Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



SURFISTA PRATEADO 1987-1998(capas)

Segunda-feira, 05.08.13

SURFISTA PRATEADO 1987-1998




















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 22:26

SURFISTA PRATEADO 1987-1998(capas)

Segunda-feira, 05.08.13

SURFISTA PRATEADO 1987-1998




















Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 22:26

A HISTORIA DO SURFISTA PRATEADO(MARVEL)

Segunda-feira, 05.08.13

  Surfista Prateado
SURFISTA PRATEADO 2002-2003
Surfista Prateado (em inglês: Silver Surfer) é um super-herói das histórias em quadrinhos norte-americanas da Marvel Comics. Teve sua primeira aparição como vilão na revista Fantastic Four #48, em 1966. Foi criado por Stan Lee e Jack Kirby. Tornou-se um dos heróis mais importantes do Universo Marvel.

 A criação 

O Surfista Prateado surgiu pela primeira vez no arco de histórias em quadrinhos do Quarteto Fantástico conhecido como "A Trilogia de Galactus".1 2 Como de costume, Stan Lee escreveu o roteiro em algumas poucas páginas e passou para Jack Kirby. Nesse primeiro momento, o Surfista não aparecia. Quando Kirby apresentou os desenhos para que Lee colocasse os diálogos e demais finalizações, o autor notou que havia sido incluída a figura do Surfista. Kirby justificou o personagem alegando que um ser tão poderoso como Galactus deveria ter um arauto. Lee de imediato gostou da idéia,

e acabou por achar que o desenho do personagem o dava uma postura nobre, passando a desenvolvê-lo nesse sentido. O Surfista apareceu em outras histórias do Quarteto, chamando a atenção de Alicia Masters, a namorada cega do Coisa. Depois enfrentaria o Doutor Destino e participaria de uma aventura do Hulk, até que Lee resolvesse lançar uma revista tendo ele como o herói principal.
O Surfista Prateado era originalmente Norrin Radd, um jovem nobre astrônomo do planeta Zenn-La. Concordou servir como arauto a entidade semideus Galactus, a fim conservar Zenn-La.
Os poderes enormes concedidos, uma película prateada sob a pele e um veículo espacial similar ao formato de uma prancha de surfe - modelada a partir de uma fantasia de infância de Radd - o permitem vaguear pelo cosmos, procurando por planetas novos e desabitados para que Galactus os consuma.

Origem 

A história de sua origem remonta a Galactus, o devorador de mundos, um dos maiores vilões do Quarteto Fantástico.Na primeira série da revista própria com o herói (18 edições) foi contada a saga do Surfista, que antes de encontrar Galactus era conhecido como Norrin Radd, um nobre que vivia no planeta Zenn-La, Sistema Deneb, Via Láctea. Quando o devorador de mundos chegou a seu planeta, em uma atitude desesperada para salvar sua amada Shalla Bal, Norrin se ofereceu para servir eternamente a Galactus. A barganha funcionou, e então o vilão concedeu-lhe uma pequena fração de seus poderes e poupou Zenn-La e todos os seus habitantes e o Surfista Prateado ficou a vagar pelo Universo para satisfazer a vontade de Galactus em devorar planetas.

Rebatizado agora de Surfista Prateado, com sua memória anterior ao evento apagada, ele serviu durante eras como arauto de Galactus, surfando pelo cosmos em sua prancha de prata, encontrando para o gigante mundos desabitados para serem devorados.Assim foi sua vida até encontrar a Terra, um planeta que ele percebeu se habitado mas que não conseguiu livrar de Galactus que não queria mais esperar para se alimentar. Na Terra, ele conheceu o Quarteto Fantástico e, comovido pela nobreza dos seres humanos que insistiram em continuar numa luta que o Surfista considerava perdida, aliou-se a eles contra Galactus. E conseguiu expulsar o vilão do planeta, ao lado do Quarteto e com a ajuda do Vigia.

Como punição por sua traição, o devorador de mundos aprisionou o Surfista Prateado na Terra.  Nesse ponto alguns citam a história bíblica de Lúcifer, o anjo caído, como a inspiração de Lee.Posteriormente, o Sr. Fantástico conseguiu fazer com que o Surfista ficasse livre de seu aprisionamento. Desde então, ele vagou pelo espaço, numa mistura de aventureiro e filósofo cósmico. Tremendamente honrado, o Surfista não hesita em lutar contra as injustiças das quais toma conhecimento, já tendo ajudado os heróis da Terra em muitas ocasiões, desde a sua libertação.

Poderes 

O Surfista Prateado controla "o poder cósmico" , absorvendo e manipulando as energias cósmicas ambientais do universo. Pode aumentar sua força a níveis incalculáveis, e é quase indestrutível. Pode viajar pelo espaço sideral, o hiper-espaço e através de barreiras dimensionais. Pode voar em velocidades praticamente ilimitadas em sua prancha, em algumas ocasiões incorporando o hiper-espaço quando excede a velocidade da luz. Ele também já provou ser capaz de viajar no tempo em algumas ocasiões. O Surfista não precisa comer, beber, respirar nem dormir, sendo sustentado inteiramente pelo poder cósmico. É imune aos extremos da temperatura e à maioria das radiações. Pode sobreviver em ambientes do vácuo tais como o espaço sideral e o hiper-espaço. Pode canalizar, analisar e manipular a matéria, energia e reestruturar ou animar a matéria conforme sua vontade, até transmutar elementos. Pode curar seres vivos (embora não possa ressuscitar os mortos), e provou ser capaz de revitalizar ou de evoluir a vida orgânica em escala planetária.

Pode alterar seu próprio tamanho ou de outra matéria, criar ilusões, disparar rajadas de energia, formar e manipular construtos de energia, manipular a gravidade, absorver e descarregar a maioria das formas da energia, atravessar matéria sólida. Seus sentidos permitem-no detectar objetos e energias a anos-luz de distância, e de perceber a matéria e a energia a nível subatômico; pode até mesmo ver através do tempo e, concentrado, pode conseguir percepção limitada de eventos passados e futuros em sua vizinhança geral. O Surfista demonstrou habilidade telepática por algumas vezes e provou ser capaz de influenciar em escala planetária a emoção e a sensação dos humanos. O Surfista já demonstrou resistência a manipulação de sua alma e já foi capaz de atacar a alma de outros seres. Ele também possui a consciência cósmica, que é a capacidade de perceber e sentir alterações, mudanças ou distúrbios que estejam ocorrendo em qualquer lugar do universo.

 Publicações 

A Marvel lançou a revista do herói em 1968, um belo trabalho de Stan Lee e principalmente do desenhista John Buscema (que depois desenharia por anos as histórias do bárbaro Conan). Os roteiros mostravam um herói pacifista e nobre, preocupado com as guerras e com o destino da Terra. Causou estranheza aos leitores da Marvel da época, habituados com personagens violentos e anti-heróis como o Hulk ou o Marvel; e a revista acabou por ser cancelada menos de dois anos depois de ser criada. Nos anos 80 virou um personagem "cult" ao ser citado em fala do ator Richard Gere na refilmagem americana de 1983 (A Força do Amor ou Breathless) do filme francês À bout de souffle ou Acossado, de Godard .

Continuando com as aventuras, após alguns anos o Dr. Reed Richards, também conhecido como Sr. Fantástico, conseguiu libertá-lo de sua prisão na Terra. O Surfista Prateado passou a vagar pelo universo infinito, procurando trazer liberdade e justiça para todos que precisarem de sua ajuda.
Assim, em 1987 o herói voltaria em novas séries de histórias como protagonista, desta vez como um viajante cósmico.No período que passou na Terra, ele aprendeu muito sobre a humanidade e a nobreza que o libertou; e continuou a viver muitas aventuras ao lado de heróis terráqueos.
Durante a saga Aniquilação, ele voltou a ser arauto de Galactus e teve seus poderes ampliadosEntre 1988 e 1989, foi o protagonista da minissérie Parábola, uma rara incursão do desenhista francês Moebius no mundo dos quadrinhos de super-heróis. A saga foi escrita por Stan Lee

Uma minissérie do Surfista Prateado, intitulado Requiem, foi lançada 2007 escrita por J. Michael Straczynski. Nessa saga, publicada no Brasil no final de 2008, ele morre vítima da decomposição do revestimento cósmico de seu corpo dado por Galactus. Depois de saber, por Reed Richards, que o processo é fatal e irreversível, ele empreende a longa viagem de volta a Zenn-La, onde chega a tempo de expirar nos braços de Shalla-Ball. Seus funerais incluem homenagens por parte de toda a população do planeta e a presença de um pesaroso Galactus. Este, atendendo ao último pedido de seu ex-arauto, compromete-se a jamais voltar a ameaçar aquele mundo.

Os Defensores 

A partir de 1971, o Surfista Prateado viveria algumas aventuras com o recém-formado grupo de super-heróis chamado de Defensores. Compunham originariamente esse grupo Namor, Hulk e Doutor Estranho.
Cinema 
Em 2007 foi interpretado por Doug Jones, com voz de Laurence Fishburne, no filme "Fantastic Four: Rise of the Silver Surfer". Baseado na Trilogia de Galactus, causou certa decepção aos fãs pois o vilão cósmico não aparece por inteiro e o Surfista domina o filme todo como praticamente o único super-vilão (Doutor Destino reaparece, mas pouco tem a fazer).
Desenhos animados 
Teve uma participação em Os Quatro Fantásticos, episódios "da vinda de Galactus".
Em Quarteto Fantástico (série de TV, 1994).
Estrelou uma série própria em 1998 de curta duração, que misturou o cel e a animação de computador.

Videogames 
No jogo Marvel Ultimate Alliance, o Surfista Prateado é jogável em todas as plataformas, sendo que seu ataque extremo é o Galactic Might e suas roupas são: Power Surge, Silver Age, Vitality e Heavy Damage.No jogo Marvel Super Hero Squad ele é um personagem jogavel em todos os videogames disponíveis para este jogo, tem varias habilidades, atira raios cosmicos e vooa.No jogo Fantastic Four The Rise Of Silver Surfer também aparece. No jogo Marvel Super Hero Squad The Infinit Gauntlet ele é um personagem jogavel para todos os consoles.Há um jogo para o console NES chamado: Silver Surfer, um jogo de tiro tanto em scroll vertical ou horizontal semelhante a jogos de nave.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 22:24

A HISTORIA DO SURFISTA PRATEADO(MARVEL)

Segunda-feira, 05.08.13

  Surfista Prateado
SURFISTA PRATEADO 2002-2003
Surfista Prateado (em inglês: Silver Surfer) é um super-herói das histórias em quadrinhos norte-americanas da Marvel Comics. Teve sua primeira aparição como vilão na revista Fantastic Four #48, em 1966. Foi criado por Stan Lee e Jack Kirby. Tornou-se um dos heróis mais importantes do Universo Marvel.

 A criação 

O Surfista Prateado surgiu pela primeira vez no arco de histórias em quadrinhos do Quarteto Fantástico conhecido como "A Trilogia de Galactus".1 2 Como de costume, Stan Lee escreveu o roteiro em algumas poucas páginas e passou para Jack Kirby. Nesse primeiro momento, o Surfista não aparecia. Quando Kirby apresentou os desenhos para que Lee colocasse os diálogos e demais finalizações, o autor notou que havia sido incluída a figura do Surfista. Kirby justificou o personagem alegando que um ser tão poderoso como Galactus deveria ter um arauto. Lee de imediato gostou da idéia,

e acabou por achar que o desenho do personagem o dava uma postura nobre, passando a desenvolvê-lo nesse sentido. O Surfista apareceu em outras histórias do Quarteto, chamando a atenção de Alicia Masters, a namorada cega do Coisa. Depois enfrentaria o Doutor Destino e participaria de uma aventura do Hulk, até que Lee resolvesse lançar uma revista tendo ele como o herói principal.
O Surfista Prateado era originalmente Norrin Radd, um jovem nobre astrônomo do planeta Zenn-La. Concordou servir como arauto a entidade semideus Galactus, a fim conservar Zenn-La.
Os poderes enormes concedidos, uma película prateada sob a pele e um veículo espacial similar ao formato de uma prancha de surfe - modelada a partir de uma fantasia de infância de Radd - o permitem vaguear pelo cosmos, procurando por planetas novos e desabitados para que Galactus os consuma.

Origem 

A história de sua origem remonta a Galactus, o devorador de mundos, um dos maiores vilões do Quarteto Fantástico.Na primeira série da revista própria com o herói (18 edições) foi contada a saga do Surfista, que antes de encontrar Galactus era conhecido como Norrin Radd, um nobre que vivia no planeta Zenn-La, Sistema Deneb, Via Láctea. Quando o devorador de mundos chegou a seu planeta, em uma atitude desesperada para salvar sua amada Shalla Bal, Norrin se ofereceu para servir eternamente a Galactus. A barganha funcionou, e então o vilão concedeu-lhe uma pequena fração de seus poderes e poupou Zenn-La e todos os seus habitantes e o Surfista Prateado ficou a vagar pelo Universo para satisfazer a vontade de Galactus em devorar planetas.

Rebatizado agora de Surfista Prateado, com sua memória anterior ao evento apagada, ele serviu durante eras como arauto de Galactus, surfando pelo cosmos em sua prancha de prata, encontrando para o gigante mundos desabitados para serem devorados.Assim foi sua vida até encontrar a Terra, um planeta que ele percebeu se habitado mas que não conseguiu livrar de Galactus que não queria mais esperar para se alimentar. Na Terra, ele conheceu o Quarteto Fantástico e, comovido pela nobreza dos seres humanos que insistiram em continuar numa luta que o Surfista considerava perdida, aliou-se a eles contra Galactus. E conseguiu expulsar o vilão do planeta, ao lado do Quarteto e com a ajuda do Vigia.

Como punição por sua traição, o devorador de mundos aprisionou o Surfista Prateado na Terra.  Nesse ponto alguns citam a história bíblica de Lúcifer, o anjo caído, como a inspiração de Lee.Posteriormente, o Sr. Fantástico conseguiu fazer com que o Surfista ficasse livre de seu aprisionamento. Desde então, ele vagou pelo espaço, numa mistura de aventureiro e filósofo cósmico. Tremendamente honrado, o Surfista não hesita em lutar contra as injustiças das quais toma conhecimento, já tendo ajudado os heróis da Terra em muitas ocasiões, desde a sua libertação.

Poderes 

O Surfista Prateado controla "o poder cósmico" , absorvendo e manipulando as energias cósmicas ambientais do universo. Pode aumentar sua força a níveis incalculáveis, e é quase indestrutível. Pode viajar pelo espaço sideral, o hiper-espaço e através de barreiras dimensionais. Pode voar em velocidades praticamente ilimitadas em sua prancha, em algumas ocasiões incorporando o hiper-espaço quando excede a velocidade da luz. Ele também já provou ser capaz de viajar no tempo em algumas ocasiões. O Surfista não precisa comer, beber, respirar nem dormir, sendo sustentado inteiramente pelo poder cósmico. É imune aos extremos da temperatura e à maioria das radiações. Pode sobreviver em ambientes do vácuo tais como o espaço sideral e o hiper-espaço. Pode canalizar, analisar e manipular a matéria, energia e reestruturar ou animar a matéria conforme sua vontade, até transmutar elementos. Pode curar seres vivos (embora não possa ressuscitar os mortos), e provou ser capaz de revitalizar ou de evoluir a vida orgânica em escala planetária.

Pode alterar seu próprio tamanho ou de outra matéria, criar ilusões, disparar rajadas de energia, formar e manipular construtos de energia, manipular a gravidade, absorver e descarregar a maioria das formas da energia, atravessar matéria sólida. Seus sentidos permitem-no detectar objetos e energias a anos-luz de distância, e de perceber a matéria e a energia a nível subatômico; pode até mesmo ver através do tempo e, concentrado, pode conseguir percepção limitada de eventos passados e futuros em sua vizinhança geral. O Surfista demonstrou habilidade telepática por algumas vezes e provou ser capaz de influenciar em escala planetária a emoção e a sensação dos humanos. O Surfista já demonstrou resistência a manipulação de sua alma e já foi capaz de atacar a alma de outros seres. Ele também possui a consciência cósmica, que é a capacidade de perceber e sentir alterações, mudanças ou distúrbios que estejam ocorrendo em qualquer lugar do universo.

 Publicações 

A Marvel lançou a revista do herói em 1968, um belo trabalho de Stan Lee e principalmente do desenhista John Buscema (que depois desenharia por anos as histórias do bárbaro Conan). Os roteiros mostravam um herói pacifista e nobre, preocupado com as guerras e com o destino da Terra. Causou estranheza aos leitores da Marvel da época, habituados com personagens violentos e anti-heróis como o Hulk ou o Marvel; e a revista acabou por ser cancelada menos de dois anos depois de ser criada. Nos anos 80 virou um personagem "cult" ao ser citado em fala do ator Richard Gere na refilmagem americana de 1983 (A Força do Amor ou Breathless) do filme francês À bout de souffle ou Acossado, de Godard .

Continuando com as aventuras, após alguns anos o Dr. Reed Richards, também conhecido como Sr. Fantástico, conseguiu libertá-lo de sua prisão na Terra. O Surfista Prateado passou a vagar pelo universo infinito, procurando trazer liberdade e justiça para todos que precisarem de sua ajuda.
Assim, em 1987 o herói voltaria em novas séries de histórias como protagonista, desta vez como um viajante cósmico.No período que passou na Terra, ele aprendeu muito sobre a humanidade e a nobreza que o libertou; e continuou a viver muitas aventuras ao lado de heróis terráqueos.
Durante a saga Aniquilação, ele voltou a ser arauto de Galactus e teve seus poderes ampliadosEntre 1988 e 1989, foi o protagonista da minissérie Parábola, uma rara incursão do desenhista francês Moebius no mundo dos quadrinhos de super-heróis. A saga foi escrita por Stan Lee

Uma minissérie do Surfista Prateado, intitulado Requiem, foi lançada 2007 escrita por J. Michael Straczynski. Nessa saga, publicada no Brasil no final de 2008, ele morre vítima da decomposição do revestimento cósmico de seu corpo dado por Galactus. Depois de saber, por Reed Richards, que o processo é fatal e irreversível, ele empreende a longa viagem de volta a Zenn-La, onde chega a tempo de expirar nos braços de Shalla-Ball. Seus funerais incluem homenagens por parte de toda a população do planeta e a presença de um pesaroso Galactus. Este, atendendo ao último pedido de seu ex-arauto, compromete-se a jamais voltar a ameaçar aquele mundo.

Os Defensores 

A partir de 1971, o Surfista Prateado viveria algumas aventuras com o recém-formado grupo de super-heróis chamado de Defensores. Compunham originariamente esse grupo Namor, Hulk e Doutor Estranho.
Cinema 
Em 2007 foi interpretado por Doug Jones, com voz de Laurence Fishburne, no filme "Fantastic Four: Rise of the Silver Surfer". Baseado na Trilogia de Galactus, causou certa decepção aos fãs pois o vilão cósmico não aparece por inteiro e o Surfista domina o filme todo como praticamente o único super-vilão (Doutor Destino reaparece, mas pouco tem a fazer).
Desenhos animados 
Teve uma participação em Os Quatro Fantásticos, episódios "da vinda de Galactus".
Em Quarteto Fantástico (série de TV, 1994).
Estrelou uma série própria em 1998 de curta duração, que misturou o cel e a animação de computador.

Videogames 
No jogo Marvel Ultimate Alliance, o Surfista Prateado é jogável em todas as plataformas, sendo que seu ataque extremo é o Galactic Might e suas roupas são: Power Surge, Silver Age, Vitality e Heavy Damage.No jogo Marvel Super Hero Squad ele é um personagem jogavel em todos os videogames disponíveis para este jogo, tem varias habilidades, atira raios cosmicos e vooa.No jogo Fantastic Four The Rise Of Silver Surfer também aparece. No jogo Marvel Super Hero Squad The Infinit Gauntlet ele é um personagem jogavel para todos os consoles.Há um jogo para o console NES chamado: Silver Surfer, um jogo de tiro tanto em scroll vertical ou horizontal semelhante a jogos de nave.


Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 22:24

AS CAPAS DA SERIE MARVEL SAGA 1985-1987

Segunda-feira, 05.08.13

AS CAPAS DA SERIE MARVEL SAGA 1985-1987 



Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 18:34

AS CAPAS DA SERIE MARVEL SAGA 1985-1987

Segunda-feira, 05.08.13

AS CAPAS DA SERIE MARVEL SAGA 1985-1987 



Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 18:34

O DEMOLIDOR CAPAS EBAL

Segunda-feira, 05.08.13
0115dd02dd03dd04dd05dd06dd07dd08dd09dd10dd11dd12dd13dd14dd16dd17dd18dd19dd20dd21dd22dd23dd24dd25dd26dd27dd28dd29dd30dd31demolidorfotoedicaoextra
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 16:53

O DEMOLIDOR CAPAS EBAL

Segunda-feira, 05.08.13
0115dd02dd03dd04dd05dd06dd07dd08dd09dd10dd11dd12dd13dd14dd16dd17dd18dd19dd20dd21dd22dd23dd24dd25dd26dd27dd28dd29dd30dd31demolidorfotoedicaoextra
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 16:53

Biografia RuPaul(drag queen)

Segunda-feira, 05.08.13

RuPaul(drag queen)

RuPaul Andre Charles (San Diego, Califórnia, 17 de novembro de 1960 ), mais conhecido como RuPaul é uma drag queen , modelo , ator e compositor de canções americanas , com uma reputação desde o início de 1990 aparecendo em uma variedade de programas de televisão , filmes e álbuns de música desde então.


Anteriormente, ele era um regular em clubes da cidade cenários de Nova York e Atlanta. Ele é bem conhecido entre as drag queens para sua indiferença para com os pronomes utilizados para determinar seu sexo, usando tanto o quanto ela : " Você pode me chamar ele. Você pode me chamar ela. Você pode me chamar de Regis e Kathie Lee , eu não me importo! Contanto que você me chamar ".

No mundo da música, alcançou popularidade internacional com sua canção "Supermodel (você a trabalhar melhor)" e, especialmente, com "Não Go Breaking My Heart" dueto com Elton John , outras
 músicas mais tarde, gravou um dueto com Brigitte Nielsen e Martha Wash .Ele tinha um talk show no canal VH1, e atualmente carrega um reality show chamado Raça RuPaul de arrasto .

Discografia

Álbuns
Supermodel of the World (1993)
Foxy Lady (1996)
Ho, Ho, Ho (1997)
Red Hot (2004)
Champion (2009)
Glamazon (2011)
     EPs
Sex Freak (1985)
Álbuns de remixes
ReWorked (2006)
Drag Race (2010)
Singles
1987 - "Ping Ting Ting" (como RuPaul Andre Charles)
1991 - "I've Got That Feelin'"
1992 - "Supermodel (You Better Work)
1993
"Everybody Dance"
"House of Love"
"A Shade Shady (Now Prance)"
"Back to My Roots"
"Little Drummer Boy"
1994
"The Extravaganza Megamix"
"House of Love" (re-entry)
"Whatcha See Is Whatcha Get"
1995 - "Free to Be"
1996 - "Snapshot"
1997
"A Little Bit of Love"
"Celebrate"
"Funky Christmas"
2004 - "Looking Good, Feeling Gorgeous"
2005 - "Workout"
2006
"People Are People" (with Tom Trujillo)
"Supermodel (The RuMixes)"
2007 - "Call Me Starrbooty"
2009
"Cover Girl"
"Jealous Of My Boogie"
2010
"Devil Made Me Do It"
"Tranny Chaser"

Filmes
RuPaul é: Starbooty! (1987)
Crooklyn (1994)
The Brady Bunch Movie (1995)
Wigstock: O Filme (1995)
Blue in the Face (1995)
Para Wong Foo, Obrigada por Tudo! Julie Newmar (1995)
Red Ribbon Azuis (1995)
Oração de uma mãe (1995)
Fugiu]] (1996)
A Sequel Very Brady (1996)
Um Life Unexpected (1998)
EDTV (1999)
Mas eu sou um líder da claque (1999)
Os Olhos de Tammy Faye (2000)
A Verdade Sobre Jane (2000)
Para o amor de Maio (2000)
Quem é Cletis Tout? (2001)
Ligações Perigosas Michael Lucas (2005)
Trabalhe-Girl: Os vídeos de música (2006)
Starrbooty (2007)
Another Gay Sequel: Gays Gone Wild (2008)
Rick & Steve: The Happiest Gay Couple em todo o mundo (2009)

     Curta Metragem
O Terror Boy Blue (1983)
Wild Thing (1983)
Terror II (1983)
3D Terror (1984)
Mahogany II (1986)
Cadela Psico (1986)
Americana Porn Star (1986)
Voyeur (1987)
Polícia Lady (1987)
Cupcake (1989)
Hustlers Vampiro (1989)
Beleza (1989)
The Brady Bunch Movie (1995)
A Sequel Very Brady (1996)
Pele Walker (2004)
Zombie Prom (2006)
Como temos mais (2008)
Pickle Surpresa (Tom filme Rubnitz curto)
   Seriado de TV
Sister, Sister (1994)
Sabrina, the Teenage Witch (1998)
Popular (série de TV) (2001)
Filho da Praia (2002)
Raça RuPaul de arrasto (2009)
Ugly Betty (2010)
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 15:45

BIOGRAFIA, Mariana Ximenes(atriz)

Segunda-feira, 05.08.13

 Mariana Ximenes
Mariana Ximenes do Prado Nuzzi (São Paulo, 26 de abril de 1981) é uma atriz brasileira

É filha da fonoaudióloga cearense Fátima Ximenes do Prado Nuzzi e do advogado e professor de direito paulista José Nuzzi Neto.  Aos 6 anos, depois de interpretar o papel de Cinderela na escola, se encantou pela profissão. Estudou no Colégio Marista Arquidiocesano de São Paulo durante nove anos, de 1990 até 1998. Atua em comerciais desde os 12 anos de idade.

 Em 1998, fez sua estreia no cinema com o longa-metragem Caminho dos Sonhos. Começou a carreira maciça em novelas em Fascinação, que Walcyr Carrasco escreveu para o SBT. Seu primeiro papel de destaque na TV foi em 2000, na novela Uga-Uga, de Carlos Lombardi. Bionda, personagem vivida pela atriz na trama de Lombardi, é considerada o divisor de águas de sua carreira.

Em 2001, dublou a série de animação Sorriso Metálico, como a personagem principal. Em 2002, viveu Marina, uma jovem drogada no filme O Invasor. Pela sua atuação, foi muito elogiada e recebeu diversos prêmios como melhor atriz.

Em 2003, atuou na minissérie A Casa das Sete Mulheres como uma das sete protagonistas, Rosário. Pela sua atuação, foi indicada ao Prêmio Inte na categoria de Melhor Atriz, dedicado à indústria da televisão em espanhol - prêmio considerado uma espécie de Oscar latino da indústria televisiva hispânica.

No mesmo ano, ganhou a sua primeira mocinha em novelas, a Ana Francisca de Chocolate com Pimenta. Em 2005, viveu a rebelde Raíssa, na novela América de Glória Perez. Voltou a atuar em uma minissérie no ano de 2006, quando deu vida a Lilian Gonçalves em JK.

Depois, protagonizou a novela Cobras & Lagartos, de João Emanuel Carneiro, como Bel. Em seguida, estreou os longas A Máquina e Muito Gelo e Dois Dedos D'Água, onde interpretou, respectivamente, a protagonista Karina, e também Roberta. Em 2008 interpretou Lara Fontini, a co-protagonista de A Favorita.


   Mariana Ximenes interpretou sua primeira vilã, a personagem Clara Medeiros da telenovela Passione,  personagem essa que se inspirou em Bette Davis.  Em 2012, participou de um episódio do seriado As Brasileiras, interpretando Liliane, 'A Adormecida de Foz do Iguaçu' . Recentemente, começou a gravar para atuar como Juliana, na atual Telenovela das 7 de Silvio de Abreu remake da novela Guerra dos Sexos. A atriz atuará novamente ao lado de seu amigo Reynaldo Gianecchini, que interpretará Nando, um motorista apaixonado pela personagem de Mariana.
Mariana Ximenes de cabelo comprido
Vida pessoal
Foi casada durante 8 anos com o produtor de cinema Pedro Buarque de Hollanda, de quem se separou em outubro de 2009.  Em 2011 começou a namorar o publicitário gaúcho Lucas Mello, que também é sócio de restaurantes em São Paulo.  A atriz pensa em casar e ter filhos com o namorado.
Mariana Ximenes com cabelos longos
televisao
Ano Nome Personagem
1994 74.5 - Uma Onda no Ar (participação especial)
1998 Fascinação Emília Gouveia
Sandy & Junior Vicky
1999 Você Decide (episódio: "Dupla Traição")
Andando nas Nuvens Celi Montana
Força de um Desejo Ângela (participação especial)
2000 Uga-Uga Bionda
2001 Caso Especial (episódio: "A Sonata") Luciana
Sorriso Metálico Sharon Spitz (dublagem)
A Padroeira Isabel de Avelar
2002 Os Normais (episódio: "Acima do Normal") Sônia
A Turma do Didi Glorinha (participação especial)
Brava Gente (episódio: "Arioswaldo e o Lobisomem") Branca Luz
2003 A Casa das Sete Mulheres Rosário
Zorra Total Jornalista (participação especial)
A Grande Família (episódio: "Essa é pra Casar!") Ana
Chocolate com Pimenta[12] Ana Francisca (Aninha)
2004 Histórias de Cama & Mesa Carolina
2005 América[13] Raíssa
Casseta & Planeta, Urgente! Raíssa (participação especial)
2006 JK Lilian Gonçalves
Cobras & Lagartos Bel (Maria Isabel Gonçalves Pasquim)
2007 Paraíso Tropical Sônia (participação especial)
2008 A Favorita[14] Lara Fontini
2009 Superbonita Apresentadora
Episódio Especial Ela mesma (participação especial)
Despertar das Amazonas Ela mesma (documentário)
2010 Passione[15] Clara Medeiros
2012 As Brasileiras (episódio: "A Adormecida de Foz do Iguaçu") Liliane
Guerra dos Sexos[16] Juliana de Alcântara Pereira Barreto

[ ]Cinema

Mariana Ximenes de vermelho
Ano Nome Personagem
1998 Caminho dos Sonhos Ruth Stern
2001 Dias de Nietzsche em Turim Júlia Fino
2002 O Invasor Marina
2003 O Homem do Ano Gabriella
Uma Estrela Pra Ioiô Ioiô
2005 Gaijin - Ama-me Como Sou Weronika Muller
O Galinho Chicken Little Hebe Marreca, a Pata Feia (Dublagem)
2006 A Máquina Karina
Muita Alegria e 40 Graus de Calor
Muito Gelo e Dois Dedos D'Água Roberta
2008 A Mulher do Meu Amigo Renata
2009 Bela Noite para Voar Princesa
Hotel Atlântico Diana
2010 Quincas Berro D'Água Vanda
2011 Um Homem Só
2012 Os Penetras Laura

teatro

Ano Nome Personagem
2000 A Rosa Tatuada Rosa
2011 Os Altruístas Sydney[17]

Mariana Ximenes posando para foto

Prêmios

Ano Categoria Festival Filme Resultado
2002 Melhor atriz coadjuvante Festival do Recife O Invasor Vencedora
Melhor atriz coadjuvante Passista Trophy O Invasor Vencedora
2003 Melhor atriz coadjuvante Grande Prêmio BR do Cinema Brasileiro O Invasor Vencedora
Melhor atriz coadjuvante Cinema Brazil Grand Prize O Invasor Vencedora
Melhor par romântico Prêmio Contigo A Casa das Sete Mulheres Vencedora
2006 Atriz favorita Meus Prêmios Nick Cobras & Lagartos Vencedora
2010 Melhor atriz Veja - Cariocas do Ano Passione Vencedora
Melhor atriz Prêmio Minha Novela Passione Vencedora
Melhor atriz 4º Prêmio Quem 2010 Quincas Berro D'Água Vencedora
2011 Melhor atriz Troféu Imprensa Passione Vencedora
Melhor atriz Troféu Internet Passione Vencedora
Teatro Prêmio Jovem Brasileiro Os Altruístas Vencedora

Mariana Ximenes de batom vermelho
Contador de visitas
计数器
Contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:03








comentários recentes




subscrever feeds