Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



SUPERX 5 quadrinhos de 1950(para ler)

Domingo, 13.10.13
Super-X 005 001  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 002  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 003  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 004  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 005  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 006  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 007  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 008  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 009  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 010  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 011  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 012  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 013  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 014  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 015  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 016  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 017  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 018  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 019  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 020  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 021  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 022  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 023  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 024  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 025  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 026  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 027  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 028  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 029  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 030  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 031  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 032  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 033  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 034  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 035  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 036  A Voz Do Desmanipulador

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:25

SUPERX 5 quadrinhos de 1950(para ler)

Domingo, 13.10.13
Super-X 005 001  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 002  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 003  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 004  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 005  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 006  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 007  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 008  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 009  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 010  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 011  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 012  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 013  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 014  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 015  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 016  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 017  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 018  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 019  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 020  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 021  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 022  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 023  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 024  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 025  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 026  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 027  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 028  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 029  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 030  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 031  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 032  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 033  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 034  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 035  A Voz Do DesmanipuladorSuper-X 005 036  A Voz Do Desmanipulador

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:25

DMZ 2006-2012,capas vertigo

Domingo, 13.10.13
DMZ - 01DMZ - 02DMZ - 03DMZ - 04DMZ - 05DMZ - 06DMZ - 07DMZ - 08DMZ - 09'DMZ - 10DMZ - 11DMZ - 12DMZ - 13DMZ - 14DMZ - 15DMZ - 16DMZ - 17DMZ - 18DMZ - 19DMZ - 20DMZ - 21DMZ - 22DMZ - 23DMZ - 24DMZ - 25DMZ - 26DMZ - 27DMZ - 28DMZ - 29DMZ - 30DMZ - 31DMZ - 32DMZ - 33DMZ - 34DMZ - 35DMZ - 36DMZ - 37DMZ - 38DMZ - 39DMZ - 40DMZ - 41DMZ - 42DMZ - 43DMZ - 44DMZ - 45DMZ - 46DMZ - 47DMZ - 48DMZ - 49DMZ - 50DMZ - 51DMZ - 52DMZ - 53DMZ - 54DMZ - 55DMZ - 56DMZ - 57DMZ - 58DMZ - 59DMZ - 60DMZ - 61DMZ - 62DMZ - 63DMZ - 64DMZ - 65DMZ - 66DMZ - 67DMZ - 68DMZ - 69DMZ - 70DMZ - 71DMZ - 72 - Fim 2012

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:08

DMZ 2006-2012,capas vertigo

Domingo, 13.10.13
DMZ - 01DMZ - 02DMZ - 03DMZ - 04DMZ - 05DMZ - 06DMZ - 07DMZ - 08DMZ - 09'DMZ - 10DMZ - 11DMZ - 12DMZ - 13DMZ - 14DMZ - 15DMZ - 16DMZ - 17DMZ - 18DMZ - 19DMZ - 20DMZ - 21DMZ - 22DMZ - 23DMZ - 24DMZ - 25DMZ - 26DMZ - 27DMZ - 28DMZ - 29DMZ - 30DMZ - 31DMZ - 32DMZ - 33DMZ - 34DMZ - 35DMZ - 36DMZ - 37DMZ - 38DMZ - 39DMZ - 40DMZ - 41DMZ - 42DMZ - 43DMZ - 44DMZ - 45DMZ - 46DMZ - 47DMZ - 48DMZ - 49DMZ - 50DMZ - 51DMZ - 52DMZ - 53DMZ - 54DMZ - 55DMZ - 56DMZ - 57DMZ - 58DMZ - 59DMZ - 60DMZ - 61DMZ - 62DMZ - 63DMZ - 64DMZ - 65DMZ - 66DMZ - 67DMZ - 68DMZ - 69DMZ - 70DMZ - 71DMZ - 72 - Fim 2012

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:08

CINDERELLA 2011,capas vertigo

Domingo, 13.10.13
Cinderella-01Cinderella-02Cinderella-03Cinderella-04Cinderella-05Cinderella-06

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:06

CINDERELLA 2011,capas vertigo

Domingo, 13.10.13
Cinderella-01Cinderella-02Cinderella-03Cinderella-04Cinderella-05Cinderella-06

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:06

CINDERELLA 2010,CAPAS VERTIGO

Domingo, 13.10.13
Cinderella-001Cinderella-002Cinderella-003Cinderella-004Cinderella-005Cinderella-006

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:04

CINDERELLA 2010,CAPAS VERTIGO

Domingo, 13.10.13
Cinderella-001Cinderella-002Cinderella-003Cinderella-004Cinderella-005Cinderella-006

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 23:04

LISANDRA SOUTO EM IMAGENS(ATRIZ)

Domingo, 13.10.13















































Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 20:18

LISANDRA SOUTO EM IMAGENS(ATRIZ)

Domingo, 13.10.13















































Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 20:18

MESTRE DO KUNG-FU 1970-1983(capas e o historico do personagem)

Domingo, 13.10.13

MESTRE DO KUNG-FU 1970-1983
Mestre do Kung Fu
Shang Chi, O Mestre do Kung Fu (Shang-Chi: Master of Kung Fu, no original) é um herói lançado pela Marvel. Criado por Steve Englehart e Jim Starlin. Mas o roteirista de quase todas as histórias do personagem foi Doug Moench.Ele não tem superpoderes especiais, mas demonstra habilidades extraordinárias nas artes marciais e é um mestre de Wushu (um nome genérico para várias artes marcias chinesas).

 Histórico da Publicação
Para aproveitar o sucesso da série televisiva Kung Fu, estrelada por David Carradine. 
Como não conseguiu autorização da Time Warner (que desde 1969 é dona da DC Comics),2 3 a editora adquiriu a licença de uso de Fu Manchu, um vilão das revista pulp criado por Sax Rohmer.O desenhista Jim Starlin se inspirou nas feições do ator americano David Carradine (interprete do personagem sino-americano Kwai Chang Caine da série Kung Fu), com a entrada do desenhista Paul Gulacy o herói ganhou as feições do ator chinês Bruce Lee.Em Master of Kung Fu #19, Shang Chi (já com as feições de Bruce Lee) conhece um lutador chamado Lu Sung, o lutador possuía o rosto parecido com o de Carradine e ostentava um bigode. 


Publicações no Brasil 
O personagem estreou no Brasil na revista Kung Fu da Ebal.  Outros personagens da Marvel publicados nessa revista foram os denominados Filhos do Tigre.A revista tinha o formato inspirado na revista da Marvel Comics, Deadly Hands of Kung Fu e assim como ela adotou o formato magazine (usado em revistas como a Veja) e impressa em preto e branco. Revistas em quadrinhos desse tipo eram usadas para publicar material para adultos  e não sofriam censuras do Comics Code Authority. A revista da EBAL também publicou material das editoras estrangeiras Charlton (Yang, claramente inspirado na série de TV estrelada por Carradine)  , DC (Richard Dragon, Kung Fu Fighter)6 , Marvel Comics e Selecciones Ilustradas (da Espanha). 


A Edição 21 trouxe a biografia em quadrinhos de Bruce Lee publicada originalmente na revista Deadly Hands of Kung Fu #28 (revista que publicava histórias protagonizadas por Shang Chi),8 escrita por Martin Sands e desenhada por Joe Staton.Shang Chi teve histórias publicadas até a quinta edição (quando passou a ter uma revista própria na Editora Bloch). Na sexta edição surgiu uma criação própria, uma personagem com as feições inspiradas em David Carradine e roupas similares a de Shang Chi, chamado apenas de Kung Fu. 
A editora já havia feito algo parecido com O Judoka, criado para suprir a falta de histórias do Judomaster da Charlton.  Com o término da revista na edição 27, Kung Fu não teve mais histórias públicadas pela Ebal 5 . Assim como a EBAL, a Bloch também publicou histórias de autores brasileiros como o nipo-brasileiro Júlio Shimamoto.


Tanto na revista da EBAL, quanto na da Bloch, eram comuns as publicações de matérias e pôsteres sobre Bruce Lee, David Carradine e outros atores de filmes de artes marciais  .
Encerrado o período da Bloch, Shang Chi passou para a Editora Abril, sendo um personagem de destaque dos mixes das revistas Capitão América, Heróis da TV e Superaventuras Marvel, além de estrelar com exclusividade algumas revistas especiais.


 Histórico ficcional 

Shang-Chi nasceu na província de Hunan, na China. Ele é o filho de Fu Manchu, um criminoso internacional. Desde cedo ele foi treinado em artes marciais chinesas.Shang foi enviado pelo para assassinar um inimigo de seu pai, mas descobriu que seu pai era um criminoso poderoso, rebelando-se contra ele. Sua série "original", terminou com a morte de seu pai, quando então Shang Chi decide abandonar o serviço secreto inglês e peregrinar pelo mundo, buscando a iluminação espiritual.


O personagem só apareceu anos depois, em uma história juntamente com os X-Men, onde eles se aliam à Sebastian Shaw e vão a Hong Kong em busca do Elixir Vitae', a suposta substância criada pelo Pai de Shang Chi (que tencionava alcançar a imortalidade), da qual se esperava que curasse o Vírus Legado. Na batalha, eles se confrontam com Wilson Fisk, o Rei do Crime, que havia assumido o controle do mundo do crime de Hong Kong, após a derrocada de seu império em Nova York. Com o sucesso da história, o personagem foi incorporado no Selo Marvel Knights e, posteriormente, transferido para o Marvel Max.Como a Marvel não renovou a licença de uso dos personagens de Sax Rohmer, o pai de Shang Chi não pode mais ser chamado de Fu Manchu.









Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 17:05

MESTRE DO KUNG-FU 1970-1983(capas e o historico do personagem)

Domingo, 13.10.13

MESTRE DO KUNG-FU 1970-1983
Mestre do Kung Fu
Shang Chi, O Mestre do Kung Fu (Shang-Chi: Master of Kung Fu, no original) é um herói lançado pela Marvel. Criado por Steve Englehart e Jim Starlin. Mas o roteirista de quase todas as histórias do personagem foi Doug Moench.Ele não tem superpoderes especiais, mas demonstra habilidades extraordinárias nas artes marciais e é um mestre de Wushu (um nome genérico para várias artes marcias chinesas).

 Histórico da Publicação
Para aproveitar o sucesso da série televisiva Kung Fu, estrelada por David Carradine. 
Como não conseguiu autorização da Time Warner (que desde 1969 é dona da DC Comics),2 3 a editora adquiriu a licença de uso de Fu Manchu, um vilão das revista pulp criado por Sax Rohmer.O desenhista Jim Starlin se inspirou nas feições do ator americano David Carradine (interprete do personagem sino-americano Kwai Chang Caine da série Kung Fu), com a entrada do desenhista Paul Gulacy o herói ganhou as feições do ator chinês Bruce Lee.Em Master of Kung Fu #19, Shang Chi (já com as feições de Bruce Lee) conhece um lutador chamado Lu Sung, o lutador possuía o rosto parecido com o de Carradine e ostentava um bigode. 


Publicações no Brasil 
O personagem estreou no Brasil na revista Kung Fu da Ebal.  Outros personagens da Marvel publicados nessa revista foram os denominados Filhos do Tigre.A revista tinha o formato inspirado na revista da Marvel Comics, Deadly Hands of Kung Fu e assim como ela adotou o formato magazine (usado em revistas como a Veja) e impressa em preto e branco. Revistas em quadrinhos desse tipo eram usadas para publicar material para adultos  e não sofriam censuras do Comics Code Authority. A revista da EBAL também publicou material das editoras estrangeiras Charlton (Yang, claramente inspirado na série de TV estrelada por Carradine)  , DC (Richard Dragon, Kung Fu Fighter)6 , Marvel Comics e Selecciones Ilustradas (da Espanha). 


A Edição 21 trouxe a biografia em quadrinhos de Bruce Lee publicada originalmente na revista Deadly Hands of Kung Fu #28 (revista que publicava histórias protagonizadas por Shang Chi),8 escrita por Martin Sands e desenhada por Joe Staton.Shang Chi teve histórias publicadas até a quinta edição (quando passou a ter uma revista própria na Editora Bloch). Na sexta edição surgiu uma criação própria, uma personagem com as feições inspiradas em David Carradine e roupas similares a de Shang Chi, chamado apenas de Kung Fu. 
A editora já havia feito algo parecido com O Judoka, criado para suprir a falta de histórias do Judomaster da Charlton.  Com o término da revista na edição 27, Kung Fu não teve mais histórias públicadas pela Ebal 5 . Assim como a EBAL, a Bloch também publicou histórias de autores brasileiros como o nipo-brasileiro Júlio Shimamoto.


Tanto na revista da EBAL, quanto na da Bloch, eram comuns as publicações de matérias e pôsteres sobre Bruce Lee, David Carradine e outros atores de filmes de artes marciais  .
Encerrado o período da Bloch, Shang Chi passou para a Editora Abril, sendo um personagem de destaque dos mixes das revistas Capitão América, Heróis da TV e Superaventuras Marvel, além de estrelar com exclusividade algumas revistas especiais.


 Histórico ficcional 

Shang-Chi nasceu na província de Hunan, na China. Ele é o filho de Fu Manchu, um criminoso internacional. Desde cedo ele foi treinado em artes marciais chinesas.Shang foi enviado pelo para assassinar um inimigo de seu pai, mas descobriu que seu pai era um criminoso poderoso, rebelando-se contra ele. Sua série "original", terminou com a morte de seu pai, quando então Shang Chi decide abandonar o serviço secreto inglês e peregrinar pelo mundo, buscando a iluminação espiritual.


O personagem só apareceu anos depois, em uma história juntamente com os X-Men, onde eles se aliam à Sebastian Shaw e vão a Hong Kong em busca do Elixir Vitae', a suposta substância criada pelo Pai de Shang Chi (que tencionava alcançar a imortalidade), da qual se esperava que curasse o Vírus Legado. Na batalha, eles se confrontam com Wilson Fisk, o Rei do Crime, que havia assumido o controle do mundo do crime de Hong Kong, após a derrocada de seu império em Nova York. Com o sucesso da história, o personagem foi incorporado no Selo Marvel Knights e, posteriormente, transferido para o Marvel Max.Como a Marvel não renovou a licença de uso dos personagens de Sax Rohmer, o pai de Shang Chi não pode mais ser chamado de Fu Manchu.









Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 17:05

MASTER OF KUNG FU ANUAL -MESTRE DO KUNG FU(CAPAS)

Domingo, 13.10.13





Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 17:01

MASTER OF KUNG FU ANUAL -MESTRE DO KUNG FU(CAPAS)

Domingo, 13.10.13





Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 17:01

BIOGRAFIA,DI CAVALCANTI

Domingo, 13.10.13

Di Cavalcanti
Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo, mais conhecido como Di Cavalcanti (Rio de Janeiro, 6 de setembro de 1897 — Rio de Janeiro, 26 de outubro de 1976) foi um pintor, desenhista, ilustrador e caricaturista brasileiro.

Biografia

Di Cavalcanti nasceu em 06 de setembro de 1897 no Rio de Janeiro, filho de Frederico Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo e Rosalia de Sena. Era sobrinho de José do Patrocínio (que era casado com a irmã de sua mãe).


Entre 11 e 18 de fevereiro de 1922 idealiza e organiza a Semana de Arte Moderna no Teatro Municipal de São Paulo, criando para essa ocasião as peças promocionais do evento: catálogo e programa.Faz sua primeira viagem à Europa em 1923, permanecendo em Paris até 1925. Frequenta a Academia Ranson. Expõe em diversas cidades: Londres, Berlim, Bruxelas, Amsterdã e Paris. Conhece Picasso, Léger, Matisse, Erik Satie, Jean Cocteau e outros intelectuais franceses.Retorna ao Brasil em 1926 e ingressa no Partido Comunista. Segue fazendo ilustrações. Faz nova viagem a Paris e cria os painéis de decoração do Teatro João Caetano no Rio de Janeiro.
Os anos 30 encontram um Di Cavalcanti imerso em dúvidas quanto à sua liberdade como homem, artista e dogmas partidários.


Inicia suas participações em exposições coletivas, salões nacionais e internacionais como a International Art Center em New York. Em 1932, funda em São Paulo, com Flávio de Carvalho, Antonio Gomide e Carlos Prado, o Clube dos Artistas Modernos. Sofre sua primeira prisão em 1932 durante a Revolução Paulista. Casa-se com a pintora Noêmia Mourão. Publica o álbum A Realidade Brasileira, série de doze desenhos satirizando o militarismo da época. Em Paris, em 1938, trabalha na rádio Diffusion Française nas emissões Paris Mondial. Viaja ao Recife e Lisboa onde expõe no salão “O Século”; ao retornar é preso novamente no Rio de Janeiro. Em 1936 esconde-se na Ilha de Paquetá e é preso com Noêmia. Libertado por amigos, segue para Paris, lá permanecendo até 1940. Em 1937 recebe medalha de ouro com a decoração do Pavilhão da Companhia Franco-Brasileira, na Exposição de Arte Técnica, em Paris.


Com a iminência da Segunda Guerra deixa Paris e retorna ao Brasil, fixando-se em São Paulo. Um lote de mais de quarenta obras despachadas da Europa não chegam ao destino, extraviando-se. Passa a combater abertamente o abstracionismo através de conferências e artigos. Viaja para o Uruguai e Argentina, expondo em Buenos Aires.1 Conhece Zuília, que se torna uma de suas modelos preferidas. Em 1946 retorna a Paris em busca dos quadros desaparecidos; nesse mesmo ano expõe no Rio de Janeiro, na Associação Brasileira de Imprensa. Ilustra livros de Vinícius de Morais, Álvares de Azevedo e Jorge Amado. Em 1947 entra em crise com Noêmia Mourão - "uma personalidade que se basta, uma artista, e de temperamento muito complicado…". Participa com Anita Malfatti e Lasar Segall do júri de premiação de pintura do Grupo dos 19. Segue criticando o abstracionismo. Expõe na Cidade do México em 1949.

É convidado e participa da I Bienal de São Paulo, 1951. Faz uma doação generosa ao Museu de Arte Moderna de São Paulo, constituída de mais de quinhentos desenhos. Beryl passa a ser sua companheira. Nega-se a participar da Bienal de Veneza. Recebe a láurea de melhor pintor nacional na II Bienal de São Paulo, prêmio dividido com Alfredo Volpi.Em 1954 o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro realiza exposição retrospectiva de seus trabalhos. Faz novas exposições na Bacia do Prata, retornando a Montevidéu e Buenos Aires. Publica Viagem de minha vida. 1956 é o ano de sua participação na Bienal de Veneza e recebe o I Prêmio da Mostra Internacional de Arte Sacra de Trieste. Adota Elizabeth, filha de Beryl. Seus trabalhos fazem parte de exposição itinerante por países europeus. Recebe proposta de Oscar Niemeyer para a criação de imagens para tapeçaria a ser instalada no Palácio da Alvorada; também pinta as estações para a Via-sacra da catedral de Brasília.

Década de 60
Ganha uma sala Especial na Bienal Interamericana do México, recebendo Medalha de Ouro. Torna-se artista exclusivo da Petite Galerie, Rio de Janeiro. Viaja a Paris e Moscou. Participa da Exposição de Maio, em Paris, com a tela Tempestade. Participa com Sala Especial na VII Bienal de São Paulo. Recebe indicação do presidente João Goulart para ser adido cultural na França, embarcara para Paris e não assume por causa do [golpe de 1964]. Vive em Paris com Ivete Bahia Rocha, apelidada de Divina.1 Lança novo livro, Reminiscências líricas de um perfeito carioca e desenha jóias para Lucien Joaillier. Em 1966 seus trabalhos desaparecidos no início da década de 40 são localizados nos porões da Embaixada brasileira. Candidata-se a uma vaga na [Academia Brasileira de Letras], mas não se elege. Seu cinquentenário artístico é comemorado.


 Década de 70
A modelo Marina Montini é a musa da década. Em 1971 o Museu de Arte Moderna de São Paulo organiza retrospectiva de sua obra e recebe prêmio da Associação Brasileira dos Críticos de Arte. Comemora seus 75 anos no Rio de Janeiro, em seu apartamento do Catete. A Universidade Federal da Bahia outorga-lhe o título de Doutor Honoris Causa. Faz exposição de obras recentes na Bolsa de Arte e sua pintura Cinco Moças de Guaratinguetá é reproduzida em selo.
Falece no Rio de Janeiro em 26 de Outubro de 1976.



 Centenário

Em 1997, ano do centenário de seu nascimento, diversas exposições comemorativas e retrospectivas de sua obra foram organizadas, entre as quais:

As mulheres de Di, pelo Centro Cultural Banco do Brasil (RJ);
Di, meu Brasil brasileiro, pelo Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM); e
Di Cavalcanti, 100 anos, pelo Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Álvares Penteado|Museu de Arte Brasileira de São Paulo FAAP.2

Cronologia

1908 - Recebe aulas do pintor Gaspar Puga Garcia.
1914 – Publica seu primeiro trabalho como desenhista na Revista Fon-Fon.
1916 – Participa do III Salão dos Coadjuvantes. - Muda-se para São Paulo.
1917 – Primeira exposição individual na redação de A Cigarra, em São Paulo.
1919 – Ilustra o livro Carnaval, de Manuel Bandeira.
1921 – Ilustra Balada do sequestro de Reading, de Oscar Wilde.
1922 – Participa da Semana de Arte Moderna, fazendo a capa do trabalho e expondo 11 obras.
1923 – Vai para Europa, fixa residência em Paris como correspondente do jornal Correio da Manhã.
1925 – Volta ao Brasil, morando na Capital.
1929 – Pinta dois paineis para o Teatro João Caetano, no Rio de janeiro.
1935 – Volta novamente para a Europa.
1937 – Medalha de ouro com a decoração do Pavilhão da Companhia Franco-Brasileira, na Exposição de Arte Específica, em Chicago.

1940 – Volta para o Brasil, fixando-se em São Paulo.
1941 – Ilustra o livro Uma noite na taverna / Macário, de Álvares de Azevedo.
1947 – Expõe na Galeria Domus, no Rio de Janeiro.
1953 – Ganha, com Alfredo Volpi, o prêmio de melhor pintor nacional na IV Bienal de São Paulo.
1954 – Retrospectiva do seu nascimento no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
1955 – Publica Viagem de minha vida, livro de memórias.
1956 – Recebe nono prêmio na Mostra de Arte Sacra, na França.
1960 – Recebe medalha de ouro por sua participação com sala especial na IV Bienal Interamericana, no México.
1963 – Homenageado na VII Bienal de São Paulo.
1964 – Exposição comemorativa dos seus 60 anos de artista, na Galeria Relevo, RJ. - Publica o livro Reminiscências líricas de um perfeito cidadão carioca.
1971 – Retrospectiva da sua vida artística Museu de Arte Moderna de São Paulo.
1976 – Morre em sua cidade natal.

Principais obras Pierrete - 1922Pierrot - 1924Samba - 1925Mangue - 1929Cinco moças de Guaratinguetá - 1930Mulheres com frutas - 1932Família na praia - 1935 Vênus - 1938 Ciganos - 1940 Mulheres protestando -1941 Arlequins - 1943 Gafieira - 1944 Colonos - 1945 Abigail - 1947 Aldeia de Pescadores - 1950 Nu e figuras - 1950 Retrato de Beryl - 1955 Tempos Modernos - 1961 Tempestade - 1962
Duas Mulatas - 1962 Músicos - 1963 Ivette - 1963 Rio de Janeiro Noturno - 1963 Mulatas e pombas - 1966 Baile Popular - 1972 A Última Ceia 4:20

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 16:41

AMILTON LELO O CANCIONEIRO APAIXONADO

Domingo, 13.10.13

BIOGRAFIA

AMILTON LELO O CANCIONEIRO APAIXONADO 



Pedro Amilton Vieira (Amilton Lelo), nasceu em Rio Verde, no estado de Goiás.
Iniciou a carreira cantando em dupla, usando o pseudônimo de "Romancinho", formando a dupla "Romancinho e Roxito". Gravou um disco 78 RPM no selo Astor. Com a dupla "Romancinho e Rosenito" gravou pela Califórnia um compacto simples com as músicas "Prendinha Querida" e "Negra Solidão". Sua última tentativa em cantar de dueto foi com sua esposa legítima, da qual era separado, "Romancinho e Roselinda". 
Depois seguiu carreira solo, gravando canções apaixonadas. Ficou conhecido nacionalmente como "O Cancioneiro Apaixonado".
Foi assasinado em Goiânia (Jardim América), em 1985, por um irmão da mulher(a quem diz que foi pela cunhada)amilton lelo foi extremamente apaixonado pela mulher que com a separaçao se tornou o maior cantor apaixonado a viver as propias musicas que cantava tendo este triste fim mas ate hoje e sinomino de paixao e todos aqueles que tem no peito um amor nao correspondido concertesa conheçe as musicas de amilton lelo e sua triste historia com quem ele mantinha um relacionamento.
Amilton está sepultado no cemitério de Goiânia, na galeria dos artistas, e recebe uma legião de fãs todos os anos.
 


uma musica de amilton mendes em homenagem a a amiltonn leloAdeus Saudoso Amilton Lelo Amilton Mendes
Adeus saudoso Amilton Lelo
Obrigado por suas canções
Gosto muito dos teus boleros
Para mim vão ser sempre recordações
Você cantou violão apaixonado
Você cantou poemas para Lilia
Cantou também a montanha maior do mundo
Você cantou a canção da Keila

E hoje você está no céu
Cantando com os anjos amém
E eu aqui na terra
Canto suas musicas também
Adeus saudoso Amilton Lelo
Lá no céu você feliz está
Junto com meu querido papaizinho
Neste momento talvez a cantar

Adeus saudoso Amilton Lelo
Muito obrigado pelos seus lindos poemas
E suas maravilhosas canções


http://www.vagalume.com.br/amilton-mendes/adeus-saudoso-amilton-lelo.html#ixzz27v4BeVCG

pesquisando na internet sobre amilton lelo este cantor apaixonado que eu na realidade gosto muito pois tambem sou um ser apaixonado por alguem que nao ...........a deixa pra la vamos ao que quero dizer encontrei um saite onde fans do cantor postarao fraguimentos sobre o cantor mas nada e oficialm mas a sinceridade de amor pelo cantor me faz crer que  que o que dizem e verdade  vale a pena conferir o sis comentarios do site voces verao a tristesa de todos nos que somos fans de amilton lelo em nao ter nenhuma informaçao a respeito de sua vida e o que realmente aconteceu de fato com o cantor estamos todos na esperança de algun dia seus familiares nos dar informaçao para que assim sabermos um pouco mais sobre nosso amado idolo e assim demostrarmos a sua familia o nosso amor pelo cantohttp://musicadasantigas.blogspot.com.br/2007/07/amilton-lelo-as-boas-de-amilton-lelo.html
um dos comentarios do sitePedro Amiltom Vieira Cabral conhecido como (Amiltom Lelo)'' nascido:12.07.1939 '' Cantor goiano,com alguns resquícios da estética da Jovem Guarda.
Fundamentalmente, suas canções - quase todas composições próprias - falam de amor, e foram gravadas por boa parte dos cantores de peso do gênero.
faleceu no dia 06 de julho de 1979 assasinado a tiros pelo irmão de sua namorada pois era divorciado de sua legítima esposa. Amiltom recebeu varios tiros e ainda entrou em seu carro e dirigiu a procura de um hospital,mas infelizmente bateu em um cruzamento proximo do hospital neurologico para onde foi levado e faleceu algumas horas depois.Seu assasino nunca foi preso apesar de todos saberem quem foi,a familia entregou tudo nas mãos de Deus.
Amiltom foi sepultado no jardim das palmeiras qd.D num. 285 e recebe uma legião de fãs todos os anos.
  
r
eu tambem faço aqui meu apelo a todos que   assessarem esta postagen concertesa porque tambem e fa de amilton lelo eu sou,e esta nao e apenas uma materia a mais do meu blog eu realmente gosto de amilton lelo gostaria muito de ter mais informaçoes a respeito dele faço um apelo vamos usar as redes sociaias pedindo isto se todo mundo usar a internete tenho certesa um dia vamos saber tudo e uma vergonha que a midia ate hoje nao nos deu esta alegria de prestando uma homenagem a este cantor por o esquecerao porque estao querendo apagalo da musica popular brasileira cade a homenagen e o respeito que ele merece,familia do artista e amado amilton lelo por favor dividao conosco queremos conhecelo melhor  eu particularmente sinto ele como um irmao que nunca conheci mas sei que apesar de falecido ainda existe.


DISCOGRAFIA DE AMILTON LELO 
COMPACTOS 
O CANCIONEIRO APAIXONADO - 1975 - CHORORÓ - CDC-1053 

01) Montanha Maior do Mundo - Amilton Lelo
02) Onde Estás - Amilton Lelo
03) Vou Vender Meu Coração - Amilton Lelo
04) Volte Meu Grande Amor - Amilton Lelo 

AMILTON LELO 

01) Eu Preciso de Você - Amilton Lelo
02) Casinha Pobrezinha - 
Amilton Lelo
03) Boa Noite, Amor de Minha Vida -
04) Ontem eu Chorei Demais -
 

LPs e CDs 
TE QUERO SÓ PRA MIM - CHORORÓ - LPC-061 

01) Vou Vender Meu Coração - Amilton Lelo
02) Sem Você Eu Não Sou Gente - Amilton Lelo
03) Quero-te Só Pra Mim - Amilton Lelo
04) Eu Serei o Exemplo - Amilton Lelo
05) Eu Não Tenho Medo da Morte - Amilton Lelo
06) Será Possível - Amilton Lelo
07) Adeus Meu Grande Amor - Amilton Lelo
08) Onde Estás - Amilton Lelo
09) Instante do Meu Bem - Amilton Lelo
10) Adeus - Amilton Lelo
11) Para que Orgulho - Amilton Lelo
12) Keila - Amilton Lelo 

AS DOZE MAIS APAIXONADAS DE AMILTON LELO - 1975 - CHORORÓ - LPC-127 
 
01) Montanha Maior do Mundo - Amilton Lelo
02) Não Consigo lhe Esquecer - Amilton Lelo
03) Não Quero que Ninguém Sofra Por Mim -Amilton Lelo
04) Você Precisa Ser Minha - Amilton Lelo
05) Você Nem me Disse Adeus - Amilton Lelo e Vicente Dias da Costa
06) Jamais Serei Feliz - Amilton Lelo
07) Volte Meu Grande Amor - Amilton Lelo
08) Quero Morrer nos Seus Braços - Amilton Lelo
09) Não Vou lhe Atender - Amilton Lelo
10) Sou o Homem Mais Infeliz do Mundo -Amilton Lelo
11) Dois Amigos Apaixonados - Amilton Lelo
12) Adeus Meu Grande Amor - Amilton Lelo 

ÁGUAS CRIMINOSAS - 1976 

01) Nossa Despedida - Amilton Lelo
02) Não Consigo me Conformar -
 Amilton Lelo
03) Pensando em Outro Alguém -
 Amilton Lelo
04) Esta Noite Eu Não Vou Dormir -
 Amilton Lelo
05) Nosso Amor Não Morreu -
 Amilton Lelo
06) Será Possível -
 Amilton Lelo
07) Águas Criminosas -
 Amilton Lelo
08) Jamais Perdoarei -
 Amilton Lelo
09) Passado, Presente e Futuro - 
Marrequinho e Odaés Rosa
10) Não Desejo Mal a Ninguém -
 Amilton Lelo
11) Meu Único Amor -
 Amilton Lelo
12) Adeus Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo 

MEU SORRISO TAMBÉM É TRISTE - 1977 - SOM/COPACABANA - SOLP-40775 

01) Corpos Separados - Amilton Lelo
02) Desocupe a Minha Cama - Amilton Lelo
03) Vontade Louca - Amilton Lelo
04) Violão Apaixonado - Amilton Lelo
05) Meu Sorriso Também é Triste - Amilton Lelo
06) Adeus Amor - Amilton Lelo
07) Lília - Amilton Lelo
08) Nem o Desquite Vai me Fazer lhe Esquecer -Amilton Lelo
09) Cama Vazia - Amilton Lelo
10) Boa Noite Meu Benzinho - Amilton Lelo
11) Criança Capacitada - Amilton Lelo
12) Não Quero Ver Você Sofrendo - Amilton Lelo e Vicente Dias da Costa 

SÓ VOU AMAR A MINHA SOMBRA - 1978 - SOM/COPACABANA - SOLP-40812 

01) Só Vou Amar a Minha Sombra - Amilton Lelo
02) Maldita Hora - Amilton Lelo e Vicente Dias
03) Amor de Criança - Amilton Lelo e Sílvio Heleno
04) Vou Tentar lhe Esquecer - Amilton Lelo e Audilar
05) Meu Destino é Tão Ruim - Amilton Lelo
06) Canção em Homenagem - Amilton Lelo
07) Rio Criminoso - Amilton Lelo
08) Presente Para Mamãe - Amilton Lelo
09) Não Vamos Mais Brigar - Amilton Lelo
10) Tenho Certeza - Amilton Lelo
11) Volte Pra Mim - Amilton Lelo
12) Drama Triste da Vida - Amilton Lelo 

O CANCIONEIRO APAIXONADO- 1979 - COPACABANA - COELP-41186 

01) Covardia - Amilton Lelo
02) O Beijo da Despedida - Amilton Lelo
03) Barulho da Chuva - Amilton Lelo e Doninho
04) Não Posso Amar Você - Amilton Lelo
05) Eu Tenho Medo - Amilton Lelo
06) Inferno da Vida - Benedito Seviero, Tomás e Barrerito
07) Problema de Famíllia - Ronaldo Adriano e Amilton Lelo
08) Recanto de Tristeza - Amilton Lelo
09) Minha Cama é um Galho de Mangueira -Amilton Lelo
10) Não me Pergunte as Horas - Amilton Lelo e Ismair Vieira
11) Vida Noturna - Amilton Lelo, Duduca e Arlindo Moniz
12) Vai Sofrer Você e Eu - Amilton Lelo e Vicente Dias
13) Solidão - Amilton Lelo 

O DUETO LINDO - 1981 

01) Passado, Presente e Futuro - Marrequinho e Odaés Rosa
02) Não Desejo Mal a Ninguém - 
Amilton Lelo
03) Vou Embora -
04) Não Consigo me Conformar - 
Amilton Lelo
05) Destino Cruel -
éTão Ruim - 
Amilton Lelo
07) Beijos Gelados -
08) Minha Poesia -
09) Pensando em Outro Alguém -
10) Águas Criminosas - 
Amilton Lelo
11) Eterno Sono -
12) Não Quero que Ninguém Sofra Por Mim -
Amilton Lelo 

AS MAIS QUENTES DE AMILTON LELO 
 
01) Passado, Presente e Futuro - Marrequinho e Odaés Rosa
02) Não Vou lhe Atender -
 Amilton Lelo
03) Para que Orgulho? - 
Amilton Lelo 
04) Dois Amigos Apaixonados -
 Amilton Lelo 
05) Você Nem me Disse Adeus -
 Amilton Lelo e Vicente Dias da Costa
06) Quero Morrer nos Seus Braços -
 Amilton Lelo
07) Águas Criminosas - 
Amilton Lelo
08) Não Desejo Mal a Ninguém -
 Amilton Lelo
09) Eu Serei o Exemplo - 
Amilton Lelo
10) Nosso Amor Não Morreu -
 Amilton Lelo
11) Quero-te Só Pra Mim -
 Amilton Lelo
12) Não Consigo me Conformar -
 Amilton Lelo 

SÓ SUCESSOS DE AMILTON LELO 
 
SÓ SUCESSOS DE AMILTON LELO 
 
AS BOAS DE AMILTON LELO 

01) Eu Preciso de Você - Amilton Lelo
02) Ontem Eu Chorei Demais - 
Amilton Lelo
03) Destino Cruel - 
Amilton Lelo
04) Gostei Tanto de Você- 
Amilton Lelo
05) Ondes Estás -
 Amilton Lelo
06) Sem Você Eu Não Sou Gente -
 Amilton Lelo
07) Boa Noite Amor de Minha Vida - 
Amilton Lelo
08) Casinha Pobrezinha - 
Amilton Lelo
09) Vou Vender Meu Coração -
 Amilton Lelo
10) Noite Triste - 
Amilton Lelo
11) Não Devemos Negar a Verdade - 
Amilton Lelo
12) Não Tenho Medo da Morte - 
Amilton Lelo 

AS 14 MAIS APAIXONADAS 

01) Montanha Maior do Mundo - Amilton Lelo
02) Não Consigo lhe Esquecer - Amilton Lelo
03) Você Precisa Ser Minha - Amilton Lelo
04) Volte Meu Grande Amor - Amilton Lelo
05) Não Quero que Ninguém Sofra Por Mim -Amilton Lelo
06) Você Nem me Disse Adeus - Amilton Lelo
07) Jamais Serei Feliz - Amilton Lelo
08) Quero Morrer nos Seus Braços - Amilton Lelo
09) Adeus Meu Grande Amor - Amilton Lelo
10) Meu Sorriso Também é Triste - Amilton Lelo
11) Não Vou lhe Atender - Amilton Lelo
12) Sou o Homem Mais Infeliz do Mundo -Amilton Lelo
13) Dois Amigos Apaixonados - Amilton Lelo
14) Não Quero Ver Você Sofrendo - Amilton Lelo 

SELEÇÃO DE OURO - 20 SUCESSOS 

01) Gostei Tanto de Você- Amilton Lelo
02) Ontem Eu Chorei Demais -
 Amilton Lelo
03) Eu Preciso de Você - 
Amilton Lelo
04) Noite Triste -
 Amilton Lelo
05) Adeus Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
06) Montanha Maior do Mundo -
 Amilton Lelo 
07) Só Vou Amar a Minha Sombra -
 Amilton Lelo
08) Não Consigo lhe Esquecer -
 Amilton Lelo
09) Destino Cruel -
 Amilton Lelo
10) Não Posso Amar Você-
 Amilton Lelo
11) Covardia -
 Amilton Lelo
12) Vou Vender Meu Coração -
 Amilton Lelo
13) Você Precisa Ser Minha - 
Amilton Lelo
14) Volte Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
15) Não Vamos Mais Brigar -
 Amilton Lelo
16) Passado, Presente e Futuro - 
Marrequinho e Odaés Rosa
17) Meu Destino é Tão Ruim - 
Amilton Lelo
18) Onde Estás 
- Amilton Lelo
19) Meu Sorriso Também é Triste -
 Amilton Lelo
20) Não Consigo me Conformar - 
Amilton Lelo 

QUE SAUDADE! AS MAIS SAUDOSAS DE ANILTON LELO 

01) Boa Noite Amor de Minha Vida - Amilton Lelo
03) Vou Vender Meu Coração -
 Amilton Lelo
04) Meu Único Amor -
 Amilton Lelo
05) Passado, Presente e Futuro - 
Marrequinho e Odaés Rosa
06) Quero-te Só Pra Mim -
 Amilton Lelo
07) Não Quero que Ninguém Sofra Por Mim -
Amilton Lelo
08) Nossa Despedida -
 Amilton Lelo
09) Quero Morrer nos Seus Braços -
 Amilton Lelo 
10) Sou o Homem Mais Infeliz do Mundo -
Amilton Lelo 
11) Onde Estás 
- Amilton Lelo
12) Jamais Serei Feliz -
 Amilton Lelo
13) Para que Orgulho - 
Amilton Lelo
14) Não Consigo lhe Esquecer -
 Amilton Lelo 
15) Adeus Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
16) Volte Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo 

GRANDES SUCESSOS 

01) Gostei Tanto de Você- Amilton Lelo
02) Ontem Eu Chorei Demais -
 Amilton Lelo
03) Eu Preciso de Você - 
Amilton Lelo
04) Noite Triste -
 Amilton Lelo
05) Adeus Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
06) Montanha Maior do Mundo -
 Amilton Lelo 
07) Só Vou Amar a Minha Sombra -
 Amilton Lelo
08) Não Consigo lhe Esquecer -
 Amilton Lelo 
09) Destino Cruel -
 Amilton Lelo
10) Não Posso Amar Você-
 Amilton Lelo
11) Covardia -
 Amilton Lelo
12) Vou Vender Meu Coração -
 Amilton Lelo
13) Você Precisa Ser Minha - 
Amilton Lelo
14) Volte Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
15) Não Vamos Mais Brigar -
 Amilton Lelo
16) Não Consigo me Conformar -
 Amilton Lelo
17) Meu Destino é Tão Ruim - 
Amilton Lelo
18) Onde Estás 
- Amilton Lelo
19) Meu Sorriso Também é Triste -
 Amilton Lelo
20) Passado Presente e Futuro - 
Marrequinho e Odaés Rosa
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:08

AMILTON LELO O CANCIONEIRO APAIXONADO

Domingo, 13.10.13

BIOGRAFIA

AMILTON LELO O CANCIONEIRO APAIXONADO 



Pedro Amilton Vieira (Amilton Lelo), nasceu em Rio Verde, no estado de Goiás.
Iniciou a carreira cantando em dupla, usando o pseudônimo de "Romancinho", formando a dupla "Romancinho e Roxito". Gravou um disco 78 RPM no selo Astor. Com a dupla "Romancinho e Rosenito" gravou pela Califórnia um compacto simples com as músicas "Prendinha Querida" e "Negra Solidão". Sua última tentativa em cantar de dueto foi com sua esposa legítima, da qual era separado, "Romancinho e Roselinda". 
Depois seguiu carreira solo, gravando canções apaixonadas. Ficou conhecido nacionalmente como "O Cancioneiro Apaixonado".
Foi assasinado em Goiânia (Jardim América), em 1985, por um irmão da mulher(a quem diz que foi pela cunhada)amilton lelo foi extremamente apaixonado pela mulher que com a separaçao se tornou o maior cantor apaixonado a viver as propias musicas que cantava tendo este triste fim mas ate hoje e sinomino de paixao e todos aqueles que tem no peito um amor nao correspondido concertesa conheçe as musicas de amilton lelo e sua triste historia com quem ele mantinha um relacionamento.
Amilton está sepultado no cemitério de Goiânia, na galeria dos artistas, e recebe uma legião de fãs todos os anos.
 


uma musica de amilton mendes em homenagem a a amiltonn leloAdeus Saudoso Amilton Lelo Amilton Mendes
Adeus saudoso Amilton Lelo
Obrigado por suas canções
Gosto muito dos teus boleros
Para mim vão ser sempre recordações
Você cantou violão apaixonado
Você cantou poemas para Lilia
Cantou também a montanha maior do mundo
Você cantou a canção da Keila

E hoje você está no céu
Cantando com os anjos amém
E eu aqui na terra
Canto suas musicas também
Adeus saudoso Amilton Lelo
Lá no céu você feliz está
Junto com meu querido papaizinho
Neste momento talvez a cantar

Adeus saudoso Amilton Lelo
Muito obrigado pelos seus lindos poemas
E suas maravilhosas canções


http://www.vagalume.com.br/amilton-mendes/adeus-saudoso-amilton-lelo.html#ixzz27v4BeVCG

pesquisando na internet sobre amilton lelo este cantor apaixonado que eu na realidade gosto muito pois tambem sou um ser apaixonado por alguem que nao ...........a deixa pra la vamos ao que quero dizer encontrei um saite onde fans do cantor postarao fraguimentos sobre o cantor mas nada e oficialm mas a sinceridade de amor pelo cantor me faz crer que  que o que dizem e verdade  vale a pena conferir o sis comentarios do site voces verao a tristesa de todos nos que somos fans de amilton lelo em nao ter nenhuma informaçao a respeito de sua vida e o que realmente aconteceu de fato com o cantor estamos todos na esperança de algun dia seus familiares nos dar informaçao para que assim sabermos um pouco mais sobre nosso amado idolo e assim demostrarmos a sua familia o nosso amor pelo cantohttp://musicadasantigas.blogspot.com.br/2007/07/amilton-lelo-as-boas-de-amilton-lelo.html
um dos comentarios do sitePedro Amiltom Vieira Cabral conhecido como (Amiltom Lelo)'' nascido:12.07.1939 '' Cantor goiano,com alguns resquícios da estética da Jovem Guarda.
Fundamentalmente, suas canções - quase todas composições próprias - falam de amor, e foram gravadas por boa parte dos cantores de peso do gênero.
faleceu no dia 06 de julho de 1979 assasinado a tiros pelo irmão de sua namorada pois era divorciado de sua legítima esposa. Amiltom recebeu varios tiros e ainda entrou em seu carro e dirigiu a procura de um hospital,mas infelizmente bateu em um cruzamento proximo do hospital neurologico para onde foi levado e faleceu algumas horas depois.Seu assasino nunca foi preso apesar de todos saberem quem foi,a familia entregou tudo nas mãos de Deus.
Amiltom foi sepultado no jardim das palmeiras qd.D num. 285 e recebe uma legião de fãs todos os anos.
  
r
eu tambem faço aqui meu apelo a todos que   assessarem esta postagen concertesa porque tambem e fa de amilton lelo eu sou,e esta nao e apenas uma materia a mais do meu blog eu realmente gosto de amilton lelo gostaria muito de ter mais informaçoes a respeito dele faço um apelo vamos usar as redes sociaias pedindo isto se todo mundo usar a internete tenho certesa um dia vamos saber tudo e uma vergonha que a midia ate hoje nao nos deu esta alegria de prestando uma homenagem a este cantor por o esquecerao porque estao querendo apagalo da musica popular brasileira cade a homenagen e o respeito que ele merece,familia do artista e amado amilton lelo por favor dividao conosco queremos conhecelo melhor  eu particularmente sinto ele como um irmao que nunca conheci mas sei que apesar de falecido ainda existe.


DISCOGRAFIA DE AMILTON LELO 
COMPACTOS 
O CANCIONEIRO APAIXONADO - 1975 - CHORORÓ - CDC-1053 

01) Montanha Maior do Mundo - Amilton Lelo
02) Onde Estás - Amilton Lelo
03) Vou Vender Meu Coração - Amilton Lelo
04) Volte Meu Grande Amor - Amilton Lelo 

AMILTON LELO 

01) Eu Preciso de Você - Amilton Lelo
02) Casinha Pobrezinha - 
Amilton Lelo
03) Boa Noite, Amor de Minha Vida -
04) Ontem eu Chorei Demais -
 

LPs e CDs 
TE QUERO SÓ PRA MIM - CHORORÓ - LPC-061 

01) Vou Vender Meu Coração - Amilton Lelo
02) Sem Você Eu Não Sou Gente - Amilton Lelo
03) Quero-te Só Pra Mim - Amilton Lelo
04) Eu Serei o Exemplo - Amilton Lelo
05) Eu Não Tenho Medo da Morte - Amilton Lelo
06) Será Possível - Amilton Lelo
07) Adeus Meu Grande Amor - Amilton Lelo
08) Onde Estás - Amilton Lelo
09) Instante do Meu Bem - Amilton Lelo
10) Adeus - Amilton Lelo
11) Para que Orgulho - Amilton Lelo
12) Keila - Amilton Lelo 

AS DOZE MAIS APAIXONADAS DE AMILTON LELO - 1975 - CHORORÓ - LPC-127 
 
01) Montanha Maior do Mundo - Amilton Lelo
02) Não Consigo lhe Esquecer - Amilton Lelo
03) Não Quero que Ninguém Sofra Por Mim -Amilton Lelo
04) Você Precisa Ser Minha - Amilton Lelo
05) Você Nem me Disse Adeus - Amilton Lelo e Vicente Dias da Costa
06) Jamais Serei Feliz - Amilton Lelo
07) Volte Meu Grande Amor - Amilton Lelo
08) Quero Morrer nos Seus Braços - Amilton Lelo
09) Não Vou lhe Atender - Amilton Lelo
10) Sou o Homem Mais Infeliz do Mundo -Amilton Lelo
11) Dois Amigos Apaixonados - Amilton Lelo
12) Adeus Meu Grande Amor - Amilton Lelo 

ÁGUAS CRIMINOSAS - 1976 

01) Nossa Despedida - Amilton Lelo
02) Não Consigo me Conformar -
 Amilton Lelo
03) Pensando em Outro Alguém -
 Amilton Lelo
04) Esta Noite Eu Não Vou Dormir -
 Amilton Lelo
05) Nosso Amor Não Morreu -
 Amilton Lelo
06) Será Possível -
 Amilton Lelo
07) Águas Criminosas -
 Amilton Lelo
08) Jamais Perdoarei -
 Amilton Lelo
09) Passado, Presente e Futuro - 
Marrequinho e Odaés Rosa
10) Não Desejo Mal a Ninguém -
 Amilton Lelo
11) Meu Único Amor -
 Amilton Lelo
12) Adeus Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo 

MEU SORRISO TAMBÉM É TRISTE - 1977 - SOM/COPACABANA - SOLP-40775 

01) Corpos Separados - Amilton Lelo
02) Desocupe a Minha Cama - Amilton Lelo
03) Vontade Louca - Amilton Lelo
04) Violão Apaixonado - Amilton Lelo
05) Meu Sorriso Também é Triste - Amilton Lelo
06) Adeus Amor - Amilton Lelo
07) Lília - Amilton Lelo
08) Nem o Desquite Vai me Fazer lhe Esquecer -Amilton Lelo
09) Cama Vazia - Amilton Lelo
10) Boa Noite Meu Benzinho - Amilton Lelo
11) Criança Capacitada - Amilton Lelo
12) Não Quero Ver Você Sofrendo - Amilton Lelo e Vicente Dias da Costa 

SÓ VOU AMAR A MINHA SOMBRA - 1978 - SOM/COPACABANA - SOLP-40812 

01) Só Vou Amar a Minha Sombra - Amilton Lelo
02) Maldita Hora - Amilton Lelo e Vicente Dias
03) Amor de Criança - Amilton Lelo e Sílvio Heleno
04) Vou Tentar lhe Esquecer - Amilton Lelo e Audilar
05) Meu Destino é Tão Ruim - Amilton Lelo
06) Canção em Homenagem - Amilton Lelo
07) Rio Criminoso - Amilton Lelo
08) Presente Para Mamãe - Amilton Lelo
09) Não Vamos Mais Brigar - Amilton Lelo
10) Tenho Certeza - Amilton Lelo
11) Volte Pra Mim - Amilton Lelo
12) Drama Triste da Vida - Amilton Lelo 

O CANCIONEIRO APAIXONADO- 1979 - COPACABANA - COELP-41186 

01) Covardia - Amilton Lelo
02) O Beijo da Despedida - Amilton Lelo
03) Barulho da Chuva - Amilton Lelo e Doninho
04) Não Posso Amar Você - Amilton Lelo
05) Eu Tenho Medo - Amilton Lelo
06) Inferno da Vida - Benedito Seviero, Tomás e Barrerito
07) Problema de Famíllia - Ronaldo Adriano e Amilton Lelo
08) Recanto de Tristeza - Amilton Lelo
09) Minha Cama é um Galho de Mangueira -Amilton Lelo
10) Não me Pergunte as Horas - Amilton Lelo e Ismair Vieira
11) Vida Noturna - Amilton Lelo, Duduca e Arlindo Moniz
12) Vai Sofrer Você e Eu - Amilton Lelo e Vicente Dias
13) Solidão - Amilton Lelo 

O DUETO LINDO - 1981 

01) Passado, Presente e Futuro - Marrequinho e Odaés Rosa
02) Não Desejo Mal a Ninguém - 
Amilton Lelo
03) Vou Embora -
04) Não Consigo me Conformar - 
Amilton Lelo
05) Destino Cruel -
éTão Ruim - 
Amilton Lelo
07) Beijos Gelados -
08) Minha Poesia -
09) Pensando em Outro Alguém -
10) Águas Criminosas - 
Amilton Lelo
11) Eterno Sono -
12) Não Quero que Ninguém Sofra Por Mim -
Amilton Lelo 

AS MAIS QUENTES DE AMILTON LELO 
 
01) Passado, Presente e Futuro - Marrequinho e Odaés Rosa
02) Não Vou lhe Atender -
 Amilton Lelo
03) Para que Orgulho? - 
Amilton Lelo 
04) Dois Amigos Apaixonados -
 Amilton Lelo 
05) Você Nem me Disse Adeus -
 Amilton Lelo e Vicente Dias da Costa
06) Quero Morrer nos Seus Braços -
 Amilton Lelo
07) Águas Criminosas - 
Amilton Lelo
08) Não Desejo Mal a Ninguém -
 Amilton Lelo
09) Eu Serei o Exemplo - 
Amilton Lelo
10) Nosso Amor Não Morreu -
 Amilton Lelo
11) Quero-te Só Pra Mim -
 Amilton Lelo
12) Não Consigo me Conformar -
 Amilton Lelo 

SÓ SUCESSOS DE AMILTON LELO 
 
SÓ SUCESSOS DE AMILTON LELO 
 
AS BOAS DE AMILTON LELO 

01) Eu Preciso de Você - Amilton Lelo
02) Ontem Eu Chorei Demais - 
Amilton Lelo
03) Destino Cruel - 
Amilton Lelo
04) Gostei Tanto de Você- 
Amilton Lelo
05) Ondes Estás -
 Amilton Lelo
06) Sem Você Eu Não Sou Gente -
 Amilton Lelo
07) Boa Noite Amor de Minha Vida - 
Amilton Lelo
08) Casinha Pobrezinha - 
Amilton Lelo
09) Vou Vender Meu Coração -
 Amilton Lelo
10) Noite Triste - 
Amilton Lelo
11) Não Devemos Negar a Verdade - 
Amilton Lelo
12) Não Tenho Medo da Morte - 
Amilton Lelo 

AS 14 MAIS APAIXONADAS 

01) Montanha Maior do Mundo - Amilton Lelo
02) Não Consigo lhe Esquecer - Amilton Lelo
03) Você Precisa Ser Minha - Amilton Lelo
04) Volte Meu Grande Amor - Amilton Lelo
05) Não Quero que Ninguém Sofra Por Mim -Amilton Lelo
06) Você Nem me Disse Adeus - Amilton Lelo
07) Jamais Serei Feliz - Amilton Lelo
08) Quero Morrer nos Seus Braços - Amilton Lelo
09) Adeus Meu Grande Amor - Amilton Lelo
10) Meu Sorriso Também é Triste - Amilton Lelo
11) Não Vou lhe Atender - Amilton Lelo
12) Sou o Homem Mais Infeliz do Mundo -Amilton Lelo
13) Dois Amigos Apaixonados - Amilton Lelo
14) Não Quero Ver Você Sofrendo - Amilton Lelo 

SELEÇÃO DE OURO - 20 SUCESSOS 

01) Gostei Tanto de Você- Amilton Lelo
02) Ontem Eu Chorei Demais -
 Amilton Lelo
03) Eu Preciso de Você - 
Amilton Lelo
04) Noite Triste -
 Amilton Lelo
05) Adeus Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
06) Montanha Maior do Mundo -
 Amilton Lelo 
07) Só Vou Amar a Minha Sombra -
 Amilton Lelo
08) Não Consigo lhe Esquecer -
 Amilton Lelo
09) Destino Cruel -
 Amilton Lelo
10) Não Posso Amar Você-
 Amilton Lelo
11) Covardia -
 Amilton Lelo
12) Vou Vender Meu Coração -
 Amilton Lelo
13) Você Precisa Ser Minha - 
Amilton Lelo
14) Volte Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
15) Não Vamos Mais Brigar -
 Amilton Lelo
16) Passado, Presente e Futuro - 
Marrequinho e Odaés Rosa
17) Meu Destino é Tão Ruim - 
Amilton Lelo
18) Onde Estás 
- Amilton Lelo
19) Meu Sorriso Também é Triste -
 Amilton Lelo
20) Não Consigo me Conformar - 
Amilton Lelo 

QUE SAUDADE! AS MAIS SAUDOSAS DE ANILTON LELO 

01) Boa Noite Amor de Minha Vida - Amilton Lelo
03) Vou Vender Meu Coração -
 Amilton Lelo
04) Meu Único Amor -
 Amilton Lelo
05) Passado, Presente e Futuro - 
Marrequinho e Odaés Rosa
06) Quero-te Só Pra Mim -
 Amilton Lelo
07) Não Quero que Ninguém Sofra Por Mim -
Amilton Lelo
08) Nossa Despedida -
 Amilton Lelo
09) Quero Morrer nos Seus Braços -
 Amilton Lelo 
10) Sou o Homem Mais Infeliz do Mundo -
Amilton Lelo 
11) Onde Estás 
- Amilton Lelo
12) Jamais Serei Feliz -
 Amilton Lelo
13) Para que Orgulho - 
Amilton Lelo
14) Não Consigo lhe Esquecer -
 Amilton Lelo 
15) Adeus Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
16) Volte Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo 

GRANDES SUCESSOS 

01) Gostei Tanto de Você- Amilton Lelo
02) Ontem Eu Chorei Demais -
 Amilton Lelo
03) Eu Preciso de Você - 
Amilton Lelo
04) Noite Triste -
 Amilton Lelo
05) Adeus Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
06) Montanha Maior do Mundo -
 Amilton Lelo 
07) Só Vou Amar a Minha Sombra -
 Amilton Lelo
08) Não Consigo lhe Esquecer -
 Amilton Lelo 
09) Destino Cruel -
 Amilton Lelo
10) Não Posso Amar Você-
 Amilton Lelo
11) Covardia -
 Amilton Lelo
12) Vou Vender Meu Coração -
 Amilton Lelo
13) Você Precisa Ser Minha - 
Amilton Lelo
14) Volte Meu Grande Amor -
 Amilton Lelo
15) Não Vamos Mais Brigar -
 Amilton Lelo
16) Não Consigo me Conformar -
 Amilton Lelo
17) Meu Destino é Tão Ruim - 
Amilton Lelo
18) Onde Estás 
- Amilton Lelo
19) Meu Sorriso Também é Triste -
 Amilton Lelo
20) Passado Presente e Futuro - 
Marrequinho e Odaés Rosa
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:08

almanaques super x ebal,capas

Domingo, 13.10.13
A VOZ DO DESMANIPULADOR001-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR002-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR003-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR004-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR005-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR006-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR007-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR008-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR009-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR010-20130831super x almanaque capas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:05

almanaques super x ebal,capas

Domingo, 13.10.13
A VOZ DO DESMANIPULADOR001-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR002-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR003-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR004-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR005-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR006-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR007-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR008-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR009-20130831super x almanaque capasA VOZ DO DESMANIPULADOR010-20130831super x almanaque capas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:05

O ALUMINIO

Domingo, 13.10.13
                                                                 Alumínio

O alumínio é um elemento químico de símbolo Al de número atômico 13 ( 13 prótons e 13 elétrons ) com massa atómica 27 u. Na temperatura ambiente é sólido, sendo o elemento metálico mais abundante da crosta terrestre. Sua leveza, condutividade elétrica, resistência à corrosão e baixo ponto de fusão lhe conferem uma multiplicidade de aplicações, especialmente nas soluções de engenharia aeronáutica. Entretanto, mesmo com o baixo custo para a sua reciclagem, o que aumenta sua vida útil e a estabilidade do seu valor, a elevada quantidade de energia necessária para a sua obtenção reduzem sobremaneira o seu campo de aplicação, além das implicações ecológicas negativas no rejeito dos subprodutos do processo de reciclagem, ou mesmo de produção do alumínio primário.
É dado a Friedrich Wöhler o reconhecimento do isolamento do alumínio, em 1827.

Características principais

O alumínio é um metal leve, macio e resistente. Possui um aspecto cinza prateado e fosco, devido à fina camada de óxidos que se forma rapidamente quando exposto ao ar. O alumínio não é tóxico como metal, não-magnético, e não cria faíscas quando exposto a atrito. O alumínio puro possui tensão de cerca de 19 megapascais (MPa) e 400 MPa se inserido dentro de uma liga. Sua densidade é aproximadamente de um terço do aço ou cobre. É muito maleável, muito dúctil, apto para a mecanização e fundição, além de ter uma excelente resistência à corrosão e durabilidade devido à camada protetora de óxido. É o segundo metal mais maleável, sendo o primeiro o ouro, e o sexto mais dúctil. Por ser um bom condutor de calor, é muito utilizado em panelas de cozinha ..
 Aplicações

Considerando a quantidade e o valor do metal empregado, o uso do alumínio excede o de qualquer outro metal, exceto o aço. É um material importante em múltiplas atividades econômicas.
O alumínio puro é mais dúctil em relação ao aço , porém suas ligas com pequenas quantidades de cobre, manganês, silício, magnésio e outros elementos apresentam uma grande quantidade de características adequadas às mais diversas aplicações. Estas ligas constituem o material principal para a produção de muitos componentes dos aviões e foguetes.
Quando se evapora o alumínio no vácuo, forma-se um revestimento que reflete tanto a luz visível como a infravermelha, sendo o processo mais utilizado para a fabricação de refletores automotivos , por exemplo. Como a capa de óxido que se forma impede a deterioração do revestimento, utiliza-se o alumínio para a fabricação de espelhos de telescópios, em substituição aos de prata.
Devido à sua grande reatividade química é usado, quando finamente pulverizado, como combustível sólido para foguetes e para a produção de explosivos. Ainda usado como ânodo de sacrifício e em processos de aluminotermia para a obtenção de metais.
Outros usos do alumínio são:
Meios de Transporte: Como elementos estruturais em aviões, barcos, automóveis, bicicletas, tanques, blindagens e outros; na Europa têm sido utilizado com frequência para formar caixas de trens.
Embalagens: Papel de alumínio, latas, embalagens Tetra Pak e outras.
Construção civil: Janelas, portas, divisórias, grades e outros.
Bens de uso: Utensílios de cozinha, ferramentas e outros.
Transmissão elétrica: Ainda que a condutibilidade elétrica do alumínio seja 60% menor que a do cobre, o seu uso em redes de transmissão elétricas é compensado pelo seu menor custo e densidade, permitindo maior distância entre as torres de transmissão.
Como recipientes criogênicos até -200 °C e, no sentido oposto, para a fabricação de caldeiras.
Observação: As ligas de alumínio assumem diversas formas como a Duralumínio.
Descobriu-se recentemente que ligas de gálio-alumínio em contato com água produzem uma reação química dando como resultado hidrogênio, por impedir a formação de camada protetora (passivadora) de óxido de alumínio e fazendo o alumínio se comportar similarmente a um metal alcalino como o sódio ou o potássio  Tal popriedade é pesquisada como fonte de hidrogênio para motores, em substituição aos derivados de petróleo e outros combustíveis de motores de combustão interna.
 História

Tanto na Grécia como na Roma antigas se empregava a pedra-ume (do latim alumen ), um sal duplo de alumínio e potássio, como mordente em tinturaria e adstringente em medicina, uso ainda em vigor.
Geralmente é dado a Friedrich Wöhler o reconhecimento do isolamento do alumínio, fato que ocorreu em 1827, apesar de o metal ter sido obtido impuro alguns anos antes pelo físico e químico Hans Christian Ørsted.
Em 1807, Humphrey Davy propôs o nome aluminum para este metal ainda não descoberto. Mais tarde resolveu-se trocar o nome para aluminium por coerência com a maioria dos outros nomes latinos dos elementos, que usam o sufixo -ium. Desta maneira ocorreu a derivação dos nomes atuais dos elementos em outros idiomas. Entretanto, nos Estados Unidos, com o tempo se popularizou a outra forma, hoje admitida também pela IUPAC.
Apesar do alumínio ser um metal encontrado em abundância na crosta terrestre (8,1%) raramente é encontrado livre. Suas aplicações industriais são relativamente recentes, sendo produzido em escala industrial a partir do final do século XIX. Quando foi descoberto verificou-se que a sua separação das rochas que o continham era extremamente difícil. Como consequência, durante algum tempo, foi considerado um metal precioso, mais valioso que o ouro. Com o avanço dos processos de obtenção os preços baixaram continuamente até colapsar em 1889, devido à descoberta anterior de um método simples de extração do metal. Atualmente, um dos fatores que estimulam o seu uso é a estabilidade do seu preço, provocada principalmente pela sua reciclagem.
Em 1859, Henri Sainte-Claire Deville anunciou melhorias no processo de obtenção, ao substituir o potássio por sódio e o cloreto simples pelo duplo. Posteriormente, com a invenção do processo Hall-Héroult em 1886, simplificou-se e barateou-se a extração do alumínio a partir do mineral. Este processo, juntamente com o processo Bayer , descoberto no mesmo ano, permitiram estender o uso do alumínio para uma multiplicidade de aplicações até então economicamente inviáveis. O processo Hall-Héroult envolveu os trabalhos independentes e praticamente simultâneos do americano Charles Martin Hall (1886) e do francês Paul Héroult (1888), jovens cientistas com menos de 27 anos na época da descoberta do processo.
A recuperação do metal a partir da reciclagem é uma prática conhecida desde o início do século XX. Entretanto, foi a partir da década de 1960 que o processo se generalizou, mais por razões ambientais do que econômicas.
O processo ordinário de obtenção do alumínio ocorre em duas etapas: a obtenção da alumina pelo processo Bayer e, posteriormente, a eletrólise do óxido para obter o alumínio. A elevada reatividade do alumínio impede extraí-lo da alumina mediante a redução, sendo necessário obtê-lo através da eletrólise do óxido, o que exige este composto no estado líquido. A alumina possui um ponto de fusão extremamente alto (2000 °C) tornando inviável de forma econômica a extração do metal. Porém, a adição de um fundente, no caso a criolita, permite que a eletrólise ocorra a uma temperatura menor, de aproximadamente 1000 °C. Atualmente, a criolita está sendo substituída pela ciolita, um fluoreto artificial de alumínio, sódio e cálcio.
 Isótopos

O alumínio possui nove isótopos , cujas massas atômicas variam entre 23 e 30 u. Somente o Al-27, estável, e o Al-26, radioativo com uma vida média de 7,2×105 anos, são encontrados na natureza. O Al-26 é produzido na atmosfera a partir do bombardeamento do argônio por raios cósmicos e prótons. Os isótopos têm aplicação prática na datação de sedimentos marinhos, gelos glaciais, meteoritos, etc. A relação Al-26 / Be-10 é empregada na análise de processos de transporte, deposição, sedimentação e erosão a escalas de tempo de milhões de anos.
O Al-26 cosmogênico se aplicou primeiro nos estudos da Lua e dos meteoritos. Estes corpos espaciais se encontram submetidos a intensos bombardeios de raios cósmicos durante suas viagens espaciais, produzindo-se uma quantidade significativa de Al-26. Após o impacto contra a Terra, a atmosfera que filtra os raios cósmicos detém a produção de Al-26, permitindo determinar a época em que o meteorito caiu.
 Alumínio transparente

Ver artigo principal: Oxinitrato policristalino de alumínio
O alumínio transparente é hoje uma realidade. Sua descoberta foi prevista no filme de ficção científica Star Trek 4 (Jornada nas Estrelas 4). O alumínio transparente é conhecido na indústria como ALONTM, trata-se de um oxinitrato policristalino de alumínio, ou seja, uma cerâmica transparente cristalizada sobre átomos de alumínio. Apesar de ser uma cerâmica, é muito mais resistente que o vidro blindado, e seu desenvolvimento foi inicialmente buscado pelo exército americano para a construção de janelas em veículos blindados. O alumínio transparente é muito mais resistente, leve e fino que o vidro blindado, oferecendo diversas vantagens para a blindagem de veículos. Apresenta diversas outras vantagens sobre o vidro, e para uso civil já está sendo usado em leitores de código de barras em supermercados devido ao seu alto índice de transparência para luz visível e ultravioleta. Muitas outras aplicações estão previstas para o ALONTM (alumínio transparente), e até mesmo as latas de cerveja e refrigerante serão fabricadas nesse material (em 20 ou 30 anos). Todo o mercado pode se beneficiar dessa descoberta, dependendo somente da queda do preço desse produto, pois o método de produção do ALONTM é ainda 5 vezes mais caro que o vidro blindado.

(No filme de ficção científica Star Trek 4 (Jornada nas Estrelas 4), foi prevista sua descoberta.
alumínio transparente é conhecido na indústria como ALONTM, se trata de um oxinitrato policristalino de alumínio, ou seja, uma cerâmica transparente cristalizada sobre átomos de alumínio.
Apesar de ser uma cerâmica, é muito mais resistente que o vidro blindado, e seu desenvolvimento foi inicialmente buscado pelo exército americano para a construção de janelas em veículos blindados.
alumínio transparente é muito mais resistente, leve e fino que o vidro blindado, oferecendo diversas vantagens para a blindagem de veículos.
Apresenta diversas outras vantagens sobre o vidro, e para uso civil já está sendo usado em leitores de código de barras em supermercados devido ao seu alto índice de transparência para luz visível e ultravioleta.
Muitas outras aplicações estão previstas para o ALONTM (alumínio transparente), e até mesmo as latas de cerveja e refrigerante serão fabricadas nesse material (em 20 ou 30 anos).
Todo o mercado pode se beneficiar dessa descoberta, dependendo somente da queda do preço desse produto, pois o método de produção do ALONTM é ainda 5 vezes mais caro que o vidro blindado. Muitas pesquisas estão avançando nesse campo, basta lembrar que o alumínio já foi considerado metal nobre devido ao mesmo problema (alto custo de fabricação) e hoje é um material muito barato.
Muitas pesquisas estão avançando nesse campo, basta lembrar que o alumínio já foi considerado metal nobre devido ao mesmo problema (alto custo de fabricação) e hoje é um material muito barato) 
 Precauções

O alumínio é um dos poucos elementos abundantes na natureza que parecem não apresentar nenhuma função biológica significativa. Algumas pessoas manifestam alergia ao alumínio, sofrendo dermatites ao seu contato, inclusive desordens digestivas ao ingerir alimentos cozidos em recipientes de alumínio. Para as demais pessoas o alumínio não é considerado tão tóxico como os metais pesados, ainda que existam evidências de certa toxicidade quando ingerido em grandes quantidades. Em relação ao uso de recipientes de alumínio não se têm encontrado problemas de saúde, estando estes relacionados com o consumo de antiácidos e antitranspirantes que contêm este elemento. Tem-se sugerido que o alumínio possa estar relacionado com o mal de Alzheimer, ainda que esta hipótese não tenha comprovação conclusiva.
O Alumínio é um dos elementos mais abundantes na crosta terrestre na forma de óxido de alumínio (Al2O3). Talvez por causa disto ele é tido como inofensivo mas a exposição a altas concentrações pode causar problemas de saúde principalmente quando na forma de íons em que ele é solúvel em água.
A ingestão do alumínio pode acontecer através da comida, do ar e contato com a pele. A ingestão por muito tempo do alumínio em concentrações altas pode levar a sérios problemas de saúde como:
Demência
Danos ao sistema nervoso central
Perda de memória
Surdez
Fortes tremores
Dores musculares
Cólicas
Fraqueza
Inapetência
Impotência
A inspiração de alumínio em pó em fábricas onde este elemento é utilizado no processo de produção pode levar à fibrose pulmonar e outros danos ao pulmão. Este efeito conhecido como Mal de Shaver é complicado pela presença no ar de sílica e óxido de ferro. Na diálise renal ele pode penetrar nos rins e causar danos.
Sua concentração parece ser maior em lagos ácidos. Nestes lagos o número de peixes e anfíbios está diminuindo devido a reações de íons de alumínio com proteínas nos alevinos de peixes e embriões de anfíbios.
 Efeito sobre as plantas

Alumínio é um dos principais fatores que reduzem o crescimento das plantas em solos ácidos. Embora seja geralmente inofensivo para o crescimento das plantas em solos de pH neutro, a concentração em solos ácidos de Al3+ aumenta o nível de cátions e perturba o crescimento da raiz.  A maioria dos solos ácidos estão saturados de alumínio ao invés de íons de hidrogênio. A acidez do solo é, portanto, um resultado de hidrólise de compostos de alumínio 

Palavra proposta por Sir Humphrey Davy, no fim do século dezoito. Inicialmente foi chamado de alumium ou aluminum; este último, adotado nos Estados Unidos; mas, na Inglaterra e em muitos outros paises, alumínium, com a terminação ium, usual para os metais. O nome foi escolhido devido ao alume, sal mineral usado como adstringente, que em Latim se chamava alumen, "sal amargo", com a mesma origem do Grego aludoimos, "amargo" 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:00

O ALUMINIO

Domingo, 13.10.13
                                                                 Alumínio

O alumínio é um elemento químico de símbolo Al de número atômico 13 ( 13 prótons e 13 elétrons ) com massa atómica 27 u. Na temperatura ambiente é sólido, sendo o elemento metálico mais abundante da crosta terrestre. Sua leveza, condutividade elétrica, resistência à corrosão e baixo ponto de fusão lhe conferem uma multiplicidade de aplicações, especialmente nas soluções de engenharia aeronáutica. Entretanto, mesmo com o baixo custo para a sua reciclagem, o que aumenta sua vida útil e a estabilidade do seu valor, a elevada quantidade de energia necessária para a sua obtenção reduzem sobremaneira o seu campo de aplicação, além das implicações ecológicas negativas no rejeito dos subprodutos do processo de reciclagem, ou mesmo de produção do alumínio primário.
É dado a Friedrich Wöhler o reconhecimento do isolamento do alumínio, em 1827.

Características principais

O alumínio é um metal leve, macio e resistente. Possui um aspecto cinza prateado e fosco, devido à fina camada de óxidos que se forma rapidamente quando exposto ao ar. O alumínio não é tóxico como metal, não-magnético, e não cria faíscas quando exposto a atrito. O alumínio puro possui tensão de cerca de 19 megapascais (MPa) e 400 MPa se inserido dentro de uma liga. Sua densidade é aproximadamente de um terço do aço ou cobre. É muito maleável, muito dúctil, apto para a mecanização e fundição, além de ter uma excelente resistência à corrosão e durabilidade devido à camada protetora de óxido. É o segundo metal mais maleável, sendo o primeiro o ouro, e o sexto mais dúctil. Por ser um bom condutor de calor, é muito utilizado em panelas de cozinha ..
 Aplicações

Considerando a quantidade e o valor do metal empregado, o uso do alumínio excede o de qualquer outro metal, exceto o aço. É um material importante em múltiplas atividades econômicas.
O alumínio puro é mais dúctil em relação ao aço , porém suas ligas com pequenas quantidades de cobre, manganês, silício, magnésio e outros elementos apresentam uma grande quantidade de características adequadas às mais diversas aplicações. Estas ligas constituem o material principal para a produção de muitos componentes dos aviões e foguetes.
Quando se evapora o alumínio no vácuo, forma-se um revestimento que reflete tanto a luz visível como a infravermelha, sendo o processo mais utilizado para a fabricação de refletores automotivos , por exemplo. Como a capa de óxido que se forma impede a deterioração do revestimento, utiliza-se o alumínio para a fabricação de espelhos de telescópios, em substituição aos de prata.
Devido à sua grande reatividade química é usado, quando finamente pulverizado, como combustível sólido para foguetes e para a produção de explosivos. Ainda usado como ânodo de sacrifício e em processos de aluminotermia para a obtenção de metais.
Outros usos do alumínio são:
Meios de Transporte: Como elementos estruturais em aviões, barcos, automóveis, bicicletas, tanques, blindagens e outros; na Europa têm sido utilizado com frequência para formar caixas de trens.
Embalagens: Papel de alumínio, latas, embalagens Tetra Pak e outras.
Construção civil: Janelas, portas, divisórias, grades e outros.
Bens de uso: Utensílios de cozinha, ferramentas e outros.
Transmissão elétrica: Ainda que a condutibilidade elétrica do alumínio seja 60% menor que a do cobre, o seu uso em redes de transmissão elétricas é compensado pelo seu menor custo e densidade, permitindo maior distância entre as torres de transmissão.
Como recipientes criogênicos até -200 °C e, no sentido oposto, para a fabricação de caldeiras.
Observação: As ligas de alumínio assumem diversas formas como a Duralumínio.
Descobriu-se recentemente que ligas de gálio-alumínio em contato com água produzem uma reação química dando como resultado hidrogênio, por impedir a formação de camada protetora (passivadora) de óxido de alumínio e fazendo o alumínio se comportar similarmente a um metal alcalino como o sódio ou o potássio  Tal popriedade é pesquisada como fonte de hidrogênio para motores, em substituição aos derivados de petróleo e outros combustíveis de motores de combustão interna.
 História

Tanto na Grécia como na Roma antigas se empregava a pedra-ume (do latim alumen ), um sal duplo de alumínio e potássio, como mordente em tinturaria e adstringente em medicina, uso ainda em vigor.
Geralmente é dado a Friedrich Wöhler o reconhecimento do isolamento do alumínio, fato que ocorreu em 1827, apesar de o metal ter sido obtido impuro alguns anos antes pelo físico e químico Hans Christian Ørsted.
Em 1807, Humphrey Davy propôs o nome aluminum para este metal ainda não descoberto. Mais tarde resolveu-se trocar o nome para aluminium por coerência com a maioria dos outros nomes latinos dos elementos, que usam o sufixo -ium. Desta maneira ocorreu a derivação dos nomes atuais dos elementos em outros idiomas. Entretanto, nos Estados Unidos, com o tempo se popularizou a outra forma, hoje admitida também pela IUPAC.
Apesar do alumínio ser um metal encontrado em abundância na crosta terrestre (8,1%) raramente é encontrado livre. Suas aplicações industriais são relativamente recentes, sendo produzido em escala industrial a partir do final do século XIX. Quando foi descoberto verificou-se que a sua separação das rochas que o continham era extremamente difícil. Como consequência, durante algum tempo, foi considerado um metal precioso, mais valioso que o ouro. Com o avanço dos processos de obtenção os preços baixaram continuamente até colapsar em 1889, devido à descoberta anterior de um método simples de extração do metal. Atualmente, um dos fatores que estimulam o seu uso é a estabilidade do seu preço, provocada principalmente pela sua reciclagem.
Em 1859, Henri Sainte-Claire Deville anunciou melhorias no processo de obtenção, ao substituir o potássio por sódio e o cloreto simples pelo duplo. Posteriormente, com a invenção do processo Hall-Héroult em 1886, simplificou-se e barateou-se a extração do alumínio a partir do mineral. Este processo, juntamente com o processo Bayer , descoberto no mesmo ano, permitiram estender o uso do alumínio para uma multiplicidade de aplicações até então economicamente inviáveis. O processo Hall-Héroult envolveu os trabalhos independentes e praticamente simultâneos do americano Charles Martin Hall (1886) e do francês Paul Héroult (1888), jovens cientistas com menos de 27 anos na época da descoberta do processo.
A recuperação do metal a partir da reciclagem é uma prática conhecida desde o início do século XX. Entretanto, foi a partir da década de 1960 que o processo se generalizou, mais por razões ambientais do que econômicas.
O processo ordinário de obtenção do alumínio ocorre em duas etapas: a obtenção da alumina pelo processo Bayer e, posteriormente, a eletrólise do óxido para obter o alumínio. A elevada reatividade do alumínio impede extraí-lo da alumina mediante a redução, sendo necessário obtê-lo através da eletrólise do óxido, o que exige este composto no estado líquido. A alumina possui um ponto de fusão extremamente alto (2000 °C) tornando inviável de forma econômica a extração do metal. Porém, a adição de um fundente, no caso a criolita, permite que a eletrólise ocorra a uma temperatura menor, de aproximadamente 1000 °C. Atualmente, a criolita está sendo substituída pela ciolita, um fluoreto artificial de alumínio, sódio e cálcio.
 Isótopos

O alumínio possui nove isótopos , cujas massas atômicas variam entre 23 e 30 u. Somente o Al-27, estável, e o Al-26, radioativo com uma vida média de 7,2×105 anos, são encontrados na natureza. O Al-26 é produzido na atmosfera a partir do bombardeamento do argônio por raios cósmicos e prótons. Os isótopos têm aplicação prática na datação de sedimentos marinhos, gelos glaciais, meteoritos, etc. A relação Al-26 / Be-10 é empregada na análise de processos de transporte, deposição, sedimentação e erosão a escalas de tempo de milhões de anos.
O Al-26 cosmogênico se aplicou primeiro nos estudos da Lua e dos meteoritos. Estes corpos espaciais se encontram submetidos a intensos bombardeios de raios cósmicos durante suas viagens espaciais, produzindo-se uma quantidade significativa de Al-26. Após o impacto contra a Terra, a atmosfera que filtra os raios cósmicos detém a produção de Al-26, permitindo determinar a época em que o meteorito caiu.
 Alumínio transparente

Ver artigo principal: Oxinitrato policristalino de alumínio
O alumínio transparente é hoje uma realidade. Sua descoberta foi prevista no filme de ficção científica Star Trek 4 (Jornada nas Estrelas 4). O alumínio transparente é conhecido na indústria como ALONTM, trata-se de um oxinitrato policristalino de alumínio, ou seja, uma cerâmica transparente cristalizada sobre átomos de alumínio. Apesar de ser uma cerâmica, é muito mais resistente que o vidro blindado, e seu desenvolvimento foi inicialmente buscado pelo exército americano para a construção de janelas em veículos blindados. O alumínio transparente é muito mais resistente, leve e fino que o vidro blindado, oferecendo diversas vantagens para a blindagem de veículos. Apresenta diversas outras vantagens sobre o vidro, e para uso civil já está sendo usado em leitores de código de barras em supermercados devido ao seu alto índice de transparência para luz visível e ultravioleta. Muitas outras aplicações estão previstas para o ALONTM (alumínio transparente), e até mesmo as latas de cerveja e refrigerante serão fabricadas nesse material (em 20 ou 30 anos). Todo o mercado pode se beneficiar dessa descoberta, dependendo somente da queda do preço desse produto, pois o método de produção do ALONTM é ainda 5 vezes mais caro que o vidro blindado.

(No filme de ficção científica Star Trek 4 (Jornada nas Estrelas 4), foi prevista sua descoberta.
alumínio transparente é conhecido na indústria como ALONTM, se trata de um oxinitrato policristalino de alumínio, ou seja, uma cerâmica transparente cristalizada sobre átomos de alumínio.
Apesar de ser uma cerâmica, é muito mais resistente que o vidro blindado, e seu desenvolvimento foi inicialmente buscado pelo exército americano para a construção de janelas em veículos blindados.
alumínio transparente é muito mais resistente, leve e fino que o vidro blindado, oferecendo diversas vantagens para a blindagem de veículos.
Apresenta diversas outras vantagens sobre o vidro, e para uso civil já está sendo usado em leitores de código de barras em supermercados devido ao seu alto índice de transparência para luz visível e ultravioleta.
Muitas outras aplicações estão previstas para o ALONTM (alumínio transparente), e até mesmo as latas de cerveja e refrigerante serão fabricadas nesse material (em 20 ou 30 anos).
Todo o mercado pode se beneficiar dessa descoberta, dependendo somente da queda do preço desse produto, pois o método de produção do ALONTM é ainda 5 vezes mais caro que o vidro blindado. Muitas pesquisas estão avançando nesse campo, basta lembrar que o alumínio já foi considerado metal nobre devido ao mesmo problema (alto custo de fabricação) e hoje é um material muito barato.
Muitas pesquisas estão avançando nesse campo, basta lembrar que o alumínio já foi considerado metal nobre devido ao mesmo problema (alto custo de fabricação) e hoje é um material muito barato) 
 Precauções

O alumínio é um dos poucos elementos abundantes na natureza que parecem não apresentar nenhuma função biológica significativa. Algumas pessoas manifestam alergia ao alumínio, sofrendo dermatites ao seu contato, inclusive desordens digestivas ao ingerir alimentos cozidos em recipientes de alumínio. Para as demais pessoas o alumínio não é considerado tão tóxico como os metais pesados, ainda que existam evidências de certa toxicidade quando ingerido em grandes quantidades. Em relação ao uso de recipientes de alumínio não se têm encontrado problemas de saúde, estando estes relacionados com o consumo de antiácidos e antitranspirantes que contêm este elemento. Tem-se sugerido que o alumínio possa estar relacionado com o mal de Alzheimer, ainda que esta hipótese não tenha comprovação conclusiva.
O Alumínio é um dos elementos mais abundantes na crosta terrestre na forma de óxido de alumínio (Al2O3). Talvez por causa disto ele é tido como inofensivo mas a exposição a altas concentrações pode causar problemas de saúde principalmente quando na forma de íons em que ele é solúvel em água.
A ingestão do alumínio pode acontecer através da comida, do ar e contato com a pele. A ingestão por muito tempo do alumínio em concentrações altas pode levar a sérios problemas de saúde como:
Demência
Danos ao sistema nervoso central
Perda de memória
Surdez
Fortes tremores
Dores musculares
Cólicas
Fraqueza
Inapetência
Impotência
A inspiração de alumínio em pó em fábricas onde este elemento é utilizado no processo de produção pode levar à fibrose pulmonar e outros danos ao pulmão. Este efeito conhecido como Mal de Shaver é complicado pela presença no ar de sílica e óxido de ferro. Na diálise renal ele pode penetrar nos rins e causar danos.
Sua concentração parece ser maior em lagos ácidos. Nestes lagos o número de peixes e anfíbios está diminuindo devido a reações de íons de alumínio com proteínas nos alevinos de peixes e embriões de anfíbios.
 Efeito sobre as plantas

Alumínio é um dos principais fatores que reduzem o crescimento das plantas em solos ácidos. Embora seja geralmente inofensivo para o crescimento das plantas em solos de pH neutro, a concentração em solos ácidos de Al3+ aumenta o nível de cátions e perturba o crescimento da raiz.  A maioria dos solos ácidos estão saturados de alumínio ao invés de íons de hidrogênio. A acidez do solo é, portanto, um resultado de hidrólise de compostos de alumínio 

Palavra proposta por Sir Humphrey Davy, no fim do século dezoito. Inicialmente foi chamado de alumium ou aluminum; este último, adotado nos Estados Unidos; mas, na Inglaterra e em muitos outros paises, alumínium, com a terminação ium, usual para os metais. O nome foi escolhido devido ao alume, sal mineral usado como adstringente, que em Latim se chamava alumen, "sal amargo", com a mesma origem do Grego aludoimos, "amargo" 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 01:00








comentários recentes

  • Anónimo

    Deculpe, não assinei o comentário acima (Muitas sa...

  • Anónimo

    Muitas saudades dessa época memorável (1948), quan...

  • Anónimo

    Tubemate

  • Anónimo

    Não acredito que Lamarca não tenha feito o juramen...

  • Anónimo

    Ass. Nuno m

  • Anónimo

    Meu, o Barnabé tem uma bela historia e UM ENORME T...

  • Anónimo

    Caros Senhores,Gostaria de entrar em contato com o...

  • Simone de oliveira costa

    Como faço pra conseguir as cartilhas caminho suave...

  • Adalberto

    Simplesmente LINDA!!

  • Gilmar

    Em relação as moedas, na verdade é que foram lança...




subscrever feeds