Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


BIOGRAFIA-Janis Joplin

Quinta-feira, 09.10.14

Cquote1.svg
Posso não durar tanto quanto as outras cantoras, mas sei que posso destruir-me agora se me preocupar demais com o amanhã.
— Janis Joplin
Cquote2.svg
 Janis Joplin
Janis Lyn Joplin (Port Arthur, 19 de Janeiro de 1943 — Los Angeles, 4 de Outubro de 1970) foi uma cantora e compositora norte-americana. Considerada a "Rainha do Rock and Roll" , "a maior cantora de rock dos anos 60"  e "a maior cantora de blues e soul da sua geração" , ela alcançou proeminência no fim dos anos 60 como vocalista da Big Brother and the Holding Company e, posteriormente, como artista solo, acompanhada de suas bandas de suporte, a Kozmic Blues e a Full Tilt Boogie.
Janis Joplin Stress Grey
Influenciada por grandes nomes do jazz e do blues como Aretha Franklin, Billie Holiday, Etta James, Tina Turner, Big Mama Thornton, Odetta, Leadbelly e Bessie Smith , Janis fez de sua voz a sua característica mais marcante , tornando-se um dos ícones do rock psicodélico e dos anos 60.  Todavia, problemas com drogas e álcool encurtaram sua carreira. Morta em 1970 devido à uma overdose de heroína , Janis lançou apenas quatro álbuns: Big Brother and the Holding Company (1967), Cheap Thrills (1968), I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama! (1969) e o póstumo Pearl (1971), o último com participação direta da cantora.

 Biografia
Janis nasceu na cidade de Port Arthur, Texas, nos Estados Unidos. Ela cresceu ouvindo músicos de blues, tais como Bessie Smith, Leadbelly e Big Mama Thornton e cantando no coro local. Joplin concluiu o curso secundário na Jefferson High School em Port Arthur no ano de 1960, e foi para a Universidade do Texas, na cidade de Austin, onde começou a cantar blues e folk com amigos.
Cultivando uma atitude rebelde, Joplin se vestia como os poetas da geração beat, mudou-se do Texas para San Francisco em 1963, morou em North Beach, e trabalhou como cantora folk.

 A banda assinou um contrato com o selo independente Mainstream Records e gravou um álbum em 1967. Entretanto, a falta de sucesso de seus primeiros singles fez com que o álbum fosse retido até seu sucesso posterior.
O destaque da banda foi no Festival Pop de Monterey, com uma versão da música "Ball and Chain" e os marcantes vocais de Janis. Cheap Thrills de 1968 fez o nome de Janis, foi seu álbum de maior sucesso, continha a música Piece of my heart que atingiu o 1º lugar nas paradas da Billboard e se manteve na posição durante oito semanas não consecutivas.

Ao sair da banda Big Brother (final de 1968), Janis formou um grupo chamado Kozmic Blues Band, que a acompanhou no festival de Woodstock e gravou o álbum I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama! (1969), premiado como disco de ouro mas sem o mesmo sucesso de Cheap Thrills. O grupo se separou, e Joplin formou então o Full Tilt Boogie Band. O resultado foi o álbum Pearl (1971), lançado após sua morte, e que teve como destaque as músicas "Me and Bobby McGee" (de Kris Kristofferson), e "Mercedes-Benz", escrita pelo poeta beatnik Michael McClure.

As últimas gravações que Janis fez foram Mercedes Benz e Happy Trails, sendo a última feita como um presente de aniversário para John Lennon que faria aniversário em 9 de outubro, em entrevista, Lennon contou que a fita chegou em sua casa após a morte de Janis.

  Janis Joplin no Brasil
Janis Joplin esteve no Brasil em fevereiro de 1970, na tentativa de se livrar do vício da heroína. Durante a sua estada, fez topless em Copacabana, bebeu muito, cantou em um bordel, foi expulsa do Hotel Copacabana Palace por nadar nua na piscina e quase foi presa, pelas suas atitudes na praia, consideradas "fora do normal". 
Como era época de carnaval, tentou participar de um desfile de escola de samba, porém teve acesso negado por um segurança que desconfiou de sua vestimenta hippie. Janis teve uma breve relação amorosa com o rockeiro brasileiro Serguei. (ele nega,fica a duvida no ar talvez pelo fato de ser homosexual ele diz não vai saber?)

  Morte

No dia 3 de outubro de 1970, Janis visitou o estúdio Sunset Sound Recorders em Los Angeles, Califórnia, para ouvir o instrumental da música de Nick Gravenite, Buried Alive in the Blues, a gravação dos vocais estava agendada para o dia seguinte, pela noite ela foi para o hotel, no dia das gravações (4 de outubro) não apareceu no estúdio, então John Cooke (empresário da banda) foi até o hotel, onde a encontrou morta, vítima de overdose de heroína possívelmente combinada com efeitos do alcool.

   Sua morte ocorreu quando tinha apenas 27 anos. Foi cremada no cemitério-parque memorial de Westwood Village, em Westwood, Califórnia. Durante a cerimônia, suas cinzas foram espalhadas pelo Oceano Pacífico.
O álbum Pearl foi lançado 6 meses após sua morte. O filme The Rose, com Bette Midler, baseou-se em sua vida.
Ela hoje é lembrada por sua voz forte e marcante, bastante distante das influências folk mais comuns em sua época, e também pelos temas de dor e perda que escolhia para suas músicas
.

                              
           Discografia

Big Brother and the Holding Company
Big Brother & the Holding Company - 1967
Cheap Thrills - 1968
Live at Winterland '68 - 1999
Kozmic Blues Band
I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama! - 1969
Full Tilt Boogie Band
Pearl - 1971
Big Brother and the Holding Company / Full Tilt Boogie Band
Joplin: In Concert - 1972

                             
       The Rose
The Rose (br / pt: A Rosa) é um filme estadunidense de 1979, do gênero drama biográfico, dirigido por Mark Rydell, com roteiro baseado na vida de Janis Joplin, e com Bette Midler no papel principal.


                  Principais prêmios e indicações

O filme concorreu ao Oscar, ao BAFTA e ao Prêmio César, e venceu o Globo de Ouro nas categorias de melhor atriz de cinema - musical / comédia (Bette Midler), melhor som original - cinema e nova estrela do ano em cinema (feminino) (Bette Midler).

 Elenco

Bette Midler como Mary Rose Foster (The Rose)
Alan Bates como Rudge Campbell
Frederic Forrest como Houston Dyer
Harry Dean Stanton como Billy Ray
Barry Primus como Dennis
David Keith como Pfc. Mal
Sandra McCabe como Sarah Willingham
Will Hare como Mr. Leonard
James Keane como Sam
Doris Roberts como Mrs. Foster
Danny Weis como Danny, líder da banda e guitarrista do "The Rose Band"

    
        Trilha sonora

O álbum The Rose do filme foi produzido por Paul A. Rothchild, o produtor do último álbum de Janis Joplin, Pearl.
A canção-título, composta por Amanda McBroom, aparece no final do filme durante os créditos. Bette Midler, com a canção ficou em terceiro lugar nas paradas dos Estados Unidos e ganhou um disco de ouro em 1980.
"Whose Side Are You On" (Kenny Hopkins, Charley Williams) — 3:58
"Midnight In Memphis" (Tony Johnson) — 3:23
"Concert Monologue" — 2:42
"When a Man Loves a Woman" (Calvin Lewis, Andrew Wright) — 4:42
"Sold My Soul To Rock 'N' Roll" (Gene Pistilli) — 3:23
"Keep On Rockin'" (Sam Hagar, John Carter) — 3:02
"Love Me with a Feeling" (Hudson Whittaker) — 3:38
"Camellia" (Stephen Hunter) — 2:42
"Homecoming Monologue" — 1:22
"Stay with Me" (Jerry Ragaovy, George Weiss) — 5:00
"Let Me Call You Sweetheart" (Beth Slater Whitson, Leo Friedman) — 1:30
"The Rose" (Amanda McBroom) — 3:40

Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 21:15








comentários recentes




subscrever feeds