Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



AVIOES DE PLASTICO

Sábado, 31.08.13


















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:42

AVIOES DE PLASTICO

Sábado, 31.08.13


















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:42

-INCH SPAWN SERIES 2 TRADING FIGURES - 2007

Sábado, 31.08.13

















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:40

-INCH SPAWN SERIES 2 TRADING FIGURES - 2007

Sábado, 31.08.13

















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:40

3-INCH SPAWN SERIES 1 TRADING FIGURES - 2006 BONECOS

Sábado, 31.08.13















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:38

3-INCH SPAWN SERIES 1 TRADING FIGURES - 2006 BONECOS

Sábado, 31.08.13















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:38

ALMANAQUE SUPER X, CAPAS EBAL

Sábado, 31.08.13
A VOZ DO DESMANIPULADOR001-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR002-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR003-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR004-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR005-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR006-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR007-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR008-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR009-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR010-20130831super x almanaque capas
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:30

ALMANAQUE SUPER X, CAPAS EBAL

Sábado, 31.08.13
A VOZ DO DESMANIPULADOR001-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR002-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR003-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR004-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR005-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR006-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR007-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR008-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR009-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR010-20130831super x almanaque capas
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:30

ALCEU E ROQUE ,CAPAS EBAL

Sábado, 31.08.13
ALCEU E ROQUE001-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE002-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE003-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE004-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE005-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE006-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE007-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE008-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE009-20130807PAPAI NOEL
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:27

ALCEU E ROQUE ,CAPAS EBAL

Sábado, 31.08.13
ALCEU E ROQUE001-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE002-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE003-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE004-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE005-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE006-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE007-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE008-20130807PAPAI NOELALCEU E ROQUE009-20130807PAPAI NOEL
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 19:27

GREEN LANTERN 2011-2013(novos 52)

Sábado, 31.08.13
Green Lant 001
GREEN LANTERN 2011-2013(novos 52)
Green Lant 002
Green Lant 003
Green Lant 004
Green Lant 005
Green Lant 006
Green Lant 007
Green Lant 008
Green Lant 009
Green Lant 010
Green Lant 011
Green Lant 012
Green Lant 013
Green Lant 014
Green Lant 015
Green Lant 016
Green Lant 017
Green Lant 018
Green Lant 019
Green Lant 020
Green Lant 021
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:40

GREEN LANTERN CORPS 2011-2013(novos 52)

Sábado, 31.08.13
GREEN LANTERN CORPS 2011-2013(novos 52)
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:40

GREEN LANTERN 2011-2013(novos 52)

Sábado, 31.08.13
Green Lant 001
GREEN LANTERN 2011-2013(novos 52)
Green Lant 002
Green Lant 003
Green Lant 004
Green Lant 005
Green Lant 006
Green Lant 007
Green Lant 008
Green Lant 009
Green Lant 010
Green Lant 011
Green Lant 012
Green Lant 013
Green Lant 014
Green Lant 015
Green Lant 016
Green Lant 017
Green Lant 018
Green Lant 019
Green Lant 020
Green Lant 021
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:40

GREEN LANTERN CORPS 2011-2013(novos 52)

Sábado, 31.08.13
GREEN LANTERN CORPS 2011-2013(novos 52)
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:40

GREEN ARROW 2011-2013(novos 52)

Sábado, 31.08.13
Green Arrow 001
GREEN ARROW 2011-2013(novos 52)
Green Arrow 002
Green Arrow 003
Green Arrow 004
Green Arrow 005
Green Arrow 006
Green Arrow 007
Green Arrow 008
Green Arrow 009
Green Arrow 010
Green Arrow 011
Green Arrow 012
Green Arrow 013
Green Arrow 014
Green Arrow 015
Green Arrow 016
Green Arrow 017
Green Arrow 018
Green Arrow 019
Green Arrow 020
Green Arrow 021
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:38

GREEN ARROW 2011-2013(novos 52)

Sábado, 31.08.13
Green Arrow 001
GREEN ARROW 2011-2013(novos 52)
Green Arrow 002
Green Arrow 003
Green Arrow 004
Green Arrow 005
Green Arrow 006
Green Arrow 007
Green Arrow 008
Green Arrow 009
Green Arrow 010
Green Arrow 011
Green Arrow 012
Green Arrow 013
Green Arrow 014
Green Arrow 015
Green Arrow 016
Green Arrow 017
Green Arrow 018
Green Arrow 019
Green Arrow 020
Green Arrow 021
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:38

G.I. COMBAT 2012-2013 (CAPAS DC)

Sábado, 31.08.13

G.I.Combat 002G.I. COMBAT 2012-2013 (CAPAS DC)
G.I.Combat 003G.I.Combat 004G.I.Combat 005G.I.Combat 006G.I.Combat 007 - Final
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:36

G.I. COMBAT 2012-2013 (CAPAS DC)

Sábado, 31.08.13

G.I.Combat 002G.I. COMBAT 2012-2013 (CAPAS DC)
G.I.Combat 003G.I.Combat 004G.I.Combat 005G.I.Combat 006G.I.Combat 007 - Final
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:36

A HISTORIA DO SUPERMAN DA TERRA 2

Sábado, 31.08.13

    Superman (Terra 2)
O Superman da Terra 2, também chamado de Superman da Terra Paralela ou Superman da Era de Ouro, é um personagem fictício de banda desenhada outrora publicado pela editora estadunidense DC Comics, sendo uma versão mais antiga do personagem conhecido como Superman publicado atualmente. É considerado o primeiro super-herói da assim chamada Terra 2 e, historicamente, o primeiro super-herói com poderes das histórias em quadrinhos. A editora DC Comics, ao realizar a série em quadrinhos Crise nas Infinitas Terras retirou a existencia desse personagem de sua cronologia. Recentemente, com a Crise Infinita, o Superman da Terra 2 foi novamente adicionado,assim como os eventos que se sucederam no Multiverso.

   Origem

A origem de Superman da Terra 2 não é muito diferente da que conhecemos. Na dimensão da Terra 2, o brilhante cientista Jor-L descobriu que o planeta Krypton estava prestes a explodir e, ainda assim, não conseguiu convencer os demais Kryptonianos a escaparem para se salvar. No entanto, ele conseguiu construir uma espaçonave para salvar o filho recém-nascido que havia tido com sua mulher Lora, Kal-L. A nave foi lançada exatamente enquanto o planeta finalmente explodia, com Kal-L chegando à Terra no período do final da Primeira Guerra Mundial; Em Krypton da Terra 2, os kryptonianos já tinham poderes mesmo em Krypton. Mas estes eram menores que os de Superman devido a alta gravidade do planeta, por isso ninguém sobreviveu a explosão. A aterrissagem do foguete levando o pequeno Kal-L foi observada por John e Mary Kent, que passavam de carro. O casal levou a criança a um orfanato e logo retornaram para adotá-lo, chamando-o "Clark". (Nota: Os nomes Jor-L, Kal-L, Lora, John e Mary foram eventualmente alterados para os mais modernos Jor-El, Kal-El, Lara, Jonathan e Martha, entre o final dos anos 40 e final dos anos 50).


superman terra 1 e terra 2

Clark Kent teve uma infância perfeitamente normal na fazenda da família Kent, lentamente descobrindo que possuía diversos superpoderes, mas inconsciente de sua origem Kryptoniana. Após a morte de seus pais em 1938, Clark decide que irá usar seus poderes em benefício da humanidade, construindo um uniforme estilizado e se mudando para Metrópolis.
Conseguindo emprego no jornal Estrela Diária, Clark logo faz sua estréia como o primeiro super-herói do mundo, Superman. Nos anos 40, os poderes do Superman aumentam em relação aos poderes de suas primeiras aparições, incluindo um grande aumento de sua superforça e ganhando a habilidade de voar (em seus primeiros quadrinhos, Superman podia apenas saltar aproximadamente 1/8 milha de cada vez . Superman finalmente descobriu a existência de Krypton)


herois da terra 2

  Diferenças de Superman da Terra 2 em relação as encarnações modernas
Superman da Terra 2 (1938-1955, e aparições esporádicas até Crise)Superman da Terra 1 (1955-1986)Superman pós-Crise nas Infinitas Terras (1986- 2006)Superman pós-Crise infinita (2006-atual)
Começou a carreira adulto, em 1938, em Metrópolis. Superman da Terra 2 nunca foi Superboy, apesar de certa vez o Superboy da Terra 1 ter retornado no tempo e o ajudado na adolescência a lidar com seus poderes.Começou a carreira ainda criança emSmallville, em 1945.Começou a carreira adulto cerca de 6 anos antes da CriseComeçou a carreira ainda criança emSmallville, há 25 anos atrás.
Krypton na Terra 2 ficava em nosso próprio sistema solar. Nos anos 30, acreditava-se que o cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter poderiam ser os fragmentos de um planeta destruído, teoria que foi derrubada pela moderna Astronomia.Krypton fica a 55 anos-luz da Terra.Krypton fica a 55 anos-luz da Terra.Krypton fica a 55 anos-luz da Terra.
Os kryptonianos da dimensão da Terra 2 tinham poderes mesmo estando em Krypton, mas seus dons eram menores em Krypton devido a alta gravidade (Mas ainda assim, podiam realizar feitos sobre-humanos naquele planeta.)Kryptonianos só tem poderes sob um sol amarelo; o sol vermelho os retira.Kryptonianos só tem poderes sob um sol amarelo; falta de exposição os retira. Além disso, um defeito genético faz com que kryptonianos morram se retirados de Krypton. (Superman não tem, devido a um soro criado por Jor-El).Kryptonianos só tem poderes sob um sol amarelo; o sol vermelho os retira. (Ausência de defeito genético)
O nome kryptoniano de Superman é Kal-L.O nome kryptoniano de Superman é Kal-El.O nome kryptoniano de Superman é Kal-ElO nome kryptoniano de Superman é Kal-El
O nome do pai kryptoniano nesta dimensão é Jor-L, e sua mãe Lora.O nome do pai kryptoniano nes é Jor-El, e sua mãe Lara.O nome do pai kryptoniano nes é Jor-El, e sua mãe Lara.O nome do pai kryptoniano nes é Jor-El, e sua mãe Lara.
Seus pais terrestres morreram pouco antes dele criar sua identidade uniformizada.Seus pais terrestres morreram pouco antes dele se tornar adulto.Ambos os pais eram vivos.Apenas seu pai terrestre morreu pouco antes dele ficar adulto. A mãe ainda é viva.
Superman da Terra 2 só teve um único amor: Lois Lane, com quem mais tarde se casou.Superman teve vários romances: Lois Lane, Lana LangLori LemarisLeela Ler-Rol, etc.Superman teve vários romances: Lois Lane, Lana LangLori Lemaris, etc.Superman teve vários romances: Lois Lane,Lana LangLori LemarisLeela Ler-Rol, etc.
Superman foi um dos fundadores da Sociedade da Justiça.Superman foi um dos fundadores da Liga da Justiça.Superman foi apenas um membro reserva da Liga da Justiça.Superman foi um dos fundadores da Liga da Justiça.
Foi repórter do Estrela Diária e mais tarde seu editor. O antigo editor eraGeorge Taylor. Como Perry White surgiu ainda nos anos 40, é debatível se havia um Perry na Terra 2.Repórter do Planeta Diário e mais tarde repórter televisivo do canal SGT.Foi repórter do Planeta DiárioFoi repórter do Planeta Diário
Poderosa é o nome de sua prima.Tinha Supergirlcomo prima.Não tinha parentes kryptonianos vivos.Tem Supergirl como prima.
Superman era bastante violento no início de carreira: em sua aparição ele jogou violentamente um malfeitor na parede. Depois, ele ficou mais calmo, mas ainda assim preferia resolver mais as coisas no físico que sua contraparte da Terra 1.[3]Superman sempre foi o bom moço.Superman sempre se refreou, com exceção da execução dos 3 Supercriminosos do Mundo Compacto.Superman sempre foi o bom moço.
O uniforme era feito de um tecido kryptoniano invulnerável.O uniforme era feito de um tecido kryptoniano invulnerável.O uniforme era feito de tecido comum, que em contato com sua aura kryptoniana ficava invulnerável. O mesmo não ocorria com a capa.O uniforme é feito de um tecido kryptoniano invulnerável.
A Fortaleza de Superman da Terra 2 ficava numa montanha nos arredores de Metrópolis.A Fortaleza de Superman da Terra 2 ficava no Pólo Norte.A Fortaleza de Superman da Terra 2 ficava no Pólo Norte, foi criada pelo artefato Erradicador.A Fortaleza de Superman da Terra 2 fica no Pólo Norte.
Ele descobriu que era kryptoniano quando retornou no tempo a fim de descobrir a origem da kryptonita que estava em poder de Alexei Luthor.Já sabia que era kryptoniano desde o começo, pois usava sua supermemória para relembrar Krypton.Descobriu que era kryptoniano quando em contato com dispositivos na nave que o trouxe a Terra, em seu segundo ano como Superman.Descobriu que era kryptoniano quando em contato com dispositivos na nave que o trouxe a Terra, em seu segundo ano como Superman.
Foi enviado de Krypton recém-nascido para a Terra.Foi enviado de Krypton já balbuciando as primeiras palavras para a Terra.Foi enviado de Krypton em estado embrionário para a Terra, sendo parido na atmosfera terrestre.Foi enviado de Krypton recém-nascido para a Terra.
O primeiro inimigo de Superman na Terra 2 foi o Ultra-Humanóide: ele era um cientista aleijado e careca que queria dominar o mundo com suas invenções. Ao morrer tentando matar Superman com uma arma elétrica, teve seu cérebro transplantado por assistentes para o corpo da atriz Dolores Winters. Daí por diante ele já ocupou diversos corpos, como o de um tiranossauro, uma formiga gigante, e terminou por parar no corpo de um gorila branco.O primeiro inimigo de Superman na Terra 1 foi Lex Luthor quando estes ainda eram adolescentes em Smallville.O primeiro inimigo de Superman foi Lex Luthor e se conheceram adultos.O primeiro inimigo de Superman foi Lex Luthor quando estes ainda eram adolescentes em Smallville.

 


           Evolução do personagem

Os poderes de Superman começaram bem reduzidos: No começo, ele podia erguer um avião, pular mais alto que um prédio e resistir a balas de obus; os poderes foram aumentando e ele já conseguia erguer pesos de milhares de toneladas, voar literalmente e ser resistente capaz de sobreviver a explosões nucleares. No final dos anos 50, seu vôo era tal que poderia atingir a velocidade da luz e até quebrar a barreira do tempo. Durante os anos 40 o Superman também se tornou um membro da Sociedade da Justiça da América, ainda que só tenha sido mostrado participando em apenas dois casos nas histórias originais da Era de Ouro  .
Entretanto, a partir dos anos 70, vários autores começaram a abordar histórias retroativas com o herói e seus aliados. Em All-Star Comics (segunda série), o Superman da Terra 2 lutava ao lado da Sociedade da Justiça (que nesta época era chamada de Super-Batalhão). No ano de 1977, a origem da Sociedade da Justiça foi finalmente contada após mais de 40 anos de existência do grupo. No ano de 1940, o Superman da Terra 2, Batman da Terra 2, Flash Jay Garrick, Lanterna Verde Alan Scott, Gavião Negro, Sandman Wesley Dodds, o Homem-Hora original, o Átomo original (Al Pratt), Sr. Destino e O Espectro haviam parado uma invasão nazista na Inglaterra, impedido que um bombardeiro experimental nazista destruísse a Casa Branca, e impediram que uma valquíria germânica assassinasse Franklin Delano Roosevelt (presidente dos Estados Unidos na época). E isso tudo na mesma história. E o nome Sociedade da Justiça foi sugerido pelo próprio Superman.

    Versus Mulher-Maravilha

Apesar de escrita em 1978, All-New Collectors Edition #C-54 (No Brasil, Super-Homem versus Mulher-Maravilha, publicada aqui pela Ebal no ano seguinte) mostrou que em plena Segunda Guerra os dois maiores heróis da Terra 2 se enfrentaram. O Super-Homem e a Mulher-Maravilha descobrem quase simultaneamente a existência do projeto Manhattan. A pedido dos militares, o Homem de Aço resolve proteger a bomba atômica, para que ela não caia nas mãos dos nazi-fascistas. A Mulher-Maravilha, ao contrário, acha a simples existência de tal arma uma afronta à humanidade e resolve destruí-la a qualquer custo. Enquanto o Super-Homem, argumenta que a bomba não será usada e que sua existência vai intimidar os inimigos, a Mulher-Maravilha acha imoral que alguém tenha tal poder. A luta é inevitável, um combate de proporções avassaladoras. Mas antes do fim do combate os heróis são obrigados a se unir contra um inimigo comum. A pedido do Super-Homem, a Mulher-Maravilha, claramente desconfortável com a situação, ouve do próprio presidente Roosevelt, que a bomba jamais será usada, que é apenas será uma mostra de força.

    Casamento

Em algum ponto dos anos 50, Superman se casou com Lois Lane. Foi mostrado que o vilão Wizard (O Bruxo) fez um feitiço que acabasse com Superman. De fato ele acabou, mas não do jeito que queria. Clark Kent simplesmente esqueceu que era Superman.
Como resultado, o outrora tímido Clark Kent se tornou um repórter mais agressivo, mais decidido em seu trabalho, quase como se suas tendências heróicas estivessem procurando um meio de se manifestar. Ele começou a destemidamente fazer reportagens desmascarando chefões do crime, e desbaratando atividades criminosas. Esta "nova" personalidade de Clark atraiu Lois, que outrora sempre o achou covarde e desprezível, e ela aceitou seu pedido de casamento.
Ela então viu que Clark não tinha memórias de seu alter-ego. Vagando por um parque, Lois achou o Wizard, agora decadente. Este lamentava que ter destruído Superman não havia melhorado em nada sua carreira criminosa, e agora se encontrava na obscuridade.
Lois o convenceu a restituir Superman, e ele o fez perante uma platéia. Superman então recobrou a memória (sendo um tanto quanto ingrato perante o homem que havia indiretamente o aproximado de Lois Lane, a mulher que ele amava. Wizard foi mandado para cadeia sem dó.)

         Poderosa

Superman da Terra 2 acreditou por muitos anos ser o único sobrevivente de Krypton, até a chegada de sua prima Kara, a Poderosa, a Terra (uma óbvia contraparte da Supergirl da Terra 1). Seu nome kryptoniano era Kara Zor-L, sua identidade terrestre era Karen Star e era programadora de computadores. Superman já era idoso quando ela chegou, mas Kara ainda era jovem, pois sua nave tomou uma rota diferente e ela se manteve num estado de suspensão do qual só envelheceu 20 anos.


Triste fim

O Superman da Terra 2 descobriu que tinha deixado de existir depois que o Antimonitor alterou a existência por manipular o Big Bang. Devido a presença de Superman na Aurora dos Tempos, ele continuou a existir, mas ninguém tinha lembranças dele. Ele abandonou este universo depois de destruir o Antimonitor, e foi para um local de felicidade eterna da qual não tem volta, junto com sua Lois Lane, o Alexander Luthor da Terra 3, e o Superboy da Terra Prime. Os membros da Sociedade da Justiça, por terem estado na Aurora do Tempo, e conseqüentemente, antes do universo ser refeito, guardaram por algum tempo as lembranças referentes a este Superman. Foi descoberto, entretanto, que a deusa Afrodite e a andróide Mekanique ainda mantinham certos aspectos do pré-crise para satisfazer seus fins. Quando estas tramas foram elucidadas, somem da mente de todos no universo todas as recordações referentes ao Superman e Lois Lane da Terra 2, a Batman e Robin da Terra 2, A Mulher-Maravilha e Steve Trevor da Terra 2, o Aquaman da Terra 2, o Arqueiro Verde e Ricardito da Terra 2, bem como a Caçadora da Terra 2 O Superman da Terra 2 retornou na saga Crise Infinita onde foi morto pelo Superboy Prime . Atualmente, O Superman da Terra 2 voltou como membro da Tropa Dos Lanternas Negros,na saga chamada Noite Mais Densa, lançada no Verão de 2009 (nos Estados Unidos).

 Poderes

Basicamente, os poderes de Superman da Terra 2 são os mesmos de nosso Superman. Quando voltou como Lanterna Negro, ele também tinha um anel padrão da Tropa dos Lanternas Negros.
                                                                                                                  Fraquezas

Gravidades diferentes tendem a alterar proporcionalmente seus poderes:
Esta seria uma explicação simplória para o fato de suas proezas, a gravidade terrestre simplesmente não poderia contê-lo. Superman da Terra 2 também é vulnerável a magia, devido a magia ser extremamente rara em Krypton, de modo que os kryptonianos não tinham a menor resistência a ela. de modo que como nenhum antepassado de Kal-L praticou magia, nenhum de seus poderes funciona contra magia. Ou seja, a invulnerabilidade dele não funciona contra os raios de um mago, nem ele pode usar visão de raio X para ver através de um objeto que seja de origem mágica.
Aparentemente, os poderes do Superman da Terra Paralela não sofrem efeitos devido a condições ligadas ao sol (como perder os poderes sob sol vermelho para o Superman da Terra 1, ou falta de exposição ao sol para o Superman de John Byrne), pelo menos é o que se tira do Superman Sourcebook, um suplemento para Dc Heroes RPG, da Mayfair Games.

Antes de Crise existiam uma diversidade de kryptonitas na Terra 1 (Terra Ativa), mas as mais conhecidas eram a vermelha (que causava mutações imprevisiveis em kryptonianos), a verde(que envenenava e tirava temporariamente os poderes), a branca (que matava plantas), a azul (fatal para Superman Bizarro, e podia eliminar efeitos de outras kryptonitas) e a dourada (o mais raro de todos os isótopos, poderia retirar PERMANENTEMENTE os poderes de um kryptoniano). Na Terra 2, no entanto, só houve um isótopo conhecido de Kryptonita, a verde.
Em Crise Infinita (Infinite Crisis, minisérie de 7 partes e que mostra a aguardada volta do Superman da Terra 2), ele se mostrou invulnerável a kryptonita de nosso mundo.
A kryptonita extrai a energia solar estocada no corpo de Superman, deixando-o sem poderes e envenenando-o. Como o Superman da Terra 2 não nutre seus poderes com o sol, então deve haver outra explicação para ele ser afetado pela kryptonita da Terra 2.

E AGORA COM A REFORMULAÇAO DA DC COMO FICA SUPERMAN DA TERRA 2 E SEUS PERSONAGENS

Earth 2 #1: De forma corajosa, DC inicia um novo universo nos surpreendendo!

Por muito tempo, a DC teve o seu próprio multiverso. Se na Terra-1 tínhamos os personagens da Era de Prata e Bronze (ou seja, os que os principais eram na época), a Terra-2 era um universo ocupado pelos super-heróis da Era de Ouro, aqueles originais da década de 30 e 40, já envelhecidos. A Terra-2 original foi extinta durante a Crise nas Infinitas Terras, mas, recentemente, foi recriada durante Crise Infinita.
Chegamos, então, para 2011. Reboot da DC. Toda a cronologia foi zerada. E isso não aconteceu apenas no Universo DC ~padrão~, mas também na nova Terra 2. Passado nove meses destas mudanças, chega a hora de finalmente conhecermos o Universo DC Paralelo, que começa a ser definido em Earth 2 #1 (DC Comics, 27 páginas, US$ 3,99).
E, PQP, como a DC foi corajosa. Só que, infelizmente, não há como falar da coragem da editora sem fazer uma resenha com alguns spoilers. Esteja avisado.
Esta primeira edição começa cinco anos atrás. Não, não faz cinco anos que Superman, Batman e Mulher-Maravilha surgiram. Na realidade, nesse momento, eles estão estabelecidos há um bom tempo. Só que é nessa época que acontece uma grande invasão da Terra pelos Parademônios de Darkseid, liderada pelo vilão Steppenwolf. Boa parte do mundo está destruída e Lois Lane, entre outros personagens, está morta.
Batman elabora, então, um plano suicida: enquanto Superman e Mulher-Maravilha distraem os Parademônios, ele irá em uma das torres utilizadas como peças-chave da invasão para contaminar os sistemas de Apokolips com um vírus.

O ataque começa. Kal-El e Diana lutam, enquanto Batman segue com seu plano. Karen, a Supergirl, e Helena Wayne, a Robin e filha do Homem-Morcego, seguem de longe os mentores. Tudo vai NADA bem, até que Steppenwolf apunhala Diana pelas costas. Superman tenta vingar a companheira, mas é EXPLODIDO pelos Parademônios. Na torre, Batman consegue infiltrar o vírus, mas as proteções de segurança do equipamento também DETONAM o lugar.
Isso, simples assim. A Trindade da DC morreu. MORREU.
E aí chegamos no presente. A partir de agora, a editora irá estabelecer os heróis da Terra 2 não como uma geração de personagens do passado, mas sim como uma nova leva de super-heróis que começa a surgir cinco anos após o fim dos maiores protetores da Terra. Nessa primeira edição, personagens clássicos como Al Pratt (Átomo), Jay Garrick (Flash) e Alan Scott (Lanterna Verde) aparecem não como idosos, mas sim como jovens que ainda estão para se tornarem heróis.
De certa forma, a DC inverteu o contexto da Terra 2, o que é interessante – só não precisava ser com a Terra 2. Talvez tivesse sido melhor utilizar este conceito em outro universo e deixar a Terra 2 com os bons e velhos super-heróis.
Também não era preciso fazer tudo com tanta pressa, matando a tríade em 20 páginas. O único que tem uma morte ~decente~ é o Batman. Fica até difícil acreditar que o Superman seria morto com tanta facilidade. Ao menos os uniformes dos três estão BEM legais e a desenhista Nicola Scott faz um ótimo trabalho na arte, principalmente nas cenas de ação.
É, no final de tudo, essa primeira edição vale pela coragem da DC. Vamos ver se eles continuam a nos surpreender…
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:29

A HISTORIA DO SUPERMAN DA TERRA 2

Sábado, 31.08.13

    Superman (Terra 2)
O Superman da Terra 2, também chamado de Superman da Terra Paralela ou Superman da Era de Ouro, é um personagem fictício de banda desenhada outrora publicado pela editora estadunidense DC Comics, sendo uma versão mais antiga do personagem conhecido como Superman publicado atualmente. É considerado o primeiro super-herói da assim chamada Terra 2 e, historicamente, o primeiro super-herói com poderes das histórias em quadrinhos. A editora DC Comics, ao realizar a série em quadrinhos Crise nas Infinitas Terras retirou a existencia desse personagem de sua cronologia. Recentemente, com a Crise Infinita, o Superman da Terra 2 foi novamente adicionado,assim como os eventos que se sucederam no Multiverso.

   Origem

A origem de Superman da Terra 2 não é muito diferente da que conhecemos. Na dimensão da Terra 2, o brilhante cientista Jor-L descobriu que o planeta Krypton estava prestes a explodir e, ainda assim, não conseguiu convencer os demais Kryptonianos a escaparem para se salvar. No entanto, ele conseguiu construir uma espaçonave para salvar o filho recém-nascido que havia tido com sua mulher Lora, Kal-L. A nave foi lançada exatamente enquanto o planeta finalmente explodia, com Kal-L chegando à Terra no período do final da Primeira Guerra Mundial; Em Krypton da Terra 2, os kryptonianos já tinham poderes mesmo em Krypton. Mas estes eram menores que os de Superman devido a alta gravidade do planeta, por isso ninguém sobreviveu a explosão. A aterrissagem do foguete levando o pequeno Kal-L foi observada por John e Mary Kent, que passavam de carro. O casal levou a criança a um orfanato e logo retornaram para adotá-lo, chamando-o "Clark". (Nota: Os nomes Jor-L, Kal-L, Lora, John e Mary foram eventualmente alterados para os mais modernos Jor-El, Kal-El, Lara, Jonathan e Martha, entre o final dos anos 40 e final dos anos 50).


superman terra 1 e terra 2

Clark Kent teve uma infância perfeitamente normal na fazenda da família Kent, lentamente descobrindo que possuía diversos superpoderes, mas inconsciente de sua origem Kryptoniana. Após a morte de seus pais em 1938, Clark decide que irá usar seus poderes em benefício da humanidade, construindo um uniforme estilizado e se mudando para Metrópolis.
Conseguindo emprego no jornal Estrela Diária, Clark logo faz sua estréia como o primeiro super-herói do mundo, Superman. Nos anos 40, os poderes do Superman aumentam em relação aos poderes de suas primeiras aparições, incluindo um grande aumento de sua superforça e ganhando a habilidade de voar (em seus primeiros quadrinhos, Superman podia apenas saltar aproximadamente 1/8 milha de cada vez . Superman finalmente descobriu a existência de Krypton)


herois da terra 2

  Diferenças de Superman da Terra 2 em relação as encarnações modernas
Superman da Terra 2 (1938-1955, e aparições esporádicas até Crise)Superman da Terra 1 (1955-1986)Superman pós-Crise nas Infinitas Terras (1986- 2006)Superman pós-Crise infinita (2006-atual)
Começou a carreira adulto, em 1938, em Metrópolis. Superman da Terra 2 nunca foi Superboy, apesar de certa vez o Superboy da Terra 1 ter retornado no tempo e o ajudado na adolescência a lidar com seus poderes.Começou a carreira ainda criança emSmallville, em 1945.Começou a carreira adulto cerca de 6 anos antes da CriseComeçou a carreira ainda criança emSmallville, há 25 anos atrás.
Krypton na Terra 2 ficava em nosso próprio sistema solar. Nos anos 30, acreditava-se que o cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter poderiam ser os fragmentos de um planeta destruído, teoria que foi derrubada pela moderna Astronomia.Krypton fica a 55 anos-luz da Terra.Krypton fica a 55 anos-luz da Terra.Krypton fica a 55 anos-luz da Terra.
Os kryptonianos da dimensão da Terra 2 tinham poderes mesmo estando em Krypton, mas seus dons eram menores em Krypton devido a alta gravidade (Mas ainda assim, podiam realizar feitos sobre-humanos naquele planeta.)Kryptonianos só tem poderes sob um sol amarelo; o sol vermelho os retira.Kryptonianos só tem poderes sob um sol amarelo; falta de exposição os retira. Além disso, um defeito genético faz com que kryptonianos morram se retirados de Krypton. (Superman não tem, devido a um soro criado por Jor-El).Kryptonianos só tem poderes sob um sol amarelo; o sol vermelho os retira. (Ausência de defeito genético)
O nome kryptoniano de Superman é Kal-L.O nome kryptoniano de Superman é Kal-El.O nome kryptoniano de Superman é Kal-ElO nome kryptoniano de Superman é Kal-El
O nome do pai kryptoniano nesta dimensão é Jor-L, e sua mãe Lora.O nome do pai kryptoniano nes é Jor-El, e sua mãe Lara.O nome do pai kryptoniano nes é Jor-El, e sua mãe Lara.O nome do pai kryptoniano nes é Jor-El, e sua mãe Lara.
Seus pais terrestres morreram pouco antes dele criar sua identidade uniformizada.Seus pais terrestres morreram pouco antes dele se tornar adulto.Ambos os pais eram vivos.Apenas seu pai terrestre morreu pouco antes dele ficar adulto. A mãe ainda é viva.
Superman da Terra 2 só teve um único amor: Lois Lane, com quem mais tarde se casou.Superman teve vários romances: Lois Lane, Lana LangLori LemarisLeela Ler-Rol, etc.Superman teve vários romances: Lois Lane, Lana LangLori Lemaris, etc.Superman teve vários romances: Lois Lane,Lana LangLori LemarisLeela Ler-Rol, etc.
Superman foi um dos fundadores da Sociedade da Justiça.Superman foi um dos fundadores da Liga da Justiça.Superman foi apenas um membro reserva da Liga da Justiça.Superman foi um dos fundadores da Liga da Justiça.
Foi repórter do Estrela Diária e mais tarde seu editor. O antigo editor eraGeorge Taylor. Como Perry White surgiu ainda nos anos 40, é debatível se havia um Perry na Terra 2.Repórter do Planeta Diário e mais tarde repórter televisivo do canal SGT.Foi repórter do Planeta DiárioFoi repórter do Planeta Diário
Poderosa é o nome de sua prima.Tinha Supergirlcomo prima.Não tinha parentes kryptonianos vivos.Tem Supergirl como prima.
Superman era bastante violento no início de carreira: em sua aparição ele jogou violentamente um malfeitor na parede. Depois, ele ficou mais calmo, mas ainda assim preferia resolver mais as coisas no físico que sua contraparte da Terra 1.[3]Superman sempre foi o bom moço.Superman sempre se refreou, com exceção da execução dos 3 Supercriminosos do Mundo Compacto.Superman sempre foi o bom moço.
O uniforme era feito de um tecido kryptoniano invulnerável.O uniforme era feito de um tecido kryptoniano invulnerável.O uniforme era feito de tecido comum, que em contato com sua aura kryptoniana ficava invulnerável. O mesmo não ocorria com a capa.O uniforme é feito de um tecido kryptoniano invulnerável.
A Fortaleza de Superman da Terra 2 ficava numa montanha nos arredores de Metrópolis.A Fortaleza de Superman da Terra 2 ficava no Pólo Norte.A Fortaleza de Superman da Terra 2 ficava no Pólo Norte, foi criada pelo artefato Erradicador.A Fortaleza de Superman da Terra 2 fica no Pólo Norte.
Ele descobriu que era kryptoniano quando retornou no tempo a fim de descobrir a origem da kryptonita que estava em poder de Alexei Luthor.Já sabia que era kryptoniano desde o começo, pois usava sua supermemória para relembrar Krypton.Descobriu que era kryptoniano quando em contato com dispositivos na nave que o trouxe a Terra, em seu segundo ano como Superman.Descobriu que era kryptoniano quando em contato com dispositivos na nave que o trouxe a Terra, em seu segundo ano como Superman.
Foi enviado de Krypton recém-nascido para a Terra.Foi enviado de Krypton já balbuciando as primeiras palavras para a Terra.Foi enviado de Krypton em estado embrionário para a Terra, sendo parido na atmosfera terrestre.Foi enviado de Krypton recém-nascido para a Terra.
O primeiro inimigo de Superman na Terra 2 foi o Ultra-Humanóide: ele era um cientista aleijado e careca que queria dominar o mundo com suas invenções. Ao morrer tentando matar Superman com uma arma elétrica, teve seu cérebro transplantado por assistentes para o corpo da atriz Dolores Winters. Daí por diante ele já ocupou diversos corpos, como o de um tiranossauro, uma formiga gigante, e terminou por parar no corpo de um gorila branco.O primeiro inimigo de Superman na Terra 1 foi Lex Luthor quando estes ainda eram adolescentes em Smallville.O primeiro inimigo de Superman foi Lex Luthor e se conheceram adultos.O primeiro inimigo de Superman foi Lex Luthor quando estes ainda eram adolescentes em Smallville.

 


           Evolução do personagem

Os poderes de Superman começaram bem reduzidos: No começo, ele podia erguer um avião, pular mais alto que um prédio e resistir a balas de obus; os poderes foram aumentando e ele já conseguia erguer pesos de milhares de toneladas, voar literalmente e ser resistente capaz de sobreviver a explosões nucleares. No final dos anos 50, seu vôo era tal que poderia atingir a velocidade da luz e até quebrar a barreira do tempo. Durante os anos 40 o Superman também se tornou um membro da Sociedade da Justiça da América, ainda que só tenha sido mostrado participando em apenas dois casos nas histórias originais da Era de Ouro  .
Entretanto, a partir dos anos 70, vários autores começaram a abordar histórias retroativas com o herói e seus aliados. Em All-Star Comics (segunda série), o Superman da Terra 2 lutava ao lado da Sociedade da Justiça (que nesta época era chamada de Super-Batalhão). No ano de 1977, a origem da Sociedade da Justiça foi finalmente contada após mais de 40 anos de existência do grupo. No ano de 1940, o Superman da Terra 2, Batman da Terra 2, Flash Jay Garrick, Lanterna Verde Alan Scott, Gavião Negro, Sandman Wesley Dodds, o Homem-Hora original, o Átomo original (Al Pratt), Sr. Destino e O Espectro haviam parado uma invasão nazista na Inglaterra, impedido que um bombardeiro experimental nazista destruísse a Casa Branca, e impediram que uma valquíria germânica assassinasse Franklin Delano Roosevelt (presidente dos Estados Unidos na época). E isso tudo na mesma história. E o nome Sociedade da Justiça foi sugerido pelo próprio Superman.

    Versus Mulher-Maravilha

Apesar de escrita em 1978, All-New Collectors Edition #C-54 (No Brasil, Super-Homem versus Mulher-Maravilha, publicada aqui pela Ebal no ano seguinte) mostrou que em plena Segunda Guerra os dois maiores heróis da Terra 2 se enfrentaram. O Super-Homem e a Mulher-Maravilha descobrem quase simultaneamente a existência do projeto Manhattan. A pedido dos militares, o Homem de Aço resolve proteger a bomba atômica, para que ela não caia nas mãos dos nazi-fascistas. A Mulher-Maravilha, ao contrário, acha a simples existência de tal arma uma afronta à humanidade e resolve destruí-la a qualquer custo. Enquanto o Super-Homem, argumenta que a bomba não será usada e que sua existência vai intimidar os inimigos, a Mulher-Maravilha acha imoral que alguém tenha tal poder. A luta é inevitável, um combate de proporções avassaladoras. Mas antes do fim do combate os heróis são obrigados a se unir contra um inimigo comum. A pedido do Super-Homem, a Mulher-Maravilha, claramente desconfortável com a situação, ouve do próprio presidente Roosevelt, que a bomba jamais será usada, que é apenas será uma mostra de força.

    Casamento

Em algum ponto dos anos 50, Superman se casou com Lois Lane. Foi mostrado que o vilão Wizard (O Bruxo) fez um feitiço que acabasse com Superman. De fato ele acabou, mas não do jeito que queria. Clark Kent simplesmente esqueceu que era Superman.
Como resultado, o outrora tímido Clark Kent se tornou um repórter mais agressivo, mais decidido em seu trabalho, quase como se suas tendências heróicas estivessem procurando um meio de se manifestar. Ele começou a destemidamente fazer reportagens desmascarando chefões do crime, e desbaratando atividades criminosas. Esta "nova" personalidade de Clark atraiu Lois, que outrora sempre o achou covarde e desprezível, e ela aceitou seu pedido de casamento.
Ela então viu que Clark não tinha memórias de seu alter-ego. Vagando por um parque, Lois achou o Wizard, agora decadente. Este lamentava que ter destruído Superman não havia melhorado em nada sua carreira criminosa, e agora se encontrava na obscuridade.
Lois o convenceu a restituir Superman, e ele o fez perante uma platéia. Superman então recobrou a memória (sendo um tanto quanto ingrato perante o homem que havia indiretamente o aproximado de Lois Lane, a mulher que ele amava. Wizard foi mandado para cadeia sem dó.)

         Poderosa

Superman da Terra 2 acreditou por muitos anos ser o único sobrevivente de Krypton, até a chegada de sua prima Kara, a Poderosa, a Terra (uma óbvia contraparte da Supergirl da Terra 1). Seu nome kryptoniano era Kara Zor-L, sua identidade terrestre era Karen Star e era programadora de computadores. Superman já era idoso quando ela chegou, mas Kara ainda era jovem, pois sua nave tomou uma rota diferente e ela se manteve num estado de suspensão do qual só envelheceu 20 anos.


Triste fim

O Superman da Terra 2 descobriu que tinha deixado de existir depois que o Antimonitor alterou a existência por manipular o Big Bang. Devido a presença de Superman na Aurora dos Tempos, ele continuou a existir, mas ninguém tinha lembranças dele. Ele abandonou este universo depois de destruir o Antimonitor, e foi para um local de felicidade eterna da qual não tem volta, junto com sua Lois Lane, o Alexander Luthor da Terra 3, e o Superboy da Terra Prime. Os membros da Sociedade da Justiça, por terem estado na Aurora do Tempo, e conseqüentemente, antes do universo ser refeito, guardaram por algum tempo as lembranças referentes a este Superman. Foi descoberto, entretanto, que a deusa Afrodite e a andróide Mekanique ainda mantinham certos aspectos do pré-crise para satisfazer seus fins. Quando estas tramas foram elucidadas, somem da mente de todos no universo todas as recordações referentes ao Superman e Lois Lane da Terra 2, a Batman e Robin da Terra 2, A Mulher-Maravilha e Steve Trevor da Terra 2, o Aquaman da Terra 2, o Arqueiro Verde e Ricardito da Terra 2, bem como a Caçadora da Terra 2 O Superman da Terra 2 retornou na saga Crise Infinita onde foi morto pelo Superboy Prime . Atualmente, O Superman da Terra 2 voltou como membro da Tropa Dos Lanternas Negros,na saga chamada Noite Mais Densa, lançada no Verão de 2009 (nos Estados Unidos).

 Poderes

Basicamente, os poderes de Superman da Terra 2 são os mesmos de nosso Superman. Quando voltou como Lanterna Negro, ele também tinha um anel padrão da Tropa dos Lanternas Negros.
                                                                                                                  Fraquezas

Gravidades diferentes tendem a alterar proporcionalmente seus poderes:
Esta seria uma explicação simplória para o fato de suas proezas, a gravidade terrestre simplesmente não poderia contê-lo. Superman da Terra 2 também é vulnerável a magia, devido a magia ser extremamente rara em Krypton, de modo que os kryptonianos não tinham a menor resistência a ela. de modo que como nenhum antepassado de Kal-L praticou magia, nenhum de seus poderes funciona contra magia. Ou seja, a invulnerabilidade dele não funciona contra os raios de um mago, nem ele pode usar visão de raio X para ver através de um objeto que seja de origem mágica.
Aparentemente, os poderes do Superman da Terra Paralela não sofrem efeitos devido a condições ligadas ao sol (como perder os poderes sob sol vermelho para o Superman da Terra 1, ou falta de exposição ao sol para o Superman de John Byrne), pelo menos é o que se tira do Superman Sourcebook, um suplemento para Dc Heroes RPG, da Mayfair Games.

Antes de Crise existiam uma diversidade de kryptonitas na Terra 1 (Terra Ativa), mas as mais conhecidas eram a vermelha (que causava mutações imprevisiveis em kryptonianos), a verde(que envenenava e tirava temporariamente os poderes), a branca (que matava plantas), a azul (fatal para Superman Bizarro, e podia eliminar efeitos de outras kryptonitas) e a dourada (o mais raro de todos os isótopos, poderia retirar PERMANENTEMENTE os poderes de um kryptoniano). Na Terra 2, no entanto, só houve um isótopo conhecido de Kryptonita, a verde.
Em Crise Infinita (Infinite Crisis, minisérie de 7 partes e que mostra a aguardada volta do Superman da Terra 2), ele se mostrou invulnerável a kryptonita de nosso mundo.
A kryptonita extrai a energia solar estocada no corpo de Superman, deixando-o sem poderes e envenenando-o. Como o Superman da Terra 2 não nutre seus poderes com o sol, então deve haver outra explicação para ele ser afetado pela kryptonita da Terra 2.

E AGORA COM A REFORMULAÇAO DA DC COMO FICA SUPERMAN DA TERRA 2 E SEUS PERSONAGENS

Earth 2 #1: De forma corajosa, DC inicia um novo universo nos surpreendendo!

Por muito tempo, a DC teve o seu próprio multiverso. Se na Terra-1 tínhamos os personagens da Era de Prata e Bronze (ou seja, os que os principais eram na época), a Terra-2 era um universo ocupado pelos super-heróis da Era de Ouro, aqueles originais da década de 30 e 40, já envelhecidos. A Terra-2 original foi extinta durante a Crise nas Infinitas Terras, mas, recentemente, foi recriada durante Crise Infinita.
Chegamos, então, para 2011. Reboot da DC. Toda a cronologia foi zerada. E isso não aconteceu apenas no Universo DC ~padrão~, mas também na nova Terra 2. Passado nove meses destas mudanças, chega a hora de finalmente conhecermos o Universo DC Paralelo, que começa a ser definido em Earth 2 #1 (DC Comics, 27 páginas, US$ 3,99).
E, PQP, como a DC foi corajosa. Só que, infelizmente, não há como falar da coragem da editora sem fazer uma resenha com alguns spoilers. Esteja avisado.
Esta primeira edição começa cinco anos atrás. Não, não faz cinco anos que Superman, Batman e Mulher-Maravilha surgiram. Na realidade, nesse momento, eles estão estabelecidos há um bom tempo. Só que é nessa época que acontece uma grande invasão da Terra pelos Parademônios de Darkseid, liderada pelo vilão Steppenwolf. Boa parte do mundo está destruída e Lois Lane, entre outros personagens, está morta.
Batman elabora, então, um plano suicida: enquanto Superman e Mulher-Maravilha distraem os Parademônios, ele irá em uma das torres utilizadas como peças-chave da invasão para contaminar os sistemas de Apokolips com um vírus.

O ataque começa. Kal-El e Diana lutam, enquanto Batman segue com seu plano. Karen, a Supergirl, e Helena Wayne, a Robin e filha do Homem-Morcego, seguem de longe os mentores. Tudo vai NADA bem, até que Steppenwolf apunhala Diana pelas costas. Superman tenta vingar a companheira, mas é EXPLODIDO pelos Parademônios. Na torre, Batman consegue infiltrar o vírus, mas as proteções de segurança do equipamento também DETONAM o lugar.
Isso, simples assim. A Trindade da DC morreu. MORREU.
E aí chegamos no presente. A partir de agora, a editora irá estabelecer os heróis da Terra 2 não como uma geração de personagens do passado, mas sim como uma nova leva de super-heróis que começa a surgir cinco anos após o fim dos maiores protetores da Terra. Nessa primeira edição, personagens clássicos como Al Pratt (Átomo), Jay Garrick (Flash) e Alan Scott (Lanterna Verde) aparecem não como idosos, mas sim como jovens que ainda estão para se tornarem heróis.
De certa forma, a DC inverteu o contexto da Terra 2, o que é interessante – só não precisava ser com a Terra 2. Talvez tivesse sido melhor utilizar este conceito em outro universo e deixar a Terra 2 com os bons e velhos super-heróis.
Também não era preciso fazer tudo com tanta pressa, matando a tríade em 20 páginas. O único que tem uma morte ~decente~ é o Batman. Fica até difícil acreditar que o Superman seria morto com tanta facilidade. Ao menos os uniformes dos três estão BEM legais e a desenhista Nicola Scott faz um ótimo trabalho na arte, principalmente nas cenas de ação.
É, no final de tudo, essa primeira edição vale pela coragem da DC. Vamos ver se eles continuam a nos surpreender…
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:29

A HISTORIA DO SUPERMAN BIZARRO

Sábado, 31.08.13

        Bizarro
Bizarro é um personagem fictício que aparece em quadrinhos publicados pela DC Comics . O personagem foi criado pelo escritor Otto Binder e artista George Papp como uma "imagem de espelho" de Superman e apareceu pela primeira vez em Superboy # 68 (1958). Desde então várias iterações de Bizarro apareceram - muitas vezes, mas não sempre, como um antagonista de Superman.
Estreando na Era de Prata dos Quadrinhos (1956 -. c 1970), o personagem já apareceu em ambas as histórias em quadrinhos e graphic novels , e outros DC Comics produtos relacionados, tais como animação e live-action da série de televisão , cartões comerciais , brinquedos , e jogos de vídeo .
Bizarro foi Classificado como 25 em IGN 's lista de 100 Melhores Vilões dos quadrinhos.

   História da publicação

Bizarro estreou em Superboy # 68 (outubro de 1958), o escritor Otto Binder lançando o personagem como um monstro de Frankenstein pastiche que possuía todos os poderes de Superboy. Evitado por sua aparência grotesca, a versão adolescente de Bizarro só apareceu em uma história em quadrinhos único livro. Uma versão adulta, no entanto, seguido logo depois, estreando no Superman diária jornal quadrinhos , caracterizado no episódio 105: "A Batalha Com Bizarro" (Tiras de 6147-6242: 25 de agosto de 1958 a 13 de dezembro de 1958). Este enredo também introduziu os padrões de fala estranhos que se tornaram sinônimo de caráter, com todos os comentários Bizarro do que significa o oposto (por exemplo. Significa "mau" "bom"). A versão jornal também usava um "B" em seu peito, ao contrário do "S" distintivo. 
Escritor da tira, Alvin Schwartz afirmou:
"     Eu estava lutando, você poderia dizer, para que o espelho-imagem, que oposto. E de uma máquina que iria revelar o Superman negativa, veio a imagem do espelho - sempre lembrando que tudo em um espelho é invertida ... Os tempos eram tais que unidimensionais personagens, seus super-heróis normais, mesmo em quadrinhos, parecia bastante simples, como papel cut-outs. O que se exigia era a personalidade cheia dimensional - um número que carregava uma sombra, se quiser. Eu certamente foi inspirado em algum grau também pelo arquétipo de CG Jung de "a sombra" - e Bizarro certamente refletiu que, como bem.       "

Binder revista do personagem, desta vez vestindo um "S" em Action Comics # 254 (julho de 1959). Bizarro provou popular, e estrelou o recurso de back-up em Adventure Comics para 15 questões, correndo de edição # 285-299 (junho de 1961 - agosto 1962). O personagem fez 40 aparições  na família Superman de títulos - Action Comics , Superman , Pal Superman, Jimmy Olsen , amigo do Superman Girl, Lois Lane , Adventure Comics , Sociedade Secreta de Super Vilões , e Presents DC Comics - 1959-1984 , antes de uma reinicialização do Universo DC como um resultado da série limitada Crise nas Infinitas Terras # 1 - 12 (abril 1985 - março 1986).
Bizarro foi reintroduzido no Universo DC em O Homem de Aço N º 5 (dezembro de 1986). Uma questão relacionada quatro séries limitadas intitulado A. Bizarro (julho-outubro) foi publicado em 1999.

No entanto, outra versão foi apresentada durante o "Coringa Imperador" enredo em Action Comics # 769-770 (setembro-outubro de 2000), Adventures of Superman # 582-583 (setembro-outubro de 2000), Superman # 160-161 ( setembro-outubro de 2000), Superman: O Homem de Aço # 104 - 105 (setembro-outubro de 2000), e Superman: Emperor Joker # 1 (outubro de 2000). Permanecer em DC Comics, Bizarro continuou a fazer aparições semi-regulares de hóspedes que estabeleceu firmemente o personagem como parte da mitologia do Superman. O personagem apareceu em Action Comics # 785 (janeiro de 2002), Crise Infinita # 1 (outubro de 2005), o Superman: Último Filho enredo em Action Comics 844-846 (dezembro 2006 - Fevereiro de 2007), 851 (agosto 2007), # 855-857 (outubro de 2007 - dezembro de 2007), Annual # 11 (Julho de 2008), e n º 873 (Março de 2009).
O personagem apareceu na série limitada Rann / Thanagar War # Santo 1-8 (julho de 2008 - fevereiro de 2009), Strange Adventures # 1-8 (maio-dezembro de 2009), e Grundy Salomão N º 1 - 7 (maio-novembro . 2009). Bizarro também apareceu em um capítulo da Blackest Night enredo em Superman / Batman # 66 - 67 (janeiro-fevereiro de 2010).

       Biografia Fictional do personagen

                                                                                            Pré-Crise Bizarro
Geral Dru-Zod tinha originalmente criado bizarro duplicatas de si mesmo para dominar o planeta Krypton . Os bizarros não tinha poder, porque eles não estavam sob um sol amarelo, mas eram soldados prontos para matar e morrer sem hesitação. Esta foi a razão pela qual Zod foi banido para a Zona Fantasma por 25 Krypton sol ciclos (Zona Fantasma # 1).
Cerca de 12 anos mais tarde, totalmente alheio a estes fatos, um cientista da Terra está demonstrando seu recém-inventado "raio duplicar" para Superboy , e um acidente faz com que o raio de duplicar o herói teen. A cópia, rapidamente rotulado de "Bizarro", é uma imitação falho pois possui giz pele branca e comportamento errático infantil. Evitado pelas pessoas de Smallville , Bizarro faz amizade com uma garota cega. Superboy é eventualmente forçado a "matar" o doppelgänger , usando os restos do mimeógrafo, que atua como kryptonita azul (em vez de verde kriptonita , fraqueza Superboy) na cópia. 
Anos depois dessa aventura quando Superboy se tornou Superman, seu arqui-inimigo Lex Luthor recria o "raio duplicar" e usa-o no herói, na esperança de controlar a duplicar. O Bizarro que é criado, no entanto, é confuso, afirmando: "Eu não humano ... não me criatura ... a mim não me mesmo animal infeliz me não pertencem ao mundo das pessoas que vivem a mim, não sei! diferença entre o certo e errado -! bem e do mal "  Luthor é esquecido como tentativas de imitar Bizarro Superman, criando o caos na cidade de Metrópolis e quase expor a identidade secreta do Super-Homem como Clark Kent . Quando Bizarro se apaixona por repórter Lois Lane , ela usa o raio de duplicar a si mesma para criar uma "Bizarro Lois", que é imediatamente atraído para Bizarro. Os Bizarros deixar a Terra em conjunto, determinado a encontrar um lar onde eles podem ser eles mesmos.  

Superman encontra o casal, mais uma vez, descobrindo que Bizarro - agora chamado de Bizarro # 1 - usou uma versão do raio de duplicação para criar um mundo inteiro de Bizarros, que agora reside em um planeta em forma de cubo chamado "Htrae" (Terra de trás para frente ).  Bizarro # 1 e Bizarro-Lois # 1 também dar a luz a uma criança que, enquanto super-potência, parece ser totalmente humana. Considerada uma aberração para os padrões Bizarro, a criança é o catalisador de uma breve guerra entre Htrae e da Terra.   Bizarro também tem uma série de aventuras em Htrae, auxiliando normal Jimmy Olsen quando ele é acidentalmente preso no mundo Bizarro,   impedir uma invasão de estátuas de kryptonita azul,  e parar a versão Bizarro de Titano .  
Influência Bizarro também é sentida na Terra: Jimmy Olsen é inadvertidamente se transformou em um Bizarro por um tempo,   e uma nova versão teen de Bizarro viaja para o século 30, tentando unir a Legião dos Super-Heróis . Quando rejeitado pela Legião, o adolescente Bizarro cria sua própria versão Bizarro da Legião, que Superboy finalmente convence-lo a debandar. 
Quando Bizarro encontrou Superman mais uma vez, ele tinha desenvolvido certos poderes que eram o oposto do Superman (como possuindo visão congelamento em oposição à visão de calor), e tenta sem sucesso, mais uma vez raptar Lois Lane.  Bizarro também temporariamente junta-se ao Segredo Sociedade de Super Vilões para combater a Liga da Justiça da América e Capitão Cometa .

   Pós-Crise
Após os eventos de Crise nas Infinitas Terras , as ordens de Lex Luthor sua equipe científica para criar um clone de Superman. No entanto, indevidamente a partir da suposição de que o Super-Homem é um ser humano com habilidades metahuman (sua origem alienígena ainda não havia sido revelado publicamente), o processo resulta em uma cópia defeituosa, o que Luthor desdenhosamente chama de "Bizarro" e ordens descartado. O clone monstruoso sobrevive e, apesar de mudo e possuidor de inteligência limitada e apenas vagas lembranças da vida de Clark Kent, o Super-Homem tenta imitar, ele seqüestra Lois Lane e é finalmente destruído ao colidir com o Superman no ar.  

A versão do Bizarro atualmente representado na continuidade da DC convencional possui todas as habilidades de Superman, mas com uma mentalidade infantil e método de expressão. Ele é criado por Batman 's arqui-inimigo o Coringa , quando o vilão rouba os poderes da quinta dimensão imp Sr. Mxyzptlk . Criando uma versão distorcida da Terra chamado "Jokerworld" - um cubo perfeito com a imagem do Coringa em cada faceta - o vilão designa Bizarro para ser o maior herói do planeta e líder de um reimagined "JLA" (a "Liga Coringa da Anarquia"). Quando Mxyzptlk recupera seus poderes, o imp permite Bizarro e vários outros seres para permanecer na Terra restaurada.  
Bizarro sofre um revés quando capturado pela Pokolistanian ditador General Zod . Zod bate e torturas Bizarro, aparentemente, simplesmente porque a criatura se assemelha Superman. O herói resgata Bizarro, e para ajudá-lo a ajustar-se "Cemitério da Solidão" normal Terra reconstrói Bizarro (o oposto do Superman Fortaleza da Solidão ).  Durante a Crise Infinita , Bizarro é levado a se juntar à reformada Sociedade Secreta dos Super Vilões por flash 's inimigo Zoom , e durante uma batalha com a superequipe os Freedom Fighters mata acidentalmente o Bomba Humana , constantemente batendo o herói para observar os raios de luz que são produzidos a partir da energia cinética dos golpes.

Bizarro se envolve quando criminosos kryptonianos liderados pelo General Zod fuga para a Terra,   , mas que pretenda criar um lar para si mesmo, Bizarro viaja para o espaço profundo para um sistema solar ocupado por um sol azul. Depois de criar um planeta em forma de cubo , cheio de versões abstratas de vários edifícios e locais na Terra, Bizarro ainda é solitário. O sol azul, no entanto, dá Bizarro uma nova habilidade chamada "Bizarro Vision", que lhe permite criar novos Bizarros. Quando isso falha, Bizarro sequestra Jonathan Kent , pai adotivo do Super-Homem na Terra. Superman resgata seu pai e ajuda Bizarro se tornar o maior herói de seu mundo.  
Bizarro aparece eventualmente no planeta throneworld, amizade e auxiliando Terra herói Adam Strange e aliados Príncipe Gavyn , Capitão Cometa , eo estranho . Juntos, eles participam na guerra entre mundos alienígenas Rann e Thanagar ,   e contra vilões Lady Styx e Synnar.  Bizarro eventualmente visita o túmulo de um falecido Jonathan Kent, e é então enviado (por desonestos kryptonianos) com outro Superman inimigos para a prisão inter-dimensional, a Zona Fantasma . 

Bizarro tem uma série de encontros com o ex-aliado Sociedade Secreta Solomon Grundy ,  e durante os eventos de Blackest Night , Bizarro enfrenta o Lanterna Negro versão do Grundy. Bizarro eventualmente destrói Grundy dirigindo-o para o coração do sol.  
Mais tarde, ao investigar um objeto que cai em um parque de Metropolis e deixa uma enorme cratera cristalizado em seu centro, Dr. Luz e Gangbuster descobrir uma criatura Bizarro, como que se assemelha a Supergirl.  A Supergirl Bizarro leva o refém heróis, mas será definitivamente derrotado na batalha pela Supergirl real.   É revelado que a Supergirl Bizarro é um refugiado da em forma de cubo Mundo Bizarro, e foi enviado para a Terra por seu primo depois de seu planeta foi atacado por um ser conhecido como a Divindade. Dr. Light tenta tomar a Supergirl Bizarro para Laboratórios STAR, apenas para ser violentamente nocauteado por Supergirl, que então foge com seu sósia e seu navio, na esperança de parar a Divindade e salvar Mundo Bizarro.  Depois de tomar Bizarro Supergirl volta a Mundo Bizarro, Bizarro Superman está reunida com Bizarro Supergirl.

  Poderes e habilidades

 
Bizarro é descrito como tendo todas as habilidades de Superman, embora em algumas encarnações várias destas características tem sido revertida, como "visão congelamento" em vez de visão de calor, "respiração chama" em vez de sopro congelante, "sopro de vácuo", em vez de super respiração ", visão microscópica", que faz com que os objetos "realmente menor de todos" e não apenas "parecem ser maiores para somente o usuário". Isto também se aplica a pontos fracos, como Bizarro é vulnerável a kryptonita azul , ao contrário de kryptonita verde , que é letal para o Superman.

  Outras versões

A série limitada All-Star Superman (Jan. 2006 - Out. 2008) apresenta clones Bizarro a partir de um universo alternativo chamado "Underverse". Eles podem "infectar" um ser humano normal e transformá-las em um clone Bizarro pelo toque.   Uma dessas criaturas é chamado de "Zibarro" e é o único que ele tem a capacidade mental de um ser humano normal.  
No romance gráfico 2004, Trindade mini-série , por Matt Wagner , Bizarro é um clone genético do Superman que é o resultado de "réplica" Projeto da LuthorCorp. A criatura foi então selada no deserto gelado da Antártida , envolto em gelo, até que foi liberado pelo Al Ra Ghul , que o usou como um peão em seu plano de usar ogivas nucleares para dizimar Gotham, bem como destruir um grupo de comunicação satélites, causando um grande apagão de comunicação, o objetivo final de sua missão de ser a incitar o caos e limpar a terra do "câncer" que é a civilização. Bizarro perde a mão e é jogado em um vulcão e é presumbally falecido, no entanto, sua mão é transformado em kryptonita vermelha no fundo do oceano.

Vários universo alternativo versões do personagem existem: a Era de Prata Bizarro aparece na Justiça como um membro da Legion of Doom   ; one-shot The Monster Superman (1999), essencialmente um Frankenstein pastiche apresenta uma cópia monstruosa de Bizarro criado por um Luthor Viktor [39] ; one-shot Superman: Red Son (2004) apresenta um "Superman 2", criado pelo gênio Lex Luthor para o Estados Unidos para parar o Soviética Superman-base;  e Lex Luthor cria Bizarro-como duplicatas chamado de "Libertadores" na série limitada JLA: The Nail (1998)  
A graphic novel 2002 Bizarro Comics é uma antologia de histórias em quadrinhos curtas por artistas da cena independente manusear vários personagens da DC Comics em humorísticos contos definidas fora de qualquer continuidade. Todas as histórias são finalizados por Bizarro Wars, uma história em quadrinhos escrita por Chris Duffy com arte de Stephen DeStefano em que Mxyzptlk procura a ajuda de Superman para salvar a quinta dimensão de um conquistador cósmico chamado "A", mas acaba com Bizarro (aqui introduzido como uma nova personagem que nem Superman nem Mxyzptlk anteriormente conhecia) em vez. Os outros quadrinhos no volume (incluindo um conto de Bizarro criador Alvin Schwartz) são apresentados como criações da mente perturbada de Bizarro si mesmo. 

   Em outras mídias

                                                                                                          Televisão
Bizarro aparece no Desafio dos Super Amigos , na voz de William Callaway . Ele é visto como um membro da Legião da Perdição . Em uma história que mostra o conhecimento de como construir um Raio Crescimento que faz alguém 100 metros de altura.
Bizarro aparece nos 1980 Super Amigos . Em "The Revenge of Doom", Bizarro é visto com a Legion of Doom, quando voltar a ficar juntos.
Bizarro aparece na Equipe Poderes O Super: Guardians Galactic episódio "The Bizarro Super Team Powers" dublado por Danny Dark .
Bizarro aparece na Superboy série, interpretado por Barry Meyers, e é, até à data, a aparência de ação ao vivo apenas da versão tradicional do personagem, [ citação necessário ] completo com angulares características brancas.
Um clone de Superman análogo ao Bizarro aparece em Lois & Clark interpretado por Dean Cain . Criado por Lex Luthor para a finalidade de substituir o Superman, o clone não tem aparência distinta Bizarro, e é visualmente indistinguível do Superman, além de possuir todos os poderes habituais e fracos de Superman. Embora ele não fala para trás, ele parece um pouco infantil e simplória, e Lois se refere a ele em um ponto como parecendo "bizarra".
Bizarro mais tarde aparece em Superman: The Animated Series , dublado por Tim Daly (que também dublou o personagem título). Ao contrário de outras versões, o S-escudo não é revertida. Sua origem é o mesmo que o Bizarro Pós-Crise da banda desenhada, e sua aparência, juntamente com os traços típicos, também tem semelhança com o monstro de Frankenstein . Homenagem é pago para seu projeto angular destacados na primeiros segundos de sua chegada. Ele é bondoso e infantil, e embora ele tenha dificuldade em distinguir o mal, bem ou mal, ele quer proteger inocentes, da mesma forma como Superman.

Bizarro aparece na Liga da Justiça ilimitado episódio "Ultimatum" dublado por George Newbern . Ele é atraído para Giganta e lutas Mulher Maravilha para ela quando eles tentam quebrar Gorilla Grodd da prisão. Mais tarde, Bizarro começa a falar e compreender as coisas para trás, um aceno para a versão em quadrinhos. Em episódios posteriores, Bizarro aparece como um membro da Legião Gorilla Grodd de Doom. Noticably, Bizarro é visto ostentando uma cicatriz na testa indictaing mente Bizarro foi alterada que ele fez alguma coisa Luthor ordenou, como na lógica backwords.

Um vilão apelidado Bizarro aparece em Smallville , interpretado por Tom Welling . No entanto, esta versão difere significativamente de versões em quadrinhos do personagem, não sendo nem inteligente, nem "para trás", e que aparece como uma duplicata perfeita na maioria das circunstâncias (embora ele usava uma jaqueta azul e vermelho t-shirt, em contraste com o vermelho habitual de Clark jaqueta e camiseta azul). Esta versão do Bizarro era uma vez uma experiência de Krypton (semelhante ao de Davis Bloome / Doomsday ) se transformou em um fantasma , preso na Zona Fantasma até Clark acidentalmente soltou. Foi revelado que este fantasma queimou seus corpos hospedeiros humanos dentro de 24 horas, matá-los, e que precisava de um corpo de Krypton, a fim de sustentar sua vida. Ele é capaz de roubar as células de Clark, e torna-se uma cópia dele. No entanto, enquanto o sol amarelo da Terra poderes de Clark, transforma-se a pele do fantasma de uma aparência em pedra-como irregular, uma vez que possui os poderes de Clark, enquanto sua fonte de energia é invertida, tirando o poder de kryptonita, mas sendo enfraquecida pela luz solar. As tentativas fantasmas para substituir Clark e viver a sua vida, mas é enviado a Marte pela Caçador de Marte , que descreve a criatura como tendo sido "feita em um laboratório" em Krypton, nada ainda de sua origem é elaborado. Ele retorna logo após, e é capaz de enganar os amigos de Clark ( Chloe Sullivan , e Lana Lang , o último, ele desenvolve uma paixão por) a crer que é ele. Clark retorna e descobre que verdadeira fraqueza do Fantasma é Azul Kryptonite, o que reduz a Clark para o nível humano de força quando ele é exposto a ele. Lana é capaz de obter o Kryponite azul perto o suficiente para causar Bizarro sua força a crescer exponencialmente, resultando em seu corpo aparentemente implodir devido à escala da energia sendo canalizadas para ele.

Em um episódio de Frango Robô , Bizarro é retratado como Paris Hilton namorado usando seu discurso Bizarro insultar Paris, em que na superfície parece ser um elogio. Em outro episódio, o Super-Homem Bizarro afirma que "parece que alguém jogou em uma bandeja de cubos de gelo", e faz uma comparação adicional, mais vulgar a kryptonita como ele, Flash e Mulher-Maravilha estão comparando 'vilões reversa.
No episódio da segunda temporada de Lego Ninjago: Masters of Spinjitzu , "Double Trouble", Senhor Garmadon cria réplicas do ninja original para quatro que são referidos como "Bizzaro Ninjas" em closed caption. Bizzaro Kai não está listado nos créditos para este episódio como seus outros três colegas são, e Bizzaro Zane está escrito a forma original ("Bizarro"). Estes ninjas têm a pele pálida e olhos vermelhos, muitas vezes usando óculos escuros para, possivelmente, esconder isso. Ao contrário Bizarro, os ninjas não tem um dialeto invertida quando falam.

 Filme
No filme direto-para-vídeo animado All-Star Superman , uma estátua de Bizarro aparece na Fortaleza da Solidão do Super-Homem, entre estátuas de vários inimigos e amigos de Superman.
Um Bizarro filme está sendo desenvolvido por escritores Dean Parisot e Robert Gordon .  
                                                                                                             Jogos de vídeo
Bizarro aparece em Superman .
Bizarro aparece em Superman: The Man of Steel .
Bizarro é um vilão e personagem jogável no Superman Returns jogo de vídeo dublado por John DiMaggio .
Bizarro aparece no vídeo game DC Universe Online dublado por Joe Mandia.
Bizarro é em Lego Batman 2: DC Super Heroes como conteúdo para download para aqueles que fizerem a pré-compra do jogo na Gamestop , dublado por Travis Willingham 
.
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:24

A HISTORIA DO SUPERMAN BIZARRO

Sábado, 31.08.13

        Bizarro
Bizarro é um personagem fictício que aparece em quadrinhos publicados pela DC Comics . O personagem foi criado pelo escritor Otto Binder e artista George Papp como uma "imagem de espelho" de Superman e apareceu pela primeira vez em Superboy # 68 (1958). Desde então várias iterações de Bizarro apareceram - muitas vezes, mas não sempre, como um antagonista de Superman.
Estreando na Era de Prata dos Quadrinhos (1956 -. c 1970), o personagem já apareceu em ambas as histórias em quadrinhos e graphic novels , e outros DC Comics produtos relacionados, tais como animação e live-action da série de televisão , cartões comerciais , brinquedos , e jogos de vídeo .
Bizarro foi Classificado como 25 em IGN 's lista de 100 Melhores Vilões dos quadrinhos.

   História da publicação

Bizarro estreou em Superboy # 68 (outubro de 1958), o escritor Otto Binder lançando o personagem como um monstro de Frankenstein pastiche que possuía todos os poderes de Superboy. Evitado por sua aparência grotesca, a versão adolescente de Bizarro só apareceu em uma história em quadrinhos único livro. Uma versão adulta, no entanto, seguido logo depois, estreando no Superman diária jornal quadrinhos , caracterizado no episódio 105: "A Batalha Com Bizarro" (Tiras de 6147-6242: 25 de agosto de 1958 a 13 de dezembro de 1958). Este enredo também introduziu os padrões de fala estranhos que se tornaram sinônimo de caráter, com todos os comentários Bizarro do que significa o oposto (por exemplo. Significa "mau" "bom"). A versão jornal também usava um "B" em seu peito, ao contrário do "S" distintivo. 
Escritor da tira, Alvin Schwartz afirmou:
"     Eu estava lutando, você poderia dizer, para que o espelho-imagem, que oposto. E de uma máquina que iria revelar o Superman negativa, veio a imagem do espelho - sempre lembrando que tudo em um espelho é invertida ... Os tempos eram tais que unidimensionais personagens, seus super-heróis normais, mesmo em quadrinhos, parecia bastante simples, como papel cut-outs. O que se exigia era a personalidade cheia dimensional - um número que carregava uma sombra, se quiser. Eu certamente foi inspirado em algum grau também pelo arquétipo de CG Jung de "a sombra" - e Bizarro certamente refletiu que, como bem.       "

Binder revista do personagem, desta vez vestindo um "S" em Action Comics # 254 (julho de 1959). Bizarro provou popular, e estrelou o recurso de back-up em Adventure Comics para 15 questões, correndo de edição # 285-299 (junho de 1961 - agosto 1962). O personagem fez 40 aparições  na família Superman de títulos - Action Comics , Superman , Pal Superman, Jimmy Olsen , amigo do Superman Girl, Lois Lane , Adventure Comics , Sociedade Secreta de Super Vilões , e Presents DC Comics - 1959-1984 , antes de uma reinicialização do Universo DC como um resultado da série limitada Crise nas Infinitas Terras # 1 - 12 (abril 1985 - março 1986).
Bizarro foi reintroduzido no Universo DC em O Homem de Aço N º 5 (dezembro de 1986). Uma questão relacionada quatro séries limitadas intitulado A. Bizarro (julho-outubro) foi publicado em 1999.

No entanto, outra versão foi apresentada durante o "Coringa Imperador" enredo em Action Comics # 769-770 (setembro-outubro de 2000), Adventures of Superman # 582-583 (setembro-outubro de 2000), Superman # 160-161 ( setembro-outubro de 2000), Superman: O Homem de Aço # 104 - 105 (setembro-outubro de 2000), e Superman: Emperor Joker # 1 (outubro de 2000). Permanecer em DC Comics, Bizarro continuou a fazer aparições semi-regulares de hóspedes que estabeleceu firmemente o personagem como parte da mitologia do Superman. O personagem apareceu em Action Comics # 785 (janeiro de 2002), Crise Infinita # 1 (outubro de 2005), o Superman: Último Filho enredo em Action Comics 844-846 (dezembro 2006 - Fevereiro de 2007), 851 (agosto 2007), # 855-857 (outubro de 2007 - dezembro de 2007), Annual # 11 (Julho de 2008), e n º 873 (Março de 2009).
O personagem apareceu na série limitada Rann / Thanagar War # Santo 1-8 (julho de 2008 - fevereiro de 2009), Strange Adventures # 1-8 (maio-dezembro de 2009), e Grundy Salomão N º 1 - 7 (maio-novembro . 2009). Bizarro também apareceu em um capítulo da Blackest Night enredo em Superman / Batman # 66 - 67 (janeiro-fevereiro de 2010).

       Biografia Fictional do personagen

                                                                                            Pré-Crise Bizarro
Geral Dru-Zod tinha originalmente criado bizarro duplicatas de si mesmo para dominar o planeta Krypton . Os bizarros não tinha poder, porque eles não estavam sob um sol amarelo, mas eram soldados prontos para matar e morrer sem hesitação. Esta foi a razão pela qual Zod foi banido para a Zona Fantasma por 25 Krypton sol ciclos (Zona Fantasma # 1).
Cerca de 12 anos mais tarde, totalmente alheio a estes fatos, um cientista da Terra está demonstrando seu recém-inventado "raio duplicar" para Superboy , e um acidente faz com que o raio de duplicar o herói teen. A cópia, rapidamente rotulado de "Bizarro", é uma imitação falho pois possui giz pele branca e comportamento errático infantil. Evitado pelas pessoas de Smallville , Bizarro faz amizade com uma garota cega. Superboy é eventualmente forçado a "matar" o doppelgänger , usando os restos do mimeógrafo, que atua como kryptonita azul (em vez de verde kriptonita , fraqueza Superboy) na cópia. 
Anos depois dessa aventura quando Superboy se tornou Superman, seu arqui-inimigo Lex Luthor recria o "raio duplicar" e usa-o no herói, na esperança de controlar a duplicar. O Bizarro que é criado, no entanto, é confuso, afirmando: "Eu não humano ... não me criatura ... a mim não me mesmo animal infeliz me não pertencem ao mundo das pessoas que vivem a mim, não sei! diferença entre o certo e errado -! bem e do mal "  Luthor é esquecido como tentativas de imitar Bizarro Superman, criando o caos na cidade de Metrópolis e quase expor a identidade secreta do Super-Homem como Clark Kent . Quando Bizarro se apaixona por repórter Lois Lane , ela usa o raio de duplicar a si mesma para criar uma "Bizarro Lois", que é imediatamente atraído para Bizarro. Os Bizarros deixar a Terra em conjunto, determinado a encontrar um lar onde eles podem ser eles mesmos.  

Superman encontra o casal, mais uma vez, descobrindo que Bizarro - agora chamado de Bizarro # 1 - usou uma versão do raio de duplicação para criar um mundo inteiro de Bizarros, que agora reside em um planeta em forma de cubo chamado "Htrae" (Terra de trás para frente ).  Bizarro # 1 e Bizarro-Lois # 1 também dar a luz a uma criança que, enquanto super-potência, parece ser totalmente humana. Considerada uma aberração para os padrões Bizarro, a criança é o catalisador de uma breve guerra entre Htrae e da Terra.   Bizarro também tem uma série de aventuras em Htrae, auxiliando normal Jimmy Olsen quando ele é acidentalmente preso no mundo Bizarro,   impedir uma invasão de estátuas de kryptonita azul,  e parar a versão Bizarro de Titano .  
Influência Bizarro também é sentida na Terra: Jimmy Olsen é inadvertidamente se transformou em um Bizarro por um tempo,   e uma nova versão teen de Bizarro viaja para o século 30, tentando unir a Legião dos Super-Heróis . Quando rejeitado pela Legião, o adolescente Bizarro cria sua própria versão Bizarro da Legião, que Superboy finalmente convence-lo a debandar. 
Quando Bizarro encontrou Superman mais uma vez, ele tinha desenvolvido certos poderes que eram o oposto do Superman (como possuindo visão congelamento em oposição à visão de calor), e tenta sem sucesso, mais uma vez raptar Lois Lane.  Bizarro também temporariamente junta-se ao Segredo Sociedade de Super Vilões para combater a Liga da Justiça da América e Capitão Cometa .

   Pós-Crise
Após os eventos de Crise nas Infinitas Terras , as ordens de Lex Luthor sua equipe científica para criar um clone de Superman. No entanto, indevidamente a partir da suposição de que o Super-Homem é um ser humano com habilidades metahuman (sua origem alienígena ainda não havia sido revelado publicamente), o processo resulta em uma cópia defeituosa, o que Luthor desdenhosamente chama de "Bizarro" e ordens descartado. O clone monstruoso sobrevive e, apesar de mudo e possuidor de inteligência limitada e apenas vagas lembranças da vida de Clark Kent, o Super-Homem tenta imitar, ele seqüestra Lois Lane e é finalmente destruído ao colidir com o Superman no ar.  

A versão do Bizarro atualmente representado na continuidade da DC convencional possui todas as habilidades de Superman, mas com uma mentalidade infantil e método de expressão. Ele é criado por Batman 's arqui-inimigo o Coringa , quando o vilão rouba os poderes da quinta dimensão imp Sr. Mxyzptlk . Criando uma versão distorcida da Terra chamado "Jokerworld" - um cubo perfeito com a imagem do Coringa em cada faceta - o vilão designa Bizarro para ser o maior herói do planeta e líder de um reimagined "JLA" (a "Liga Coringa da Anarquia"). Quando Mxyzptlk recupera seus poderes, o imp permite Bizarro e vários outros seres para permanecer na Terra restaurada.  
Bizarro sofre um revés quando capturado pela Pokolistanian ditador General Zod . Zod bate e torturas Bizarro, aparentemente, simplesmente porque a criatura se assemelha Superman. O herói resgata Bizarro, e para ajudá-lo a ajustar-se "Cemitério da Solidão" normal Terra reconstrói Bizarro (o oposto do Superman Fortaleza da Solidão ).  Durante a Crise Infinita , Bizarro é levado a se juntar à reformada Sociedade Secreta dos Super Vilões por flash 's inimigo Zoom , e durante uma batalha com a superequipe os Freedom Fighters mata acidentalmente o Bomba Humana , constantemente batendo o herói para observar os raios de luz que são produzidos a partir da energia cinética dos golpes.

Bizarro se envolve quando criminosos kryptonianos liderados pelo General Zod fuga para a Terra,   , mas que pretenda criar um lar para si mesmo, Bizarro viaja para o espaço profundo para um sistema solar ocupado por um sol azul. Depois de criar um planeta em forma de cubo , cheio de versões abstratas de vários edifícios e locais na Terra, Bizarro ainda é solitário. O sol azul, no entanto, dá Bizarro uma nova habilidade chamada "Bizarro Vision", que lhe permite criar novos Bizarros. Quando isso falha, Bizarro sequestra Jonathan Kent , pai adotivo do Super-Homem na Terra. Superman resgata seu pai e ajuda Bizarro se tornar o maior herói de seu mundo.  
Bizarro aparece eventualmente no planeta throneworld, amizade e auxiliando Terra herói Adam Strange e aliados Príncipe Gavyn , Capitão Cometa , eo estranho . Juntos, eles participam na guerra entre mundos alienígenas Rann e Thanagar ,   e contra vilões Lady Styx e Synnar.  Bizarro eventualmente visita o túmulo de um falecido Jonathan Kent, e é então enviado (por desonestos kryptonianos) com outro Superman inimigos para a prisão inter-dimensional, a Zona Fantasma . 

Bizarro tem uma série de encontros com o ex-aliado Sociedade Secreta Solomon Grundy ,  e durante os eventos de Blackest Night , Bizarro enfrenta o Lanterna Negro versão do Grundy. Bizarro eventualmente destrói Grundy dirigindo-o para o coração do sol.  
Mais tarde, ao investigar um objeto que cai em um parque de Metropolis e deixa uma enorme cratera cristalizado em seu centro, Dr. Luz e Gangbuster descobrir uma criatura Bizarro, como que se assemelha a Supergirl.  A Supergirl Bizarro leva o refém heróis, mas será definitivamente derrotado na batalha pela Supergirl real.   É revelado que a Supergirl Bizarro é um refugiado da em forma de cubo Mundo Bizarro, e foi enviado para a Terra por seu primo depois de seu planeta foi atacado por um ser conhecido como a Divindade. Dr. Light tenta tomar a Supergirl Bizarro para Laboratórios STAR, apenas para ser violentamente nocauteado por Supergirl, que então foge com seu sósia e seu navio, na esperança de parar a Divindade e salvar Mundo Bizarro.  Depois de tomar Bizarro Supergirl volta a Mundo Bizarro, Bizarro Superman está reunida com Bizarro Supergirl.

  Poderes e habilidades

 
Bizarro é descrito como tendo todas as habilidades de Superman, embora em algumas encarnações várias destas características tem sido revertida, como "visão congelamento" em vez de visão de calor, "respiração chama" em vez de sopro congelante, "sopro de vácuo", em vez de super respiração ", visão microscópica", que faz com que os objetos "realmente menor de todos" e não apenas "parecem ser maiores para somente o usuário". Isto também se aplica a pontos fracos, como Bizarro é vulnerável a kryptonita azul , ao contrário de kryptonita verde , que é letal para o Superman.

  Outras versões

A série limitada All-Star Superman (Jan. 2006 - Out. 2008) apresenta clones Bizarro a partir de um universo alternativo chamado "Underverse". Eles podem "infectar" um ser humano normal e transformá-las em um clone Bizarro pelo toque.   Uma dessas criaturas é chamado de "Zibarro" e é o único que ele tem a capacidade mental de um ser humano normal.  
No romance gráfico 2004, Trindade mini-série , por Matt Wagner , Bizarro é um clone genético do Superman que é o resultado de "réplica" Projeto da LuthorCorp. A criatura foi então selada no deserto gelado da Antártida , envolto em gelo, até que foi liberado pelo Al Ra Ghul , que o usou como um peão em seu plano de usar ogivas nucleares para dizimar Gotham, bem como destruir um grupo de comunicação satélites, causando um grande apagão de comunicação, o objetivo final de sua missão de ser a incitar o caos e limpar a terra do "câncer" que é a civilização. Bizarro perde a mão e é jogado em um vulcão e é presumbally falecido, no entanto, sua mão é transformado em kryptonita vermelha no fundo do oceano.

Vários universo alternativo versões do personagem existem: a Era de Prata Bizarro aparece na Justiça como um membro da Legion of Doom   ; one-shot The Monster Superman (1999), essencialmente um Frankenstein pastiche apresenta uma cópia monstruosa de Bizarro criado por um Luthor Viktor [39] ; one-shot Superman: Red Son (2004) apresenta um "Superman 2", criado pelo gênio Lex Luthor para o Estados Unidos para parar o Soviética Superman-base;  e Lex Luthor cria Bizarro-como duplicatas chamado de "Libertadores" na série limitada JLA: The Nail (1998)  
A graphic novel 2002 Bizarro Comics é uma antologia de histórias em quadrinhos curtas por artistas da cena independente manusear vários personagens da DC Comics em humorísticos contos definidas fora de qualquer continuidade. Todas as histórias são finalizados por Bizarro Wars, uma história em quadrinhos escrita por Chris Duffy com arte de Stephen DeStefano em que Mxyzptlk procura a ajuda de Superman para salvar a quinta dimensão de um conquistador cósmico chamado "A", mas acaba com Bizarro (aqui introduzido como uma nova personagem que nem Superman nem Mxyzptlk anteriormente conhecia) em vez. Os outros quadrinhos no volume (incluindo um conto de Bizarro criador Alvin Schwartz) são apresentados como criações da mente perturbada de Bizarro si mesmo. 

   Em outras mídias

                                                                                                          Televisão
Bizarro aparece no Desafio dos Super Amigos , na voz de William Callaway . Ele é visto como um membro da Legião da Perdição . Em uma história que mostra o conhecimento de como construir um Raio Crescimento que faz alguém 100 metros de altura.
Bizarro aparece nos 1980 Super Amigos . Em "The Revenge of Doom", Bizarro é visto com a Legion of Doom, quando voltar a ficar juntos.
Bizarro aparece na Equipe Poderes O Super: Guardians Galactic episódio "The Bizarro Super Team Powers" dublado por Danny Dark .
Bizarro aparece na Superboy série, interpretado por Barry Meyers, e é, até à data, a aparência de ação ao vivo apenas da versão tradicional do personagem, [ citação necessário ] completo com angulares características brancas.
Um clone de Superman análogo ao Bizarro aparece em Lois & Clark interpretado por Dean Cain . Criado por Lex Luthor para a finalidade de substituir o Superman, o clone não tem aparência distinta Bizarro, e é visualmente indistinguível do Superman, além de possuir todos os poderes habituais e fracos de Superman. Embora ele não fala para trás, ele parece um pouco infantil e simplória, e Lois se refere a ele em um ponto como parecendo "bizarra".
Bizarro mais tarde aparece em Superman: The Animated Series , dublado por Tim Daly (que também dublou o personagem título). Ao contrário de outras versões, o S-escudo não é revertida. Sua origem é o mesmo que o Bizarro Pós-Crise da banda desenhada, e sua aparência, juntamente com os traços típicos, também tem semelhança com o monstro de Frankenstein . Homenagem é pago para seu projeto angular destacados na primeiros segundos de sua chegada. Ele é bondoso e infantil, e embora ele tenha dificuldade em distinguir o mal, bem ou mal, ele quer proteger inocentes, da mesma forma como Superman.

Bizarro aparece na Liga da Justiça ilimitado episódio "Ultimatum" dublado por George Newbern . Ele é atraído para Giganta e lutas Mulher Maravilha para ela quando eles tentam quebrar Gorilla Grodd da prisão. Mais tarde, Bizarro começa a falar e compreender as coisas para trás, um aceno para a versão em quadrinhos. Em episódios posteriores, Bizarro aparece como um membro da Legião Gorilla Grodd de Doom. Noticably, Bizarro é visto ostentando uma cicatriz na testa indictaing mente Bizarro foi alterada que ele fez alguma coisa Luthor ordenou, como na lógica backwords.

Um vilão apelidado Bizarro aparece em Smallville , interpretado por Tom Welling . No entanto, esta versão difere significativamente de versões em quadrinhos do personagem, não sendo nem inteligente, nem "para trás", e que aparece como uma duplicata perfeita na maioria das circunstâncias (embora ele usava uma jaqueta azul e vermelho t-shirt, em contraste com o vermelho habitual de Clark jaqueta e camiseta azul). Esta versão do Bizarro era uma vez uma experiência de Krypton (semelhante ao de Davis Bloome / Doomsday ) se transformou em um fantasma , preso na Zona Fantasma até Clark acidentalmente soltou. Foi revelado que este fantasma queimou seus corpos hospedeiros humanos dentro de 24 horas, matá-los, e que precisava de um corpo de Krypton, a fim de sustentar sua vida. Ele é capaz de roubar as células de Clark, e torna-se uma cópia dele. No entanto, enquanto o sol amarelo da Terra poderes de Clark, transforma-se a pele do fantasma de uma aparência em pedra-como irregular, uma vez que possui os poderes de Clark, enquanto sua fonte de energia é invertida, tirando o poder de kryptonita, mas sendo enfraquecida pela luz solar. As tentativas fantasmas para substituir Clark e viver a sua vida, mas é enviado a Marte pela Caçador de Marte , que descreve a criatura como tendo sido "feita em um laboratório" em Krypton, nada ainda de sua origem é elaborado. Ele retorna logo após, e é capaz de enganar os amigos de Clark ( Chloe Sullivan , e Lana Lang , o último, ele desenvolve uma paixão por) a crer que é ele. Clark retorna e descobre que verdadeira fraqueza do Fantasma é Azul Kryptonite, o que reduz a Clark para o nível humano de força quando ele é exposto a ele. Lana é capaz de obter o Kryponite azul perto o suficiente para causar Bizarro sua força a crescer exponencialmente, resultando em seu corpo aparentemente implodir devido à escala da energia sendo canalizadas para ele.

Em um episódio de Frango Robô , Bizarro é retratado como Paris Hilton namorado usando seu discurso Bizarro insultar Paris, em que na superfície parece ser um elogio. Em outro episódio, o Super-Homem Bizarro afirma que "parece que alguém jogou em uma bandeja de cubos de gelo", e faz uma comparação adicional, mais vulgar a kryptonita como ele, Flash e Mulher-Maravilha estão comparando 'vilões reversa.
No episódio da segunda temporada de Lego Ninjago: Masters of Spinjitzu , "Double Trouble", Senhor Garmadon cria réplicas do ninja original para quatro que são referidos como "Bizzaro Ninjas" em closed caption. Bizzaro Kai não está listado nos créditos para este episódio como seus outros três colegas são, e Bizzaro Zane está escrito a forma original ("Bizarro"). Estes ninjas têm a pele pálida e olhos vermelhos, muitas vezes usando óculos escuros para, possivelmente, esconder isso. Ao contrário Bizarro, os ninjas não tem um dialeto invertida quando falam.

 Filme
No filme direto-para-vídeo animado All-Star Superman , uma estátua de Bizarro aparece na Fortaleza da Solidão do Super-Homem, entre estátuas de vários inimigos e amigos de Superman.
Um Bizarro filme está sendo desenvolvido por escritores Dean Parisot e Robert Gordon .  
                                                                                                             Jogos de vídeo
Bizarro aparece em Superman .
Bizarro aparece em Superman: The Man of Steel .
Bizarro é um vilão e personagem jogável no Superman Returns jogo de vídeo dublado por John DiMaggio .
Bizarro aparece no vídeo game DC Universe Online dublado por Joe Mandia.
Bizarro é em Lego Batman 2: DC Super Heroes como conteúdo para download para aqueles que fizerem a pré-compra do jogo na Gamestop , dublado por Travis Willingham 
.
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:24

Biografia,Melinda Patrice Clarke (atriz)

Sábado, 31.08.13

Melinda Patrice Clarke (24 de Abril de 1969) é um atriz americana mais conhecida por suas atuações nas séries de TV Xena: Warrior Princess e The O.C..

Vida pessoal

Melinda é filha de uma dançarina, Patrícia, e um ator, John, ela tem um irmão Joshua, e uma irmã falecida em 1994 vítima de tumor cerebral. Em 28 de junho de 1997, ela se casou com o ator Ernie Mirich, com quem teve uma filha, Kathryn Grace. Atualmente, os três vivem em Beverly Hills, na California.

Carreira

Com 18 anos, Melinda se mudou para Los Angeles, onde foi modelo em várias agências antes de seu primeiro trabalho na TV, Days of our Lives, em 17 episódios.


Em 1995, ela fez uma audição para o papel de Xena na série de TV Xena: Warrior Princess, mas a vencedora foi a neozelandesa Lucy Lawless, Melinda acabou fazendo uma aparição em dois episódios da segunda temporada da série, em 1998. Logo depois ela co-estrelou na série Soldier of Fortune, entre 1997 e 1998.


Melinda fez pequenas aparições em várias séries, como Firefly, Charmed e Seinfeld. Em 5 de agosto de 2003 ela fez uma pequena aparição na série The O.C. a recepção do público foi tão grande que ela assinou contrato com a produtora, FOX, para atuar até o fim, sua última participação na série ocoreu em 22 de fevereiro de 2007.

Em 2008, Melinda se tornou uma das voluntárias no Young Storytellers Foundation, que se dedica a formar novos atores e artistas nos Estados Unidos.

Malibu Stacy (2012)
The Vampire Diaries (2010)
The Last Airbender (2010)
Made (2009)
Chuck (2008)
88 Minutes (2007)
Tales of Ba Sing Se (2006)
Entourage (2006)
Strange Days (2006)
CSI: Crime Scene Investigation (2001-2006)
Pirates of the Third Reich (2006)
Lady Heather's Box (2003)
Slaves of Las Vegas (2001)
Mission: Impossible - Operation Surma (2003)
Firefly (2003)
Heart of Gold (2003)
Matriculated (2003)
The Animatrix (2003)
The District (2002-2003)
Bloodlines (2003)
Tremors (2003)
Night of the Shriekers (2003)
The O.C. (2003-2007)
Everwood (2002)
Explicit Activities (2002)
Convictions (2002)
Still Life (2002)
The Greenhouse Effect (2002)
Till Death Do Us Part (2002)
Charmed (2002)
Siren Song (2002)
First Monday (2002)
Pilot (2002)
Cold Sweat (2002)
Dynamite (2002)
Com for Murder (2002)
Enterprise (2001)
Broken Bow: Part 1 (2001)
Broken Bow: Part 2 (2001)
Nash Bridges (1997-2000)
End Game (2000)
Out of Chicago (1997)
The Pretender (2000)
Meltdown (2000)
Buffy: The Vampire Slayer (1998)
Soldier of Fortune, Inc (1997)
Spawn (1997)
Sliders (1997)
This Slide of Paradise (1997)
Seinfeld (1997)
The Muffin Tops (1997)
Xena, a Princesa Guerreira (1997)
Critics and Other Freaks (1997)
Soldier of Fortune (1997)
La Lengua Asesina (1996)
Mulholland Falls (1996)
Strange Luck (1996)
Stning Strikes (1996)
Return to Two Moon Junction (1995)
Heaven Help Us (1994)
The George Carlin Show (1994)
George Helps Sidney (1994)
Out for Blood (1993)
Return of the Living Dead III (1993)
Young Goodman Brown (1993)
Jake and the Fatman (1991)
Every Time We Say Goodbye (1991)
Hot Under the Collar (1991)
Days of Our Lives (1995)
Taylor (1989-1990)
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:57

A HISTORIA DO PICA PAU final

Sábado, 31.08.13

A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 03
Dubladores nos EUA 
Jason Marsden (2011-2008)
Dee Bradley Baker (2010-2005)
Frank Welker (2004-2007)
Tara Strong (2010)
Grey DeLisle (2009-2010)


Luís Manuel dublador

 Dubladores no Brasil 
Luís Manuel - Pouco se sabe sobre esse primeiro dublador. O que consta é que ele fez a primeira voz do personagem no Brasil no extinto estúdio Som de Guanabara. Foi no começo dos anos 1960, e ele dublou vários episódios mais antigos do Pica-Pau dos anos 40, que acabaram sendo redublados por Garcia Júnior nos anos 70. Tem um trecho do episódio O Afanador de Gasolina na internet com essa dublagem.
Imagem
Olney Cazarré -
 Foi o segundo, mas para muitos é consideirado o primeiro dublador do Pica-Pau no Brasil, já que não tem quase nada da primeira dublagem da Som de Guanabara, ele o dublou nos anos 1960 na época em que o estúdio BKS ainda se chamava AIC. Depois na época em que a AIC mudou seu nome para BKS, Olney Cazarré teve de descansar das dublagens do Pica-Pau por que ele havia ido para o Rio de Janeiro trabalhar no teatro e na televisão (de acordo com o que foi dito por Garcia Júnior em uma entrevista para o "Nerdcast" em 2007), por isso, ele foi substituído pelo próprio Garcia Júnior na dublagem da fase do "Pica-Pau Biruta" (os episódios não foram dublados em ordem cronológica) e só voltou a dublar o Pica-Pau no lugar de Garcia Júnior quando ele não pode mais dubla-lo nos anos 1980. Em suas primeiras dublagens nos anos 1960, Olney fazia uma voz mais fina para o Pica-Pau, que combinava mais com os episódios em que o Pica-Pau tinha o tamanho de um pássaro pequeno, já nos episódios que ele dublou nos anos 1980, estava com a voz mais envelhecida, e chegava a ficar rouco algumas vezes. Um exemplo de episódios dublados por ele são: "Vamos as Cataratas?", "Pica-Pau Ama Seca" e "A vassoura da Bruxa" dublados na AIC e "Adeus às Aulas", "Por amor a uma Pizza", e "Chilli com Carne", dublados na BKS.

Garcia Júnior -garcianeto Biografia: Garcia Junior – O herói das vozes.
Garcia Neto 
 
 Foi o segundo a fazer a voz do Pica-Pau no Brasil (quando a AIC mudou de nome para BKS). Ele começou a dublar o Pica-Pau no final dos anos 1970 quando ainda era um garoto de 10 anos, mas depois quando cresceu sua voz ficou grossa demais para o personagem, e foi substituído por Olney Cazarré, que já havia feito a voz do Pica-Pau antes dele. Garcia contou que o Pica-Pau foi o primeiro personagem que ele dublou, ele disse em uma entrevista para o site "Jovem Nerd" que quando Olney Cazarré foi trabalhar no Rio de Janeiro, ele teve de deixar as dublagens do desenho (que era feita em São Paulo). Então Garcia fez um teste apenas de brincadeira para a voz do Pica-Pau, a pedido dos seus pais Garcia Neto (que também era o diretor de dublagem, e o locutor e narrador de episódios como "A Hora do Banho") e Dolores Machado (que dublou a Meany Ranheta em "Que Lindinho! o Cachorrinho" e "A Observadora de Pássaros"). Porém, os produtores da Universal acabaram escolhendo mesmo a voz dele, a princípio pensando se tratar da voz de uma mulher, só depois descobriram que era a voz do menino que era filho do diretor das dublagens. Garcia Júnior fazia uma voz um pouco mais forte que a de Olney Cazarré. Um exemplo de episódios dublados por Garcia são: "Quem cozinha quem", "Pica-Pau biruta", "Nascido para picar" "Vamos nanar Jacaré?" e "Esperto contra sabido" (esse último era um entre os quais o Pica-Pau já estava com a voz mais grossa). Garcia Júnior é considerado por muitos dos fãs do desenho o dublador mais marcante do Pica-Pau, pois dublou os episódios mais antigos produzidos nos anos 1940, considerados os melhores.

Marco Antônio Costa - Fez a voz do Pica-Pau nos novos episódios de 1999 no estúdio Herbert Richers, ele conseguiu fazer uma voz fina bem parecida com a de Olney Cazarré. Em entrevista para o programa Hoje em Dia, da Rede Record, Marco disse que quando participou dos testes para a voz do Pica-Pau, ele fez uma imitação do Coelho Ricochete (personagem que também era dublado por Olney Cazarré na AIC), e sua imitação agradou aos distribuidores do desenho que o escolheram porque conseguia fazer uma voz parecida com a de Olney. Alguns fãs acham que a voz dele ficou diferente da voz do Pica-Pau original, mas isso tavez seja pelo fato de que o "Novo Pica-Pau" tem a mesma aparência, e o topete virado para trás que tinha o "Pica-Pau do fim dos anos 1940", que foi dublado apenas por Garcia Júnior, e que tinha a voz mais grossa. A voz que Marco Antônio faz para o Pica-Pau é baseada na voz fina que Olney Cazarré fazia nos anos 1960, quando o personagem já tinha o topete para frente, uma aparência mais infantil e o tamanho de um pássaro pequeno. Outro fato é que dificilmente encontrariam um dublador que conseguisse imitar a voz que Garcia Júnior fazia para o Pica-Pau, por se tratar de uma "voz de criança".
Peterson Adriano - No filme Uma Cilada para Roger Rabbit dublado pela Herbert Richers, o Pica-Pau faz uma aparição ao final do filme dublado pelo dublador Peterson Adriano.


Marco Antônio Costa

Boatos 
Existem vários boatos na internet de que o ator Walter Silva teria dublado o Pica-Pau na AIC. Na verdade, isso foi algum mal entendido divulgado em algum site que acabou se espalhando pela internet, pois quem dublou o Pica-Pau na AIC foi Olney Cazarré, que também era responsável pela voz do Coelho Ricochete também na AIC. Walter Silva nem era dublador, e sim um radialista que tinha o apelido de "Pica-Pau". Apresentava na Rádio Bandeirantes, o seu programa "Pick-Up do Pica-Pau", que se utilizava de uma gravação da trilha musical "The Woody Woodpecker Song" da abertura dos desenhos do Pica-Pau, antes e depois de cada música tocada na rádio. Isso fez com que todos o chamassem de "Pica-Pau", e Walter assumiu o apelido, passando também a usar nas costas de sua jaqueta vermelha um desenho do Pica-Pau. Fonte: Site oficial do ator


 
dubladores Olney Cazarré,Garcia Júnior,Marco Antônio Costa e Peterson Adriano.

Personagens
                              Principais 
Picolino (Chilly Willy) - Pinguim friorento, que sempre está tentando se aquecer, e atrapalhando a vida do cachorro Smedley.
Smedley (Smedly) - Cachorro perturbado por Picolino. Smedley também apareceu nos desenhos do Pica-Pau, em dois episódios chamados: "Vivendo num buraco" e "O Cuidador descuidado". Smedley nos últimos episódios passou a ser chamado de Elpídio. A sua voz estava mais grossa mas sempre esta com o seu bom humor. Mas o seu visual não mudou nada,ele está sempre com aquela manta verde & com aquele gorrinho branco.Smedley sempre briga com Picolino mas no final sempre fazem as pazes
Inspetor Willoughby (Inspector Willoughby) - Um homem baixinho de bigode que é um famoso detetive.que também apareceu em alguns episódios do pica-pau (Surrupiador de um bilhão) (Luta do gatoso) & (Aliança mirim)
Sr. Panda (Mr. Panda) - O pai de Andy Panda. Apareceu em alguns episódios do Andy Panda e também apareceu sozinho em um onde ele tenta colocar forro no telhado mas sempre é atrapalhado por um pelicano.
Andy Panda (Andy Panda) - Era o principal personagem de Walter Lantz, mas, depois do grande sucesso do episódio Pica-Pau ataca novamente, Pica-Pau ganhou seu lugar.
Miranda Panda (Miranda Panda) - É a namorada do Andy Panda.
Maggie e Sam (Maggie and Sam) - Um casal que sempre se mete em confusões.

Mãe e Pai (Maw and Paw) - Um casal de caipiras que mora numa fazenda com seus filhos, o cavalo Ferradura (que mais tarde passaria a se chamar Pé-de-Pano, e seria o companheiro do Pica-Pau em suas aventuras pelo oeste) e um porco chamado Cheiroso. Apareceram também no episódio "Briga pra ninguém botar defeito".
A Família Urso (The Beary Family) - Uma família de ursos, o pai Charlie Ursolão, a mãe Bessie Úrsula, o filho mais velho Júnior Ursolino, a filha mais nova Susi Ursolina, e o animal de estimação, um ganso chamado Goose.
Percy Delicado (Mr.Delicated Percy) - Um bondoso homem que vive aos berros com seu cachorro Cuddles.
Cuddles (Cuddles) - O Cachorro do Sr. Percy Delicado, vive enterrando tudo que vê, até mesmo a lua, o Sr. Percy sempre tenta se livrar dele mais ele sempre volta. apareceu no episódio da família urso chamado O Cãozinho do Patrão.
Windy e Breezy (Windy and Breezy) - São dois ursos, mas eles vivem no Parque Yellowstone, quando o guarda Woodlore vive aqui.
Homero (Homer Pigeon) - É um pombo que aparece uma pequena aparição onde vive na casa dele no episódio os trabalhadores da floresta.
Hickory, Dickory e Doc (Hickory, Dickory and Doc) - Dois ratos que eram geniais para enganar Doc.

 Secundários 
Azeitona (Lil' Eightball) - Um garoto negro, que apareceu somente em três episódios estrelados por ele mesmo. Apesar de ter aparecido em poucos episódios, Azeitona apareceu em várias histórias em quadrinhos de Walter lantz na revista "New Funnies" da editora Dell Comics junto com a turma do Pica-Pau.
Urso Fatso (Fatso the Bear) - Um urso marrom que apareceu em dois episódios estrelados por ele mesmo junto com o Inspetor Willoughby como guarda florestal. Uma grande curiosidade sobre o urso Fatso, é que a famosa cena em que ele aparece correndo desesperado de um lado para o outro, já havia sido usada por outro urso só que nos desenhos do Pato Donald, o urso se chamava Colimério "Humphrey Bear". Essa gag foi criada pelo diretor Jack Hannah e animada pelo animador Al Coe, pois os dois antes de trabalharem nos estúdios de Walter Lantz, haviam trabalhado nos estúdios de Walt Disney, principalmente nos desenhos do Pato Donald dos anos 1950. Foi Jack Hannah quem teve a ideia para as cenas da corrida, e da personalidade do urso, e Al Coe trabalhou na animação da cena onde o urso Colimério (da Disney) aparece correndo. Quando os dois saíram da Disney e foram trabalhar para Walter Lantz, os direitos foram comprados pelos estúdios da Universal, e essa ideia também foi usada para o urso Fatso. Jack Hannah também usou esta gag em alguns outros desenhos que ele dirigiu, um exemplo disso é um episódio do Pica-Pau chamado: O Mestre Cuca "Woody's Kook-Out" onde o próprio Pica-Pau e o Zé Jacaré aparecem correndo igual ao urso, episódio que também teve parte da animação feita por Al Coe.
Benedito o Charlatão (Yeggs Benedict) - É um ladrão de jóias. Gosta muito de atrapalhar a vida do Inspetor Willoughby. Sua aparição é apenas em um curta exclusivo do inspetor: "O Caso do Rubi Roubado".

 Indicações ao Oscar 

Ao longo de sua carreira, o Pica-Pau recebeu 3 indicações ao Oscar, sendo 2 na categoria de Melhor Curta Animado e 1 na categoria de Melhor Canção Original. O desenho animado Apólice Cobertor ("Wet Blanket Policy") é marcado por ser o único curta-metragem de animação que foi indicado ao Oscar de Melhor Canção Original durante toda a história do cinema.

Em 1979, Walter Lantz ganhou um Oscar Honorário, "por levar alegria e risos à todas as partes do mundo através da seus desenhos animados".
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:48

A HISTORIA DO PICA PAU final

Sábado, 31.08.13

A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 03
Dubladores nos EUA 
Jason Marsden (2011-2008)
Dee Bradley Baker (2010-2005)
Frank Welker (2004-2007)
Tara Strong (2010)
Grey DeLisle (2009-2010)


Luís Manuel dublador

 Dubladores no Brasil 
Luís Manuel - Pouco se sabe sobre esse primeiro dublador. O que consta é que ele fez a primeira voz do personagem no Brasil no extinto estúdio Som de Guanabara. Foi no começo dos anos 1960, e ele dublou vários episódios mais antigos do Pica-Pau dos anos 40, que acabaram sendo redublados por Garcia Júnior nos anos 70. Tem um trecho do episódio O Afanador de Gasolina na internet com essa dublagem.
Imagem
Olney Cazarré -
 Foi o segundo, mas para muitos é consideirado o primeiro dublador do Pica-Pau no Brasil, já que não tem quase nada da primeira dublagem da Som de Guanabara, ele o dublou nos anos 1960 na época em que o estúdio BKS ainda se chamava AIC. Depois na época em que a AIC mudou seu nome para BKS, Olney Cazarré teve de descansar das dublagens do Pica-Pau por que ele havia ido para o Rio de Janeiro trabalhar no teatro e na televisão (de acordo com o que foi dito por Garcia Júnior em uma entrevista para o "Nerdcast" em 2007), por isso, ele foi substituído pelo próprio Garcia Júnior na dublagem da fase do "Pica-Pau Biruta" (os episódios não foram dublados em ordem cronológica) e só voltou a dublar o Pica-Pau no lugar de Garcia Júnior quando ele não pode mais dubla-lo nos anos 1980. Em suas primeiras dublagens nos anos 1960, Olney fazia uma voz mais fina para o Pica-Pau, que combinava mais com os episódios em que o Pica-Pau tinha o tamanho de um pássaro pequeno, já nos episódios que ele dublou nos anos 1980, estava com a voz mais envelhecida, e chegava a ficar rouco algumas vezes. Um exemplo de episódios dublados por ele são: "Vamos as Cataratas?", "Pica-Pau Ama Seca" e "A vassoura da Bruxa" dublados na AIC e "Adeus às Aulas", "Por amor a uma Pizza", e "Chilli com Carne", dublados na BKS.

Garcia Júnior -garcianeto Biografia: Garcia Junior – O herói das vozes.
Garcia Neto 
 
 Foi o segundo a fazer a voz do Pica-Pau no Brasil (quando a AIC mudou de nome para BKS). Ele começou a dublar o Pica-Pau no final dos anos 1970 quando ainda era um garoto de 10 anos, mas depois quando cresceu sua voz ficou grossa demais para o personagem, e foi substituído por Olney Cazarré, que já havia feito a voz do Pica-Pau antes dele. Garcia contou que o Pica-Pau foi o primeiro personagem que ele dublou, ele disse em uma entrevista para o site "Jovem Nerd" que quando Olney Cazarré foi trabalhar no Rio de Janeiro, ele teve de deixar as dublagens do desenho (que era feita em São Paulo). Então Garcia fez um teste apenas de brincadeira para a voz do Pica-Pau, a pedido dos seus pais Garcia Neto (que também era o diretor de dublagem, e o locutor e narrador de episódios como "A Hora do Banho") e Dolores Machado (que dublou a Meany Ranheta em "Que Lindinho! o Cachorrinho" e "A Observadora de Pássaros"). Porém, os produtores da Universal acabaram escolhendo mesmo a voz dele, a princípio pensando se tratar da voz de uma mulher, só depois descobriram que era a voz do menino que era filho do diretor das dublagens. Garcia Júnior fazia uma voz um pouco mais forte que a de Olney Cazarré. Um exemplo de episódios dublados por Garcia são: "Quem cozinha quem", "Pica-Pau biruta", "Nascido para picar" "Vamos nanar Jacaré?" e "Esperto contra sabido" (esse último era um entre os quais o Pica-Pau já estava com a voz mais grossa). Garcia Júnior é considerado por muitos dos fãs do desenho o dublador mais marcante do Pica-Pau, pois dublou os episódios mais antigos produzidos nos anos 1940, considerados os melhores.

Marco Antônio Costa - Fez a voz do Pica-Pau nos novos episódios de 1999 no estúdio Herbert Richers, ele conseguiu fazer uma voz fina bem parecida com a de Olney Cazarré. Em entrevista para o programa Hoje em Dia, da Rede Record, Marco disse que quando participou dos testes para a voz do Pica-Pau, ele fez uma imitação do Coelho Ricochete (personagem que também era dublado por Olney Cazarré na AIC), e sua imitação agradou aos distribuidores do desenho que o escolheram porque conseguia fazer uma voz parecida com a de Olney. Alguns fãs acham que a voz dele ficou diferente da voz do Pica-Pau original, mas isso tavez seja pelo fato de que o "Novo Pica-Pau" tem a mesma aparência, e o topete virado para trás que tinha o "Pica-Pau do fim dos anos 1940", que foi dublado apenas por Garcia Júnior, e que tinha a voz mais grossa. A voz que Marco Antônio faz para o Pica-Pau é baseada na voz fina que Olney Cazarré fazia nos anos 1960, quando o personagem já tinha o topete para frente, uma aparência mais infantil e o tamanho de um pássaro pequeno. Outro fato é que dificilmente encontrariam um dublador que conseguisse imitar a voz que Garcia Júnior fazia para o Pica-Pau, por se tratar de uma "voz de criança".
Peterson Adriano - No filme Uma Cilada para Roger Rabbit dublado pela Herbert Richers, o Pica-Pau faz uma aparição ao final do filme dublado pelo dublador Peterson Adriano.


Marco Antônio Costa

Boatos 
Existem vários boatos na internet de que o ator Walter Silva teria dublado o Pica-Pau na AIC. Na verdade, isso foi algum mal entendido divulgado em algum site que acabou se espalhando pela internet, pois quem dublou o Pica-Pau na AIC foi Olney Cazarré, que também era responsável pela voz do Coelho Ricochete também na AIC. Walter Silva nem era dublador, e sim um radialista que tinha o apelido de "Pica-Pau". Apresentava na Rádio Bandeirantes, o seu programa "Pick-Up do Pica-Pau", que se utilizava de uma gravação da trilha musical "The Woody Woodpecker Song" da abertura dos desenhos do Pica-Pau, antes e depois de cada música tocada na rádio. Isso fez com que todos o chamassem de "Pica-Pau", e Walter assumiu o apelido, passando também a usar nas costas de sua jaqueta vermelha um desenho do Pica-Pau. Fonte: Site oficial do ator


 
dubladores Olney Cazarré,Garcia Júnior,Marco Antônio Costa e Peterson Adriano.

Personagens
                              Principais 
Picolino (Chilly Willy) - Pinguim friorento, que sempre está tentando se aquecer, e atrapalhando a vida do cachorro Smedley.
Smedley (Smedly) - Cachorro perturbado por Picolino. Smedley também apareceu nos desenhos do Pica-Pau, em dois episódios chamados: "Vivendo num buraco" e "O Cuidador descuidado". Smedley nos últimos episódios passou a ser chamado de Elpídio. A sua voz estava mais grossa mas sempre esta com o seu bom humor. Mas o seu visual não mudou nada,ele está sempre com aquela manta verde & com aquele gorrinho branco.Smedley sempre briga com Picolino mas no final sempre fazem as pazes
Inspetor Willoughby (Inspector Willoughby) - Um homem baixinho de bigode que é um famoso detetive.que também apareceu em alguns episódios do pica-pau (Surrupiador de um bilhão) (Luta do gatoso) & (Aliança mirim)
Sr. Panda (Mr. Panda) - O pai de Andy Panda. Apareceu em alguns episódios do Andy Panda e também apareceu sozinho em um onde ele tenta colocar forro no telhado mas sempre é atrapalhado por um pelicano.
Andy Panda (Andy Panda) - Era o principal personagem de Walter Lantz, mas, depois do grande sucesso do episódio Pica-Pau ataca novamente, Pica-Pau ganhou seu lugar.
Miranda Panda (Miranda Panda) - É a namorada do Andy Panda.
Maggie e Sam (Maggie and Sam) - Um casal que sempre se mete em confusões.

Mãe e Pai (Maw and Paw) - Um casal de caipiras que mora numa fazenda com seus filhos, o cavalo Ferradura (que mais tarde passaria a se chamar Pé-de-Pano, e seria o companheiro do Pica-Pau em suas aventuras pelo oeste) e um porco chamado Cheiroso. Apareceram também no episódio "Briga pra ninguém botar defeito".
A Família Urso (The Beary Family) - Uma família de ursos, o pai Charlie Ursolão, a mãe Bessie Úrsula, o filho mais velho Júnior Ursolino, a filha mais nova Susi Ursolina, e o animal de estimação, um ganso chamado Goose.
Percy Delicado (Mr.Delicated Percy) - Um bondoso homem que vive aos berros com seu cachorro Cuddles.
Cuddles (Cuddles) - O Cachorro do Sr. Percy Delicado, vive enterrando tudo que vê, até mesmo a lua, o Sr. Percy sempre tenta se livrar dele mais ele sempre volta. apareceu no episódio da família urso chamado O Cãozinho do Patrão.
Windy e Breezy (Windy and Breezy) - São dois ursos, mas eles vivem no Parque Yellowstone, quando o guarda Woodlore vive aqui.
Homero (Homer Pigeon) - É um pombo que aparece uma pequena aparição onde vive na casa dele no episódio os trabalhadores da floresta.
Hickory, Dickory e Doc (Hickory, Dickory and Doc) - Dois ratos que eram geniais para enganar Doc.

 Secundários 
Azeitona (Lil' Eightball) - Um garoto negro, que apareceu somente em três episódios estrelados por ele mesmo. Apesar de ter aparecido em poucos episódios, Azeitona apareceu em várias histórias em quadrinhos de Walter lantz na revista "New Funnies" da editora Dell Comics junto com a turma do Pica-Pau.
Urso Fatso (Fatso the Bear) - Um urso marrom que apareceu em dois episódios estrelados por ele mesmo junto com o Inspetor Willoughby como guarda florestal. Uma grande curiosidade sobre o urso Fatso, é que a famosa cena em que ele aparece correndo desesperado de um lado para o outro, já havia sido usada por outro urso só que nos desenhos do Pato Donald, o urso se chamava Colimério "Humphrey Bear". Essa gag foi criada pelo diretor Jack Hannah e animada pelo animador Al Coe, pois os dois antes de trabalharem nos estúdios de Walter Lantz, haviam trabalhado nos estúdios de Walt Disney, principalmente nos desenhos do Pato Donald dos anos 1950. Foi Jack Hannah quem teve a ideia para as cenas da corrida, e da personalidade do urso, e Al Coe trabalhou na animação da cena onde o urso Colimério (da Disney) aparece correndo. Quando os dois saíram da Disney e foram trabalhar para Walter Lantz, os direitos foram comprados pelos estúdios da Universal, e essa ideia também foi usada para o urso Fatso. Jack Hannah também usou esta gag em alguns outros desenhos que ele dirigiu, um exemplo disso é um episódio do Pica-Pau chamado: O Mestre Cuca "Woody's Kook-Out" onde o próprio Pica-Pau e o Zé Jacaré aparecem correndo igual ao urso, episódio que também teve parte da animação feita por Al Coe.
Benedito o Charlatão (Yeggs Benedict) - É um ladrão de jóias. Gosta muito de atrapalhar a vida do Inspetor Willoughby. Sua aparição é apenas em um curta exclusivo do inspetor: "O Caso do Rubi Roubado".

 Indicações ao Oscar 

Ao longo de sua carreira, o Pica-Pau recebeu 3 indicações ao Oscar, sendo 2 na categoria de Melhor Curta Animado e 1 na categoria de Melhor Canção Original. O desenho animado Apólice Cobertor ("Wet Blanket Policy") é marcado por ser o único curta-metragem de animação que foi indicado ao Oscar de Melhor Canção Original durante toda a história do cinema.

Em 1979, Walter Lantz ganhou um Oscar Honorário, "por levar alegria e risos à todas as partes do mundo através da seus desenhos animados".
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:48

A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 02,O Pica-Pau na Era da Televisão

Sábado, 31.08.13


                    A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 02           

    O Pica-Pau na Era da Televisão
Como Lantz estava lutando financeiramente, a longevidade do Pica-Pau foi assegurada quando seus desenhos passaram a ser exibidos na televisão, no programa The Woody Woodpecker Show (no Brasil ganhou o título O Pica-Pau e seus Amigos, também conhecido como A Turma do Pica-Pau, O Show do Pica-Pau ou simplesmente O Pica-Pau), transmitido pela ABC. O programa semanal de meia-hora consistia em uma compilação de 3 curta-metragens cinematográficos do Pica-Pau, seguidos por um breve comentário de Walter Lantz, o apresentador do programa, cujas filmagens em live-action interagiam com novas sequências animadas do Pica-Pau, como se uma pessoa e um desenho animado estivessem apresentando o programa juntos. O programa foi exibido originalmente de 1957 à 1958 e, em seguida, entrou em sindicação até 1966, ganhando uma nova temporada em 1970 para ser exibido na NBC.

A NBC obrigou Lantz a editar grande parte dos desenhos animados mais antigos, fazendo-o cortar as cenas que continham violência, o que Lantz fez relutantemente. Adicionalmente, o próprio Pica-Pau também teve que sofrer mudanças no seu comportamento, ganhando uma personalidade mais tranqüila e menos agressiva. O primeiro desenho notável que mostrou o Pica-Pau assim foi Não Puxem Minhas Penas ("Franken-Stymied"), de 1961. A popularidade do Pica-Pau havia sido baseada em suas atitudes loucas e maníacas, e por volta de 1961, estas características foram eliminadas em favor de um personagem mais sério. Isso aconteceu devido à grande presença do personagem na televisão, o que levou Lantz à cumprir as rigorosas normas de censura da violência na televisão para as crianças.O Pica-Pau continuou a estrelar novos curtas de animação nos cinemas até 1972, quando Lantz fechou definitivamente o seu estúdio, devido ao aumento dos custos de produção. Seus desenhos retornaram à sindicação no final dos anos 1970. Em 1985, Lantz vendeu sua biblioteca de desenhos animados para a MCA/Universal. A Universal recompilou os desenhos para um outro The Woody Woodpecker Show em 1988. Naquele mesmo ano, o Pica-Pau fez uma pequena aparição em Who Framed Roger Rabbit, em uma cena perto do fim do filme. Neste filme, o personagem foi dublado por Cherry Davis.2 Em 1995, o personagem apareceu em um comercial da Pepsi junto com Shaquille O'Neal, estrela da NBA.

Desde então, o Pica-Pau só voltou a reaparecer em 1999, na série de animação The New Woody Woodpecker Show, produzida pela Universal Animation Studios, que foi exibida originalmente na Fox Kids nas manhãs de sábado de 1999 à 2003. A série apresenta os primeiros desenhos animados do Pica-Pau a serem produzidos em mais de 20 anos, e retornaram o design do persongem para o antigo visual de 1947, e também alguns personagens tiveram o seu visual alterado e ficaram irreconhecíveis, como é o caso da Meany Ranheta, que teve a cor do cabelo mudada de preto para marrom e o formato do nariz um pouco alterado, e o Dooley, que aparece sem barba e com uma aparência mais jovem. Além disso, foram criados novos personagens como o gavião Tweaky, o Doutor Lelé, a Mãe Natureza e o texugo que sempre diz: "Oi, meu chapa!". Nesta nova série, o Pica-Pau foi dublado nos Estados Unidos por Billy West. Atualmente, o programa The Woody Woodpecker Show original é ainda reprisado com freqüência na televisão, e Pica-Pau e Paulina aparecem como mascotes nos parques temáticos da Universal Studios.

 O Pica-Pau no Brasil 
O Pica-Pau foi o primeiro desenho animado a ser exibido na TV brasileira, na extinta TV Tupi, um dia após a sua inauguração, em 19 de setembro de 1950.3 4 Nessa época, os desenhos eram exibidos com a dublagem original (inglês), pois a dublagem em português só surgiria em 1957.A primeira emissora de televisão a transmitir os curta-metragens do Pica-Pau com dublagem em português foi a TV Record, na década de 1960. Depois de algum tempo, a série saiu do ar. Em 1981 , o SBT tomou posse do desenho até 2002, quando em 2003 a Rede Globo começou a transmitir o desenho com os episódios remasterizados, dentro do programa infantil TV Globinho, onde o desenho dissipou em 2004 e teve esporádicas exibições em 2005, até que a Rede Globo deixou de exibi-lo definitivamente.Em 2006, a Rede Record exibiu um especial com episódios de O Novo Show do Pica-Pau respectivamente às 17h, no feriado do dia 15 de novembro de 2006. Então a partir desse dia, os novos episódios ganharam espaço na programação de segunda a sexta às 18h, na mesma forma de sequência de desenhos: Pica-Pau, Picolino e outros, e outro desenho do Pica-pau, durando até março de 2007, quando a Record começa a exibir os episódios da série clássica antiga do desenho às 13h, sendo o primeiros cartoons "Quem Cozinha Quem" e "Hora do Banho". Entre março e abril, foram apenas exibidos os episódios da década de 1940, quando foi reprisado novamente. No dia 28 de abril de 2007, foram exibidos pela primeira vez os episódios antigos da Turma do Pica-Pau. A partir de 2009, a emissora começou a cortar os títulos dos episódios e, em 2010, parou de exibir os episódios de A Turma do Pica-Pau e O Novo Pica-Pau ,deixando apenas episódios do pica pau antigo . Em janeiro de 2012, O Novo Pica-Pau volta a ser exibido nos domingos, das 09h às 11h, seguido por Pica-Pau antigo . Esta exibiçao continua atualmente.


Problemas com a animação

Alguns dos primeiros curtas produzidos por Walter Lantz e Alex Lovy, no início dos anos 40, apresentavam muitas vezes uma animação fora de padrão ou modelo, algo que pode ser chamado de "Animation bump" 5 . (que em uma tradução livre para português significa "colisão de animação"), sendo assim, cada animador tinha o seu próprio traço para os personagens, que mudavam um pouco de uma cena para outra. Muitos historiadores consideram que a animação melhorou enormemente quando Shamus Culhane entrou no estúdio, mas ainda assim se mostrava meio "descuidada".A animação, finalmente, levantou a sua qualidade quando Dick Lundy assumiu como diretor, mas depois começou a decair novamente após o desligamento temporário do estúdio em 1949. Alguns consideram que a qualidade ficou muito boa quando Don Patterson substituiu Lundy, mas ficou cada vez pior quando Patterson saiu e foi substituído por Paul J. Smith e Alex Lovy (quando este retornou ao estúdio).

Surpreendentemente a animação de alguns desenhos decaiu cada vez mais perto do fim da vida do estúdio de Lantz, durante os anos 60 até o início dos 70. Nessa época foram usados animadores com traços completamente diferentes uns dos outros, em um mesmo episódio, como por exemplo nos curtas: O Doce Lar Quase Destruido ("Home Sweet Homewrecker"), e O Fotógrafo Chato ("The Shutter Bug"), que foram animados por Ray Abrams, Al Coe, Art Davis e Lester Kline. Estes animadores vieram de estúdios diferentes, por exemplo: Ray Abrams fazia a animação dos desenhos do Droopy para a MGM, e passou a trabalhar para Lantz desde os anos 50. Al Coe foi um animador da Disney, que trabalhava nos desenhos do Pato Donald e Tico e Teco nos anos 50, e se mudou para o estúdio de Lantz nos anos 60.


 Art Davis animava anteriormente os desenhos da turma do Pernalonga da Warner Bros. Lester Kline trabalhou somente para Lantz, algumas vezes nos anos 30 e 40, e retornou somente em 1956 a partir do episódio Festival de Cucos ("Calling All Cuckoos"). Sua animação era bem pobre em comparação a outros animadores renomados.Ainda durante a década de 60, houve alguns curtas dirigidos por Sid Marcus, como: Chá Chado pra Dois ("Tepee for Two"), Esperto contra Sabido ("Dumb Like a Fox"), Os Parentes ("Skinfolks"), e Que Lindinho, o Cachorrinho ("Get Lost! Little Doggy"), que traziam Art Davis e Ray Abrams trabalhando juntos na animação, ainda que com traços um pouco diferentes. Ray Abrams fazia o Pica-Pau mais magro, e sempre com um espaço de cor azul do lado da barriga branca, com um traço parecido com o que era utilizado nos anos 50 (criado pela animadora Laverne Harding), enquanto Art Davis fazia um Pica-Pau mais "gordinho" e de topete mais cheio. Posteriormente, Abrams e Davis conseguiram "sincronizar" melhor seus traços em episódios como: Os Três Pica-Paus ("Three Little Woodpeckers") e A Observadora de Pássaros ("Birds of a Feather"). Contudo, em episódios dirigidos por Paul J. Smith, como: Auto Estrada Fracassada ("Freeway Fracas"), Pica-Pau e o Pé de Feijão ("Woody and the Beanstalk"), e A Fonte da Juventude ("Flim Flam Fountain"), ainda haviam problemas com os traços diferentes de Al Coe e Lester Kline (ou "Les Kline" como era creditado no início dos desenhos). O principal problema nessa época foi o fato de que nas cenas animadas por Al Coe, os desenhos eram bem mais detalhados e com movimentos mais "elegantes", enquanto nas cenas de Lester Kline, os desenhos eram bem mais pobres e com traços e movimentos mais simples.


Esses problemas com o traço dos personagens só começaram a ser corrigidos novamente no início dos anos 70, quando o diretor Paul J. Smith recrutou vários animadores da Disney que trabalhavam com Al Coe nos desenhos do Pato Donald dos anos 50, eram eles: Volus Jones, Tom Byrne, e Joe Voght, conseguindo assim manter o mesmo traço e estilo de Coe. Mas segundo alguns historiadores de animação, essa mudança foi realizada um pouco tarde demais, pois só foi feita em 1972, no mesmo ano em que o estúdio de Walter Lantz viria a fechar suas portas.O time de animadores recrutado por Paul J. Smith, vindos dos estúdios de Walt Disney, chegaram a animar juntos somente 8 curtas do Pica-Pau, que foram: "História pra Índio" (Indian Corn), "Nem Tudo que Reluz é Ouro" (Gold Diggin' Woodpecker) Nunca Aposte num Poste Furado ("Pecking Holes in Poles"), Chili com Carne ("Chili Con Corny"), Um Cão Falante ("Show Biz Beagle"), Por Amor à uma Pizza ("For the Love of Pizza") Gênio Engenhoso ("The Genie With the Light Touch"), e "Adeus às Aulas" (Bye, Bye, Blackboard).

Ficheiro:Woodpecker 20040529 151837 1c.jpeg


Pileated Woodpecker.
Ficheiro:Melanerpes erythrocephalus FWS.jpg
Red-headed Woodpecker.


                                                     Espécie

Em nenhum desenho animado nunca foi dita de que espécie exatamente é o personagem Pica-Pau (embora no episódio Esperto Contra Sabido "Dumb Like a Fox" seja dito que o seu nome científico é "Campephilus principalis"). O topete vermelho dele faz parecer que ele é um Pileated Woodpecker (uma espécie de pica-pau muito comum nos Estados Unidos), porém o design e as cores do corpo dele nos anos de 1944 até 1946, cabeça e pescoço vermelho, corpo azul escuro e peito branco, lembram mais um Red-headed woodpecker (outra espécie comum nos EUA, que tem a cabeça vermelha mas não tem topete). O personagem parece ser uma mistura destas duas espécies, com o corpo de um Red-headed e topete de Pileated.

Ficheiro:Mel Blanc (1976).jpg
Mel Blanc, o criador da risada do Pica-Pau. e dublador de  1940 a 1941

 A Voz do Pica-Pau

                                                      A risada

Uma característica inconfundível no Pica-Pau, é que no começo e no final de seus desenhos, ele sempre emite a sua famosa e estridente risada. Essa risada foi criada pelo dublador americano Mel Blanc antes mesmo da existência do Pica-Pau. Antes do Pica-Pau, Mel Blanc já tinha usado a risada para o coelho Happy Rabbit da Warner Bros (que mais tarde evoluiu para o Pernalonga "Bugs Bunny"), a risada foi usada pelo coelho em apenas quatro episódios. Sendo que o último episódio em que foi usada se chamava: "Elmer's Candid Camera", episódio que chegou a vir para o Brasil, e recebeu o título de: "A Câmera de Hortelino". No Brasil esse episódio foi primeiramente dublado em 1996 para a TV com o dublador Mário Monjardim fazendo a voz do coelho, e depois redublado em 2004 para o DVD, dessa vez com o dublador Alexandre Moreno, mas nas duas dublagens a risada que o coelho dá no fim do episódio (logo depois de chutar o Hortelino para dentro de uma lagoa) foi dublada em português como se o Pernalonga estivesse apenas rindo normalmente.Depois de Happy Rabbit, Mel Blanc usou a risada para o Pica-Pau em seu primeiro desenho animado: "Knock Knock", risada que acabou combinando perfeitamente com o personagem e se tornou a marca registrada do pássaro. O próprio Blanc dublou os três primeiros desenhos do Pica-Pau até o episódio "'Pantry Panic" em 1941, mas depois disso Blanc assinou um contrato de exclusividade com a Warner Bros, que só permitia que ele fizesse as vozes dos personagens da Warner, e ele não pode continuar a fazer a voz do Pica-Pau, e foi substituído pelo dublador Ben Hardaway e também pela própria esposa de Walter Lantz, Grace Stafford, porém a risada que Blanc havia gravado foi usada até o final dos anos 1940 e em 1951 os outros dubladores tiveram que adaptar a risada com suas próprias vozes, por isso ela foi mudando um pouco durante os anos.

Um fato a ser observado, é que tanto Mel Blanc quanto os outros dubladores, gravavam a risada e a voz do Pica-Pau com suas vozes normais, e só depois é que a gravação era acelerada para dar um tom mais "esganiçado" ao Pica-Pau.No filme Looney Tunes: Back in Action há uma cena cortada que faz referência ao fato de que a risada criada por Mel Blanc ja havia sido usada no Pernalonga, a cena mostra o Pernalonga sendo atingido pelo raio do diamante "Macaco Azul" e se transformando de novo em sua "forma primitiva" (que é o Happy Rabbit) e dando por duas vezes a famosa risada porém com a voz bem grossa, a cena acabou não entrando para o filme, apenas nos extras do DVD.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:46

A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 02,O Pica-Pau na Era da Televisão

Sábado, 31.08.13


                    A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 02           

    O Pica-Pau na Era da Televisão
Como Lantz estava lutando financeiramente, a longevidade do Pica-Pau foi assegurada quando seus desenhos passaram a ser exibidos na televisão, no programa The Woody Woodpecker Show (no Brasil ganhou o título O Pica-Pau e seus Amigos, também conhecido como A Turma do Pica-Pau, O Show do Pica-Pau ou simplesmente O Pica-Pau), transmitido pela ABC. O programa semanal de meia-hora consistia em uma compilação de 3 curta-metragens cinematográficos do Pica-Pau, seguidos por um breve comentário de Walter Lantz, o apresentador do programa, cujas filmagens em live-action interagiam com novas sequências animadas do Pica-Pau, como se uma pessoa e um desenho animado estivessem apresentando o programa juntos. O programa foi exibido originalmente de 1957 à 1958 e, em seguida, entrou em sindicação até 1966, ganhando uma nova temporada em 1970 para ser exibido na NBC.

A NBC obrigou Lantz a editar grande parte dos desenhos animados mais antigos, fazendo-o cortar as cenas que continham violência, o que Lantz fez relutantemente. Adicionalmente, o próprio Pica-Pau também teve que sofrer mudanças no seu comportamento, ganhando uma personalidade mais tranqüila e menos agressiva. O primeiro desenho notável que mostrou o Pica-Pau assim foi Não Puxem Minhas Penas ("Franken-Stymied"), de 1961. A popularidade do Pica-Pau havia sido baseada em suas atitudes loucas e maníacas, e por volta de 1961, estas características foram eliminadas em favor de um personagem mais sério. Isso aconteceu devido à grande presença do personagem na televisão, o que levou Lantz à cumprir as rigorosas normas de censura da violência na televisão para as crianças.O Pica-Pau continuou a estrelar novos curtas de animação nos cinemas até 1972, quando Lantz fechou definitivamente o seu estúdio, devido ao aumento dos custos de produção. Seus desenhos retornaram à sindicação no final dos anos 1970. Em 1985, Lantz vendeu sua biblioteca de desenhos animados para a MCA/Universal. A Universal recompilou os desenhos para um outro The Woody Woodpecker Show em 1988. Naquele mesmo ano, o Pica-Pau fez uma pequena aparição em Who Framed Roger Rabbit, em uma cena perto do fim do filme. Neste filme, o personagem foi dublado por Cherry Davis.2 Em 1995, o personagem apareceu em um comercial da Pepsi junto com Shaquille O'Neal, estrela da NBA.

Desde então, o Pica-Pau só voltou a reaparecer em 1999, na série de animação The New Woody Woodpecker Show, produzida pela Universal Animation Studios, que foi exibida originalmente na Fox Kids nas manhãs de sábado de 1999 à 2003. A série apresenta os primeiros desenhos animados do Pica-Pau a serem produzidos em mais de 20 anos, e retornaram o design do persongem para o antigo visual de 1947, e também alguns personagens tiveram o seu visual alterado e ficaram irreconhecíveis, como é o caso da Meany Ranheta, que teve a cor do cabelo mudada de preto para marrom e o formato do nariz um pouco alterado, e o Dooley, que aparece sem barba e com uma aparência mais jovem. Além disso, foram criados novos personagens como o gavião Tweaky, o Doutor Lelé, a Mãe Natureza e o texugo que sempre diz: "Oi, meu chapa!". Nesta nova série, o Pica-Pau foi dublado nos Estados Unidos por Billy West. Atualmente, o programa The Woody Woodpecker Show original é ainda reprisado com freqüência na televisão, e Pica-Pau e Paulina aparecem como mascotes nos parques temáticos da Universal Studios.

 O Pica-Pau no Brasil 
O Pica-Pau foi o primeiro desenho animado a ser exibido na TV brasileira, na extinta TV Tupi, um dia após a sua inauguração, em 19 de setembro de 1950.3 4 Nessa época, os desenhos eram exibidos com a dublagem original (inglês), pois a dublagem em português só surgiria em 1957.A primeira emissora de televisão a transmitir os curta-metragens do Pica-Pau com dublagem em português foi a TV Record, na década de 1960. Depois de algum tempo, a série saiu do ar. Em 1981 , o SBT tomou posse do desenho até 2002, quando em 2003 a Rede Globo começou a transmitir o desenho com os episódios remasterizados, dentro do programa infantil TV Globinho, onde o desenho dissipou em 2004 e teve esporádicas exibições em 2005, até que a Rede Globo deixou de exibi-lo definitivamente.Em 2006, a Rede Record exibiu um especial com episódios de O Novo Show do Pica-Pau respectivamente às 17h, no feriado do dia 15 de novembro de 2006. Então a partir desse dia, os novos episódios ganharam espaço na programação de segunda a sexta às 18h, na mesma forma de sequência de desenhos: Pica-Pau, Picolino e outros, e outro desenho do Pica-pau, durando até março de 2007, quando a Record começa a exibir os episódios da série clássica antiga do desenho às 13h, sendo o primeiros cartoons "Quem Cozinha Quem" e "Hora do Banho". Entre março e abril, foram apenas exibidos os episódios da década de 1940, quando foi reprisado novamente. No dia 28 de abril de 2007, foram exibidos pela primeira vez os episódios antigos da Turma do Pica-Pau. A partir de 2009, a emissora começou a cortar os títulos dos episódios e, em 2010, parou de exibir os episódios de A Turma do Pica-Pau e O Novo Pica-Pau ,deixando apenas episódios do pica pau antigo . Em janeiro de 2012, O Novo Pica-Pau volta a ser exibido nos domingos, das 09h às 11h, seguido por Pica-Pau antigo . Esta exibiçao continua atualmente.


Problemas com a animação

Alguns dos primeiros curtas produzidos por Walter Lantz e Alex Lovy, no início dos anos 40, apresentavam muitas vezes uma animação fora de padrão ou modelo, algo que pode ser chamado de "Animation bump" 5 . (que em uma tradução livre para português significa "colisão de animação"), sendo assim, cada animador tinha o seu próprio traço para os personagens, que mudavam um pouco de uma cena para outra. Muitos historiadores consideram que a animação melhorou enormemente quando Shamus Culhane entrou no estúdio, mas ainda assim se mostrava meio "descuidada".A animação, finalmente, levantou a sua qualidade quando Dick Lundy assumiu como diretor, mas depois começou a decair novamente após o desligamento temporário do estúdio em 1949. Alguns consideram que a qualidade ficou muito boa quando Don Patterson substituiu Lundy, mas ficou cada vez pior quando Patterson saiu e foi substituído por Paul J. Smith e Alex Lovy (quando este retornou ao estúdio).

Surpreendentemente a animação de alguns desenhos decaiu cada vez mais perto do fim da vida do estúdio de Lantz, durante os anos 60 até o início dos 70. Nessa época foram usados animadores com traços completamente diferentes uns dos outros, em um mesmo episódio, como por exemplo nos curtas: O Doce Lar Quase Destruido ("Home Sweet Homewrecker"), e O Fotógrafo Chato ("The Shutter Bug"), que foram animados por Ray Abrams, Al Coe, Art Davis e Lester Kline. Estes animadores vieram de estúdios diferentes, por exemplo: Ray Abrams fazia a animação dos desenhos do Droopy para a MGM, e passou a trabalhar para Lantz desde os anos 50. Al Coe foi um animador da Disney, que trabalhava nos desenhos do Pato Donald e Tico e Teco nos anos 50, e se mudou para o estúdio de Lantz nos anos 60.


 Art Davis animava anteriormente os desenhos da turma do Pernalonga da Warner Bros. Lester Kline trabalhou somente para Lantz, algumas vezes nos anos 30 e 40, e retornou somente em 1956 a partir do episódio Festival de Cucos ("Calling All Cuckoos"). Sua animação era bem pobre em comparação a outros animadores renomados.Ainda durante a década de 60, houve alguns curtas dirigidos por Sid Marcus, como: Chá Chado pra Dois ("Tepee for Two"), Esperto contra Sabido ("Dumb Like a Fox"), Os Parentes ("Skinfolks"), e Que Lindinho, o Cachorrinho ("Get Lost! Little Doggy"), que traziam Art Davis e Ray Abrams trabalhando juntos na animação, ainda que com traços um pouco diferentes. Ray Abrams fazia o Pica-Pau mais magro, e sempre com um espaço de cor azul do lado da barriga branca, com um traço parecido com o que era utilizado nos anos 50 (criado pela animadora Laverne Harding), enquanto Art Davis fazia um Pica-Pau mais "gordinho" e de topete mais cheio. Posteriormente, Abrams e Davis conseguiram "sincronizar" melhor seus traços em episódios como: Os Três Pica-Paus ("Three Little Woodpeckers") e A Observadora de Pássaros ("Birds of a Feather"). Contudo, em episódios dirigidos por Paul J. Smith, como: Auto Estrada Fracassada ("Freeway Fracas"), Pica-Pau e o Pé de Feijão ("Woody and the Beanstalk"), e A Fonte da Juventude ("Flim Flam Fountain"), ainda haviam problemas com os traços diferentes de Al Coe e Lester Kline (ou "Les Kline" como era creditado no início dos desenhos). O principal problema nessa época foi o fato de que nas cenas animadas por Al Coe, os desenhos eram bem mais detalhados e com movimentos mais "elegantes", enquanto nas cenas de Lester Kline, os desenhos eram bem mais pobres e com traços e movimentos mais simples.


Esses problemas com o traço dos personagens só começaram a ser corrigidos novamente no início dos anos 70, quando o diretor Paul J. Smith recrutou vários animadores da Disney que trabalhavam com Al Coe nos desenhos do Pato Donald dos anos 50, eram eles: Volus Jones, Tom Byrne, e Joe Voght, conseguindo assim manter o mesmo traço e estilo de Coe. Mas segundo alguns historiadores de animação, essa mudança foi realizada um pouco tarde demais, pois só foi feita em 1972, no mesmo ano em que o estúdio de Walter Lantz viria a fechar suas portas.O time de animadores recrutado por Paul J. Smith, vindos dos estúdios de Walt Disney, chegaram a animar juntos somente 8 curtas do Pica-Pau, que foram: "História pra Índio" (Indian Corn), "Nem Tudo que Reluz é Ouro" (Gold Diggin' Woodpecker) Nunca Aposte num Poste Furado ("Pecking Holes in Poles"), Chili com Carne ("Chili Con Corny"), Um Cão Falante ("Show Biz Beagle"), Por Amor à uma Pizza ("For the Love of Pizza") Gênio Engenhoso ("The Genie With the Light Touch"), e "Adeus às Aulas" (Bye, Bye, Blackboard).

Ficheiro:Woodpecker 20040529 151837 1c.jpeg


Pileated Woodpecker.
Ficheiro:Melanerpes erythrocephalus FWS.jpg
Red-headed Woodpecker.


                                                     Espécie

Em nenhum desenho animado nunca foi dita de que espécie exatamente é o personagem Pica-Pau (embora no episódio Esperto Contra Sabido "Dumb Like a Fox" seja dito que o seu nome científico é "Campephilus principalis"). O topete vermelho dele faz parecer que ele é um Pileated Woodpecker (uma espécie de pica-pau muito comum nos Estados Unidos), porém o design e as cores do corpo dele nos anos de 1944 até 1946, cabeça e pescoço vermelho, corpo azul escuro e peito branco, lembram mais um Red-headed woodpecker (outra espécie comum nos EUA, que tem a cabeça vermelha mas não tem topete). O personagem parece ser uma mistura destas duas espécies, com o corpo de um Red-headed e topete de Pileated.

Ficheiro:Mel Blanc (1976).jpg
Mel Blanc, o criador da risada do Pica-Pau. e dublador de  1940 a 1941

 A Voz do Pica-Pau

                                                      A risada

Uma característica inconfundível no Pica-Pau, é que no começo e no final de seus desenhos, ele sempre emite a sua famosa e estridente risada. Essa risada foi criada pelo dublador americano Mel Blanc antes mesmo da existência do Pica-Pau. Antes do Pica-Pau, Mel Blanc já tinha usado a risada para o coelho Happy Rabbit da Warner Bros (que mais tarde evoluiu para o Pernalonga "Bugs Bunny"), a risada foi usada pelo coelho em apenas quatro episódios. Sendo que o último episódio em que foi usada se chamava: "Elmer's Candid Camera", episódio que chegou a vir para o Brasil, e recebeu o título de: "A Câmera de Hortelino". No Brasil esse episódio foi primeiramente dublado em 1996 para a TV com o dublador Mário Monjardim fazendo a voz do coelho, e depois redublado em 2004 para o DVD, dessa vez com o dublador Alexandre Moreno, mas nas duas dublagens a risada que o coelho dá no fim do episódio (logo depois de chutar o Hortelino para dentro de uma lagoa) foi dublada em português como se o Pernalonga estivesse apenas rindo normalmente.Depois de Happy Rabbit, Mel Blanc usou a risada para o Pica-Pau em seu primeiro desenho animado: "Knock Knock", risada que acabou combinando perfeitamente com o personagem e se tornou a marca registrada do pássaro. O próprio Blanc dublou os três primeiros desenhos do Pica-Pau até o episódio "'Pantry Panic" em 1941, mas depois disso Blanc assinou um contrato de exclusividade com a Warner Bros, que só permitia que ele fizesse as vozes dos personagens da Warner, e ele não pode continuar a fazer a voz do Pica-Pau, e foi substituído pelo dublador Ben Hardaway e também pela própria esposa de Walter Lantz, Grace Stafford, porém a risada que Blanc havia gravado foi usada até o final dos anos 1940 e em 1951 os outros dubladores tiveram que adaptar a risada com suas próprias vozes, por isso ela foi mudando um pouco durante os anos.

Um fato a ser observado, é que tanto Mel Blanc quanto os outros dubladores, gravavam a risada e a voz do Pica-Pau com suas vozes normais, e só depois é que a gravação era acelerada para dar um tom mais "esganiçado" ao Pica-Pau.No filme Looney Tunes: Back in Action há uma cena cortada que faz referência ao fato de que a risada criada por Mel Blanc ja havia sido usada no Pernalonga, a cena mostra o Pernalonga sendo atingido pelo raio do diamante "Macaco Azul" e se transformando de novo em sua "forma primitiva" (que é o Happy Rabbit) e dando por duas vezes a famosa risada porém com a voz bem grossa, a cena acabou não entrando para o filme, apenas nos extras do DVD.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:46

A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 01

Sábado, 31.08.13

A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 01
Woody Woodpecker(O PICA PAU)
O Pica-Pau (no original em inglês Woody Woodpecker) é o nome de um personagem de desenho animado de mesmo nome, um pica-pau antropomórfico (animal com corpo e características humanas), que estrelou vários curta-metragens de animação produzidos pelo estúdio de Walter Lantz e distribuídos pela Universal Pictures. Embora não seja o primeiro dos personagens "malucos" que tornaram-se populares nos anos 1940, o Pica-Pau é considerado um dos personagens mais notáveis do gênero.O Pica-Pau foi criado em 1940 pelo artista de storyboard Walt Lantz. Em seus primeiros desenhos animados, o Pica-Pau aparece como um pássaro louco, com uma aparência considerada grotesca. Porém, ao longo dos anos, o Pica-Pau sofreu diversas mudanças no seu visual, ganhando traços mais simpáticos, uma aparência mais refinada e um temperamento mais tranquilo. O Pica-Pau foi inicialmente dublado, nos Estados Unidos, por Mel Blanc, que também fez as vozes de quase todos os personagens do sexo masculino das séries Looney Tunes e Merrie Melodies. Como dublador do Pica-Pau, Blanc foi sucedido por Ben Hardaway, e mais tarde por Grace Stafford, esposa de Walter Lantz.

Os desenhos do Pica-Pau foram transmitidos na televisão pela primeira vez em 1957, no programa The Woody Woodpecker Show, que mostrava novas sequências animadas do Pica-Pau interagindo com as filmagens em live-action de Walter Lantz, como se uma pessoa e um desenho animado estivessem apresentando o programa juntos. Atualmente, The Woody Woodpecker Show é ainda reprisado com freqüência na televisão, sendo que no Brasil, ele é atualmente transmitido pela Rede Record.Lantz produziu os curta-metragens do Pica-Pau até 1972, quando ele fechou definitivamente seu estúdio. Desde então, o personagem só voltou a reaparecer em 1999, no programa The New Woody Woodpecker Show, produzido pela Universal Animation Studios de 1999 à 2003. O Pica-Pau é um dos poucos personagens de desenho animado que possui uma estrela na Calçada da Fama. Ele também fez uma pequena aparição junto com outros personagens famosos no filme Who Framed Roger Rabbit, de 1988.

Ficheiro:Walter Lantz (1983).jpg

Walter Lantz


História

Walter Lantz estava em lua-de-mel quando teve a ideia genial de criar o Pica-Pau, por conta de um exemplar do pássaro que o atormentou e o divertiu na noite de núpcias.Em 1940, Walter Lantz decidiu que só um novo desenho não era suficiente para tornar seu estúdio famoso. Ele queria um personagem que, com o tempo, evoluísse para uma estrela completa. Então, ele e sua equipe de animadores apresentaram um novo adversário para Andy Panda e seu pai lidarem: um pica-pau louco.Mas quando Walter Lantz mostrou o desenho do Pica-Pau, intitulado "Knock Knock", a Bernie Kreisler, chefe de departamento da Universal Studios, este o rejeitou, dizendo que aquele passarinho era a coisa mais feia e desajeitada que ele já tinha visto. Porém, Lantz insistiu para que o produzissem, dizendo que ele estava apostando tudo no personagem. A Universal atendeu aos seus pedidos e produziu o desenho, que fez um sucesso estrondoso. Então, Kreisler pediu a Walter Lantz novos episódios, como se nada tivesse acontecido. Depois do sucesso do Pica-Pau como coadjuvante no desenho do Andy Panda, eles resolveram fazer um desenho onde o personagem apareceria sozinho e seria o astro. Então, Lantz precisou de um nome para o Pica-Pau e decidiu chamá-lo de "Woody Woodpecker", que foi também o título do primeiro desenho animado do Pica-Pau.

 A criação do personagem 
De acordo com um agente de imprensa de Walter Lantz, a ideia de criar o Pica-Pau surgiu durante um incidente ocorrido na noite de núpcias do desenhista com Grace Stafford no Lago Sherwood, quando um pica-pau irritante passou a noite inteira bicando o telhado do chalé que haviam alugado, não deixando que o casal dormisse. Quando o pássaro foi embora, eles descobriram que o pica-pau havia feito um monte de buracos no telhado, por onde a chuva começou a entrar, arruinando de uma vez a noite. A esposa de Walter Lantz, então, teria sugerido que o marido criasse um pica-pau irritante para aparecer em seus desenhos animados. Esta história, porém, não tem muita credibilidade, já que Walter e Grace somente se casaram em 1941, depois que o desenho já havia estreado no cinema.

Mudanças 


Como todos os personagens de Hollywood, o design do Pica-Pau mudou um pouco com o tempo. O desenho animado O barbeiro de Sevilha ("The Barber of Seville") apresentou o novo visual do Pica-Pau, desenhado pelo animador Emery Hawkins, e que foi usado até o final dos anos 1940.Em 1944 no desenho O doido da praia ("The Beach Nut"), apareceu um personagem de grande importância na carreira do Pica-Pau: seu rival de longa data Leôncio ("Wally Walrus", nome que também aparece em alguns episódios dublados).

 Bordão na abertura 
Durante o curta "Knock Knock", na primeira cena onde o Pica-Pau aparece saindo de um buraco no telhado, ele diz: "Guess Who?!" (que significa "Adivinhe quem é?"), essa frase se tornaria clássica e passaria a ser usada sempre nas aberturas dos próximos curtas do Pica-Pau. Desde os curta-metragens produzidos nos anos 40 até os anos 70 o personagem sempre abre seus episódios dizendo essa frase, e logo em seguida dando sua também famosa risada. Na versão dublada em português brasileiro essa frase não é traduzida (com exceção de um episódio dublado pelo estúdio AIC - São Paulo, onde o dublador Olney Cazarré faz a voz do Pica-Pau na abertura dizendo: "Olá!"), e por causa disso muitos dos telespectadores brasileiros não conseguem entender o que, e porque, o personagem diz aquilo na abertura (curiosamente alguns chegam a entender a frase como: "Pensou" ou "Pessoal").Um fato curioso é que na primeira aparição do personagem em "Konck Knock" ("Pica-Pau Ataca Novamente") foi cometido um erro na edição das vozes em inglês, e a voz do dublador Mel Blanc não foi acelerada como sempre é feito nas outras falas do personagem, e devido a isso o Pica-Pau fala "Guess Who?!" com uma voz normal de homem, no lugar da sua típica voz esganiçada. Esse erro também acontece em algumas frases ditas pelo Pica-Pau no final dos curtas "Pantry Panic" (ou "Pânico na Cozinha"), e "The Loan Stranger" (ou "A Loja do Prego").

A Canção do Pica-Pau 
O Pica-Pau foi um dos personagens mais populares dos anos 1940, e chegou a ganhar sua própria estrela na Calçada da Fama e até uma música tema chamada: A Canção do Pica-Pau ("The Woody Woodpecker Song"). A canção foi composta por Kay Kyser, e cantada por Gloria Wood e Harry Babbit, em 1948. A música foi um grande sucesso, vendendo cerca de 250.000 discos em 10 dias de lançamento. Em 1948 a "Canção do Pica-Pau" foi usada no desenho animado Apólice Cobertor ("Wet Blanket Policy"), este desenho teve a honra de ser o único que foi indicado para o Oscar de Melhor Música. E foi também neste desenho que foi introduzido um novo personagem: o Zeca Urubu ("Buzz Buzzard"). Drooler's Delight (Delícia Gelada) de 1949 é o último episódio com a voz de Ben Hardaway (Mel Blanc, o 1ª dublador do Pica-Pau, dublou apenas os quatro primeiros episódios) e também o último da chamada "era de ouro" dos anos 40, pois após esse episódio, Walter Lantz por questões financeiras fechou estúdio e só reabre-o 2 anos depois.

 Durante os anos 1950 
Em 1949 como foi dito anteriormente, por razões financeiras, Walter Lantz teve que fechar o estúdio por um tempo, e reabre-o só em 1951. Nos anos 1950 o Pica-Pau ganhou um novo design, que foi feito pela animadora LaVerne Harding. Nessa época, eles estavam sem ninguém para dublar a voz do Pica-Pau, então Walter Lantz marcou testes no estúdio para escolher a nova voz. A esposa de Lantz, Grace Stafford, gravou a voz no estúdio sem ele saber. Quando Lantz foi ouvir as vozes para escolher uma, ele não sabia que sua esposa havia participado dos testes, e foi justamente ela quem ele escolheu, e ficou surpreso quando lhe disseram que aquela voz era de sua própria esposa.Nos anos 1950, o Pica-Pau passou por diversas mudanças no seu visual, devido aos muitos animadores que trabalhavam em seus desenhos.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:43

A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 01

Sábado, 31.08.13

A HISTORIA DO PICA PAU PARTE 01
Woody Woodpecker(O PICA PAU)
O Pica-Pau (no original em inglês Woody Woodpecker) é o nome de um personagem de desenho animado de mesmo nome, um pica-pau antropomórfico (animal com corpo e características humanas), que estrelou vários curta-metragens de animação produzidos pelo estúdio de Walter Lantz e distribuídos pela Universal Pictures. Embora não seja o primeiro dos personagens "malucos" que tornaram-se populares nos anos 1940, o Pica-Pau é considerado um dos personagens mais notáveis do gênero.O Pica-Pau foi criado em 1940 pelo artista de storyboard Walt Lantz. Em seus primeiros desenhos animados, o Pica-Pau aparece como um pássaro louco, com uma aparência considerada grotesca. Porém, ao longo dos anos, o Pica-Pau sofreu diversas mudanças no seu visual, ganhando traços mais simpáticos, uma aparência mais refinada e um temperamento mais tranquilo. O Pica-Pau foi inicialmente dublado, nos Estados Unidos, por Mel Blanc, que também fez as vozes de quase todos os personagens do sexo masculino das séries Looney Tunes e Merrie Melodies. Como dublador do Pica-Pau, Blanc foi sucedido por Ben Hardaway, e mais tarde por Grace Stafford, esposa de Walter Lantz.

Os desenhos do Pica-Pau foram transmitidos na televisão pela primeira vez em 1957, no programa The Woody Woodpecker Show, que mostrava novas sequências animadas do Pica-Pau interagindo com as filmagens em live-action de Walter Lantz, como se uma pessoa e um desenho animado estivessem apresentando o programa juntos. Atualmente, The Woody Woodpecker Show é ainda reprisado com freqüência na televisão, sendo que no Brasil, ele é atualmente transmitido pela Rede Record.Lantz produziu os curta-metragens do Pica-Pau até 1972, quando ele fechou definitivamente seu estúdio. Desde então, o personagem só voltou a reaparecer em 1999, no programa The New Woody Woodpecker Show, produzido pela Universal Animation Studios de 1999 à 2003. O Pica-Pau é um dos poucos personagens de desenho animado que possui uma estrela na Calçada da Fama. Ele também fez uma pequena aparição junto com outros personagens famosos no filme Who Framed Roger Rabbit, de 1988.

Ficheiro:Walter Lantz (1983).jpg

Walter Lantz


História

Walter Lantz estava em lua-de-mel quando teve a ideia genial de criar o Pica-Pau, por conta de um exemplar do pássaro que o atormentou e o divertiu na noite de núpcias.Em 1940, Walter Lantz decidiu que só um novo desenho não era suficiente para tornar seu estúdio famoso. Ele queria um personagem que, com o tempo, evoluísse para uma estrela completa. Então, ele e sua equipe de animadores apresentaram um novo adversário para Andy Panda e seu pai lidarem: um pica-pau louco.Mas quando Walter Lantz mostrou o desenho do Pica-Pau, intitulado "Knock Knock", a Bernie Kreisler, chefe de departamento da Universal Studios, este o rejeitou, dizendo que aquele passarinho era a coisa mais feia e desajeitada que ele já tinha visto. Porém, Lantz insistiu para que o produzissem, dizendo que ele estava apostando tudo no personagem. A Universal atendeu aos seus pedidos e produziu o desenho, que fez um sucesso estrondoso. Então, Kreisler pediu a Walter Lantz novos episódios, como se nada tivesse acontecido. Depois do sucesso do Pica-Pau como coadjuvante no desenho do Andy Panda, eles resolveram fazer um desenho onde o personagem apareceria sozinho e seria o astro. Então, Lantz precisou de um nome para o Pica-Pau e decidiu chamá-lo de "Woody Woodpecker", que foi também o título do primeiro desenho animado do Pica-Pau.

 A criação do personagem 
De acordo com um agente de imprensa de Walter Lantz, a ideia de criar o Pica-Pau surgiu durante um incidente ocorrido na noite de núpcias do desenhista com Grace Stafford no Lago Sherwood, quando um pica-pau irritante passou a noite inteira bicando o telhado do chalé que haviam alugado, não deixando que o casal dormisse. Quando o pássaro foi embora, eles descobriram que o pica-pau havia feito um monte de buracos no telhado, por onde a chuva começou a entrar, arruinando de uma vez a noite. A esposa de Walter Lantz, então, teria sugerido que o marido criasse um pica-pau irritante para aparecer em seus desenhos animados. Esta história, porém, não tem muita credibilidade, já que Walter e Grace somente se casaram em 1941, depois que o desenho já havia estreado no cinema.

Mudanças 


Como todos os personagens de Hollywood, o design do Pica-Pau mudou um pouco com o tempo. O desenho animado O barbeiro de Sevilha ("The Barber of Seville") apresentou o novo visual do Pica-Pau, desenhado pelo animador Emery Hawkins, e que foi usado até o final dos anos 1940.Em 1944 no desenho O doido da praia ("The Beach Nut"), apareceu um personagem de grande importância na carreira do Pica-Pau: seu rival de longa data Leôncio ("Wally Walrus", nome que também aparece em alguns episódios dublados).

 Bordão na abertura 
Durante o curta "Knock Knock", na primeira cena onde o Pica-Pau aparece saindo de um buraco no telhado, ele diz: "Guess Who?!" (que significa "Adivinhe quem é?"), essa frase se tornaria clássica e passaria a ser usada sempre nas aberturas dos próximos curtas do Pica-Pau. Desde os curta-metragens produzidos nos anos 40 até os anos 70 o personagem sempre abre seus episódios dizendo essa frase, e logo em seguida dando sua também famosa risada. Na versão dublada em português brasileiro essa frase não é traduzida (com exceção de um episódio dublado pelo estúdio AIC - São Paulo, onde o dublador Olney Cazarré faz a voz do Pica-Pau na abertura dizendo: "Olá!"), e por causa disso muitos dos telespectadores brasileiros não conseguem entender o que, e porque, o personagem diz aquilo na abertura (curiosamente alguns chegam a entender a frase como: "Pensou" ou "Pessoal").Um fato curioso é que na primeira aparição do personagem em "Konck Knock" ("Pica-Pau Ataca Novamente") foi cometido um erro na edição das vozes em inglês, e a voz do dublador Mel Blanc não foi acelerada como sempre é feito nas outras falas do personagem, e devido a isso o Pica-Pau fala "Guess Who?!" com uma voz normal de homem, no lugar da sua típica voz esganiçada. Esse erro também acontece em algumas frases ditas pelo Pica-Pau no final dos curtas "Pantry Panic" (ou "Pânico na Cozinha"), e "The Loan Stranger" (ou "A Loja do Prego").

A Canção do Pica-Pau 
O Pica-Pau foi um dos personagens mais populares dos anos 1940, e chegou a ganhar sua própria estrela na Calçada da Fama e até uma música tema chamada: A Canção do Pica-Pau ("The Woody Woodpecker Song"). A canção foi composta por Kay Kyser, e cantada por Gloria Wood e Harry Babbit, em 1948. A música foi um grande sucesso, vendendo cerca de 250.000 discos em 10 dias de lançamento. Em 1948 a "Canção do Pica-Pau" foi usada no desenho animado Apólice Cobertor ("Wet Blanket Policy"), este desenho teve a honra de ser o único que foi indicado para o Oscar de Melhor Música. E foi também neste desenho que foi introduzido um novo personagem: o Zeca Urubu ("Buzz Buzzard"). Drooler's Delight (Delícia Gelada) de 1949 é o último episódio com a voz de Ben Hardaway (Mel Blanc, o 1ª dublador do Pica-Pau, dublou apenas os quatro primeiros episódios) e também o último da chamada "era de ouro" dos anos 40, pois após esse episódio, Walter Lantz por questões financeiras fechou estúdio e só reabre-o 2 anos depois.

 Durante os anos 1950 
Em 1949 como foi dito anteriormente, por razões financeiras, Walter Lantz teve que fechar o estúdio por um tempo, e reabre-o só em 1951. Nos anos 1950 o Pica-Pau ganhou um novo design, que foi feito pela animadora LaVerne Harding. Nessa época, eles estavam sem ninguém para dublar a voz do Pica-Pau, então Walter Lantz marcou testes no estúdio para escolher a nova voz. A esposa de Lantz, Grace Stafford, gravou a voz no estúdio sem ele saber. Quando Lantz foi ouvir as vozes para escolher uma, ele não sabia que sua esposa havia participado dos testes, e foi justamente ela quem ele escolheu, e ficou surpreso quando lhe disseram que aquela voz era de sua própria esposa.Nos anos 1950, o Pica-Pau passou por diversas mudanças no seu visual, devido aos muitos animadores que trabalhavam em seus desenhos.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:43








comentários recentes




subscrever feeds