Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BIOGRAFIA -JOHN WAYNE GACY (SERIAL KILLER)

Sexta-feira, 05.09.14
r-JOHN-WAYNE-GACY-large570
John Wayne Gacy
John Wayne Gacy (17 de março de 1942 - 10 de maio de 1994), foi um assassino em série americano, conhecido como o "palhaço assassino". Acusado de matar pelo menos 29 garotos, foi condenado a 21 prisões perpétuas e 12 penas de morte.
tumblr_ly4cupsnCN1qgulpco1_500
História 
Em 1978, a polícia de Illinois, Chicago, efetuou uma busca na casa n° 8975 da West Summerdale Avenue, interrogando seu morador, John Wayne Gacy, palhaço amado e muito querido pelas crianças da cidade, o tipo de pessoa, pensava-se, que dificilmente cometeria algum crime. Erro fatal.
john-wayne-gacy-clown
Antes de ir embora, um dos policiais estranhou um cheiro desagradável na casa; "É só um entupimento nos canos de esgoto", alegou Gacy. Mas como haviam pessoas desaparecidas na região, uma das quais sabia-se conhecer Gacy, a polícia investigou mesmo assim. Quando gacy percebeu que seria pego, se entregou e revelou o paradeiro dos corpos, enterrados em seu porão. Gacy desenhou uma planta do porão, e foi apontando onde se encontrava cada corpo, inclusive de alguns que ele já não mais lembrava os nomes e ainda revelou que havia jogado alguns corpos num rio local. Foram encontrados os restos de mais de vinte e nove garotos entre nove e vinte e sete anos, com sinais de tortura, violências sexuais e estrangulamento.
john-wayne-gacy-clown-pic

                                  A Origem do "Palhaço Assassino" 
John Wayne Gacy Jr., nascido em Chicago em 1942, teve uma infância traumática: era espancado e chamado de "bichinha" pelo pai alcoólatra, sofreu um traumatismo craniano aos 15 anos, e em 1968 foi preso por estar praticando atos sexuais com um jovem no banheiro de um bar. Gacy começou a matar em 1972, e suas vítimas eram todas do sexo masculino. Os rapazes recebiam propostas de emprego, iam até a casa de Gacy, eram dopados, amarrados em uma cadeira e violentados.
John-Wayne-Gacy-Family2

                                         Primeiro Assassinato 
Sua primeira vítima foi um adolescente de 15 anos chamado Timothy Jack McCoy, que Gacy conhecera em um terminal de ônibus da cidade. McCoy estava em uma viagem de Michigan a Omaha, quando Gacy o levou para um tour por Chicago. À tarde, gacy o levou para sua casa, sob a promessa de que McCoy poderia passar a noite, e seria levado ao terminal de ônibus a tempo para sua próxima viagem. Gacy alegou que ao acordar na manhã seguinte, se deparou com McCoy parado na porta de seu quarto com uma faca de cozinha em sua mão. Gacy pulou de sua cama e McCoy levantou os braços em um gesto de rendição e acidentalmente fez um corte no antebraço de Gacy (Havia uma cicatriz em seu braço, provando sua alegação). Gacy segurou o pulso de McCoy, e bateu com sua cabeça na parede do quarto, chutou-o contra o closet e foi novamente em sua direção. McCoy então chutou-o na barriga, Gacy o segurou, jogou-o no chão e o esfaqueou repetidas vezes. Gacy alegou que foi até a cozinha e viu uma caixa de ovos aberta, além de bacon ainda não fatiado. McCoy também havia posto a mesa para dois; McCoy foi para o quarto de Gacy, acordá-lo e distraidamente levou a faca de cozinha consigo. Gacy então enterrou-o em seu porão, e mais tarde cobriu seu túmulo com concreto.
john-wayne-gacyjpg-9389f1b8caa08d9ejpg-bc3818e310d57963
Mais de 30 corpos enterrados 
Que ainda tinha aquele cheiro horrível. Resolveram escavar. Foram encontrados nada menos que 29 corpos enterrados! Mais cinco foram resgatados nos rios. Já preso, John Wayne Gacy tentou culpar “Jack Hanson”, uma suposta segunda personalidade sua.Em um depoimento, desenhou um mapa com a disposição dos corpos – em seguida, aparentou desmaiar. Quando “voltou a si”, disse que foi “Jack” o autor do desenho. Os vários psiquiatras que o entrevistaram não quiseram embarcar nesta história, embora tenham feito várias hipóteses para o diagnóstico: “pseudoneurótico esquizofrênico paranóico”, “personalidade borderline”, “sociopata”, “narcisista”, “mentiroso patológico”.

Gacy era contraditório em seus depoimentos, e em um deles disse lembrar-se de apenas cinco homicídios, e de forma incompleta – sendo que, além disto, as memórias pareciam não ser suas, e sim de outra pessoa, conforme disse.
Vítimas-de-John-Wayne-Gacy-Jr2
Os 8 'sem nome' 
Dos 33 assassinatos confirmados por Gacy, 8 vítimas nunca foram identificadas na época. Nos anos 70, as análises forenses não eram avançadas como atualmente. Registros dentários e raios-X eram as principais formas de identificação de corpos. Todavia, com o passar do tempo, novas tecnologias foram surgindo, como o exame de DNA.Em 2011, a equipe liderada pelo xerife de Illinois, Tom Dart, realizou procedimento para exumar os corpos das oito vítimas não-identificadas. A seguir, a equipe realizou a coleta de DNA de familiares de jovens desaparecidos durante o período ativo de Gacy.Os esforços foram recompensados no mesmo ano, quando a polícia anunciou que William 'Bill' George Bundy, um trabalhador da construção civil que havia desaparecido antes de seu aniversário de 19 anos em outubro de 1976, fora identificado como uma das vítimas. “Eu sempre soube que ele ia ser um deles, mas não havia DNA naquela época, então não havia nada que pudesse ser feito” disse Laura O’Leary, irmã mais nova de William Bundy.
Em maio de 2013, a polícia divulgou que havia identificado a segunda vítima dos oito corpos não-identificados. Steven Soden, um jovem de 16 anos que desapareceu durante uma excursão de seu orfanato, em 1972.
4e3b1d8915845.preview-620
 Condenação 
Em 1988, Gacy foi condenado a 21 prisões perpétuas e 12 penas de morte. Enquanto aguardava no Corredor da Morte do Menard Correctional Center de Illinois, Gacy - apelidado pela imprensa de "Palhaço Assassino" - passava o tempo fazendo desenhos infantis, especialmente palhaços. Suas ilustrações são consideradas itens de coleção, e alcançam altos preços no mercado.
460_345_resize
 Modus Operandi 
Como um lobo da noite, Gacy saia à “caça” pelas ruas de Chicago dirigindo seu Oldsmobile preto em busca de vítimas. Chegava em rapazes e oferecia empregos em sua construtora. Por agir durante o dia, a mentira do “emprego” caía bem e muitos rapazes aceitavam a “carona” até a empresa de Gacy. Quando a vítima não aceitava, Gacy partia para o “Plano B”: oferecia maconha e dinheiro caso o rapaz fizesse sexo com ele.Uma vez dentro do carro, Gacy atacava suas vítimas com clorofórmio. Com a vítima desacordada, a levava até sua casa. Amarrava-a e iniciava a sessão de tortura com diversos instrumentos. Muitas das vezes garotos iam até a casa de Gacy a procura de emprego. Gacy então os convidava para entrar e mostrava o “Truque das Algemas”. Uma vez algemados, os garotos eram dopados e molestados sexualmente por Gacy. Mas antes, para que ninguém escutasse os gritos dos garotos, Gacy os amordaçava com suas próprias cuecas. Era sua assinatura. Muitas vezes as torturas eram feitas, segundo Gacy, por uma de suas personalidades, “O Palhaço”. Vestindo-se de Palhaço Pogo as torturava lendo passagens da Bíblia. Depois da tortura e dos abusos sexuais, Gacy estrangulava suas vítimas usando um instrumento conhecido como Garrote. Instrumento o qual foi apreendido na primeira busca que a polícia fez na casa de Gacy (o pedaço de madeira com dois furos nas extremidades.)
82072_f520
 Análise Psicológica 
Psicopata nato, Gacy nunca assumiu a culpa de nenhum dos assassinatos que cometeu. Segundo ele, o único crime que cometera era a de não ter licença para ter um “cemitério em casa.” Segundo Gacy, ele possuia 4 personalidades:

John, O Empreiteiro; John, O Palhaço; John, O Político e John, O Assassino.

Psiquiatras que o examinaram o descreveram como:

Pseudoneurótico esquizofrênico paranóico.
1120330742_1885505168_Bio-Biography-John-Wayne-Gacy-LF3
Sociopata Personalidade fronteiriça Narcisista Mentiroso patológico Julgamento

Em 6 de fevereiro de 1980 começou em Chicago o julgamento do Palhaço Assassino. O julgamento como de praxe foi uma queda de braços entre defesa, que logicamente defendia a insanidade de Gacy e a promotoria que alegava que Gacy tinha completa noção do certo e do errado. Psiquiatras contratados pela defesa alegaram que Gacy era esquizofrênico e sofria de múltiplas personalidades e que isso o impedia de perceber o que estava fazendo. Já para os psiquiatras da promotoria, Gacy sabia muito bem diferenciar o certo do errado. Se Gacy fosse declarado insano pelo júri, seria internado em um hospital psiquiátrico e tratado, podendo ser solto caso se curasse de suas
3280049683_fdd5f7fbeb_o doenças mentais. Se fosse declarado são, poderia pegar a pena de morte. O promotor Bob Egan e o advogado de defesa Robert Motta discutiam constantemente sobre o real estado mental de Gacy durante os crimes. A primeira testemunha chamada pela promotoria foi Marko Butkovich, pai de John Butkovich. A maioria das testemunhas que depuseram contra Gacy foram os familiares e amigos das vítimas. Empregados de Gacy também depuseram no julgamento. Em seus depoimentos eles enfatizaram as constantes mudanças de humor do patrão e suas inconvenientes brincadeiras.
Cinema-61-Filmes-de-Serial-Killers-Gacy
Em 24 de fevereiro, começou os procedimentos da defesa de Gacy, e para surpresa de todos, Jeffrey Ringal, uma de suas vítimas que conseguiu sobreviver, foi a primeira testemunha chamada pela defesa. A estratégia dos advogados de Gacy com Ringall era reforçar a tese de que Gacy não possuía o controle de suas ações. Um dos advogados de Gacy perguntou a Ringall se ele achava que Gacy tinha o controle de suas ações, Ringall respondeu que não. Porém o tiro saiu pela culatra, ao contar os detalhes sórdidos do ataque de Gacy, Ringall estressou-se de tal maneira que vomitou na corte e chorou histericamente. Gacy olhava sem sinal algum de remorso. Em um esforço para provar que Gacy era insano, os advogados chamaram amigos e familiares para depor. A mãe de Gacy disse que ele sofreu vários abusos de seu pai. Suajohn-wayne-gacy1 irmã disse que o pai era alcoólatra e batia em Gacy com uma cinta. Outras testemunhas enfatizaram a generosidade de Gacy, aquele que ajudava a todos com um “sorriso no rosto”. Psiquiatras levados pela defesa disseram que Gacy sofria do transtorno de borderline e esquizofrenia, tinha múltiplas personalidades e comportamento anti-social. Afirmaram que o seu transtorno mental o impedia de compreender a magnitude dos seus atos. Depois de 5 semanas e do depoimento de mais de 100 pessoas, o júri retirou-se para tomar a decisão. 2 horas depois o veredicto: O júri decidiu que John Wayne Gacy Jr., 37 anos, era culpado pela morte de 33 rapazes e tinha completa consciência dos seus atos. Foi condenado à morte por injeção letal.
film-star-randal-malone-as-john-wayne-gacy.w654
 Pinturas 

Durante os 14 anos em que esteve preso, Gacy pintou diversos quadros. Pintava como hobby e como forma de ganhar dinheiro, chegou a vender 120 mil dólares em quadros. Seus quadros hoje alcançam altos valores no mercado e são vistos com ceticismo por parte de alguns especialistas em obras de arte. Na prisão, ainda ganhou bastante dinheiro – com as pinturas que fazia (especialmente populares eram as de palhaço e auto-retratos, mas também retratou Jesus, Hitler, personagens da Disney, outros criminosos etc.) e com outros métodos, como um serviço
gacy017telefônico pago que criou, onde a pessoa que ligava podia ouvir sua alegação de inocência. Suas pinturas chegaram a fazer parte de exposições. Tinha uma rotina obsessiva na cadeia: anotava cada ligação, carta ou visita recebida, e até mesmo o que comeu. Conta-se que, nos 14 anos que esteve preso, passou a abusar de álcool e tentou suicídio. Pouco antes de morrer, em 1994, de injeção letal, já sedado, pronunciou suas últimas palavras: “Kiss my ass!” (“Beije minha bunda!” ou “Beije meu (...)!”, traduza como preferir…).
gacy103

                                                Citações 
They were just a bunch of worthless little queers and punks. ("Eles eram um bando de gays e vagabundos")
—sobre suas vítimas
Kiss my ass. ("Beije minha bunda")
—para o guarda, quando questionado sobre suas últimas palavras antes da execução.
gacy162
 Curiosidades 
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
Jonathan Davis, vocalista da banda Korn, comprou o traje de palhaço de Gacy.
O ex-tecladista da banda de Marilyn Manson usou parte do nome de John para sua "nova identidade": Madonna Wayne Gacy.
A casa de Gacy (que foi demolida) foi reconstruída 3 anos após o fim dos assassinatos, mas, mesmo assim, a casa continua desabitada.
A banda brasileira John Wayne tem esse nome como referência a John Wayne Gacy.
Sufjan Stevens gravou a música "John Wayne Gacy Jr" no disco Come On Feel the Illinoise (2005).
A banda Bathory gravou a música 33 Something, no albúm Octagon (1995). O nome dessa música refere-se ao número de vítimas de Gacy.
gacy-antes-e-depois_qcazwx

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 13:00

5 DE SETEMBRO NA HISTORIA

Sexta-feira, 05.09.14
7 de setembro independencia do brasil

5 de setembro

5 de setembro (AO 1945: 5 de Setembro) é o 248.º dia do ano no calendário gregoriano (249.º em anos bissextos). Faltam 117 para acabar o ano.

Eventos históricos 

  • 1494 - Ratificação do Tratado de Tordesilhas por Portugal
  • 1567 - Mem de Sá doa Ilha do Governador, tomada dos índios Temiminós, a seu sobrinhoSalvador Correia de Sá.
  • 1774 - Início da Convenção da Filadélfia (v. Revolução Americana de 1776).
  • 1850 - Elevação do Amazonas à categoria de Província - Estado Brasil
  • 1877 - Cavalo Louco é morto quando era prisioneiro, atravessado por uma baioneta de um dos guardas do Camp Robinson, depois de uma suposta tentativa de fuga.
  • 1905 - O Tratado de Portsmouth encerra a Guerra Russo-Japonesa.
  • 1914 - Sertanejos, após incendiarem a estação, destruíram a serraria da Lumber Colonization, em Calmon, durante aGuerra do Contestado
  • 1940 - Hitler emite ordens para atacar prioritariamente Londres e outras cidades, em detrimento de bases aéreas britânicas (v. Blitz).

  • 1944 - BélgicaPaíses Baixos e Luxemburgo firmam o tratado de constitução de Benelux.
  • 1961 - João Goulart volta ao Brasil após viagem à China para ser empossado presidente (v. Campanha da Legalidade).
  • 1969 - Junta Militar publica o AI-13, motivado pelo seqüestro do embaixador norte-americano Charles Burke Elbrick, como reflexo da exigência dos seqüestradores . (v. Anos de chumbo)
  • 1972 - a delegação israelense nos Jogos Olímpicos sofre um atentado de autoria do grupo terrorista Setembro Negro; morrem 11 atletas.
  • 1977 - Nasa lança nave Voyager 1
  • 2000 - Tuvalu é admitido como Estado-membro das Nações Unidas.
  • 2002 - Incêndio da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário emPirenópolis, a maior e mais antiga Igreja do estado deGoiás, fundada em 1728.
  • 2003 - Furacão Fabian chega às Bermudas.

Nascimentos 

  • 1189 - Rei Luís VIII de França (m. 1226).
  • 1568 - Tommaso CampanellaOP, teólogo, filósofo e poeta italiano (m. 1639).
  • 1638 - Rei Luís XIV de França (m. 1715).
  • 1735 - Johann Christian Bach, compositor alemão (m. 1782).
  • 1771 - Carlos, Arquiduque de Teschen (m. 1810).
  • 1774 - Caspar David Friedrich, pintor alemão (m. 1840).
  • 1791 - Giacomo Meyerbeer, compositor alemão (m. 1864).
  • 1798 - Auguste Comte, sociólogo francês.
  • 1817 - Aleksey Konstantinovich Tolstoy, dramaturgo russo (m. (1875).
  • 1836 - Justiniano Borgoño, político peruano (m. 1921).
  • 1847 - Jesse James criminoso estadunidense (m. 1882).
  • 1857 - Konstantin Tsiolkovsky, físico russo (m. 1935).
  • 1883 - Otto Erich Deutsch, musicólogo austríaco (m. 1967).
  • 1888 - Sarvepalli Radhakrishnan, filósofo e político indiano (m. 1975).
  • 1901 - Mario Scelba, político italiano (m. 1991).
  • 1908
    • Josué de Castro, escritor, nutrólogo, geógrafo e ativista brasileiro (m. 1973).
    • Edoardo Amaldi, físico italiano (m. 1989).
    • Arnaldo Momigliano, historiador italiano (m. 1987).

  • 1912 - John Cage, compositor e escritor estadunidense (m. 1992).
  • 1923 - Gustavo Rojo, ator mexicano.
  • 1929 - Andrian Nikolayev, cosmonauta russo (m. 2004).
  • 1933 - Francisco Javier Errázuriz Ossa, cardeal chileno.
  • 1936 - Bill Mazeroski, ex-jogador de beisebol norte-americano.
  • 1939
    • George Lazenby, ator australiano.
    • Clay Regazzoni, piloto de Fórmula 1 suíço (m. 2006).
    • Adelzon Alves, jornalista, radialista e produtor brasileiro.
  • 1940 - Raquel Welch, atriz e cantora estadunidense.
  • 1942 - Werner Herzog, diretor de cinema alemão.
  • 1945 - Eva Bergman, cineasta sueca.
  • 1946 - Freddie Mercury, cantor britânico, líder do grupo Queen (m. 1991).
  • 1951
    • Michael Keaton, ator estadunidense.
    • Paul Breitner, ex-futebolista alemão.
  • 1952 - Bell Marques, cantor brasileiro, ex-vocalista do grupo Chiclete com Banana.
  • 1954 - Caíque Ferreira, ator brasileiro (m. 1994).
  • 1957 - Luís Marques Mendes, político e advogado português.
  • 1960 - Karita Mattila, soprano finlandesa.
  • 1961 - Abdullah Abdullah, político afegão.

  • 1961 - Abdullah Abdullah, político afegão.
  • 1963
    • António Pires Vicente, poeta e repórter português.
    • Taki Inoue, ex-piloto de Fórmula 1 japonês.
  • 1964 - Frank Farina, ex-futebolista e treinador de futebol australiano.
  • 1965
    • David Brabham, ex-piloto australiano de Fórmula 1, filho de Jack Brabham.
    • Osamu Maeda, ex-futebolista japonês.
  • 1967 - Matthias Sammer, ex-futebolista e técnico de futebol alemão.
  • 1968 - Brad Wilk, baterista estadunidense.
  • 1969 - Leonardo Araújo, ex-futebolista, treinador de futebol e dirigente brasileiro.
  • 1971 - Stalin Rivas, ex-futebolista venezuelano.
  • 1972 - Salaheddine Bassir, ex-futebolista marroquino.
  • 1973
    • Rachel Sheherazade, jornalista brasileira.
    • Rose McGowan, atriz norte-americana.
    • Corneliu Papură, ex-futebolista romeno.
  • 1974 - Romina Yan, atriz argentina (m. 2010).
  • 1977 - Joseba Etxeberria, ex-futebolista espanhol.
  • 1979 - John Carew, ex-futebolista norueguês.
  • 1980 - Franco Costanzo, futebolista argentino.

  • 1981
    • Marcelo Adnet, ator, cantor e humorista brasileiro.
    • Filippo Volandri, tenista italiano.
    • Christian Cellay, futebolista argentino.
    • Timur Kapadze, futebolista uzbeque.
    • Marcelo Oliveira, futebolista brasileiro.
  • 1982 - Roko Karanušić, ex-tenista croata.
  • 1983
    • Priscilla Meirelles, modelo brasileira.
    • Pablo Granoche, futebolista uruguaio.
  • 1984
    • Go Soeda, tenista japonês.
    • Erik Huseklepp, futebolista norueguês.
  • 1985 - Kristi Vangjeli, futebolista albanês.
  • 1986 - Miguel Pallardó, futebolista espanhol.
  • 1987
    • Pierre Casiraghi, príncipe de Mônaco.
    • Amaral, futebolista brasileiro.
  • 1988
    • Werley, futebolista brasileiro.
    • Felipe Caicedo, futebolista equatoriano.
    • Nuri Şahin, futebolista turco.
    • Stephen Ahorlu, futebolista ganês.

  • 1989
    • Giovanni Augusto, futebolista brasileiro.
    • Katerina Graham, dançarina, atriz e cantora estadunidense.
  • 1990
    • Franco Zuculini, futebolista argentino.
    • Kim Yu-Na, patinadora sul-coreana.
    • Alicia Banit, atriz estadunidense.
    • Oksana Kalashnikova, tenista georgiana.
  • 1991 - Skandar Keynes, ator inglês.
  • 1993 - Gage Golightly, atriz estadunidense.
  • 1995 - Caroline Sunshine, atriz, cantora e dançarina estadunidense.

Falecimentos 

  • 1165 - Nijo, 78º imperador do Japão (n. 1143)
  • 1201 - Constança, Duquesa da Bretanha (n. 1161)
  • 1548 - Catarina Parr, última mulher de Henrique VIII de Inglaterra (n. 1512)
  • 1566 - Sulimão I, governante do Império Otomano (n. 1494)
  • 1803 - Pierre Choderlos de Laclos, escritor e general do exército francês. Autor de As Ligações Perigosas (n.1741)
  • 1857 - Auguste Comte, filósofo (n. 1798).
  • 1906 - Ludwig Boltzmann, físico austríaco (n. 1844)
  • 1970 - Jochen Rindt, piloto de Formula 1 austríaco (n. 1942)
  • 1996 - Carl Fallberg, autor norte-americano de Banda Desenhada (n. 1915).
  • 1997
    • Madre Teresa de Calcutá, missionária católica e beata indiana de etnia albanesa (n. 1910).
    • Georg Solti, regente húngaro naturalizado inglês (n. 1912).
  • 1999 - Geraldo de Proença Sigaud, bispo brasileiro (n. 1909).
  • 2008 - Fausto Wolff, jornalista e escritor brasileiro (n. 1940).
  • 2010
    • Corneille, artista holandês (n. 1922)
    • Shoya Tomizawa, motociclista japonês (n. 1990).
banner_blog

Feriados e eventos cíclicos 

Brasil 

  • Elevação do Amazonas à categoria de Província (feriado local)
  • Feriado Municipal em Porto União (Santa Catarina)
  • Dia do Irmão
  • Dia do Oficial de Justiça
  • Dia da Amazônia

Santo do dia 

  • Dia da beata Teresa de Calcutá













14A


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:53

ANGELICA HUSTON

Sexta-feira, 05.09.14
600full-anjelica-huston (36)
Anjelica Huston
Anjelica Huston (Anjelica Susan Huston, Santa Monica, Califórnia, 8 de julho de 1951) é uma premiada atriz e ex-modelo norte-americana. 
Foi casada desde 1992 com o artista plástico Robert Graham Jr., até a morte dele em 2008.
600full-anjelica-huston
À sombra de dois vulcões: assim viveu Anjelica Huston até os 34 anos. De um lado, o pai, John Huston – um dos maiores monstros sagrados do cinema. Do outro, o lendário ator Jack Nicholson, seu idolatrado companheiro (nunca se casaram oficialmente) – com quem vivia desde 1974. E, no silêncio de uma vida dedicada ao homem amado e à querida figura paterna (mas autoritária e distante), gerava-se um terceiro vulcão: com quase a idade da loba, explodia uma das mais notáveis atrizes de Hollywood.
kinopoisk.ru
Entre o surgimento – aos 15 anos, em Hamlet, de Tony Richardson, em que atuava ao lado da posteriormente cantora Marianne Faithful e, logo depois dirigida pelo pai em Caminhando com o Amor e a Morte / A Walk With Love And Deat – e a explosão muita coisa aconteceu. Em primeiro lugar, ainda traumatizada com a morte da mãe, a bailarina Enrica Soma, num acidente de carro aos 39 anos, a garota não gostou da sua experiência cinematográfica com o velho Huston. Na verdade, estrelara o filme obrigada. Teria gostado mesmo é de ter feito o papel de Julieta (que acabou com Olívia Hussey) em Romeu e Julieta, dirigido por Franco Zeffirelli, para o qual chegou a pensar em fazer os testes. Apesar dos elogios da crítica – por sua atuação em A Walk With Love and Deat foi considerada “uma extraordinária promessa como atriz”– Anjelica Huston (nascida em Los Angeles em 8 de julho de 1951 e que cinco meses depois, se mudara para a mansão da família em Galway, na Irlanda), preferiu trocar de rota. Tornou-se modelo em Londres, cidade em que passara a morar no início da adolescência. Nesse período, era o foco principal de fotógrafos famosos como Richard Avedon e Helmut Newton.
227060-970x600-1
Após muitas capas e editoriais em revistas de moda como a Vogue, entre outras, Anjelica Huston resolveu voltar ao lugar de origem: Los Angeles, onde desembarcou em 1973 e foi morar com o pai e sua quinta esposa – Celeste Shane Huston. Logo depois, numa festa oferecida na casa do ator, conheceu Jack Nicholson e... explodiu uma paixão. Em poucos meses já estavam morando juntos. Enquanto o marido consagrava-se nas telas de Hollywood dos anos 70 como um dos grandes reis do cinema e, também, exercitava sua superlativa libido com outras mulheres, Anjelica Huston cuidava da casa e o esperava com um beijo no final do dia – no melhor estilo esposa carinhosa e dedicada. Em duas raras oportunidades, voltou a atuar como atriz: em O Último Magnata / The Last Tycoon, de Elia Kazan, e no insignificante Swahsbuckler, de James Goldstone (ambos em 1976).
Anjelica-Huston-anjelica-huston-21895183-1600-1200

Em 1982, algo aconteceu no coração e na mente de Anjelica Huston. A atriz, que havia se tornada dona de casa em tempo integral começou a perceber: alguma coisa precisava ser feita – quem sabe uma mexida geral na vida? A primeira providência foi, embora continuando a se relacionar com o ator, morar na sua própria casa, a quinze minutos de distância do marido. Era o primeiro passo para sair da sombra do vulcão Jack Nicholson. Além disso, decidiu: voltaria a fazer cinema como atriz. E vieram pequenos, mas marcantes papéis como em: O Destino Bate à Sua Porta / The Postman Always Rings Twice, de Bob Rafelson, (1981) e Frances / Frances, de Graeme Clifford, (1982).
'The Addams Family'
A atriz, que amadurecia dentro de Anjelica Huston, estava prestes a explodir. Afinal, em 1985, os dois vulcões, sob os quais ela viveu à sombra tantos anos, resolveram conspirar a seu favor. Papai Huston a convidou para estrelar A Honra do Poderoso Prizzi. E com o maridão Jack Nicholson dividiria os dois principais papéis da história. Determinada – a essa altura sabia mais do que nunca o que queria da vida –, agarrou a oportunidade com unhas e dentes. Dois anos depois, declarou ao jornal Chicago Tribune, de 10/05/1987: “Não poderia imaginar uma outra atriz que pudesse fazer aquele personagem tão bem quanto eu. Aquele papel tinha que ser meu!”. 
Resultado: a mais absoluta (e merecida) consagração. A loba saía da toca – e virava uma deusa da tela.
anjelica-huston-premiere-the-great-gatsby-01
Livre de quaisquer traumas com o pai (estrelou o último filme dele, morto em 1987, Os Vivos e os Mortos / The Dead) e o marido, Anjelica Huston criou fama e deitou-se na cama. O Convite começaram a chegar de todos os lados. Atuou então em Jardins de Pedra / Gardens of Stone (Francis Ford Coppola), Crimes e Pecados / Crimes and Misdemeanors, Misterioso Assassinato em Manhattan / Manhattan Mistery Murder (Woody Allen), Inimigos, Uma História de Amor / Enemies, A Love Story (Paul Mazursky), Os Imorais / The Grifters (Stephen Frears),O Jogador / The Player (Robert Altman), A Família Addams / The Addams Family e A Família Addams 2 / Addams Family Values (ambos de Barry Sonnenfield). 
Gulosa, Anjelica Huston queria mais. Separada de Jack Nicholson, ela casou em 1992 com o artista plástico Robert Graham. E, não satisfeita em ser uma ótima atriz, começou a imitar os passos do pai (diretor e ator). Dirigiu em 1996 o primeiro filme: o polêmico Bastard Out of Carolina, a história de uma garota de 9 anos que sofre espancamentos e abusos sexuais do pai.
ara-gallant-1
Filmografia   

Tinker Bell - O Segredo das Fadas (2012) …Rainha Clarion (voz na versão em inglês)
Smash (Série de televisão) (2012)
50/50 (2011) …Diane
When In Rome (2010) …Celeste
Tinker Bell e o Tesouro Perdido (2009) …Rainha Clarion (voz na versão em inglês)
Tinker Bell - Uma Aventura no Mundo das Fadas (2008) …Rainha Clarion (voz na versão em inglês)
A procura da vingança (2008)
The Fantastic Mr. Fox (2008)
The Other Side (2007)
A viagem para Darjeeling (2007)
Seraphim Falls (2006)
Material Girls (2006) …Fabiella
Covert One: The Hades Factor (2006) …Presidente
Art School Confidential (2006)
These Foolish Things (2006)
The Life Aquatic with Steve Zissou (2004)…Eleanor Zissou
Iron Jawed Angels (2004) (TV)
Kaena: La prophétie (2003)
Daddy Day Care (2003)
Barbie as Rapunzel (2002)
Blood Work (2002) Dr. Bonnie Fox
The Royal Tenenbaums (2001) …Etheline Tenenbaums
The Man from Elysian Fields (2001)
As Brumas de Avalon (2001) (TV)
The Golden Bowl (2000)
Agnes Browne (1999)
Ever After (1998) …Baronesa Rodmilla De Ghent
Phoenix (1998)
Buffalo '66 (1998) …Jan Brown
The Crossing Guard (1995)
The Perez Family (1995)
Buffalo Girls (1995) (TV)
A Família Addams 2 (1993) …Mortícia Addams
E a Vida Continua… (1993)
Manhattan Murder Mystery (1993) …Marcia Fox
Family Pictures (1993) (TV)
Rabbit Ears: Rip Van Winkle (1992)
A Família Addams (1991) …Morticia Addams
The Grifters (1990) …Lilly Dillon
The Witches (1990) …Eva Ernst
Inimigos, uma história de amor (1989)
Crimes e Pecados (1989) …Dolores Paley
Lonesome Dove (1989)
Mr. North (1988)
A Handful of Dust (1987)
Captain EO (1986) …Líder Suprema
A Honra do Poderoso Prizzi (1985) …Maerose Prizzi
The Ice Pirates (1984) …Maida
Casino Royale (1967) …Auxiliar da Agente Mimi
600full-anjelica-huston (1)
Premiações  

Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz (principal) por Os Imorais, em 1990.
Recebeu duas indicações ao Oscar de Melhor Atriz (coadjuvante/secundária) por A honra do poderoso Prizzi, em 1985; e Inimigos, uma história de amor, em 1989. Ganhou em 1985.
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz - Drama", por Os Imorais, em 1990.
Recebeu duas indicações ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz - Comédia/Musical" por A família Addams, em 1991; e A Família Addams 2, em 1993.
Recebeu duas indicações ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz (coadjuvante/secundária)" por A honra do poderoso Prizzi, em 1985; e Acerto final, em 1995.
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz - Filme para TV/Mini-série" por Retratos de família, em 1993.
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz (coadjuvante/secundária) - Filme para TV / Mini-série" por Lonesome Dove, em 1989.
Recebeu três indicações ao BAFTA na categoria de "Melhor Atriz (coadjuvante/secundária)" por A honra do poderoso Prizzi, em 1985; Crimes e Pecados, em 1989; e Um Misterioso Assassinato em Manhattan, em 1993.
Ganhou o Independent Spirit Awards na categoria de "Melhor Atriz" por Os Imorais, em 1990.
Ganhou o Independent Spirit Awards na categoria de "Melhor Atriz (coadjuvante/secundária)" por Os vivos e os mortos, em 1987.
Recebeu uma indicação ao MTV Movie Awards de "Melhor Beijo" por A Família Addams, em 1991.
600full-anjelica-huston (3)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:37

ANGELICA HUSTON

Sexta-feira, 05.09.14
600full-anjelica-huston (36)
Anjelica Huston
Anjelica Huston (Anjelica Susan Huston, Santa Monica, Califórnia, 8 de julho de 1951) é uma premiada atriz e ex-modelo norte-americana. 
Foi casada desde 1992 com o artista plástico Robert Graham Jr., até a morte dele em 2008.
600full-anjelica-huston
À sombra de dois vulcões: assim viveu Anjelica Huston até os 34 anos. De um lado, o pai, John Huston – um dos maiores monstros sagrados do cinema. Do outro, o lendário ator Jack Nicholson, seu idolatrado companheiro (nunca se casaram oficialmente) – com quem vivia desde 1974. E, no silêncio de uma vida dedicada ao homem amado e à querida figura paterna (mas autoritária e distante), gerava-se um terceiro vulcão: com quase a idade da loba, explodia uma das mais notáveis atrizes de Hollywood.
kinopoisk.ru
Entre o surgimento – aos 15 anos, em Hamlet, de Tony Richardson, em que atuava ao lado da posteriormente cantora Marianne Faithful e, logo depois dirigida pelo pai em Caminhando com o Amor e a Morte / A Walk With Love And Deat – e a explosão muita coisa aconteceu. Em primeiro lugar, ainda traumatizada com a morte da mãe, a bailarina Enrica Soma, num acidente de carro aos 39 anos, a garota não gostou da sua experiência cinematográfica com o velho Huston. Na verdade, estrelara o filme obrigada. Teria gostado mesmo é de ter feito o papel de Julieta (que acabou com Olívia Hussey) em Romeu e Julieta, dirigido por Franco Zeffirelli, para o qual chegou a pensar em fazer os testes. Apesar dos elogios da crítica – por sua atuação em A Walk With Love and Deat foi considerada “uma extraordinária promessa como atriz”– Anjelica Huston (nascida em Los Angeles em 8 de julho de 1951 e que cinco meses depois, se mudara para a mansão da família em Galway, na Irlanda), preferiu trocar de rota. Tornou-se modelo em Londres, cidade em que passara a morar no início da adolescência. Nesse período, era o foco principal de fotógrafos famosos como Richard Avedon e Helmut Newton.
227060-970x600-1
Após muitas capas e editoriais em revistas de moda como a Vogue, entre outras, Anjelica Huston resolveu voltar ao lugar de origem: Los Angeles, onde desembarcou em 1973 e foi morar com o pai e sua quinta esposa – Celeste Shane Huston. Logo depois, numa festa oferecida na casa do ator, conheceu Jack Nicholson e... explodiu uma paixão. Em poucos meses já estavam morando juntos. Enquanto o marido consagrava-se nas telas de Hollywood dos anos 70 como um dos grandes reis do cinema e, também, exercitava sua superlativa libido com outras mulheres, Anjelica Huston cuidava da casa e o esperava com um beijo no final do dia – no melhor estilo esposa carinhosa e dedicada. Em duas raras oportunidades, voltou a atuar como atriz: em O Último Magnata / The Last Tycoon, de Elia Kazan, e no insignificante Swahsbuckler, de James Goldstone (ambos em 1976).
Anjelica-Huston-anjelica-huston-21895183-1600-1200

Em 1982, algo aconteceu no coração e na mente de Anjelica Huston. A atriz, que havia se tornada dona de casa em tempo integral começou a perceber: alguma coisa precisava ser feita – quem sabe uma mexida geral na vida? A primeira providência foi, embora continuando a se relacionar com o ator, morar na sua própria casa, a quinze minutos de distância do marido. Era o primeiro passo para sair da sombra do vulcão Jack Nicholson. Além disso, decidiu: voltaria a fazer cinema como atriz. E vieram pequenos, mas marcantes papéis como em: O Destino Bate à Sua Porta / The Postman Always Rings Twice, de Bob Rafelson, (1981) e Frances / Frances, de Graeme Clifford, (1982).
'The Addams Family'
A atriz, que amadurecia dentro de Anjelica Huston, estava prestes a explodir. Afinal, em 1985, os dois vulcões, sob os quais ela viveu à sombra tantos anos, resolveram conspirar a seu favor. Papai Huston a convidou para estrelar A Honra do Poderoso Prizzi. E com o maridão Jack Nicholson dividiria os dois principais papéis da história. Determinada – a essa altura sabia mais do que nunca o que queria da vida –, agarrou a oportunidade com unhas e dentes. Dois anos depois, declarou ao jornal Chicago Tribune, de 10/05/1987: “Não poderia imaginar uma outra atriz que pudesse fazer aquele personagem tão bem quanto eu. Aquele papel tinha que ser meu!”. 
Resultado: a mais absoluta (e merecida) consagração. A loba saía da toca – e virava uma deusa da tela.
anjelica-huston-premiere-the-great-gatsby-01
Livre de quaisquer traumas com o pai (estrelou o último filme dele, morto em 1987, Os Vivos e os Mortos / The Dead) e o marido, Anjelica Huston criou fama e deitou-se na cama. O Convite começaram a chegar de todos os lados. Atuou então em Jardins de Pedra / Gardens of Stone (Francis Ford Coppola), Crimes e Pecados / Crimes and Misdemeanors, Misterioso Assassinato em Manhattan / Manhattan Mistery Murder (Woody Allen), Inimigos, Uma História de Amor / Enemies, A Love Story (Paul Mazursky), Os Imorais / The Grifters (Stephen Frears),O Jogador / The Player (Robert Altman), A Família Addams / The Addams Family e A Família Addams 2 / Addams Family Values (ambos de Barry Sonnenfield). 
Gulosa, Anjelica Huston queria mais. Separada de Jack Nicholson, ela casou em 1992 com o artista plástico Robert Graham. E, não satisfeita em ser uma ótima atriz, começou a imitar os passos do pai (diretor e ator). Dirigiu em 1996 o primeiro filme: o polêmico Bastard Out of Carolina, a história de uma garota de 9 anos que sofre espancamentos e abusos sexuais do pai.
ara-gallant-1
Filmografia   

Tinker Bell - O Segredo das Fadas (2012) …Rainha Clarion (voz na versão em inglês)
Smash (Série de televisão) (2012)
50/50 (2011) …Diane
When In Rome (2010) …Celeste
Tinker Bell e o Tesouro Perdido (2009) …Rainha Clarion (voz na versão em inglês)
Tinker Bell - Uma Aventura no Mundo das Fadas (2008) …Rainha Clarion (voz na versão em inglês)
A procura da vingança (2008)
The Fantastic Mr. Fox (2008)
The Other Side (2007)
A viagem para Darjeeling (2007)
Seraphim Falls (2006)
Material Girls (2006) …Fabiella
Covert One: The Hades Factor (2006) …Presidente
Art School Confidential (2006)
These Foolish Things (2006)
The Life Aquatic with Steve Zissou (2004)…Eleanor Zissou
Iron Jawed Angels (2004) (TV)
Kaena: La prophétie (2003)
Daddy Day Care (2003)
Barbie as Rapunzel (2002)
Blood Work (2002) Dr. Bonnie Fox
The Royal Tenenbaums (2001) …Etheline Tenenbaums
The Man from Elysian Fields (2001)
As Brumas de Avalon (2001) (TV)
The Golden Bowl (2000)
Agnes Browne (1999)
Ever After (1998) …Baronesa Rodmilla De Ghent
Phoenix (1998)
Buffalo '66 (1998) …Jan Brown
The Crossing Guard (1995)
The Perez Family (1995)
Buffalo Girls (1995) (TV)
A Família Addams 2 (1993) …Mortícia Addams
E a Vida Continua… (1993)
Manhattan Murder Mystery (1993) …Marcia Fox
Family Pictures (1993) (TV)
Rabbit Ears: Rip Van Winkle (1992)
A Família Addams (1991) …Morticia Addams
The Grifters (1990) …Lilly Dillon
The Witches (1990) …Eva Ernst
Inimigos, uma história de amor (1989)
Crimes e Pecados (1989) …Dolores Paley
Lonesome Dove (1989)
Mr. North (1988)
A Handful of Dust (1987)
Captain EO (1986) …Líder Suprema
A Honra do Poderoso Prizzi (1985) …Maerose Prizzi
The Ice Pirates (1984) …Maida
Casino Royale (1967) …Auxiliar da Agente Mimi
600full-anjelica-huston (1)
Premiações  

Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz (principal) por Os Imorais, em 1990.
Recebeu duas indicações ao Oscar de Melhor Atriz (coadjuvante/secundária) por A honra do poderoso Prizzi, em 1985; e Inimigos, uma história de amor, em 1989. Ganhou em 1985.
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz - Drama", por Os Imorais, em 1990.
Recebeu duas indicações ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz - Comédia/Musical" por A família Addams, em 1991; e A Família Addams 2, em 1993.
Recebeu duas indicações ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz (coadjuvante/secundária)" por A honra do poderoso Prizzi, em 1985; e Acerto final, em 1995.
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz - Filme para TV/Mini-série" por Retratos de família, em 1993.
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de "Melhor Atriz (coadjuvante/secundária) - Filme para TV / Mini-série" por Lonesome Dove, em 1989.
Recebeu três indicações ao BAFTA na categoria de "Melhor Atriz (coadjuvante/secundária)" por A honra do poderoso Prizzi, em 1985; Crimes e Pecados, em 1989; e Um Misterioso Assassinato em Manhattan, em 1993.
Ganhou o Independent Spirit Awards na categoria de "Melhor Atriz" por Os Imorais, em 1990.
Ganhou o Independent Spirit Awards na categoria de "Melhor Atriz (coadjuvante/secundária)" por Os vivos e os mortos, em 1987.
Recebeu uma indicação ao MTV Movie Awards de "Melhor Beijo" por A Família Addams, em 1991.
600full-anjelica-huston (3)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por duronaqueda às 12:37