças. Pele resistente ao calor.

Origem: Usada como cobaia da experiência de um inescrupuloso extra-terrestre de quem salvou a vida, Kátia é modificada geneticamente por uma máquina mental, que a permite, quando quiser, se transformar numa loura gigante que dispara raios pelo corpo.

Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:30

VELTA

Segunda-feira, 28.05.12







 Ano de criação: 1973.
Nome verdadeiro: Kátia Maria Farias Lins.
Idade atual: Quase 18 anos.
Base de Operações: Belo Horizonte, MG.
Cabelos: Louros.
Olhos: Azuis.
Pele: Branca.
Altura: 2,20 m
Profissão: Detetive Particular

Poderes especiais: Dispara raios bio-energéticos sob forma luminosa, coerente, elétrica ou explosiva, por qualquer parte do corpo. Tem regeneração celular acelerada e alta imunidade às doenças. Pele resistente ao calor.

Origem: Usada como cobaia da experiência de um inescrupuloso extra-terrestre de quem salvou a vida, Kátia é modificada geneticamente por uma máquina mental, que a permite, quando quiser, se transformar numa loura gigante que dispara raios pelo corpo.

Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:30

a turma do ´perere

Segunda-feira, 28.05.12

 A Turma do Pererê é uma historia em quadrinhos criada por Ziraldo que foi também transformada em série de televisão.
Em 1960 foi criada a historia em quadrinhos O Pererê, dois anos depois, em 1962, ela virou A Turma do Pererê, que fez um grande sucesso.
No ano de 1980 sai a linha de cadernos do Pererê, que na capa trazia o personagem Galileu cercado de borboletas.
Em 1988 o sucesso da gibi cresce e é lançada a linha de adesivos do Pererê. Em 1990 saiu o "Álbum de Figurinhas do Pererê".

   A Série



Em 1996 a produtora Sônia Garcia, amiga de Ziraldo, queria que os personagens dos quadrinhos criassem vida. Os episódios da série começaram a ser gravados em dezembro de 1998 em película de 16mm na cidade mineira de Tiradentes.
A série foi exibida originalmente entre 1999 e 2001 na TVE Brasil. O programa ainda é exibido na TVE Brasil, na TV Cultura e em outras TVs públicas
 Ficha técnica
Autor: Ziraldo
Adaptação: Wilson Rocha
Direção: Sônia Garcia e André Pinto
Coordenação de produção: Susana Amado
Figurinos: Licia Lacerda
Direção de arte: Rosa Magalhães
Fotografia: Dib Lutfi
                                               Elenco
Sílvio Guindane - Pererê (o saci)
Rodrigo Penna - Galileu (uma onça pintada)
Patrick de Oliveira - Tininim (um curumim)
Ana Paula Oliveira - Tuiuiú (namorada de Tininim)
Álamo Facó - Alan (um macaco)
Péricles Amin - Moacir (um jabuti)
Gustavo Pereira - Geraldinho (um coelho)
Leonardo Campos - Pedro Vieira (um tatu, irmão de Moacir)
Aline Aguiar - Boneca de Pixe (namorada de Pererê)
Renato Borghi - Neném (caçador)
Alexandre Dacosta - Tonico (caçador)
Antônio Pitanga - Nereu
Luís Antônio Nascimento - Nozito
Romeu Evaristo - Cipriano
Sérgio Mamberti - Padre Juquinha
Betty Erthal - Dona Santinha
Edyr Duque - Docelina
Iléa Ferraz - Eborina
Maria Gladys - Empregada de Boneca de Pixe
Eduardo Charmona - Flecha Firme
Bernardo Palmeira
Samuel Costa
Pietro Mário - Professor Nogueira
Dedé Santana
Othon Bastos
José Dumont
Letícia Sabatella
Maria Alves
Breno Moroni
Plínio Marcos
Janaína Diniz Guerra
                     Alguns episódios                         
A Passagem de ano
Uma história de Natal
A Terra do sol
O Traídor
Ovos de Páscoa
O Artista
O Detalhe
O Milharal
Um Dia de babá
O Centimetro
Malhando o Judas
As Rainhas do Lar
À Procura de Allan
O Bicho-Papão
[editar]O especial musical

Em 14 de outubro de 1983, a Rede Globo exibiu, às 21h30, o especial musical A Turma do Pererê, dentro da série criada por Augusto César Vanucci.
                                           Ficha técnica
Autor: Ziraldo
Direção: Guto Graça Melo
Direção geral: Augusto César Vanucci
[editar]Elenco
Genivaldo dos Santos - Pererê
Ricardo Graça Melo - Tininim
Lina do Carmo - Alan
Carlos Leite - Galileu
Floro Rodrigues - Moacir
Ferrugem - Geraldinho                          
Paulo Vignolo - Pedro Vieira
Marinela Graça Melo - Tuiuiu
Araí - Boneca de Pixe
Augusto Olímpio - Compadre       
Antônio Carlos Pires - Caçador
Sérgio Reis
Marlui Miranda
Wanderléa
Céu da Boca
Zezé Motta
Luiz Melodia
Fagner
Moraes Moreira
Gal Costa
Os Violeiros de Guarulhos


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:26

a turma do ´perere

Segunda-feira, 28.05.12

 A Turma do Pererê é uma historia em quadrinhos criada por Ziraldo que foi também transformada em série de televisão.
Em 1960 foi criada a historia em quadrinhos O Pererê, dois anos depois, em 1962, ela virou A Turma do Pererê, que fez um grande sucesso.
No ano de 1980 sai a linha de cadernos do Pererê, que na capa trazia o personagem Galileu cercado de borboletas.
Em 1988 o sucesso da gibi cresce e é lançada a linha de adesivos do Pererê. Em 1990 saiu o "Álbum de Figurinhas do Pererê".

   A Série



Em 1996 a produtora Sônia Garcia, amiga de Ziraldo, queria que os personagens dos quadrinhos criassem vida. Os episódios da série começaram a ser gravados em dezembro de 1998 em película de 16mm na cidade mineira de Tiradentes.
A série foi exibida originalmente entre 1999 e 2001 na TVE Brasil. O programa ainda é exibido na TVE Brasil, na TV Cultura e em outras TVs públicas
 Ficha técnica
Autor: Ziraldo
Adaptação: Wilson Rocha
Direção: Sônia Garcia e André Pinto
Coordenação de produção: Susana Amado
Figurinos: Licia Lacerda
Direção de arte: Rosa Magalhães
Fotografia: Dib Lutfi
                                               Elenco
Sílvio Guindane - Pererê (o saci)
Rodrigo Penna - Galileu (uma onça pintada)
Patrick de Oliveira - Tininim (um curumim)
Ana Paula Oliveira - Tuiuiú (namorada de Tininim)
Álamo Facó - Alan (um macaco)
Péricles Amin - Moacir (um jabuti)
Gustavo Pereira - Geraldinho (um coelho)
Leonardo Campos - Pedro Vieira (um tatu, irmão de Moacir)
Aline Aguiar - Boneca de Pixe (namorada de Pererê)
Renato Borghi - Neném (caçador)
Alexandre Dacosta - Tonico (caçador)
Antônio Pitanga - Nereu
Luís Antônio Nascimento - Nozito
Romeu Evaristo - Cipriano
Sérgio Mamberti - Padre Juquinha
Betty Erthal - Dona Santinha
Edyr Duque - Docelina
Iléa Ferraz - Eborina
Maria Gladys - Empregada de Boneca de Pixe
Eduardo Charmona - Flecha Firme
Bernardo Palmeira
Samuel Costa
Pietro Mário - Professor Nogueira
Dedé Santana
Othon Bastos
José Dumont
Letícia Sabatella
Maria Alves
Breno Moroni
Plínio Marcos
Janaína Diniz Guerra
                     Alguns episódios                         
A Passagem de ano
Uma história de Natal
A Terra do sol
O Traídor
Ovos de Páscoa
O Artista
O Detalhe
O Milharal
Um Dia de babá
O Centimetro
Malhando o Judas
As Rainhas do Lar
À Procura de Allan
O Bicho-Papão
[editar]O especial musical

Em 14 de outubro de 1983, a Rede Globo exibiu, às 21h30, o especial musical A Turma do Pererê, dentro da série criada por Augusto César Vanucci.
                                           Ficha técnica
Autor: Ziraldo
Direção: Guto Graça Melo
Direção geral: Augusto César Vanucci
[editar]Elenco
Genivaldo dos Santos - Pererê
Ricardo Graça Melo - Tininim
Lina do Carmo - Alan
Carlos Leite - Galileu
Floro Rodrigues - Moacir
Ferrugem - Geraldinho                          
Paulo Vignolo - Pedro Vieira
Marinela Graça Melo - Tuiuiu
Araí - Boneca de Pixe
Augusto Olímpio - Compadre       
Antônio Carlos Pires - Caçador
Sérgio Reis
Marlui Miranda
Wanderléa
Céu da Boca
Zezé Motta
Luiz Melodia
Fagner
Moraes Moreira
Gal Costa
Os Violeiros de Guarulhos


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:26

ABA LARGA HEROI BRASILEIRO

Segunda-feira, 28.05.12
Aba Larga foi uma criação de Getulio Delphim, em 1962, publicado pela CETPA.

Teve somente três edições: a 1ª em junho/62 e a 3ª em setembro.

“Os Abas Largas” era como denominavam a Polícia Montada do popular 1º Regimento de Cavalaria da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, nos pampas gaúchos em virtude do chapéu que servia de cobertura no uniforme...

Aba Larga, entre outros heróis, representa um movimento no Sul do Brasil, integrando um conturbado momento político brasileiro ligado a Leonel Brizola, que apoiava a nacionalização da HQ, através da cooperativa CEPTA.

Primavam pela tentativa de valorizar tipos regionais brasileiros com a criação de personagens como o próprio “Aba”, “Sepé”, “O Gaúcho”, entre outros. Mas, ironicamente, a própria narrativa e as situações em que os heróis se envolviam eram tipicamente americanas. Aba Larga, por exemplo, lembrava muito o Sargento King, da tira americana “O Rei da Polícia Montada”. 

Com o fechamento da cooperativa, esses personagens e seus quadrinhistas foram esquecidos. 
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:17

ABA LARGA HEROI BRASILEIRO

Segunda-feira, 28.05.12
Aba Larga foi uma criação de Getulio Delphim, em 1962, publicado pela CETPA.

Teve somente três edições: a 1ª em junho/62 e a 3ª em setembro.

“Os Abas Largas” era como denominavam a Polícia Montada do popular 1º Regimento de Cavalaria da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, nos pampas gaúchos em virtude do chapéu que servia de cobertura no uniforme...

Aba Larga, entre outros heróis, representa um movimento no Sul do Brasil, integrando um conturbado momento político brasileiro ligado a Leonel Brizola, que apoiava a nacionalização da HQ, através da cooperativa CEPTA.

Primavam pela tentativa de valorizar tipos regionais brasileiros com a criação de personagens como o próprio “Aba”, “Sepé”, “O Gaúcho”, entre outros. Mas, ironicamente, a própria narrativa e as situações em que os heróis se envolviam eram tipicamente americanas. Aba Larga, por exemplo, lembrava muito o Sargento King, da tira americana “O Rei da Polícia Montada”. 

Com o fechamento da cooperativa, esses personagens e seus quadrinhistas foram esquecidos. 
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:17

Como surgiu a Expressão Gibi

Segunda-feira, 28.05.12

Gibi (revista em quadrinhos)


Gibi foi o título de uma revista brasileira de história em quadrinhos, cujo lançamento ocorreu em 1939. Graças a ela, no Brasil o termo gibi tornou-se sinônimo de "revista em quadrinhos" (banda desenhada, em Portugal). Na época, Gibi significava moleque, negrinho, porém, com o tempo a palavra passou a ser associada a revistas em quadrinhos e, desde então, virou uma espécie de "sinônimo".
Era publicada pelo Grupo Globo, como concorrente da revista Mirim de Adolfo Aizen. Este editor, futuro fundador da EBAL, foi o pioneiro dos quadrinhos publicados como suplemento de jornal no Brasil (idéia que retirara de uma viagem aos Estados unidos), com o seu Suplemento Juvenil que acompanhava o jornal "A Nação". Mais tarde, o jornal O Globo copiou a idéia e lançou um suplemento chamado O Globo Juvenil.[2]
O Gibi teve originalmente em suas páginas tiras diárias e tiras dominicais coloridas  Charlie Chan (personagem que, anos depois, ganharia um desenho animado pela Hanna-Barbera), Brucutu, Ferdinando (ou Família Buscapé  e vários outros personagens das histórias em quadrinhos.
No ano de 1974 a antiga Rio Gráfica Editora (atualmente conhecida como Editora Globo) teve a iniciativa de relançar nas bancas brasileiras a revista Gibi.
Em outubro de 1993, a Editora Globo lançou outra revista com um título homônimo.  A editora publicava periodicamente alguma revista com o título para não perder os direitos sobre o mesmo.

As histórias em quadrinhos no Brasil foram publicadas inicialmente no século XIX, adotando um estilo satírico conhecido como cartuns, charges ou caricaturas e que depois se estabeleceria com as populares tiras. A edição de revistas próprias de histórias em quadrinhos no país começou no início do século XX. Mas, apesar do Brasil contar com grandes artistas durante a história, a influência estrangeira sempre foi muito grande nessa área, com o mercado editoral dominado pelas publicações de quadrinhos americanos, europeus e japoneses.









Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 18:58

Como surgiu a Expressão Gibi

Segunda-feira, 28.05.12

Gibi (revista em quadrinhos)


Gibi foi o título de uma revista brasileira de história em quadrinhos, cujo lançamento ocorreu em 1939. Graças a ela, no Brasil o termo gibi tornou-se sinônimo de "revista em quadrinhos" (banda desenhada, em Portugal). Na época, Gibi significava moleque, negrinho, porém, com o tempo a palavra passou a ser associada a revistas em quadrinhos e, desde então, virou uma espécie de "sinônimo".
Era publicada pelo Grupo Globo, como concorrente da revista Mirim de Adolfo Aizen. Este editor, futuro fundador da EBAL, foi o pioneiro dos quadrinhos publicados como suplemento de jornal no Brasil (idéia que retirara de uma viagem aos Estados unidos), com o seu Suplemento Juvenil que acompanhava o jornal "A Nação". Mais tarde, o jornal O Globo copiou a idéia e lançou um suplemento chamado O Globo Juvenil.[2]
O Gibi teve originalmente em suas páginas tiras diárias e tiras dominicais coloridas  Charlie Chan (personagem que, anos depois, ganharia um desenho animado pela Hanna-Barbera), Brucutu, Ferdinando (ou Família Buscapé  e vários outros personagens das histórias em quadrinhos.
No ano de 1974 a antiga Rio Gráfica Editora (atualmente conhecida como Editora Globo) teve a iniciativa de relançar nas bancas brasileiras a revista Gibi.
Em outubro de 1993, a Editora Globo lançou outra revista com um título homônimo.  A editora publicava periodicamente alguma revista com o título para não perder os direitos sobre o mesmo.

As histórias em quadrinhos no Brasil foram publicadas inicialmente no século XIX, adotando um estilo satírico conhecido como cartuns, charges ou caricaturas e que depois se estabeleceria com as populares tiras. A edição de revistas próprias de histórias em quadrinhos no país começou no início do século XX. Mas, apesar do Brasil contar com grandes artistas durante a história, a influência estrangeira sempre foi muito grande nessa área, com o mercado editoral dominado pelas publicações de quadrinhos americanos, europeus e japoneses.









Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 18:58

DOCTOR WHO 1984-1986

Segunda-feira, 28.05.12























Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:58

DOCTOR WHO 1984-1986

Segunda-feira, 28.05.12























Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:58

HISTORICO DOCTOR WHO MARVEL

Segunda-feira, 28.05.12

 Marvel Comics é uma editora americana de quadrinhos que publicou Doctor Who histórias em quadrinhos, revistas e novelas gráficas, tanto nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha. Conexão da Marvel com Doctor Who começou em 1979 , quando a BBC transferiu a licença para imprimir Doctor Who quadrinhos de Polystyle a marca britânica da Marvel, Marvel UK.


            MARVEL UK 

Embora a Marvel UK inicialmente beneficia de direitos exclusivos para Doctor Who em forma de quadrinhos, seus direitos foram gradualmente contratada desde 1996 , quando o doutor Oitava estreou em uma série de tiras que corriam na Radio Times . Desde a segunda série da BBC do País de Gales produção, eles têm sido uma das várias empresas a beneficiar dos direitos de publicação para as aventuras de quadrinhos do Décimo Doutor . No entanto, sua tira em Doctor Who Revista é geralmente considerado pela maioria dos fãs para ser o Doctor "main" Quem tira de quadrinhos, com outros quadrinhos, como os encontrados na BBC produzido em Doctor Who Adventures , entendido como "nicho" quadrinhos para uma específica público.
No auge de sua influência, a Marvel UK começou a publicar diretamente no mercado dos EUA em meados da década de 1990. Apesar de terem tido um sucesso inicial, eles logo se viram contra a parede da desaceleração geral na indústria de quadrinhos dos EUA que década. Após ter cometido muito dos seus recursos para o sucesso na América, eles foram rapidamente reduzidos a uma empresa que principalmente reimpresso Marvel EUA quadrinhos na Grã-Bretanha. Na virada do século 21 , quase o trabalho só original ainda estavam fazendo era em Doctor Who e os Transformers. Mal sem dinheiro, eles foram salvos da extinção graças à intervenção de Panini Comics , uma editora europeia que teve a licença reimpressão Marvel para o continente. Aquisição da Panini da Marvel Reino Unido teve o efeito líquido da Marvel Europa estendendo seu território a abranger o Reino Unido. Assim, a partir de uma perspectiva, de licença da BBC para imprimir Doctor Who quadrinhos e notícias não mudar de mãos, tanto quanto a licença britânica para imprimir Marvel Comics. Em outras palavras, a Marvel UK ainda tecnicamente existe a partir de 2008 , com as suas licenças intactas, mas são agora propriedade da Panini, que também é proprietária da Marvel Europa. Por esta razão, ele está dentro dos direitos Panini agora reimprimir um Doctor Who quadrinhos de um problema de 1985 de Doctor Who Magazine, enquanto permissão especial deve ser procurado para Panini para reimprimir algo da era Polystyle.      

     PUBLICAÇÕES 

DOCTOR WHO REVISTA 

Inicialmente Marvel UK exercido licença da BBC em Doctor Who Weekly , uma publicação que era uma justa até mesmo misturar entre quadrinhos e notícias Doctor Who. Nos primeiros dias de que a revista, serviu não apenas como um local para uma tira de quadrinhos regulares com a então atual Doctor , mas também para uma variedade de arte seqüencial outro. Essas histórias Doutor não incluídos alguns contos que foram definidas no Whoniverse , mas apresentou personagens originais, juntamente com reimpressões irregulares de material de As Crônicas de Dalek .

Ele também incluiu 1970 adaptações da Marvel de histórias clássicos de ficção científica, e reimpressões da American Marvel Comics publicados a partir da década de 1950 e 1960. Por estas histórias, conexão tênue foi criado para o quarto médico , em que ele apareceu nos painéis primeira ea última como uma espécie de " coro grego -cum-narrador ". Consequentemente alguns dos principais artistas norte-americanos da Marvel, como Jack Kirby , Chris Claremont e Steve Ditko tem créditos em DWM.

Ao longo dos anos, o título da publicação, a contagem de páginas, e seu público-alvo mudou. Considerando que tinha começado com um número significativo de páginas dedicadas a uma variedade de histórias em quadrinhos, que gradualmente tornou-se mais de uma revista de notícias e opiniões com uma única tira de quadrinhos com o Doutor. Ele começou como uma revista de criança orientado e tornou-se gradualmente mais interessado em tentar ser algo mais próximo de um exercício jornalístico que passou a ter algum conteúdo cômico. O seu nome mudado ao longo dos anos, até finalmente se fixar em Doctor Who Revista , pelo qual é mais conhecido hoje.

DOCTOR WHO ESPECIAL 

Logo após o lançamento de Doctor Who Weekly, Marvel Reino Unido também iniciou a publicação de uma publicação irmã sazonal, inicialmente chamado de Doctor Who Especial . Era uma publicação semestral, que em muitos aspectos era como uma banda desenhada norte-americana " anual ". Embora possa ser adquirido separadamente da revista principal, que era também um bônus de assinantes. Como DWM, começou principalmente como um repositório de ficção e, gradualmente, se tornou fortemente orientada para a não-ficção, artigos jornalísticos. Estas promoções tornou-se cada vez mais temático, como a corrida continuou. Considerando quadrinhos reimpressos eram comuns no início, depois as questões caracterizado exclusivamente material original em quadrinhos, ou, num caso, a reimpressão completa de TV Século 21 's Chronicles Os Dalek . Ele era uma fonte significativa de material em quadrinhos com médicos passados ​​e companheiros. Na verdade, uma série de companheiros diferentes, cuja TV é executado havia sido ignorada por tanto Marvel e Polystyle, apresentaram as suas primeiras aparições em quadrinhos DWS, incluindo: Vicki , Steven , Benny , e Mel . Outros, tais como Romana I teve o seu tratamento Marvel primeiro nas páginas de DWS, em vez de a publicação pai.
A confusão sobre o título é ao mesmo tempo comum e compreensível no fandom. Problemas posteriores que colocam a palavra revista na capa, sugerem que um possível título para a publicação é Doctor Who Revista Especial. Além disso, a inclusão comum desses problemas com assinaturas de força DWM para incluir alguns que realmente não é um título separado do DWM. Na verdade, porém, nenhum problema da corrida tem a palavra "Revista" no título indícios. E ele foi chamado Doctor Who Especial para, pelo menos, os seus primeiros cinco questões. Depois disso, a publicação desistiu de sua promessa de ser legal ", publicado duas vezes por ano", e foi tecnicamente publicado como uma série de one-shots com o nome da temporada. Com efeito, Doctor Who Especial transformou em Doctor Who Especial de Verão e Doctor Who Especial de Inverno, juntamente com o especial estranho inéditas, como a Doctor Who 30th Anniversary Crônicas especiais ou Dalek - A Doctor Who Especial de Verão '.
Na prática, a necessidade desses especiais foi ofuscado um pouco por decisão da Marvel em 1990 para mudar DWM de um mês para uma publicação semanal de 4. Isto aumentou a produção anual de DWM-se a 13 questões. Marvel iria publicar os especiais, no entanto, por mais alguns anos, eventualmente impedindo-as completamente após Marvel UK vacilou no mercado dos EUA em 1996.

                            ANUÁRIO DOCTOR WHO 

A Marvel também brevemente produziu outra série, chamada de Doctor Who Anuário , entre 1992-1996. Às vezes, considerado "anuais", são, talvez, mais precisamente pensados ​​como questões de capa dura de Doctor Who especiais. Considerando que uma verdadeira britânica "anual" é uma coleção de prosa e histórias quadrinhos que caracterizam as estrelas então vigentes de uma propriedade - que marca esse ano na televisão, filme ou esporte - o Anuário surgiu num momento em que Doctor Who era firmemente fora da ar. Assim, tornou-se uma retrospectiva do programa como um todo, e contou com uma variedade de diferentes companheiros e Doutores. Como Doctor Who Specials, ocasionalmente reimpresso material de revista Doctor Who, mas foi largamente utilizado para caracterizar novas histórias. Seus quadrinhos caracterizado tentativa da Marvel não paródico primeiro a Ian e Barbara , junto com o uso Marvel antes de Jo , Leela e Nissa ,

                                 DOCTOR WHO CLÁSSICO COMICS

Marvel UK foi brevemente envolvido em um projeto para reimprimir o material geralmente não disponível para a Doctor Who fãs na década de 1990. Em uma série que durou menos de 30 questões, Doctor Who Revista 's residentes especialistas em quadrinhos tentou reimprimir histórias importantes, tanto do Polystyle e Marvel UK corre'. Sempre que necessário, eles também histórias colorized que tinha sido originalmente em preto e branco. A revista acabou muito antes de ter chegado a lugar nenhum perto de ser uma coleção abrangente do Polystyle era, mas, no entanto, ofereceu apenas o gosto da época que a maioria dos fãs tinha experimentado.


A publicação também teve artigos em texto significativas que deram detalhes quanto aos nomes e artistas que trabalharam em cada Doctor Who conhecido aventura cômica. Devido a isso, é ainda hoje considerado o guia de facto definitivo para Doctor Who cedo quadrinhos. Muitos sites de referência, incluindo o Doctor Who Guia de Referência , use este título Marvel Reino Unido como sua principal referência para os quadrinhos dos primeiros sete médicos. Embora em muitos aspectos, apenas uma reimpressão do "Stripped de Acção" coluna que tinha começado a aparecer em DWM um par de anos antes, DWCC ofereceu cobertura ampliada de assunto.

GRAPHIC NOVELS E ONE-OFFS 



































MARVEL EUA 

Marvel UK-mãe, a Marvel Comics, teve algum envolvimento menor com Doctor Who no auge dos EUA Doctor Who fãs na década de 1980, consistindo de reimpressões colorized de DWM histórias em quadrinhos, começando com um quarto lugar Doutor arco da história que surgiu como parte de uma antologia série intitulada Marvel Premiere . Isto foi seguido por uma história em quadrinhos mensal, em 1984, intitulado, simplesmente, Doctor Who que contou com reimpressões DWM adicionais com o quarto lugar e, mais tarde, Doutor Quinta . Cerca de duas dezenas de edições foram publicadas. A Marvel também emitiu uma edição norte-americana do sexto Doutor arco da história DWM, Voyager em uma edição omnibus romance gráfico. Marvel dos EUA criou nenhum médico significativa e original Quem material, excepto capas, pinups, eo recurso de prosa ímpar na Doctor Who quadrinhos.
Além do acima, Marvel EUA também distribuiu revista Doctor Who junto com o título reimpressão UK Doctor Who clássico Comics , o Doctor Who Yearbook, eo título Quem relacionada, Cabeça da Morte , antes Panini assumiu a licença. Desde 2007, uma outra editora dos EUA, IDW , lançou novas reedições das histórias DWM anteriormente emitidas pela Marvel em Marvel Premiere EUA e Doctor Who.


O DOUTOR EO UNIVERSO MARVEL 

Com o tempo, a Marvel UK começou a publicar uma série de histórias originais que caracterizam uma variedade de personagens principais da Marvel nos EUA, como o Hulk, Homem-Aranha e Quarteto Fantástico. Eventualmente, estas versões britânicas dos personagens principais da Marvel, juntamente com alguns personagens que eram totalmente original a Marvel Reino Unido, começou a criar uma continuidade que divergiram um pouco do mainstream Universo Marvel americana. Assim, os observadores em quadrinhos começou a postular a noção de "Marvel Universe Reino Unido". O Doctor Who histórias em quadrinhos passaram a ser vistos como uma parte desse universo, e, de fato, uma série de personagens que se originou na Doctor Who Weekly e títulos que lhe sucederam atravessou outros títulos dentro do Universo Marvel UK. Mesmo o médico, em sua persona sétimo , poderia ser dito ser uma parte do universo Marvel UK. Na verdade, por causa das aparências subseqüentes de personagens da Marvel no Reino Unido no mainstream Universo EUA Marvel - em especial, Cabeça da Morte - é possível considerar o doutor uma pequena parte do Universo Marvel, em geral. A parte específica do megaverse Marvel que o Doutor possivelmente habita é chamada Terra-5556 . 



Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:47

HISTORICO DOCTOR WHO MARVEL

Segunda-feira, 28.05.12

 Marvel Comics é uma editora americana de quadrinhos que publicou Doctor Who histórias em quadrinhos, revistas e novelas gráficas, tanto nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha. Conexão da Marvel com Doctor Who começou em 1979 , quando a BBC transferiu a licença para imprimir Doctor Who quadrinhos de Polystyle a marca britânica da Marvel, Marvel UK.


            MARVEL UK 

Embora a Marvel UK inicialmente beneficia de direitos exclusivos para Doctor Who em forma de quadrinhos, seus direitos foram gradualmente contratada desde 1996 , quando o doutor Oitava estreou em uma série de tiras que corriam na Radio Times . Desde a segunda série da BBC do País de Gales produção, eles têm sido uma das várias empresas a beneficiar dos direitos de publicação para as aventuras de quadrinhos do Décimo Doutor . No entanto, sua tira em Doctor Who Revista é geralmente considerado pela maioria dos fãs para ser o Doctor "main" Quem tira de quadrinhos, com outros quadrinhos, como os encontrados na BBC produzido em Doctor Who Adventures , entendido como "nicho" quadrinhos para uma específica público.
No auge de sua influência, a Marvel UK começou a publicar diretamente no mercado dos EUA em meados da década de 1990. Apesar de terem tido um sucesso inicial, eles logo se viram contra a parede da desaceleração geral na indústria de quadrinhos dos EUA que década. Após ter cometido muito dos seus recursos para o sucesso na América, eles foram rapidamente reduzidos a uma empresa que principalmente reimpresso Marvel EUA quadrinhos na Grã-Bretanha. Na virada do século 21 , quase o trabalho só original ainda estavam fazendo era em Doctor Who e os Transformers. Mal sem dinheiro, eles foram salvos da extinção graças à intervenção de Panini Comics , uma editora europeia que teve a licença reimpressão Marvel para o continente. Aquisição da Panini da Marvel Reino Unido teve o efeito líquido da Marvel Europa estendendo seu território a abranger o Reino Unido. Assim, a partir de uma perspectiva, de licença da BBC para imprimir Doctor Who quadrinhos e notícias não mudar de mãos, tanto quanto a licença britânica para imprimir Marvel Comics. Em outras palavras, a Marvel UK ainda tecnicamente existe a partir de 2008 , com as suas licenças intactas, mas são agora propriedade da Panini, que também é proprietária da Marvel Europa. Por esta razão, ele está dentro dos direitos Panini agora reimprimir um Doctor Who quadrinhos de um problema de 1985 de Doctor Who Magazine, enquanto permissão especial deve ser procurado para Panini para reimprimir algo da era Polystyle.      

     PUBLICAÇÕES 

DOCTOR WHO REVISTA 

Inicialmente Marvel UK exercido licença da BBC em Doctor Who Weekly , uma publicação que era uma justa até mesmo misturar entre quadrinhos e notícias Doctor Who. Nos primeiros dias de que a revista, serviu não apenas como um local para uma tira de quadrinhos regulares com a então atual Doctor , mas também para uma variedade de arte seqüencial outro. Essas histórias Doutor não incluídos alguns contos que foram definidas no Whoniverse , mas apresentou personagens originais, juntamente com reimpressões irregulares de material de As Crônicas de Dalek .

Ele também incluiu 1970 adaptações da Marvel de histórias clássicos de ficção científica, e reimpressões da American Marvel Comics publicados a partir da década de 1950 e 1960. Por estas histórias, conexão tênue foi criado para o quarto médico , em que ele apareceu nos painéis primeira ea última como uma espécie de " coro grego -cum-narrador ". Consequentemente alguns dos principais artistas norte-americanos da Marvel, como Jack Kirby , Chris Claremont e Steve Ditko tem créditos em DWM.

Ao longo dos anos, o título da publicação, a contagem de páginas, e seu público-alvo mudou. Considerando que tinha começado com um número significativo de páginas dedicadas a uma variedade de histórias em quadrinhos, que gradualmente tornou-se mais de uma revista de notícias e opiniões com uma única tira de quadrinhos com o Doutor. Ele começou como uma revista de criança orientado e tornou-se gradualmente mais interessado em tentar ser algo mais próximo de um exercício jornalístico que passou a ter algum conteúdo cômico. O seu nome mudado ao longo dos anos, até finalmente se fixar em Doctor Who Revista , pelo qual é mais conhecido hoje.

DOCTOR WHO ESPECIAL 

Logo após o lançamento de Doctor Who Weekly, Marvel Reino Unido também iniciou a publicação de uma publicação irmã sazonal, inicialmente chamado de Doctor Who Especial . Era uma publicação semestral, que em muitos aspectos era como uma banda desenhada norte-americana " anual ". Embora possa ser adquirido separadamente da revista principal, que era também um bônus de assinantes. Como DWM, começou principalmente como um repositório de ficção e, gradualmente, se tornou fortemente orientada para a não-ficção, artigos jornalísticos. Estas promoções tornou-se cada vez mais temático, como a corrida continuou. Considerando quadrinhos reimpressos eram comuns no início, depois as questões caracterizado exclusivamente material original em quadrinhos, ou, num caso, a reimpressão completa de TV Século 21 's Chronicles Os Dalek . Ele era uma fonte significativa de material em quadrinhos com médicos passados ​​e companheiros. Na verdade, uma série de companheiros diferentes, cuja TV é executado havia sido ignorada por tanto Marvel e Polystyle, apresentaram as suas primeiras aparições em quadrinhos DWS, incluindo: Vicki , Steven , Benny , e Mel . Outros, tais como Romana I teve o seu tratamento Marvel primeiro nas páginas de DWS, em vez de a publicação pai.
A confusão sobre o título é ao mesmo tempo comum e compreensível no fandom. Problemas posteriores que colocam a palavra revista na capa, sugerem que um possível título para a publicação é Doctor Who Revista Especial. Além disso, a inclusão comum desses problemas com assinaturas de força DWM para incluir alguns que realmente não é um título separado do DWM. Na verdade, porém, nenhum problema da corrida tem a palavra "Revista" no título indícios. E ele foi chamado Doctor Who Especial para, pelo menos, os seus primeiros cinco questões. Depois disso, a publicação desistiu de sua promessa de ser legal ", publicado duas vezes por ano", e foi tecnicamente publicado como uma série de one-shots com o nome da temporada. Com efeito, Doctor Who Especial transformou em Doctor Who Especial de Verão e Doctor Who Especial de Inverno, juntamente com o especial estranho inéditas, como a Doctor Who 30th Anniversary Crônicas especiais ou Dalek - A Doctor Who Especial de Verão '.
Na prática, a necessidade desses especiais foi ofuscado um pouco por decisão da Marvel em 1990 para mudar DWM de um mês para uma publicação semanal de 4. Isto aumentou a produção anual de DWM-se a 13 questões. Marvel iria publicar os especiais, no entanto, por mais alguns anos, eventualmente impedindo-as completamente após Marvel UK vacilou no mercado dos EUA em 1996.

                            ANUÁRIO DOCTOR WHO 

A Marvel também brevemente produziu outra série, chamada de Doctor Who Anuário , entre 1992-1996. Às vezes, considerado "anuais", são, talvez, mais precisamente pensados ​​como questões de capa dura de Doctor Who especiais. Considerando que uma verdadeira britânica "anual" é uma coleção de prosa e histórias quadrinhos que caracterizam as estrelas então vigentes de uma propriedade - que marca esse ano na televisão, filme ou esporte - o Anuário surgiu num momento em que Doctor Who era firmemente fora da ar. Assim, tornou-se uma retrospectiva do programa como um todo, e contou com uma variedade de diferentes companheiros e Doutores. Como Doctor Who Specials, ocasionalmente reimpresso material de revista Doctor Who, mas foi largamente utilizado para caracterizar novas histórias. Seus quadrinhos caracterizado tentativa da Marvel não paródico primeiro a Ian e Barbara , junto com o uso Marvel antes de Jo , Leela e Nissa ,

                                 DOCTOR WHO CLÁSSICO COMICS

Marvel UK foi brevemente envolvido em um projeto para reimprimir o material geralmente não disponível para a Doctor Who fãs na década de 1990. Em uma série que durou menos de 30 questões, Doctor Who Revista 's residentes especialistas em quadrinhos tentou reimprimir histórias importantes, tanto do Polystyle e Marvel UK corre'. Sempre que necessário, eles também histórias colorized que tinha sido originalmente em preto e branco. A revista acabou muito antes de ter chegado a lugar nenhum perto de ser uma coleção abrangente do Polystyle era, mas, no entanto, ofereceu apenas o gosto da época que a maioria dos fãs tinha experimentado.


A publicação também teve artigos em texto significativas que deram detalhes quanto aos nomes e artistas que trabalharam em cada Doctor Who conhecido aventura cômica. Devido a isso, é ainda hoje considerado o guia de facto definitivo para Doctor Who cedo quadrinhos. Muitos sites de referência, incluindo o Doctor Who Guia de Referência , use este título Marvel Reino Unido como sua principal referência para os quadrinhos dos primeiros sete médicos. Embora em muitos aspectos, apenas uma reimpressão do "Stripped de Acção" coluna que tinha começado a aparecer em DWM um par de anos antes, DWCC ofereceu cobertura ampliada de assunto.

GRAPHIC NOVELS E ONE-OFFS 



































MARVEL EUA 

Marvel UK-mãe, a Marvel Comics, teve algum envolvimento menor com Doctor Who no auge dos EUA Doctor Who fãs na década de 1980, consistindo de reimpressões colorized de DWM histórias em quadrinhos, começando com um quarto lugar Doutor arco da história que surgiu como parte de uma antologia série intitulada Marvel Premiere . Isto foi seguido por uma história em quadrinhos mensal, em 1984, intitulado, simplesmente, Doctor Who que contou com reimpressões DWM adicionais com o quarto lugar e, mais tarde, Doutor Quinta . Cerca de duas dezenas de edições foram publicadas. A Marvel também emitiu uma edição norte-americana do sexto Doutor arco da história DWM, Voyager em uma edição omnibus romance gráfico. Marvel dos EUA criou nenhum médico significativa e original Quem material, excepto capas, pinups, eo recurso de prosa ímpar na Doctor Who quadrinhos.
Além do acima, Marvel EUA também distribuiu revista Doctor Who junto com o título reimpressão UK Doctor Who clássico Comics , o Doctor Who Yearbook, eo título Quem relacionada, Cabeça da Morte , antes Panini assumiu a licença. Desde 2007, uma outra editora dos EUA, IDW , lançou novas reedições das histórias DWM anteriormente emitidas pela Marvel em Marvel Premiere EUA e Doctor Who.


O DOUTOR EO UNIVERSO MARVEL 

Com o tempo, a Marvel UK começou a publicar uma série de histórias originais que caracterizam uma variedade de personagens principais da Marvel nos EUA, como o Hulk, Homem-Aranha e Quarteto Fantástico. Eventualmente, estas versões britânicas dos personagens principais da Marvel, juntamente com alguns personagens que eram totalmente original a Marvel Reino Unido, começou a criar uma continuidade que divergiram um pouco do mainstream Universo Marvel americana. Assim, os observadores em quadrinhos começou a postular a noção de "Marvel Universe Reino Unido". O Doctor Who histórias em quadrinhos passaram a ser vistos como uma parte desse universo, e, de fato, uma série de personagens que se originou na Doctor Who Weekly e títulos que lhe sucederam atravessou outros títulos dentro do Universo Marvel UK. Mesmo o médico, em sua persona sétimo , poderia ser dito ser uma parte do universo Marvel UK. Na verdade, por causa das aparências subseqüentes de personagens da Marvel no Reino Unido no mainstream Universo EUA Marvel - em especial, Cabeça da Morte - é possível considerar o doutor uma pequena parte do Universo Marvel, em geral. A parte específica do megaverse Marvel que o Doutor possivelmente habita é chamada Terra-5556 . 



Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:47

Mini-Series + Especiais DEMOLIDOR

Segunda-feira, 28.05.12





Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:15

Mini-Series + Especiais DEMOLIDOR

Segunda-feira, 28.05.12





Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:15

mercenario 2004-2005

Segunda-feira, 28.05.12





Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:11

mercenario 2004-2005

Segunda-feira, 28.05.12





Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:11

demolidor anual 1967-1993

Segunda-feira, 28.05.12








Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:09

demolidor anual 1967-1993

Segunda-feira, 28.05.12








Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:09

DEMOLIDOR 2011-2012

Segunda-feira, 28.05.12










Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:05

DEMOLIDOR 2011-2012

Segunda-feira, 28.05.12










Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:05

DEMOLIDOR 2009-2011

Segunda-feira, 28.05.12













Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:00

DEMOLIDOR 2009-2011

Segunda-feira, 28.05.12













Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:00

DEMOLIDOR 1998-2008

Segunda-feira, 28.05.12























































































































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:54

DEMOLIDOR 1998-2008

Segunda-feira, 28.05.12























































































































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:54

demolidor

Segunda-feira, 28.05.12

demolidor (Matthew Michael "Matt" Murdock) é um fictício personagem , um super-herói em quadrinhos publicados pela Marvel Comics . O personagem foi criado por escritor - editor Stan Lee e artista Bill Everett , com uma quantidade não especificada de entrada de Jack Kirby ,   e apareceu pela primeira vez em Daredevil # 1 (Abril 1964).
Viver no inferno da cozinha bairro de Nova York , Matt Murdock é cego por uma substância radioativa que cai de um veículo que se aproxima. Enquanto ele não pode ver, a exposição radioativa aumenta seus sentidos remanescentes além da capacidade humana normal. Seu pai, um boxeador chamado Jack Murdock, suporta-lo como ele cresce, apesar de Jack é posteriormente morto por bandidos após se recusar a jogar uma luta . Depois de vestir um amarelo e preto, e, posteriormente, um vermelho escuro, traje, Matt procura vingança contra os assassinos de seu pai, como o super-herói Demolidor, lutando contra seus muitos inimigos, incluindo Bullseye e o Rei do Crime .  apelido do Demolidor é "o homem sem medo ".
Embora o Demolidor estava em casa para o trabalho de muitos lendários comic-book artistas - Everett, Kirby, Wally Wood , John Romita, Sr. , e Gene Colan , entre outros - Frank Miller está de posse influente sobre o título no final de 1970 e início de 1980 é particularmente lembrado, depois de ter cimentado o personagem como uma parte popular e influente do Universo Marvel . Demolidor desde então tem aparecido em muitas diferentes formas de mídia, incluindo várias séries de animação, jogos de vídeo, mercadoria, e um 2003 filme de longa metragem .


 História da publicação


                                                                    1960

O personagem estreou em Marvel Comics 'Daredevil # 1 ( cobrir data Abril de 1964),    criado pelo escritor-editor Stan Lee e artista Bill Everett , com a introdução de caracteres desenho de Jack Kirby , que inventou billy Demolidor clube.   Quando Everett se virou em sua edição do primeiro lápis extremamente tardia, a produção Marvel gerente Sol Brodsky e Spider-Man co-criador Steve Ditko fechou uma grande variedade de origens diferentes, um monte "de fundos e figuras secundárias na mosca e paralelepípedos da capa e do salpicar página juntos a partir de desenho de Kirby conceito original ".
Escritor e quadrinhos historiador Mark Evanier concluiu (mas não pode confirmar) que Kirby desenhou a imagem básica do traje do Demolidor, embora Everett modificado.   O personagem design original fantasia era uma combinação de preto, amarelo e vermelho, que lembra acrobat calças justas.   Wally Wood , uma artista altamente considerado conhecido por suas 1950 EC Comics histórias, questões lápis # 5-8, introduzindo traje moderno do Demolidor vermelho na edição # 7.
Edição # 12 começou uma corrida breve por Jack Kirby (layouts) e John Romita, Sr. A questão marcou a volta Romita para penciling super-herói depois de uma década de trabalho exclusivamente como um romance de artista de histórias em quadrinhos para a DC. Romita sentia que não queria mais a lápis, em favor de ser apenas um arte-finalista. Ele lembrou, em 1999,
Eu tinha assinou um Vingadores trabalho para Stan, e eu lhe disse que só queria tinta. Eu senti como se estivesse queimado como um desenhista, após oito anos de trabalho romance. Eu não queria lápis mais, na verdade, eu não poderia trabalhar em casa mais - eu não poderia me disciplinar para fazê-lo. Ele disse, 'Ok', mas na primeira chance que teve, ele me mostra esse alguém história Demolidor tinha começado e ele não gostou, e ele queria alguém para fazê-lo.
Romita posteriormente elaborada que,
Stan me mostrou Dick Ayers página "inicial para um Demolidor. Ele me perguntou: "O que você faria com esta página?" Eu mostrei a ele em um papel vegetal o que eu faria, e então ele me pediu para fazer um desenho de Demolidor do jeito que eu faria. Eu fiz um grande desenho de Demolidor ... apenas um grande, desenho traçado em papel de Demolidor balançando. E Stan adorei.
Quando Romita deixou para assumir The Amazing Spider-Man , Lee deu o Demolidor para o que seria artista do personagem primeira assinatura, Gene Colan , que começou com a edição # 20 (setembro 1966).   Colan lápis todos, mas três questões a # 100 (Junho de 1973), mais de 1967 anual, seguido por dez questões polvilhadas 1974-1979. (Ele voltaria novamente, uma lenda criada, por uma questão de oito executado em 1997).
A primeira edição cobriu ambos do personagem origens e seu desejo de vingança sobre o homem que havia matado seu pai pugilista, "Battling Jack" Murdock, que levantou jovem Matthew Murdock na Cozinha do Inferno bairro de Manhattan , Nova York . Jack instila em Mateus a importância da educação e não-violência com o objetivo de ver seu filho se tornar um homem melhor do que ele. No curso de salvar um homem cego de o caminho de um caminhão que se aproximava, Matt é cego por uma substância radioativa que cai do veículo. A exposição radioativa aumenta seus sentidos remanescentes para além do limites humanos, permitindo-lhe detectar a forma e localização de objetos ao seu redor. A fim de apoiar seu filho, Jack Murdock retorna ao boxe e quando ele se recusa a lançar uma luta, porque seu filho está na platéia, é morto por bandidos. Adornado com um traje amarelo e preto feito de roupas de boxe de seu pai e usando suas habilidades sobre-humanas, Matt enfrenta os assassinos como o super-herói Demolidor, fazendo com que o Fixer ter um ataque cardíaco fatal. [2] Demolidor iria embarcar em uma série de aventuras envolvendo vilões como o Coruja , Stilt-Man , Gladiador , e os Enforcers . Vários sub-enredos envolvidos triângulos românticos e casos de identidade equivocada . Na edição # 16 (Maio 1966), ele encontra o Homem-Aranha , personagem que viria a ser um de seus amigos o maior herói. [10] Murdock revela sua identidade secreta para a sua namorada Karen Page na edição # 57 (outubro 1969) , embora ela deixa a série após a revelação prova demais para ela.  

                                


                                                                                                 1970

Demolidor mudou-se para San Francisco para um, começando com Daredevil # 81 para viver com seu novo interesse amoroso, o espião e super-heroína da Viúva Negra . Durante este tempo, o logotipo da capa é retitled Demolidor e Viúva Negra. Ela termina o relacionamento na edição # 124, temendo que jogar " sidekick "está sublimando a sua identidade. Murdock retorna à cozinha do inferno. Durante este tempo, os escritores da série incluiu Gerry Conway , Steve Gerber , e Chris Claremont . Artistas incluídos Bob Brown e Don Heck .
Comics artista lenda Wally Wood , insuficiência renal seguinte ea perda de visão em um olho, voltou para o personagem que ele ajudou a definir, a cobertura de tinta de Miller de Daredevil # 164 (Maio de 1980). Foi um dos trabalhos finais de madeira antes de sua morte em 1981.


                                                                                              1980

A definição moderna de Demolidor começou em maio de 1979 com Frank Miller 's entrada no título (ele já havia desenhado Daredevil em 1979 fevereiro parcela de Spectacular Spider-Man # 27). Primeiras contribuições de Miller eram como artista, onde ele imbuído um novo dinamismo e um estilo muito diferente visual.  O tom da série se tornou o de noir com Cozinha do Inferno se jogar um papel mais proeminente. Miller apareceu pela primeira vez como artista em Daredevil # 158.
Com a edição # 168, Miller tornou-se, adicionalmente, escritor da série, e os quadrinhos sofreu uma metamorfose drástica. A mudança mais significativa foi a introdução de Homem-Aranha vilão Kingpin como Demolidor novo arqui-inimigo. Até que ponto, os inimigos do Demolidor foram principalmente, embora não exclusivamente, vilões fantasiados. A Kingpin foi uma partida em que, embora ele possuía tamanho extraordinário, força e capacidade de combate, sua vilania veio de seu brilho cruel na execução de um império do crime ao invés de superpotências. O título ainda mantinham antagonistas fantasiados - nomeadamente Bullseye e Elektra - mas construiu seu tema central em torno do crime organizado .
Miller também introduziu ninjas no cânone Daredevil, trazendo um maior foco na artes marciais aspecto de habilidades de luta do Demolidor, e introduzindo personagens inéditos que jogaram um papel importante na sua juventude: Memory Stick , líder do clã ninja o Casto , que teve sido Murdock sensei após ter ficado cego, um clã rival chamado de Mão , e Elektra , uma ex-namorada virou assassino ninja letal. Esta foi uma mudança drástica para um personagem outrora considerado um espadachim .
Na edição # 131, o Demolidor encontra pela primeira vez o assassino Bullseye , que se tornará um dos inimigos de sua assinatura, assassinando Elektra em # 181. (Ela é brevemente ressuscitada em # 190.) Na edição # 164, Diário Bugle repórter Ben Urich deduz a identidade secreta do Demolidor.
Noir Miller assumir o caráter continuado, mesmo depois que ele deixou em 1983, após a edição # 191. No entanto, o sucessor de Dennis O'Neil não encontrou o sucesso comercial de seu antecessor. No final de 1985, Miller voltou para a série, co-escrita # 226 com O'Neil, em seguida, escrever o aclamado " Daredevil: Born Again "storyline em # 227-233 (de fevereiro a agosto 1986.), com o artista David Mazzucchelli . Karen Page acabou retornando como uma estrela viciada em heroína de filmes adultos , que vende a identidade secreta do Demolidor de dinheiro das drogas. A Kingpin usa essa informação para destruir pedaço por pedaço Murdock: explodir sua casa, arruinando sua reputação como um advogado, tê-lo expulso, sua vida pessoal ameaçador e quase levando-o louco. Em resposta, Murdock sofreu um colapso nervoso em Daredevil # 228-230. Miller terminou o arco com uma nota positiva, com Murdock se reunir com tanto Karen Page em # 23, e Maggie, a mãe pensou morto, agora uma freira, no # 233.
Um round-robin de criadores contribuíram no ano que se seguiu: os escritores Mark Gruenwald , Danny Fingeroth , Steve Englehart (sob o pseudônimo "John Harkness"),  e Ann Nocenti e pencilers Steve Ditko , Barry Windsor-Smith , Louis Williams, Sal Buscema , Todd McFarlane , Keith Pollard e Chuck Patton . Nocenti, que tinha escrito # 236, se tornou o escritor regular para um ano de quatro-e-um-quarto de executar todos, mas duas questões a partir de # 238-291 (Jan. 1987 - Abril de 1991). John Romita Jr., juntou-se como desenhista de # 250-282 (janeiro 1988 - Jul. 1990), e era geralmente coberto por Al Williamson . A equipe dirigida especificamente as questões da sociedade, com Murdock, agora executando um sem fins lucrativos centro urbano legal, confrontando o sexismo , o racismo , e proliferação nuclear , enquanto lutam supervilões. Nocenti introduziu o popular antagonista Mary Tifóide na edição # 254.


                                                                                                1990

A equipe criativa do escritor Dan Chichester e desenhista Scott McDaniel mudou quo do livro com o seu status de "Fall From Grace" história em edições # 319-325 (agosto 1993 - fevereiro 1994). Um ferido Daredevil cria um traje mais proteção a partir de materiais biométricos: vermelho e cinza com armadura branca sobre os ombros e joelheiras. Revamped seus clubes billy pode anexar para formar nunchucks ou uma equipe bo . Sua identidade secreta se tornou de conhecimento público, levando para ele fingir sua própria morte e assumindo a nova identidade de "Jack". Esta nova identidade e traje dura arcos de história vários ("Árvore do Conhecimento", "Fathom da Humanidade" e "Salário do Pecado") antes de Demolidor retornou ao seu tradicional traje vermelho, enquanto Murdock encontra uma maneira de convencer o mundo que ele é Não, na verdade, secretamente Daredevil (cortesia de uma dupla).
Sob escritores Karl Kesel e mais tarde Joe Kelly , o livro ganhou um tom mais claro, com o Demolidor voltar para o herói, alegre wisecracking representado por escritores anteriores. Matt e Foggy (que agora sabe de dupla identidade de Matt) participar de um escritório de advocacia dirigido por Foggy mãe, Rosalind Sharpe.
Frank Miller voltou para o personagem e suas origens com o 1993 cinco questão-Demolidor: O Homem Sem Medo minissérie . Com o artista John Romita Jr. , Miller ampliou os primórdios da personagem e forneceu detalhes adicionais sobre a vida ea morte do pai de Murdock, "Battling Jack" Murdock, e primeiros encontros Murdock com o Rei do Crime e Nelson Foggy. [12] O papel da vara na gênese do Demolidor foi ampliado, como foi caso de Murdock amor condenado com Elektra Natchios , filha de um grego diplomata.
Em 1998, s Daredevil 'numeração foi reiniciada, com o título "cancelado" com a edição # 380 e reviveu um mês mais tarde, como parte da Marvel Knights marca. Joe Quesada chamou a nova série, escrita pelo cineasta Kevin Smith . Seu primeiro arco da história problema e oito anos, " The Guardian Diabo ", descreve o Demolidor lutando para proteger uma criança a quem é contada podia ser o Messias ou o Anti-Cristo . Murdock vive uma crise de fé exacerbada pela descoberta de que Karen Page tem AIDS (mais tarde revelou ser uma farsa), e sua posterior morte em Bullseye mãos 's.
Smith foi sucedido pelo escritor-artista David Mack , que contribuiu com as sete emissão de "Partes de um Hole" (vol. 2, # 9-15). O arco introduzido Lopez Maya, também conhecida como Eco , um surdo artista marcial. Mack trouxe independente-quadrinhos colega Brian Michael Bendis para a Marvel para co-escrever o arco seguinte, "Wake Up" (vol. 2, # 16-19), que segue repórter Ben Urich como ele investiga os efeitos colaterais de uma luta entre o Demolidor e um vilão obscuro velho chamado Leap Frog- . Após Mack e Bendis foram Back to the Future roteirista Bob Gale e artistas Phil Winslade e David Ross para a história "Jogar para a Câmara". Mack continuou a contribuir tampas.                          

                           2000

O Demolidor 2001: minissérie Amarelo apresentou outra visão sobre as origens do Demolidor usando cartas escritas para a página de Karen depois de sua morte. Aqui Página acredita que ela está apaixonada por ambos e Demolidor Murdock, e Nelson com Karen Page, resultando em uma rivalidade silenciosa entre os dois homens. Os vilões da Coruja e do Homem Púrpura são os antagonistas . Nesta história, o Demolidor Página créditos com cunhando a frase "O Homem sem Medo", e ela também sugere a Daredevil ele vestir vermelho em vez de preto e amarelo.
Edição # 26 (Dezembro de 2001) trouxe de volta Brian Michael Bendis , trabalhando neste momento com o artista Alex Maleev , por um período de quatro anos de execução, que se tornou uma das "séries mais aclamadas. [ carece de fontes? ] A evolução nesta corrida incluiu a introdução de interesse romântico e futura esposa Milla Donovan , o passeio mais uma vez da identidade secreta de Murdock, o ressurgimento da Kingpin, e entrega do Demolidor para o FBI.
O impacto de sua exposição como Daredevil continuou a ser usado como um ponto de virada por ambos Bendis e escritor Ed Brubaker e pelo artista Michael Lark , que se tornou a nova equipe criativa com Daredevil vol. 2, # 82 (Fev. 2006), não mais sob a Marvel Knights marca.

Danny Rand como Demolidor. Arte por Michael Lark .
Arco do Brubaker primeira história teve um novo personagem que aparece como o Demolidor na cozinha do inferno.  ] Murdock mais tarde descobriu o Demolidor ersatz é o seu amigo Danny Rand, o super-herói Iron Fist .   Brubaker disse,
Sim, estou aliviado, mas ao mesmo tempo, ele sempre foi o plano para revelar que esta questão, e nunca deveria ser como um grande negócio, como acabou sendo. Foi apenas uma parte de uma história muito maior, que o arco seguinte acompanha. Todo esse "quem é o outro DD 'mistério que surgiram nas últimas semanas e correu em torno do Internet foi planejada, e eu pensei que era realmente divertido de assistir, apesar de um pouco estressante, ao mesmo tempo. Estou feliz que não era o único segredo que estávamos sentados. "
A série voltou à sua numeração original com a edição # 500 (outubro 2009), que se seguiu vol. 2, # 119 (agosto 2009). Novo escritor Andy Diggle revisou o status quo,   com o Demolidor assumir a liderança do exército ninja a mão . Daredevil mais tarde apareceu no one-shot Dark Reign :. A Lista - Daredevil  


                                                                                                                                        2010s

Após isso veio o cruzamento história arco " Shadowland ",  em que o Demolidor estava possuído por um demônio. Murdock, em seguida, partiu de Nova York, deixando o seu território nas mãos do Pantera Negra Pantera Negra em série brevemente renomeado ': Homem Sem Medo # 513. Murdock encontra-se renovado na minissérie Daredevil: Reborn # 1-4 (março-julho 2011).
Em julho de 2011, relançado com Daredevil vol. 3 # 1 (Set. 2011), com a equipe criativa do escritor Mark Waid e desenhista Paolo Rivera . Waid disse que estava interessado em "ajustes a razão aventura a depressão um pouco e deixando Matt vencer novamente",  , bem como enfatizando os poderes do personagem e de percepção do mundo físico.  Na edição de estréia, Murdock descobre que não pode mais servir como advogado devido a acusações anteriores de seu ser o Demolidor causando um caso que ele representa no tribunal para se transformar em um circo da mídia. Duas edições mais tarde, Nelson e Murdock desenvolveram uma nova estratégia de negócios de servir como conselheiros de consultoria, por clientes de ensino como para representar a si mesmo no tribunal. Daredevil juntou-se aos Novos Vingadores em uma história escrita pelo ex-escritor da série Daredevil Brian Michael Bendis .   Demolidor tomou posse de um dispositivo que, nas mãos erradas, poderia causar o caos, razão pela qual todo o crime principal organizações são após ele.
                                                                       Poderes e capacidades


Embora cego, o personagem restantes quatro sentidos funcionam com altos níveis de precisão sobre-humana e sensibilidade, dando-lhe habilidades muito além dos limites de uma pessoa com visão, poucos sabem que o herói não pode ver. Daredevil desenvolveu um senso sonar,  que é semelhante a ecolocalização . De acordo com Stan Lee, devido ao fato de que os órgãos sensoriais Murdock ter um nível supra-humano de desenvolvimento, seu ouvido interno, que controla o equilíbrio e os movimentos do corpo, também é extraordinariamente desenvolvido, ajudando-o em acrobacias que superam até mesmo olímpica de nível atletas.
Quando Frank Miller expandiu mais de habilidades do Demolidor, ele tentou fazê-los "extraordinário o suficiente para ser emocionante, mas não a par com o Super-Homem ", observando poderes distintamente inacreditáveis ??do Superman.  Quando Miller se juntou ao título em 1979, a primeira coisa que ele fez para o personagem foi "renovar" o seu senso de radar e tornou menos distintas e mais crível,. ele queria Demolidor para ter a "proximidade" sentido de que a maioria dos artistas marciais afirmam ter Por isso, ele criou uma capacidade para Demolidor para ouvir o Hulk heartbeat 's quatro quarteirões de distância. Devido ao sentido sensível do personagem de toque, Demolidor pode ler passando os dedos sobre as letras em uma página.   (embora páginas laminadas impedi-lo de ler a tinta   ) Demolidor também comumente usado sua audição sobre-humana para servir como um detector de mentiras para interrogatório, ouvindo para mudanças no batimento cardíaco de uma pessoa. No entanto, esta capacidade pode ser enganado se o coração da outra pessoa não está batendo a um ritmo natural, como se eles têm um pacemaker .
No entanto, assim como outros sentidos do Demolidor são mais fortes, eles também são sensíveis, sua principal fraqueza é a sua vulnerabilidade aos sons poderosos ou odores que podem ser usadas temporariamente para enfraquecer seu senso de radar.   Esta fraqueza é muitas vezes usada para imobilizar o Demolidor se foram bombardeados pelo som demais, o que irá causar-lhe dor e grande desorientá-lo.   Além disso Demolidor precisa detectar algo com o seu radar para saber que está lá ou ele vai ficar invisível para ele, o que torna possível ter algo se o passado de seu radar, se ele é incapaz de detectá-lo. Em um exemplo a droga alucinógena que Mysterio criado foi projetado sem gosto ou cheiro para o Demolidor não poderia dizer que ele estava drogado até que ele consultou Doutor Estranho que foi capaz de descobri-lo da cruz pequena que Mysterio deu a Daredevil disfarçado que continha a droga e magicamente curou.
Embora ele não tem atributos sobre-humanos físicos além de um acentuado senso de equilíbrio, o Demolidor é um mestre das artes marciais.   Tendo sido treinado por vara , o Demolidor é um mestre de mão em mão-combatente. Seus movimentos típicos são misturas originais das artes marciais de Ninjutsu , Aikijujutsu , Jujutsu , capoeira , judô , Aikido , luta livre e pau combates combinados com estilo norte-americano de boxe ao fazer uso pleno de suas capacidades de ginástica.
Arma do Demolidor assinatura é sua, especialmente projetado billy clube, que ele criou.   Disfarçado como a bengala de um cego em trajes civis, é uma arma multi-purpose e ferramenta que contém trinta metros de cabo de controle da aeronave conectados a um caso aço endurecido grapnel . Mecanismos internos permitir que o cabo a ser desenrolada da ferida e ordenadamente, enquanto que uma mola potente lança o grapnel. A alça pode ser esticado para uso quando jogando. O clube também pode ser dividida em duas partes, uma das quais é um bastão combate, a outra das quais termina em um gancho curvo.
Em sua identidade civil, Murdock é um advogado competente e respeitada, com um conhecimento enciclopédico de lei, estatutos, especialmente Nova York e também é um detetive especializado e rastreador e é um especialista em interrogatórios e um exímio atirador.

Outras versões

Além de sua encarnação mainstream, o Demolidor tem tinha sido retratada em outros universos ficcionais, incluindo Marvel 2099, o Mangaverse Marvel, Marvel Noir eo Universo Marvel Ulimate.

                                                                                                                              Recepção


Demolidor foi chamado Império do trigésimo sétimo personagem maior revista em quadrinhos, citando-o como "um personagem, obrigando camadas e visualmente impressionante".   Império elogiou era Frank Miller, e também referenciada Brian Michael Bendis, Jeph Loeb e prazos Kevin Smith na série.   Além disso, revista Wizard classificou Daredevil vigésimo primeiro entre sua lista dos maiores 200 personagens de quadrinhos de todos os tempos  e os leitores de quadrinhos consultados através do site Comic Book Resources eleito o personagem do terceiro melhor a Marvel Comics estável.  A série Demolidor também tem recebido alguns elogios ao longo dos anos, inclusive sendo classificado pela IGN como a terceira melhor série da Marvel Comics em 2006.   Em 2011, IGN classificou Daredevil # 10 em sua lista dos Top 100 da IGN heróis dos quadrinhos.  

                                          Personagens coadjuvantes


Durante todo o Demolidor núcleo série, muitos personagens tiveram uma influência na vida de Matt Murdock. Seu pai, "batalhando Jack" Murdock infunde em Matt a importância da educação e não-violência com o objetivo de ver seu filho se tornar um homem melhor do que ele.   Ele sempre incentivou Matt para estudar, em vez de lutar com ele. Jack também proibiu seu filho de realizar qualquer tipo de treinamento físico.   É o assassinato de seu pai, que solicita que o caráter super-potência para se tornar um super-herói, combatendo gangsters  Ele é treinado por um mestre ninja velho cego chamado Memory , que serviu como mentor de Murdock na sequência do acidente de Murdock infância.
Melhor amigo de Matt Murdock é Franklin "Foggy" Nelson , seu colega de faculdade, sidekick , e sócio da lei.   Como um super-herói, um de seus melhores amigos é o herói Homem-Aranha , com sua capacidade de distinguir os batimentos cardíacos, Murdock aprendeu Aranha identidade do homem  e, posteriormente, revelou a sua. [ No entanto, devido aos eventos do Dia One More enredo, Murdock já não sabe a identidade secreta do Homem-Aranha, e desde então se recusou a reaprender-lo devido ao perigo potencial envolvido .   Punho de Ferro também mais tarde se tornaria um de seus maiores amigos, e em um ponto assumiu o papel de Demolidor si mesmo.  Jessica Jones , um super-herói transformou-se em atos investigador privado como um guarda-costas de Matt Murdock em seu civil vida. Seu marido, Luke Cage , é também amigo do Demolidor.  Maya Lopez , uma mulher surda e artista marcial habilidoso, é também um amigo do Demolidor após ele lutou ela ea convenceu de que ele não matou o pai dela, porque ela estava sendo manipulado pelo Kingpin, que era responsável. Ben Urich , repórter do Clarim Diário havia mais tarde descobriu a identidade do Demolidor e, eventualmente, se torna seu amigo também,   embora durante sua disputa identidade Daredevil decidiu terminar a sua "relação de segredo profissional", com Urich para evitar Urich misturados em seus problemas e está sendo usado contra ele.
Demolidor é conhecido por ter uma vida amorosa complicada e muitas vezes torturados.  Ao longo da série, suas namoradas são muitas vezes as mulheres que estão traumatizados, mutilados, ou mortos, um aspecto narrativo alguns críticos da mídia se referem como " Mulheres em Frigoríficos "síndrome.  Um dos interesses mais notáveis ??do Demolidor amor é Elektra , um assassino que mais tarde seria assassinado.  Na década de 2000, Murdock se casa com uma mulher chamada Milla Donovan , embora um dos inimigos do Demolidor a leva a loucura.  

    inimigos Demolidor

Ver artigo principal: Lista de inimigos Demolidor
Em seus primeiros anos, o Demolidor lutou uma série de supervilões uniformizados, o primeiro deles sendo Electro , inimigo do Homem-Aranha proeminente, em Daredevil # 2. Uma série de vilões recorrentes seriam introduzidas ao longo dos anos, como o Coruja ,   o Homem Púrpura ,  O medo Senhor ,   Stilt-Man ,   Gladiador ,   O bobo da corte ,   O homem-touro ,   Morte-Stalker e  e vários outros. O duo supervilão da Cobra e Mr. Hyde também freqüentemente em conflito com o Demolidor, embora Hyde lutou Daredevil sozinho em várias ocasiões. Um de seus inimigos mortais, um assassino psicótico conhecido como Bullseye , foi introduzido por Marv Wolfman na edição # 131, e os dois lutaram cada muitas outras vezes ao longo dos anos.
Começando com prazo de Frank Miller em Demolidor, sua galeria de vilões tradicional foi usado com menos frequência, e Kingpin O Demolidor se tornou arqui-inimigo. A Kingpin há muito conhecida a identidade secreta do Demolidor, e usou essa informação para tentar destruir a vida de Murdock. Elektra fez sua estréia como um caçador de recompensas para alugar, levando a vários confrontos com o Demolidor. Em Daredevil # 254, Ann Nocenti introduzido Mary Tifóide , um assassino para a Kingpin com um transtorno de identidade , que também se tornou um inimigo do Demolidor proeminente. O Justiceiro , vigilante Frank Castle, é um dos antagonistas mais prolíficos do Demolidor e às vezes um aliado relutante.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:23

demolidor

Segunda-feira, 28.05.12

demolidor (Matthew Michael "Matt" Murdock) é um fictício personagem , um super-herói em quadrinhos publicados pela Marvel Comics . O personagem foi criado por escritor - editor Stan Lee e artista Bill Everett , com uma quantidade não especificada de entrada de Jack Kirby ,   e apareceu pela primeira vez em Daredevil # 1 (Abril 1964).
Viver no inferno da cozinha bairro de Nova York , Matt Murdock é cego por uma substância radioativa que cai de um veículo que se aproxima. Enquanto ele não pode ver, a exposição radioativa aumenta seus sentidos remanescentes além da capacidade humana normal. Seu pai, um boxeador chamado Jack Murdock, suporta-lo como ele cresce, apesar de Jack é posteriormente morto por bandidos após se recusar a jogar uma luta . Depois de vestir um amarelo e preto, e, posteriormente, um vermelho escuro, traje, Matt procura vingança contra os assassinos de seu pai, como o super-herói Demolidor, lutando contra seus muitos inimigos, incluindo Bullseye e o Rei do Crime .  apelido do Demolidor é "o homem sem medo ".
Embora o Demolidor estava em casa para o trabalho de muitos lendários comic-book artistas - Everett, Kirby, Wally Wood , John Romita, Sr. , e Gene Colan , entre outros - Frank Miller está de posse influente sobre o título no final de 1970 e início de 1980 é particularmente lembrado, depois de ter cimentado o personagem como uma parte popular e influente do Universo Marvel . Demolidor desde então tem aparecido em muitas diferentes formas de mídia, incluindo várias séries de animação, jogos de vídeo, mercadoria, e um 2003 filme de longa metragem .


 História da publicação


                                                                    1960

O personagem estreou em Marvel Comics 'Daredevil # 1 ( cobrir data Abril de 1964),    criado pelo escritor-editor Stan Lee e artista Bill Everett , com a introdução de caracteres desenho de Jack Kirby , que inventou billy Demolidor clube.   Quando Everett se virou em sua edição do primeiro lápis extremamente tardia, a produção Marvel gerente Sol Brodsky e Spider-Man co-criador Steve Ditko fechou uma grande variedade de origens diferentes, um monte "de fundos e figuras secundárias na mosca e paralelepípedos da capa e do salpicar página juntos a partir de desenho de Kirby conceito original ".
Escritor e quadrinhos historiador Mark Evanier concluiu (mas não pode confirmar) que Kirby desenhou a imagem básica do traje do Demolidor, embora Everett modificado.   O personagem design original fantasia era uma combinação de preto, amarelo e vermelho, que lembra acrobat calças justas.   Wally Wood , uma artista altamente considerado conhecido por suas 1950 EC Comics histórias, questões lápis # 5-8, introduzindo traje moderno do Demolidor vermelho na edição # 7.
Edição # 12 começou uma corrida breve por Jack Kirby (layouts) e John Romita, Sr. A questão marcou a volta Romita para penciling super-herói depois de uma década de trabalho exclusivamente como um romance de artista de histórias em quadrinhos para a DC. Romita sentia que não queria mais a lápis, em favor de ser apenas um arte-finalista. Ele lembrou, em 1999,
Eu tinha assinou um Vingadores trabalho para Stan, e eu lhe disse que só queria tinta. Eu senti como se estivesse queimado como um desenhista, após oito anos de trabalho romance. Eu não queria lápis mais, na verdade, eu não poderia trabalhar em casa mais - eu não poderia me disciplinar para fazê-lo. Ele disse, 'Ok', mas na primeira chance que teve, ele me mostra esse alguém história Demolidor tinha começado e ele não gostou, e ele queria alguém para fazê-lo.
Romita posteriormente elaborada que,
Stan me mostrou Dick Ayers página "inicial para um Demolidor. Ele me perguntou: "O que você faria com esta página?" Eu mostrei a ele em um papel vegetal o que eu faria, e então ele me pediu para fazer um desenho de Demolidor do jeito que eu faria. Eu fiz um grande desenho de Demolidor ... apenas um grande, desenho traçado em papel de Demolidor balançando. E Stan adorei.
Quando Romita deixou para assumir The Amazing Spider-Man , Lee deu o Demolidor para o que seria artista do personagem primeira assinatura, Gene Colan , que começou com a edição # 20 (setembro 1966).   Colan lápis todos, mas três questões a # 100 (Junho de 1973), mais de 1967 anual, seguido por dez questões polvilhadas 1974-1979. (Ele voltaria novamente, uma lenda criada, por uma questão de oito executado em 1997).
A primeira edição cobriu ambos do personagem origens e seu desejo de vingança sobre o homem que havia matado seu pai pugilista, "Battling Jack" Murdock, que levantou jovem Matthew Murdock na Cozinha do Inferno bairro de Manhattan , Nova York . Jack instila em Mateus a importância da educação e não-violência com o objetivo de ver seu filho se tornar um homem melhor do que ele. No curso de salvar um homem cego de o caminho de um caminhão que se aproximava, Matt é cego por uma substância radioativa que cai do veículo. A exposição radioativa aumenta seus sentidos remanescentes para além do limites humanos, permitindo-lhe detectar a forma e localização de objetos ao seu redor. A fim de apoiar seu filho, Jack Murdock retorna ao boxe e quando ele se recusa a lançar uma luta, porque seu filho está na platéia, é morto por bandidos. Adornado com um traje amarelo e preto feito de roupas de boxe de seu pai e usando suas habilidades sobre-humanas, Matt enfrenta os assassinos como o super-herói Demolidor, fazendo com que o Fixer ter um ataque cardíaco fatal. [2] Demolidor iria embarcar em uma série de aventuras envolvendo vilões como o Coruja , Stilt-Man , Gladiador , e os Enforcers . Vários sub-enredos envolvidos triângulos românticos e casos de identidade equivocada . Na edição # 16 (Maio 1966), ele encontra o Homem-Aranha , personagem que viria a ser um de seus amigos o maior herói. [10] Murdock revela sua identidade secreta para a sua namorada Karen Page na edição # 57 (outubro 1969) , embora ela deixa a série após a revelação prova demais para ela.  

                                


                                                                                                 1970

Demolidor mudou-se para San Francisco para um, começando com Daredevil # 81 para viver com seu novo interesse amoroso, o espião e super-heroína da Viúva Negra . Durante este tempo, o logotipo da capa é retitled Demolidor e Viúva Negra. Ela termina o relacionamento na edição # 124, temendo que jogar " sidekick "está sublimando a sua identidade. Murdock retorna à cozinha do inferno. Durante este tempo, os escritores da série incluiu Gerry Conway , Steve Gerber , e Chris Claremont . Artistas incluídos Bob Brown e Don Heck .
Comics artista lenda Wally Wood , insuficiência renal seguinte ea perda de visão em um olho, voltou para o personagem que ele ajudou a definir, a cobertura de tinta de Miller de Daredevil # 164 (Maio de 1980). Foi um dos trabalhos finais de madeira antes de sua morte em 1981.


                                                                                              1980

A definição moderna de Demolidor começou em maio de 1979 com Frank Miller 's entrada no título (ele já havia desenhado Daredevil em 1979 fevereiro parcela de Spectacular Spider-Man # 27). Primeiras contribuições de Miller eram como artista, onde ele imbuído um novo dinamismo e um estilo muito diferente visual.  O tom da série se tornou o de noir com Cozinha do Inferno se jogar um papel mais proeminente. Miller apareceu pela primeira vez como artista em Daredevil # 158.
Com a edição # 168, Miller tornou-se, adicionalmente, escritor da série, e os quadrinhos sofreu uma metamorfose drástica. A mudança mais significativa foi a introdução de Homem-Aranha vilão Kingpin como Demolidor novo arqui-inimigo. Até que ponto, os inimigos do Demolidor foram principalmente, embora não exclusivamente, vilões fantasiados. A Kingpin foi uma partida em que, embora ele possuía tamanho extraordinário, força e capacidade de combate, sua vilania veio de seu brilho cruel na execução de um império do crime ao invés de superpotências. O título ainda mantinham antagonistas fantasiados - nomeadamente Bullseye e Elektra - mas construiu seu tema central em torno do crime organizado .
Miller também introduziu ninjas no cânone Daredevil, trazendo um maior foco na artes marciais aspecto de habilidades de luta do Demolidor, e introduzindo personagens inéditos que jogaram um papel importante na sua juventude: Memory Stick , líder do clã ninja o Casto , que teve sido Murdock sensei após ter ficado cego, um clã rival chamado de Mão , e Elektra , uma ex-namorada virou assassino ninja letal. Esta foi uma mudança drástica para um personagem outrora considerado um espadachim .
Na edição # 131, o Demolidor encontra pela primeira vez o assassino Bullseye , que se tornará um dos inimigos de sua assinatura, assassinando Elektra em # 181. (Ela é brevemente ressuscitada em # 190.) Na edição # 164, Diário Bugle repórter Ben Urich deduz a identidade secreta do Demolidor.
Noir Miller assumir o caráter continuado, mesmo depois que ele deixou em 1983, após a edição # 191. No entanto, o sucessor de Dennis O'Neil não encontrou o sucesso comercial de seu antecessor. No final de 1985, Miller voltou para a série, co-escrita # 226 com O'Neil, em seguida, escrever o aclamado " Daredevil: Born Again "storyline em # 227-233 (de fevereiro a agosto 1986.), com o artista David Mazzucchelli . Karen Page acabou retornando como uma estrela viciada em heroína de filmes adultos , que vende a identidade secreta do Demolidor de dinheiro das drogas. A Kingpin usa essa informação para destruir pedaço por pedaço Murdock: explodir sua casa, arruinando sua reputação como um advogado, tê-lo expulso, sua vida pessoal ameaçador e quase levando-o louco. Em resposta, Murdock sofreu um colapso nervoso em Daredevil # 228-230. Miller terminou o arco com uma nota positiva, com Murdock se reunir com tanto Karen Page em # 23, e Maggie, a mãe pensou morto, agora uma freira, no # 233.
Um round-robin de criadores contribuíram no ano que se seguiu: os escritores Mark Gruenwald , Danny Fingeroth , Steve Englehart (sob o pseudônimo "John Harkness"),  e Ann Nocenti e pencilers Steve Ditko , Barry Windsor-Smith , Louis Williams, Sal Buscema , Todd McFarlane , Keith Pollard e Chuck Patton . Nocenti, que tinha escrito # 236, se tornou o escritor regular para um ano de quatro-e-um-quarto de executar todos, mas duas questões a partir de # 238-291 (Jan. 1987 - Abril de 1991). John Romita Jr., juntou-se como desenhista de # 250-282 (janeiro 1988 - Jul. 1990), e era geralmente coberto por Al Williamson . A equipe dirigida especificamente as questões da sociedade, com Murdock, agora executando um sem fins lucrativos centro urbano legal, confrontando o sexismo , o racismo , e proliferação nuclear , enquanto lutam supervilões. Nocenti introduziu o popular antagonista Mary Tifóide na edição # 254.


                                                                                                1990

A equipe criativa do escritor Dan Chichester e desenhista Scott McDaniel mudou quo do livro com o seu status de "Fall From Grace" história em edições # 319-325 (agosto 1993 - fevereiro 1994). Um ferido Daredevil cria um traje mais proteção a partir de materiais biométricos: vermelho e cinza com armadura branca sobre os ombros e joelheiras. Revamped seus clubes billy pode anexar para formar nunchucks ou uma equipe bo . Sua identidade secreta se tornou de conhecimento público, levando para ele fingir sua própria morte e assumindo a nova identidade de "Jack". Esta nova identidade e traje dura arcos de história vários ("Árvore do Conhecimento", "Fathom da Humanidade" e "Salário do Pecado") antes de Demolidor retornou ao seu tradicional traje vermelho, enquanto Murdock encontra uma maneira de convencer o mundo que ele é Não, na verdade, secretamente Daredevil (cortesia de uma dupla).
Sob escritores Karl Kesel e mais tarde Joe Kelly , o livro ganhou um tom mais claro, com o Demolidor voltar para o herói, alegre wisecracking representado por escritores anteriores. Matt e Foggy (que agora sabe de dupla identidade de Matt) participar de um escritório de advocacia dirigido por Foggy mãe, Rosalind Sharpe.
Frank Miller voltou para o personagem e suas origens com o 1993 cinco questão-Demolidor: O Homem Sem Medo minissérie . Com o artista John Romita Jr. , Miller ampliou os primórdios da personagem e forneceu detalhes adicionais sobre a vida ea morte do pai de Murdock, "Battling Jack" Murdock, e primeiros encontros Murdock com o Rei do Crime e Nelson Foggy. [12] O papel da vara na gênese do Demolidor foi ampliado, como foi caso de Murdock amor condenado com Elektra Natchios , filha de um grego diplomata.
Em 1998, s Daredevil 'numeração foi reiniciada, com o título "cancelado" com a edição # 380 e reviveu um mês mais tarde, como parte da Marvel Knights marca. Joe Quesada chamou a nova série, escrita pelo cineasta Kevin Smith . Seu primeiro arco da história problema e oito anos, " The Guardian Diabo ", descreve o Demolidor lutando para proteger uma criança a quem é contada podia ser o Messias ou o Anti-Cristo . Murdock vive uma crise de fé exacerbada pela descoberta de que Karen Page tem AIDS (mais tarde revelou ser uma farsa), e sua posterior morte em Bullseye mãos 's.
Smith foi sucedido pelo escritor-artista David Mack , que contribuiu com as sete emissão de "Partes de um Hole" (vol. 2, # 9-15). O arco introduzido Lopez Maya, também conhecida como Eco , um surdo artista marcial. Mack trouxe independente-quadrinhos colega Brian Michael Bendis para a Marvel para co-escrever o arco seguinte, "Wake Up" (vol. 2, # 16-19), que segue repórter Ben Urich como ele investiga os efeitos colaterais de uma luta entre o Demolidor e um vilão obscuro velho chamado Leap Frog- . Após Mack e Bendis foram Back to the Future roteirista Bob Gale e artistas Phil Winslade e David Ross para a história "Jogar para a Câmara". Mack continuou a contribuir tampas.                          

                           2000

O Demolidor 2001: minissérie Amarelo apresentou outra visão sobre as origens do Demolidor usando cartas escritas para a página de Karen depois de sua morte. Aqui Página acredita que ela está apaixonada por ambos e Demolidor Murdock, e Nelson com Karen Page, resultando em uma rivalidade silenciosa entre os dois homens. Os vilões da Coruja e do Homem Púrpura são os antagonistas . Nesta história, o Demolidor Página créditos com cunhando a frase "O Homem sem Medo", e ela também sugere a Daredevil ele vestir vermelho em vez de preto e amarelo.
Edição # 26 (Dezembro de 2001) trouxe de volta Brian Michael Bendis , trabalhando neste momento com o artista Alex Maleev , por um período de quatro anos de execução, que se tornou uma das "séries mais aclamadas. [ carece de fontes? ] A evolução nesta corrida incluiu a introdução de interesse romântico e futura esposa Milla Donovan , o passeio mais uma vez da identidade secreta de Murdock, o ressurgimento da Kingpin, e entrega do Demolidor para o FBI.
O impacto de sua exposição como Daredevil continuou a ser usado como um ponto de virada por ambos Bendis e escritor Ed Brubaker e pelo artista Michael Lark , que se tornou a nova equipe criativa com Daredevil vol. 2, # 82 (Fev. 2006), não mais sob a Marvel Knights marca.

Danny Rand como Demolidor. Arte por Michael Lark .
Arco do Brubaker primeira história teve um novo personagem que aparece como o Demolidor na cozinha do inferno.  ] Murdock mais tarde descobriu o Demolidor ersatz é o seu amigo Danny Rand, o super-herói Iron Fist .   Brubaker disse,
Sim, estou aliviado, mas ao mesmo tempo, ele sempre foi o plano para revelar que esta questão, e nunca deveria ser como um grande negócio, como acabou sendo. Foi apenas uma parte de uma história muito maior, que o arco seguinte acompanha. Todo esse "quem é o outro DD 'mistério que surgiram nas últimas semanas e correu em torno do Internet foi planejada, e eu pensei que era realmente divertido de assistir, apesar de um pouco estressante, ao mesmo tempo. Estou feliz que não era o único segredo que estávamos sentados. "
A série voltou à sua numeração original com a edição # 500 (outubro 2009), que se seguiu vol. 2, # 119 (agosto 2009). Novo escritor Andy Diggle revisou o status quo,   com o Demolidor assumir a liderança do exército ninja a mão . Daredevil mais tarde apareceu no one-shot Dark Reign :. A Lista - Daredevil  


                                                                                                                                        2010s

Após isso veio o cruzamento história arco " Shadowland ",  em que o Demolidor estava possuído por um demônio. Murdock, em seguida, partiu de Nova York, deixando o seu território nas mãos do Pantera Negra Pantera Negra em série brevemente renomeado ': Homem Sem Medo # 513. Murdock encontra-se renovado na minissérie Daredevil: Reborn # 1-4 (março-julho 2011).
Em julho de 2011, relançado com Daredevil vol. 3 # 1 (Set. 2011), com a equipe criativa do escritor Mark Waid e desenhista Paolo Rivera . Waid disse que estava interessado em "ajustes a razão aventura a depressão um pouco e deixando Matt vencer novamente",  , bem como enfatizando os poderes do personagem e de percepção do mundo físico.  Na edição de estréia, Murdock descobre que não pode mais servir como advogado devido a acusações anteriores de seu ser o Demolidor causando um caso que ele representa no tribunal para se transformar em um circo da mídia. Duas edições mais tarde, Nelson e Murdock desenvolveram uma nova estratégia de negócios de servir como conselheiros de consultoria, por clientes de ensino como para representar a si mesmo no tribunal. Daredevil juntou-se aos Novos Vingadores em uma história escrita pelo ex-escritor da série Daredevil Brian Michael Bendis .   Demolidor tomou posse de um dispositivo que, nas mãos erradas, poderia causar o caos, razão pela qual todo o crime principal organizações são após ele.
                                                                       Poderes e capacidades


Embora cego, o personagem restantes quatro sentidos funcionam com altos níveis de precisão sobre-humana e sensibilidade, dando-lhe habilidades muito além dos limites de uma pessoa com visão, poucos sabem que o herói não pode ver. Daredevil desenvolveu um senso sonar,  que é semelhante a ecolocalização . De acordo com Stan Lee, devido ao fato de que os órgãos sensoriais Murdock ter um nível supra-humano de desenvolvimento, seu ouvido interno, que controla o equilíbrio e os movimentos do corpo, também é extraordinariamente desenvolvido, ajudando-o em acrobacias que superam até mesmo olímpica de nível atletas.
Quando Frank Miller expandiu mais de habilidades do Demolidor, ele tentou fazê-los "extraordinário o suficiente para ser emocionante, mas não a par com o Super-Homem ", observando poderes distintamente inacreditáveis ??do Superman.  Quando Miller se juntou ao título em 1979, a primeira coisa que ele fez para o personagem foi "renovar" o seu senso de radar e tornou menos distintas e mais crível,. ele queria Demolidor para ter a "proximidade" sentido de que a maioria dos artistas marciais afirmam ter Por isso, ele criou uma capacidade para Demolidor para ouvir o Hulk heartbeat 's quatro quarteirões de distância. Devido ao sentido sensível do personagem de toque, Demolidor pode ler passando os dedos sobre as letras em uma página.   (embora páginas laminadas impedi-lo de ler a tinta   ) Demolidor também comumente usado sua audição sobre-humana para servir como um detector de mentiras para interrogatório, ouvindo para mudanças no batimento cardíaco de uma pessoa. No entanto, esta capacidade pode ser enganado se o coração da outra pessoa não está batendo a um ritmo natural, como se eles têm um pacemaker .
No entanto, assim como outros sentidos do Demolidor são mais fortes, eles também são sensíveis, sua principal fraqueza é a sua vulnerabilidade aos sons poderosos ou odores que podem ser usadas temporariamente para enfraquecer seu senso de radar.   Esta fraqueza é muitas vezes usada para imobilizar o Demolidor se foram bombardeados pelo som demais, o que irá causar-lhe dor e grande desorientá-lo.   Além disso Demolidor precisa detectar algo com o seu radar para saber que está lá ou ele vai ficar invisível para ele, o que torna possível ter algo se o passado de seu radar, se ele é incapaz de detectá-lo. Em um exemplo a droga alucinógena que Mysterio criado foi projetado sem gosto ou cheiro para o Demolidor não poderia dizer que ele estava drogado até que ele consultou Doutor Estranho que foi capaz de descobri-lo da cruz pequena que Mysterio deu a Daredevil disfarçado que continha a droga e magicamente curou.
Embora ele não tem atributos sobre-humanos físicos além de um acentuado senso de equilíbrio, o Demolidor é um mestre das artes marciais.   Tendo sido treinado por vara , o Demolidor é um mestre de mão em mão-combatente. Seus movimentos típicos são misturas originais das artes marciais de Ninjutsu , Aikijujutsu , Jujutsu , capoeira , judô , Aikido , luta livre e pau combates combinados com estilo norte-americano de boxe ao fazer uso pleno de suas capacidades de ginástica.
Arma do Demolidor assinatura é sua, especialmente projetado billy clube, que ele criou.   Disfarçado como a bengala de um cego em trajes civis, é uma arma multi-purpose e ferramenta que contém trinta metros de cabo de controle da aeronave conectados a um caso aço endurecido grapnel . Mecanismos internos permitir que o cabo a ser desenrolada da ferida e ordenadamente, enquanto que uma mola potente lança o grapnel. A alça pode ser esticado para uso quando jogando. O clube também pode ser dividida em duas partes, uma das quais é um bastão combate, a outra das quais termina em um gancho curvo.
Em sua identidade civil, Murdock é um advogado competente e respeitada, com um conhecimento enciclopédico de lei, estatutos, especialmente Nova York e também é um detetive especializado e rastreador e é um especialista em interrogatórios e um exímio atirador.

Outras versões

Além de sua encarnação mainstream, o Demolidor tem tinha sido retratada em outros universos ficcionais, incluindo Marvel 2099, o Mangaverse Marvel, Marvel Noir eo Universo Marvel Ulimate.

                                                                                                                              Recepção


Demolidor foi chamado Império do trigésimo sétimo personagem maior revista em quadrinhos, citando-o como "um personagem, obrigando camadas e visualmente impressionante".   Império elogiou era Frank Miller, e também referenciada Brian Michael Bendis, Jeph Loeb e prazos Kevin Smith na série.   Além disso, revista Wizard classificou Daredevil vigésimo primeiro entre sua lista dos maiores 200 personagens de quadrinhos de todos os tempos  e os leitores de quadrinhos consultados através do site Comic Book Resources eleito o personagem do terceiro melhor a Marvel Comics estável.  A série Demolidor também tem recebido alguns elogios ao longo dos anos, inclusive sendo classificado pela IGN como a terceira melhor série da Marvel Comics em 2006.   Em 2011, IGN classificou Daredevil # 10 em sua lista dos Top 100 da IGN heróis dos quadrinhos.  

                                          Personagens coadjuvantes


Durante todo o Demolidor núcleo série, muitos personagens tiveram uma influência na vida de Matt Murdock. Seu pai, "batalhando Jack" Murdock infunde em Matt a importância da educação e não-violência com o objetivo de ver seu filho se tornar um homem melhor do que ele.   Ele sempre incentivou Matt para estudar, em vez de lutar com ele. Jack também proibiu seu filho de realizar qualquer tipo de treinamento físico.   É o assassinato de seu pai, que solicita que o caráter super-potência para se tornar um super-herói, combatendo gangsters  Ele é treinado por um mestre ninja velho cego chamado Memory , que serviu como mentor de Murdock na sequência do acidente de Murdock infância.
Melhor amigo de Matt Murdock é Franklin "Foggy" Nelson , seu colega de faculdade, sidekick , e sócio da lei.   Como um super-herói, um de seus melhores amigos é o herói Homem-Aranha , com sua capacidade de distinguir os batimentos cardíacos, Murdock aprendeu Aranha identidade do homem  e, posteriormente, revelou a sua. [ No entanto, devido aos eventos do Dia One More enredo, Murdock já não sabe a identidade secreta do Homem-Aranha, e desde então se recusou a reaprender-lo devido ao perigo potencial envolvido .   Punho de Ferro também mais tarde se tornaria um de seus maiores amigos, e em um ponto assumiu o papel de Demolidor si mesmo.  Jessica Jones , um super-herói transformou-se em atos investigador privado como um guarda-costas de Matt Murdock em seu civil vida. Seu marido, Luke Cage , é também amigo do Demolidor.  Maya Lopez , uma mulher surda e artista marcial habilidoso, é também um amigo do Demolidor após ele lutou ela ea convenceu de que ele não matou o pai dela, porque ela estava sendo manipulado pelo Kingpin, que era responsável. Ben Urich , repórter do Clarim Diário havia mais tarde descobriu a identidade do Demolidor e, eventualmente, se torna seu amigo também,   embora durante sua disputa identidade Daredevil decidiu terminar a sua "relação de segredo profissional", com Urich para evitar Urich misturados em seus problemas e está sendo usado contra ele.
Demolidor é conhecido por ter uma vida amorosa complicada e muitas vezes torturados.  Ao longo da série, suas namoradas são muitas vezes as mulheres que estão traumatizados, mutilados, ou mortos, um aspecto narrativo alguns críticos da mídia se referem como " Mulheres em Frigoríficos "síndrome.  Um dos interesses mais notáveis ??do Demolidor amor é Elektra , um assassino que mais tarde seria assassinado.  Na década de 2000, Murdock se casa com uma mulher chamada Milla Donovan , embora um dos inimigos do Demolidor a leva a loucura.  

    inimigos Demolidor

Ver artigo principal: Lista de inimigos Demolidor
Em seus primeiros anos, o Demolidor lutou uma série de supervilões uniformizados, o primeiro deles sendo Electro , inimigo do Homem-Aranha proeminente, em Daredevil # 2. Uma série de vilões recorrentes seriam introduzidas ao longo dos anos, como o Coruja ,   o Homem Púrpura ,  O medo Senhor ,   Stilt-Man ,   Gladiador ,   O bobo da corte ,   O homem-touro ,   Morte-Stalker e  e vários outros. O duo supervilão da Cobra e Mr. Hyde também freqüentemente em conflito com o Demolidor, embora Hyde lutou Daredevil sozinho em várias ocasiões. Um de seus inimigos mortais, um assassino psicótico conhecido como Bullseye , foi introduzido por Marv Wolfman na edição # 131, e os dois lutaram cada muitas outras vezes ao longo dos anos.
Começando com prazo de Frank Miller em Demolidor, sua galeria de vilões tradicional foi usado com menos frequência, e Kingpin O Demolidor se tornou arqui-inimigo. A Kingpin há muito conhecida a identidade secreta do Demolidor, e usou essa informação para tentar destruir a vida de Murdock. Elektra fez sua estréia como um caçador de recompensas para alugar, levando a vários confrontos com o Demolidor. Em Daredevil # 254, Ann Nocenti introduzido Mary Tifóide , um assassino para a Kingpin com um transtorno de identidade , que também se tornou um inimigo do Demolidor proeminente. O Justiceiro , vigilante Frank Castle, é um dos antagonistas mais prolíficos do Demolidor e às vezes um aliado relutante.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:23

carro FERRARI wallpaper

Segunda-feira, 28.05.12
















































































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 11:42

carro FERRARI wallpaper

Segunda-feira, 28.05.12
















































































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 11:42

carro DODGE wallpaper

Segunda-feira, 28.05.12
















































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 11:08

carro DODGE wallpaper

Segunda-feira, 28.05.12
















































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 11:08

carro CORVETTE wallpaper

Segunda-feira, 28.05.12










Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 10:43

carro CORVETTE wallpaper

Segunda-feira, 28.05.12










Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 10:43

carro CITROEN wallpaper

Segunda-feira, 28.05.12











































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 10:19

carro CITROEN wallpaper

Segunda-feira, 28.05.12











































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 10:19

carro CHYSLER

Segunda-feira, 28.05.12
















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 10:04

carro CHYSLER

Segunda-feira, 28.05.12
















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 10:04

Fantasy - Good Wallpapers

Segunda-feira, 28.05.12







































































































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 09:51

Fantasy - Good Wallpapers

Segunda-feira, 28.05.12







































































































Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 09:51








comentários recentes




subscrever feeds