Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CAPAS DA REVISTA VEJA ANO 1980

Quinta-feira, 21.08.14




















































Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:38

CAPAS DA REVISTA VEJA ANO 1980

Quinta-feira, 21.08.14




















































Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:38

CAPAS DA REVISTA VEJA ANO 1979

Quinta-feira, 21.08.14




















































Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:25

CAPAS DA REVISTA VEJA ANO 1979

Quinta-feira, 21.08.14




















































Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:25

CAPAS DA REVISTA VEJA ANO 1978

Quinta-feira, 21.08.14




















































Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:14

CAPAS DA REVISTA VEJA ANO 1978

Quinta-feira, 21.08.14




















































Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:14

CARLOS GONZAGA(CANTOR)

Quinta-feira, 21.08.14
hqdefault
Carlos Gonzaga


Carlos Gonzaga (Paraisópolis, MG, 10 de fevereiro de 1926) é um cantor brasileiro, que fez sucesso nacional com a versão de Diana (gravação original de Paul Anka) em 1958, com a versão de Oh! Carol e Cavaleiros do céu.
1957
Biografia 

Aos 17 anos, mudou-se para Campos do Jordão.
Carlos Gonzaga, além das versões das canções de Paul Anka, alcançaria um grande êxito quando gravou a versão em português da música tema da série de TV Bat Masterson, provavelmente o mais famoso no estilo Bang-Bang dos que foram exibidos na televisão brasileira nos anos de 1960.
Fez shows por todo o país e é reconhecido internacionalmente, se apresentando nos principais palcos da América Latina.
692411
No cinema, atuou em Virou Bagunça. Em 2005 participou do programa Cidade Nota 10, da Rede Bandeirantes, representando Santo André. Em 2006 recebeu o título de "Cidadão Andrense".
 Carlos Gonzaga nasceu em 10 de fevereiro de 1924 e iniciou sua carreira nos anos 40, chegando ao sucesso em 1956, com um single contendo a versão de Diana (gravação original de Paul Anka) no Lado A e o samba canção “Regresso”, Lado B, em 1958.
Capa - Carlos Gonzaga - Jovem Guarda
Carlos Gonzaga era contratado da TV Record em 1957 e só cantava samba canção, calipso e guarânias. Foi então que em 1958 gravou Diana, uma versão da música original de Paul Anka e dai para frente só cantou Rock, chamado na época de “musica jovem”, em sua maioria, versões de Fred Jorge, que era um compositor que fazia versões também para Celly Campello.
Carlos Gonzaga gravou durante 20 anos pela RCA Victor, entre outras gravadoras onde esteve por menos tempo.
Capa
Além de Diana, Carlos Gonzaga, um dos precursores do Rock no Brasil, gravou versões de sucesso como “Quero te Dizer” (It`s not for me to say), “Passeando na Chuva” (Just walking in the rain), “Só Você” (Only You), “Meu Fingimento” (The Great Pretender), “Minha Cidade” (Paul Anka), “Isso é Adeus”, o Rock Balada “Um milhão de Vezes” (rock nacional), a guarânia Naí, e alcançaria um grande êxito gravando a versão em português da música tema da famosa série de TV, Bat Masterson, provavelmente o mais famoso seriado no estilo Bang-Bang já exibido na televisão brasileira nos anos 60.
Carlos Gonzaga - Capa
Diana
Paul Anka
Carlos Gonzaga

Não te esqueças, meu amor
Que quem mais te amou fui eu
Sempre foi o teu calor
Que minha alma aqueceu

E num sonho para dois
Viveremos a cantar
A Can-tar o amor, Diana

Nos teus braços sem querer
Quase sempre vou parar
Não consigo te esquecer
Oh! Diana vem sonhar
E eu te quero, meu amor

Vem trazer-me o teu calor
Vem vi-ver pra mim, Diana
Vem querida, minha vida

Vem depressa eu, e eu te espero
E eu te quero com paixão

Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!

Only you pode fazer-me feliz
Only you é tudo aquilo que eu quis
Para mim tu és a felicidade
E sem ti eu morrer de saudade
Vem amor, oh! Oh! Vem amor

Por favor, oh! Oh! Vem pra mim
Vem vi-ver pra mim, Diana
Pra mim, Diana
Pra mim, Diana.
Oh, Carol!
Neil Sedaka
Carlos Gonzaga

Oh, Carol!
Sem o teu amor
Tudo é tristeza
Tudo é um horror.

Teus olhos
Sempre a cintilar
São duas estrelas
Sempre a me guiar

Eu não sei viver sem teu carinho
Não me deixe amor
Sou ave sem ninho
Sem o teu calor

Este imenso amor não tem mais fim
Volte por favor
Oh, Carol
Tem pena de mim...

Oh, Carol!
Sem o teu amor
Tudo enfim é tristeza
Tudo enfim é um horror.

Teus olhos, Carol
Sempre a cintilar
São duas estrelas
Sempre a me guiar
Carlos Gonzaga

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 08:05