Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CAPAS DA REVISTA EM Quadrinhos Rin Tin Tin 1ª Série

Quarta-feira, 10.07.13

 Quadrinhos
Rin Tin Tin 1ª Série
 

Foi publicado entre Maio de 1956 e Janeiro de 1962. Foram lançadas 69 edições em formato Americano com 34 páginas em preto e branco.

Rin Tin Tin era uma série sobre um cão que acompanhava uma unidade da cavalaria dos EUA. O melhor amigo de Rin Tin Tin era o Cabo Rusty, um garoto que perdeu os pais em um ataque dos índios e foi adotado pela corporação, se tornando uma espécie de mascote. Sempre que havia algum problema e Rusty necessitava da ajuda de seu amigo canino ele griitava ("Yo ho Rinty!"). Todos viviam em um forte apache, no Arizona. 

O primeiro Rin Tin Tin surgiu em 1922 e foi sucedido por outros dois cães Pastor Alemão (German Shepherds) na série de TV. O Rin Tin Tin original morreu em 1932. O canal de TV ABC estreou em 1959 uma nova série com o personagem que ficou no ar até 1961 e outro canal, a CBS, retonou com a mesma série em 1962, mantendo-a no ar até setembro de 1964. O veterano ator James L. Brown (não confundir com o cantor de soul) foi convocado em 1976 para fazer as aberturas da série em que havia participado nos anos 50. A série voltou ao ar mais uma vez com sucesso de público.

Com o sucesso da televisão logo o personagem foi lançado nas histórias em quadrinhos, e pela Ebal as histórias foram retiradas da revista americana Rin Tin Tin in Logging Trouble da editora Dell Comics. Foi um sucesso de público, assim como outro personagem canino Lassie, também lançado no Brasil pela editora Ebal. 

01 - 348x500px02 - 352x500px
03 - 344x500px04 - 346x500px
05 - 341x500px06 - 348x500px
07 - 347x500px08 - 346x500px
09 - 350x500px10 - 347x500px
11 - 340x500px12 - 349x500px

13 - 348x500px14 - 349x500px
15 - 358x500px16 - 351x500px
17 - 350x500px18 - 352x500px
19 - 350x500px20 - 350x500px
21 - 351x500px22 - 347x500px
23 - 343x500px24 - 347x500px

25 - 348x500px26 - 340x500px
27 - 348x500px28 - 345x500px
29 - 343x500px30 - 349x500px
31 - 343x500px32 - 352x500px
33 - 349x500px34 - 349x500px
35 - 352x500px36 - 340x500px

37 - 351x500px38 - 351x500px
39 - 348x500px40 - 345x500px
41 - 345x500px42 - 342x500px
43 - 348x500px44 - 343x500px
45 - 350x500px46 - 354x500px
47 - 350x500px48 - 334x500px

49 - 343x500px50 - 353x500px
51 - 352x500px52 - 349x500px
53 - 351x500px54 - 344x500px
55 - 351x500px56 - 356x500px
57 - 342x500px58 - 352x500px
59 - 344x500px60 - 349x500px

61 - 344x500px62 - 351x500px
63 - 348x500px64 - 347x500px
65 - 355x500px66 - 346x500px
67 - 351x500px68 - 345x500px
69 - 342x500pxalmanaque1961 - 348x500px
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:07

CAPAS DA REVISTA EM Quadrinhos Rin Tin Tin 1ª Série

Quarta-feira, 10.07.13

 Quadrinhos
Rin Tin Tin 1ª Série
 

Foi publicado entre Maio de 1956 e Janeiro de 1962. Foram lançadas 69 edições em formato Americano com 34 páginas em preto e branco.

Rin Tin Tin era uma série sobre um cão que acompanhava uma unidade da cavalaria dos EUA. O melhor amigo de Rin Tin Tin era o Cabo Rusty, um garoto que perdeu os pais em um ataque dos índios e foi adotado pela corporação, se tornando uma espécie de mascote. Sempre que havia algum problema e Rusty necessitava da ajuda de seu amigo canino ele griitava ("Yo ho Rinty!"). Todos viviam em um forte apache, no Arizona. 

O primeiro Rin Tin Tin surgiu em 1922 e foi sucedido por outros dois cães Pastor Alemão (German Shepherds) na série de TV. O Rin Tin Tin original morreu em 1932. O canal de TV ABC estreou em 1959 uma nova série com o personagem que ficou no ar até 1961 e outro canal, a CBS, retonou com a mesma série em 1962, mantendo-a no ar até setembro de 1964. O veterano ator James L. Brown (não confundir com o cantor de soul) foi convocado em 1976 para fazer as aberturas da série em que havia participado nos anos 50. A série voltou ao ar mais uma vez com sucesso de público.

Com o sucesso da televisão logo o personagem foi lançado nas histórias em quadrinhos, e pela Ebal as histórias foram retiradas da revista americana Rin Tin Tin in Logging Trouble da editora Dell Comics. Foi um sucesso de público, assim como outro personagem canino Lassie, também lançado no Brasil pela editora Ebal. 

01 - 348x500px02 - 352x500px
03 - 344x500px04 - 346x500px
05 - 341x500px06 - 348x500px
07 - 347x500px08 - 346x500px
09 - 350x500px10 - 347x500px
11 - 340x500px12 - 349x500px

13 - 348x500px14 - 349x500px
15 - 358x500px16 - 351x500px
17 - 350x500px18 - 352x500px
19 - 350x500px20 - 350x500px
21 - 351x500px22 - 347x500px
23 - 343x500px24 - 347x500px

25 - 348x500px26 - 340x500px
27 - 348x500px28 - 345x500px
29 - 343x500px30 - 349x500px
31 - 343x500px32 - 352x500px
33 - 349x500px34 - 349x500px
35 - 352x500px36 - 340x500px

37 - 351x500px38 - 351x500px
39 - 348x500px40 - 345x500px
41 - 345x500px42 - 342x500px
43 - 348x500px44 - 343x500px
45 - 350x500px46 - 354x500px
47 - 350x500px48 - 334x500px

49 - 343x500px50 - 353x500px
51 - 352x500px52 - 349x500px
53 - 351x500px54 - 344x500px
55 - 351x500px56 - 356x500px
57 - 342x500px58 - 352x500px
59 - 344x500px60 - 349x500px

61 - 344x500px62 - 351x500px
63 - 348x500px64 - 347x500px
65 - 355x500px66 - 346x500px
67 - 351x500px68 - 345x500px
69 - 342x500pxalmanaque1961 - 348x500px
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:07

Biografia,Lana Turner(Atriz)

Quarta-feira, 10.07.13

Lana Turner

Lana Turner, nome artístico de Julia Jean Mildred Frances Turner, (Wallace, 8 de fevereiro de 1921 - Century City, 29 de junho de 1995) foi uma atriz estadunidense.

Biografia

Filha de Mildred Frances Cowan e John Virgil Turner, foi descoberta, aos quinze anos, em 1936, tomando uma coca-cola na lanchonete "Top Rat Café" na rua Highland, em Hollywood pelo produtor do jornal "Hollywood Report", W.R.Wilkerson. Foi contratada, a 50 dólares por semana, por Mervyn LeRoy, diretor da Warnertendo estreando em 1937, no filme "They won't forget". Ela era a "Garota do Suéter", considerada símbolo sexual entre as décadas de 1940 e 1950 e tornou-se uma das atrizes mais bem pagas da época.

Percorreu várias etapas até alcançar o estrelado em "O Destino bate à sua porta" (The Postman Always Rings Twice) de 1946. A estrela era esbanjadora e maníaca por sapatos. Foi casada e separada sete vezes além de ter mantido casos amorosos com várias personalidades como Victor Mature, Howard Hughes, Gene Krupa, Robert Stack, Tony Martin, Clark Gable, Fernando Lamas, Peter Lawford e Rex Harrison, entre outros. Teve uma única filha com Stephen Crane

 Os outros maridos foram o músico Artie Shaw, o milionário Henry J. Topping, o ator(e ex-Tarzan) Lex Barker, Fred May, o produtor Bob Eaton e o hipnotizador Joe Robert Dante, que roubou-lhe dinheiro e jóias. Apesar disso o grande amor de sua vida foi o ator Tyrone Power com quem não se casou.

Um dos grandes escândalos de Hollywood envolveu a filha da atriz, Cheryl Christina Crane, que acusava a mãe de abandono e, em 1958 assassinou Johnny Stompanato, um dos amantes de Lana com uma faca de cozinha. Nessa época a estrela era constantemente agredida pelo gângster Stompanato e ameaçada de ter seu rosto desfigurado caso ela deixasse de lhe sustentar. Cheryl foi absolvida pelo crime.

Lana passou um longo tempo em depressão causada pelo álcool. Apesar de toda a tragédia e da vida sofrida de Lana, sua filha Cheryl demonstrou muito carinho pela mãe em sua autobiografia "Detour - a Hollywood tragedy" enfatizando ainda que tinha muito orgulho de haver matado para defender a mãe. Em 1985 foi lançado o livro "Lana", uma autobiografia da estrela. 

Morreu em 29 de junho de 1995 em Century City, na Califórnia de câncer na garganta.

Filmografia
1937 - Esquecer, Nunca (They Won't Forget)
1938 - Love Finds Andy Hardy (O amor encontra Andy Hardy)
1938 - Dramatic School
1941 - Quero-te como És (Honky Tonk)
1941 - A Vida É Um Teatro (Ziegfeld Girl)
1941 - O Médico e o Monstro (Dr. Jekyll and Mr. Hyde)
1942 - Ainda Serás Minha (Somewhere I'll Find you)
1942 - A Estrada Proibida (Johnny Eager)
1944 - A Felicidade Vem Depois (Marriage is a Private Affair)
1945 - Eram Três Mulheres (Keep Your Powder Dry)
1945 - Aqui Começa a Vida (Weekend at the Waldorf)
1946 - O Destino Bate à sua Porta (The Postman Always Rings Twice)
1947 - O Eterno Conflito (Cass Timberlane)
1947 - A Rua do Delfim Verde (Green Dolphin Street)
1948 - Os Três Mosqueteiros (The Three Musketeers)
1948 - O Amor que Me Deste (Homecoming)
1950 - Perdidamente Tua (A Life of Her Own)
1951 - É Proibido Amar (Mr. Imperium)
1952 - Assim Estava Escrito (The Bad and the Beautiful)
1952 - A Viúva Alegre (The Merry Widow)
1953 - Meu Amor Brasileiro (Latin Lovers)
1954 - Atraiçoado (Betrayed)

1955 - As Chuvas de Ranchipur (The Rains of Ranchipur)
1955 - Mares Violentos (Sea Chase)
1955 - O Filho Pródigo (The Prodigal)
1956 - Diana de França (Diane)
1957 - A Caldeira do Diabo (Peyton Place)
1958 - A Força do Amor (The Lady Takes a Flyer)
1958 - Vítima de Uma Paixão (Another Time, Another Place)
1959 - Imitação da Vida (Imitation of Life)
1960 - Retrato Negro (Portrait in Black)
1961 - Solteiro no Paraíso (Bachelor in Paradise)
1961 - O Amor Tudo Vence (By Love Possessed)
1962 - Ela Topou a Parada (Who's Got the Action?)
1965 - O Amor tem Muitas Faces (Love has many faces)
1966 - Madame X (Madame X)
1974 - O Cemitério (The Graveyard)
1976 - Amargo Amor (Bittersweet Love)
1980 - A Poção Mágica (Witches Brew)


Os Casos Amorosos De Lana

Descoberta aos 15 anos pela indústria do cinema, a bela Lana Turner protagonizou vários dramas para as telonas repetindo-os muitas vezes em sua vida particular.
Aos 17 anos a jovem atriz apaixonou-se por Greg Bautzer um famoso advogado que depois de seduzi-la, deu-lhe um belo chute. Bautzer já era de Joan Crawford...
Com uma baita dor de corno, Lana casou-se com Artie Shaw, ex de Jude Garland e Betty Grable. O cara era violento e a moça acabou por separar-se   cinco meses após o casamento. Especula-se que a atriz tenha abortado um filho de   Artie logo após o divórcio.

A bela se apaixonou também pelo gangster  Joseph Stephen Crane e casou-se com o mesmo DUAS VEZES. O casal teve uma filha, Cheryl . A primeira separação (anulação) de Lana e Crane se deu pelo fato do rapaz já ser casado (BÍGAMO), mas isso não a impediu de se reconciliar com o tipo e de casar-se novamente com o mesmo em Tijuana. Crane gigolava Lana.
Lana se apaixonou perdidamente por Tyron Power e chegou a engravidar do astro, porém teve que abortar já que Power não estava interessado em nada sério com a atriz. Ele a trocou  por Linda Christian . A diva platinada nunca se recuperou por perdê-lo.

A bela atriz conhece Lex Baker e se casa com o moço... Trágico. Ele estuprou   Cheryl (filha de Lana),  que na época possuía apenas 13 anos
O gangter Johnny Stompanato  entra na vida da estrela e deixa marcas profundas. Extremamente violento, Stompanato tinha por hábito agredir a atriz. Cheryl(filha de Lana)acabou por assassiná-lo a facadas. O Caso tomou proporções gigantescas e cogita-se até os dias de hoje que o crime possa ter sido motivado por ciúmes (um triângulo amoroso).

Já na década de 60 a atriz se casa com  Robert Eaton, 23 anos mais jovem que ela. Lana passa a dar uma mesada de 2,500 dólares   ao rapaz.  Quando ela partiu para o Vietnã, para animar  as tropas  ele passou a levar suas conquistar para a casa da estrela. Mais uma separação.
Numa discoteca de Los Angeles Lana conhece Ronald Dante um hipnotizador picareta conhecido por seus golpes em mulheres mais velhas. Sem saber bem porque, Lana Turner se casa com Ronald e ele lhe dá um golpe de 35 mil dólares.
Lana Turner 02
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 21:27

Biografia,Alberto Perez(Ator)

Quarta-feira, 10.07.13

Alberto Perez (? - 2002) foi um dos atores pioneiros da televisão brasileira. Foi um dos primeiros galãs da nossa tv e depois se tornou um importante diretor de dublagem, responsável por famosas séries dos anos 80, como Magnum, Casal 20, Carro Comando, Chumbo Grosso, entre outras.

Trabalhos na TV

1999 - Terra Nostra
1996 - Você Decide
1996 - Quem É Você .... Samuca
1995 - Escolinha do Professor Raimundo .... Geninho
1986 - Chico Anysio Show ....Baltazar
1985 - A Gata Comeu
1981 - Terras do Sem-Fim
1977 - Chico City
1976 - Duas Vidas .... Raul Barbosa
1976 - Vejo a Lua no Céu .... Seu Pedro
1975 - Senhora .... Lemos
1970 - E Nós Aonde Vamos?
1969 - Enquanto Houver Estrelas .... Artur
1969 - O Retrato de Laura
1959 - Trágica Mentira
1955 - As Professoras


Alberto Perez e Anilza Leone

O ator Alberto Perez foi um nome importante do cinema nacional na década de 50, tendo participado de várias comédias de grande bilheteria como "Com Água na Boca", "Fuzileiro do Amor", "O Homem do Sputinik" e "Mulheres, Cheguei!".
Ao mesmo tempo ele fazia pequenas intervenções na TV, para a qual passou a se dedicar mais na década de 70 após fazer a novela "Senhora" na TV Globo. A partir daí tornou-se um nome conhecido e sempre presente na telinha, principalmente nas novelas de época das seis da tarde.

Lua no Céu", onde teve seu melhor papel como Seu Pedro, o pai do personagem principal vivido por Eduardo Tornaghi e "Terras do Sem Fim".
Ele foi um dos primeiros galãs da nossa tv e depois tornou-se um importante diretor de dublagem, reponsável por famosas séries dos anos 80, como Magnum, Casal 20, Carro Comando, Chumbo Grosso, entre outras.
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 21:22








comentários recentes




subscrever feeds